Programação: Tomada de decisão

Tomadas de decisão são ferramentas importantes em programação. Decidir qual ação tomar, quando e o que fazer: peças chave em qualquer linguagem de programação. Para aqueles que ingressam na arte de programar, este será um ótimo passo em sua aprendizagem.

[ Hits: 27.847 ]

Por: Juliao Junior em 03/12/2008


A declaração SWITCH



Em algumas situações nossos programas precisarão lidar com escolhas com respostas mais complexas, além de decisões do tipo sim/não, fazer/não fazer. Às vezes é preciso decidir entre várias escolhas possíveis.

Ainda podemos usar a declaração de controle if, mas se o número de escolhas for grande, usar if pode se tornar cansativo e até induzir a erros. Usando if, seria como a última opção descrita anteriormente:

if CONDICAO1
   CODIGO_PARA_EXECUTAR;
elseif CONDICAO2
   CODIGO_PARA_EXECUTAR2;
elseif CONDICAO3
   CODIGO_PARA_EXECUTAR3;
elseif
(...)
elseif CONDICAO1000
   CODIGO_PARA_EXECUTAR1000;
endif

Obviamente o código do tipo acima pode induzir a muitos erros. A alternativa em Octave é a declaração de controle switch. Também é uma ferramenta de uso bem fácil. O que switch faz é ler o valor de uma variável, e executar um trecho de código diferente para cada valor especificado da variável. A forma geral é:

switch (VARIAVEL)
   case VALOR1
      CODIGO_PARA_EXECUTAR1;
   case VALOR2
      CODIGO_PARA_EXECUTAR2;
   case VALOR3
      CODIGO_PARA_EXECUTAR3;

      (...)

   case VALOR1000
      CODIGO_PARA_EXECUTAR1000;
   otherwise
      CODIGO_ALTERNATIVO;
endswitch

No código acima, para cada "VALORXX" o código indicado é executado e então o programa ignora as demais opções. O termo "otherwise" é alternativo, podemos deixar de usá-lo. No entanto, se usarmos o "otherwise" ele será usado obrigatoriamente se as outras opções não funcionarem.

Perceba também algo muito importante: o código acima é fácil de ler, e consequentemente de manter. Por exemplo, se a variável mudar de nome (por qualquer motivo que seja) basta alterar uma linha e tudo está bem!

Uma característica interessante é que podemos usar uma lista para "VALORXXX". Ou seja, podemos indicar vários valores para cada "case", e se qualquer um dos valores conferir com o valor da variável, o código em questão será executado.

Página anterior     Próxima página

Páginas do artigo
   1. Introdução
   2. A declaração IF
   3. A declaração SWITCH
   4. A declaração WHILE
   5. A declaração FOR
Outros artigos deste autor

Programação: Uso de funções

Guia introdutório do Linux IV

Manual de XHTML

GRIP - Conversão e ripagem de CDs em Linux

Explorando a máquina sem abrí-la

Leitura recomendada

Inkscape - Introdução (parte 1)

Pipelight Flash vs. Fresh Player vs. Adobe Flash nativo vs. Pepper Flash nativo

BrisCAD: Manipulando arquivos do Autocad (.dwg) no Linux

Introdução ao Gambas2 (parte 2)

Comando: journalctl - Monitoramento de LOGs

  
Comentários

Nenhum comentário foi encontrado.


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts