Qual distribuição Linux devo escolher?

Neste artigo vamos ver quais as principais distribuições Linux que existem e as principais características de cada uma delas, para assim você poder escolher a que melhor se encaixa às suas necessidades.

[ Hits: 66.927 ]

Por: Raul Lopes S. Grangeiro em 28/07/2010


GnewSense, Goobuntu, Jolicloud, Kubuntu



GnewSense

GNewSense é uma distribuição GNU/Linux baseada no Ubuntu, porém modificada para conter apenas software livre. As diferenças entre ela e o Ubuntu incluem:
  • Firmwares fechados removidos dos repositórios oficiais
  • Repositórios com softwares não-livres não-ativados por padrão
  • Repositório universe (suportado pela comunidade) ativado por padrão
  • Utilitários GNU (Emacs, NetHack e outros) inclusos por padrão.

Mais informações: http://pt.wikipedia.org/wiki/GNewSense
Site oficial: http://www.gnewsense.org/

Goobuntu

Goobuntu (Google + Ubuntu), chamado também de Google OS, é o nome dado a versão do sistema operacional criado pelo Google baseado na distribuição Ubuntu do Linux para uso nos desktops da empresa.

A partir da informação de que a Google utilizava uma versão personalizada do Ubuntu e que internamente era chamado de Goobuntu multiplicou-se a notícia de que a empresa estaria desenvolvendo o sistema para livre distribuição como uma alternativa ao Microsoft Windows.

Sua existência foi confirmada por Google e por Mark Shuttleworth. Shuttleworth alegou que muitas das correções e mudanças do Google estão sendo compartilhadas com o Ubuntu e integradas na distribuição do núcleo. Shuttleworth lembrou também aos leitores que enquanto alguns empregados de Google usam esta versão modificada de Ubuntu, outros usam versões modificadas de outras distribuições de Linux.

As especulações tomam como base o fato da Google já contar atualmente com diversos sistemas que competem com os programas da Microsoft, dentre eles alternativas ao Messenger e ao famoso pacote para escritório Microsoft Office. Várias montagens com supostos funcionários da Google e fotos da área de trabalho podem ser vistas ainda hoje fazendo uma procura por imagens relacionadas ao Goobuntu.

O assunto, associado a uma marca forte (Google), um nome forte (Ubuntu), multiplicou nos sites de notícias, blogs e outras mídias e foi finalmente esclarecido com o pronunciamento da empresa por meio de sua porta-voz Sonya Borälv: usamos uma versão do Ubuntu internamente, mas não pretendemos lançá-lo no mercado.

A empresa revelou ainda que sua versão personalizada do Ubuntu utiliza o gerenciador de janelas Gnome.

Mais informações: http://pt.wikipedia.org/wiki/Goobuntu
Site oficial: N/A

Jolicloud

Jolicloud é um sistema operativo baseado em GNU/Linux que está em fase beta. O Jolicloud foi fundado em 2009 por Tariq Krim. Destaca-se por ser um sistema exclusivamente destinado a netbooks, com um núcleo e programas desenhados para um funcionamento mais eficiente e rápido nessa nova modalidade de computadores. Faz uso da tecnologia computação em nuvem que permite que grande parte de seus programas sejam executados em servidores remotos, não ocupando espaço no disco rígido e não fazendo uso do hardware para o processamento ativo.

Com isso destaca-se pela sua velocidade e pela sua capacidade de processamento ainda que em um hardware bastante modesto como o dos netbooks atuais. Seu principal rival é o Google Chrome que promete também fazer uso da tecnologia computação em nuvem tendo como base o mesmo núcleo que o sistema Jolicloud roda sob modificação própria, que foi destinada a economia de bateria, velocidade e compatibilidade.

O Jolicloud faz o boot rapidamente e destaca-se pela facilidade de instalação. Wi-Fi, Bluetooth e modems 3G devem funcionar corretamente após a instalação sem nenhuma modificação ou instalação por parte do usuário. Grande parte de seus programas faz uso da computação em nuvem portanto seu grau de compatibilidade é alto pois seus programas rodam por essa tecnologia que dispensa o hardware do netbook para o processamento ativo dos programas executados.

O Jolicloud suporta quase todos os netbooks das maiores fabricadores de computadores como Asus, Acer, Dell, MSI e Samsung.

Mais informações: http://pt.wikipedia.org/wiki/Jolicloud
Site oficial: http://www.jolicloud.com/

Kubuntu

Kubuntu é um projeto derivado do Ubuntu, uma distruibuição do sistema operacional GNU/Linux. Na verdade o Kubuntu e o Ubuntu (assim como Xubuntu e Edubuntu) são o mesmo projeto, mas ao contrário do Ubuntu, que vem com o ambiente gráfico Gnome, ele vem com o KDE e programas feitos para KDE, como o navegador Konqueror, Kontact (para emails, RSS e calendário) e Amarok, o tocador de músicas. Ele usa o mesmo repositório de pacotes que o Ubuntu.

Desde a versão 6.06, o CD do Kubuntu pode ser pedido gratuitamente pelo sistema Shipit.

A proposta do Kubuntu é oferecer um sistema operacional/operativo onde qualquer pessoa possa utilizá-lo, sem dificuldades, independente de nacionalidade, nível de conhecimento ou limitações físicas. A distribuição deve ser constituída totalmente de software gratuito e livre, além de isenta de qualquer taxa.

A Comunidade Kubuntu/Ubuntu se ajuda mutuamente, não havendo distinção de novatos ou veteranos; a informação deve ser compartilhada para que se possa ajudar quem quer que seja, independente do nível de dificuldade.

O nome Kubuntu é a junção do K de KDE mais a palavra Ubuntu que significa "humanidade para com os outros" num dialeto sul africano chamado Bemba.

A versão padrão do Ubuntu vem com o desktop Gnome + programas Gnome (ex: Evolution) + ferramentas administrativas para Gnome (ex: Synaptic). A versão padrão do Kubuntu vem com o desktop KDE + programas KDE (ex: Kontact) + ferramentas administrativas para KDE (ex: Adept). Entretanto, estes são apenas os programas instalados por padrão.

Alguém pode instalar o Ubuntu e então instalar o KDE, ou mesmo o 'metapacote' Kubuntu para ter todos os programas do Kubuntu. Ou mesmo ter uma mistura dos dois, de acordo com preferência. Há algumas desvantagens em fazer isso, já que será necessário mais espaço no disco e mais memória, já que o Gnome usa uma biblioteca chamada GTK e o KDE usa o Qt, mas é pouca coisa para computadores modernos. Para computadores realmente antigos, talvez o mais aconselhável seja a utilização da variante Xubuntu.

Mais informações: http://pt.wikipedia.org/wiki/Kubuntu
Site oficial: http://www.kubuntu.org/

Página anterior     Próxima página

Páginas do artigo
   1. Debian, BrDesktop, BRLix, Damn Slamm Linux
   2. Insigne, Keep-OS, Knoppix, DreamLinux, Big Linux
   3. GnuLinEx, Resulinux, Rxart, Satux Linux
   4. Skolelinux, Ubuntu, Alinex, Fluxbuntu
   5. GnewSense, Goobuntu, Jolicloud, Kubuntu
   6. Linux Mint, Ubuntu Studio, Xubuntu, ZeVenOS
   7. Xandros, Foresight Linux, Gentoo, Guaranix
   8. Litrix, Sabayon, GoboLinux, openSUSE
   9. CentOS, Fedora, Ekaaty, Mandriva
   10. PCLinuxOS, Yellow Dog Linux, Slackware, Slax, Vector Linux, Artistx
Outros artigos deste autor

Fedora 21 - Configuração pós-instalação

Mamãe mandou eu escolher esse daqui... será?

Torne o Ubuntu o seu principal sistema operacional

Visão Geral do Linux Mint

Instalei o Ubuntu! E agora?

Leitura recomendada

Aplicativos do Linux em "Desktop"

Como criar uma distribuição GNU/Linux com o SUSE Studio

VirtualBox com PHPvirtualbox em Servidor Ubuntu 14.04

Implantando o Nagios em HTTP Seguro (HTTPS)

A Inteligência Artificial que escreve programas

  
Comentários
[1] Comentário enviado por corvolino em 28/07/2010 - 17:25h

cadê o archlinux? ;(

[2] Comentário enviado por removido em 28/07/2010 - 17:37h

Parabéns pelo artigo.
E, que atire a primeira pedra quem não foi ler sobre sua distro favorita antes de ler sobre as outras...
hehe :)

[3] Comentário enviado por raulgrangeiro em 28/07/2010 - 17:42h

Desculpa corvolino, esqueci mesmo. Peço mil desculpas. Mas como eu havia dito na conclusão, há muitas outras distros.

Por favor não me levem a mal se esqueci de alguma distro, é que são muitas, e para a gente se lembrar de cada uma é difícil.

[4] Comentário enviado por izaias em 28/07/2010 - 17:52h

Faltaram algumas, é verdade. Mas a falta não tirou o propósito do artigo.
Chovem tópicos sobre qual distro usar, recomenda-se uma ou outra.
Com seu artigo, temos um link direto para dispor muitas informações a esses que precisam de um caminho para começar.

Você utilizou linguagem clara e objetiva, não foi desnecessariamente prolixo (apesar de ser ubuntero, falou muito pouco de nossa distro preferida, heim Raul!). Mas é isso, gostei de seu primeiro artigo.

Parabéns!

[5] Comentário enviado por claudiojoliveira em 28/07/2010 - 18:46h

Cadê o Salix OS?
Esta distro está na versão 13.1 e é baseada no Slackware também, tem como gerenciador gráfico o Xfce e trata-se de uma ótima distribuição, com slapt-get, openoffice, wicd, tudo já incluso. O gerenciador de arquivos é o thunar, muito rápido e leve.
Abraços....

[6] Comentário enviado por lemuelroberto em 28/07/2010 - 18:50h

Gostei muito do seu artigo. Parabéns!!!

Foi o que faltava pra eu testar o Gentoo Linux. Vô deixar de preguiça e instalar logo! ;)


[7] Comentário enviado por claudiojoliveira em 28/07/2010 - 18:50h

Pode crer Leandro Toledo, já fui no Slackware de cara! kkkkk
Parabéns pelo artigo Raul Grangeiro.
Abraços!

[8] Comentário enviado por initrd em 28/07/2010 - 19:04h

Mt bom o artigo, fui logo directo ao slackware :)
tb gostava de ver algo sobre zenwalk , mas se fosse sobre todas as distros lolol.....

[9] Comentário enviado por Teixeira em 28/07/2010 - 19:52h

Estão faltando MUITAS distros (se formos levar em conta a Distrowatch, é claro).
Mas isso não desmerece de forma nenhuma o artigo, a meu ver o mais abrangente sobre o assunto, com bastante informação e sem encher linguiça.
Parabéns!

[10] Comentário enviado por removido em 28/07/2010 - 21:33h

Raul Grangeiro,

Considere as críticas/questionamentos/elogios como algo positivo, o que você fez aqui foi grandioso, dado o quase infinito número de distribuições. Esquecer essa ou aquela distribuição é aceitável, e isso não diminuirá o "valor" das mesmas.

Envie um email pro Fale Conosco e peça que insiram a parte referente a distro esquecida, isso se você achar necessário.

Com a adição das distros esquecidas, seu artigo bem que poderia fazer parte desse campo: http://www.vivaolinux.com.br/download-linux

Parabéns!

[11] Comentário enviado por albfneto em 28/07/2010 - 21:35h

Beleza de artigo! Favoritado.
Uma grande expansão do meu artigo sobre o assunto:

http://www.vivaolinux.com.br/artigo/Linux-pode-ser-usado-por-todo-mundo-Escolhendo-o-seu-primeiro-Li...

Uma curiosidade, as versões novas do Sabayon estão atualizadas, são 5.3. Os dados estão já na Wikipedia Português, no verbete do Sabayon Linux, qie por coincidência, sou eu o autor do verbete! rsrsrrsrsrsrs

O Guaranix é um antigo projeto experimental de um Gentoo like:

http://guaranix.codigolivre.org.br/dokuwiki/doku.php

Que eu saiba, foi interrompido em 2006, ou caminha a passos muito lentos.

Claro que faltariam Distros, não dá para cobrir tudo Salix, Arch,VidaLinux, Vector, BLueWhite, Librix (um outro gentoo like brasileiro, o antigo Tutoo da Unicamp) e até Ututo.

Ututo é um Gentoo like da Argentina, importante por ser uma distro antiga, um dos primeiros Gentoo like e por ser (como GNewSense o é) uma distro totalmente livre, sem nada proprietário.
O Ututo é pouco usado no Brasil, mas é tão importante que até Richard Stallman usou ela!

[12] Comentário enviado por aline.abreu em 29/07/2010 - 08:29h

Olá, bem completo o seu artigo. :)
Parabéns

[13] Comentário enviado por claupers em 29/07/2010 - 10:10h

Raul, parabéns pelo artigo e disponibilidade em escreve-lo e publicar na comunidade. Foi através dele que conheci muitas distros que nem sabia da existência. Gostei bastante da BRLix, uma boa distribuição para instalar em computadores de usuários habituados ao uso do W. Dessa forma a transição é mais fácil. Sem falar que é customizado para o Brasil.

Valeu.

[14] Comentário enviado por hellsdragon em 29/07/2010 - 11:56h

Olá, eu recomendo o Debian Lenny (gnome), pois além de ser fácil e ter uma interface amigável, tem alguns recursos que acho fantásticos, como o proxy squid.

Att.

H'D

[15] Comentário enviado por JoseRenan em 29/07/2010 - 17:48h

legal carinha tem muitas distros ae quem nem ouvi dizer. Não li totalmente o artigo mas se tiver alguma curiosidade sobre alguma distribuição já sei onde encontrar as primeiras informações

[16] Comentário enviado por danilo21 em 01/08/2010 - 18:56h

Bem legal. Só deu um fora: Cadê o ArchLinux???Distribuição que aparece eventualmente entre as melhores com quase 10 anos de existencia. Na listagem temos até distribuições "menos importantes" e menos famosas.

[17] Comentário enviado por rweu em 01/08/2010 - 19:54h

Boa noite a todos,

Faltando vão estar um monte delas, até mesmo porque, cada um que vier a ler o artigo de nosso amigo, trará sua experiência própria, uns mais "cascudos", outros ainda "calça branca".
Mas a falta de várias delas ( posso cita aqui algumas muito boas tipo sidux e Epidemic, oriundas do Debian) em nada invalida a iniciativa, e acho mesmo que o raulgrangeiro, deveria fazer o parteII , parte III e assim por diante.

Boa sorte a todos!!

[18] Comentário enviado por raulgrangeiro em 02/08/2010 - 15:10h

É gente, mandei um e-mail pro pessoal do VOL pedindo pra eles adicionarem algumas outras distros que faltaram, mas até agora eles não me responderam. Se for da vontade de Deus escreverei a parte 2 desse artigo, levando em consideração que este falta algumas distros importantes, mas de qualquer forma o que não falta é distro para descrever.

Até mais pessoal! Deus abençõe a vida de cada um de vocês!


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts