Por que as pessoas geralmente não usam Linux?

Um bom usuário de Linux nos dias atuais é alguém que estuda tutoriais, lê livros, está atualizado. Deixando um pouco de lado toda essa sede de saber, por que não refletir: por que seu tio, a sua irmã ou o seu colega de trabalho não usam Linux? O que podemos melhorar para que pinguim conquiste as massas?

[ Hits: 27.443 ]

Por: Albert Moreira em 21/09/2004


Introdução



Se alguma coisa funciona realmente bem no Linux, isso tudo está relacionado às redes de comunicações. Agradece-se ao trabalho de muitos voluntários que tomam partido de projetos complexos e demorados para o Linux, com o simples objetivo de tornar o Linux um Sistema Operacional cada vez mais acessível ao usuário, sobretudo ao iniciante.

Evidentemente, essa premissa não necessariamente alveja os mais variados níveis de usuários: concentremos nossas atenções naqueles operadores que não tem facilidades com comandos de terminal, que sentam na frente do computador e se limitam a resolver problemas simples e esporádicos. Seria muito bom instalar o Linux com um disco apenas, escolher a linguagem e os tipos de programas para usar, auto-detectar todo o hardware e tudo estar funcionado bem. Isto sem dúvida é uma utopia, dado a quantidade imensa de hardware diferente que existe hoje em dia.

    Próxima página

Páginas do artigo
   1. Introdução
   2. Os fabricantes de hardware e software
   3. Pirataria, jogos e interfaces
   4. Conclusão
Outros artigos deste autor

Software livre: benefícios que trazem o conhecimento!

Linux: vivência é certeza de óbvio crescimento

Leitura recomendada

Mentalidade sobre distribuições

Seu currículo na web

Porque troquei do Ubuntu LTS para o openSUSE

Oferta imperdível: Linux em promoção, somente hoje!

A importância do GNU

  
Comentários
[1] Comentário enviado por naoexistemais em 21/09/2004 - 01:56h

Caro Albert,

Parabéns pelo artigo ou analise com uma qualidade de texto ótima, e claro objetiva. Lendo seu Artigo me recordo de uma fato na semana passada, sobre o Kurumin.

No qual Morimoto informa que vai dedicar 8 horas por semana, e muitas pessoas ignorantes reclamaram, criticaram, e muitas ofensas a pessoa dele.

Então de vez os ignorantes criticarem, porque não mete a mão na massa, sei que alguns usuários já deram o primeiro passo. E o Kurumin esta sendo uma das distribuições mais usadas pelos novatos ou iniciantes. Para ingressar ao mundo Linux.

De cinco e-mails que recebo de usuários pedindo ajuda, três estão relacionado ao Kurumin e alguns casos usuários não sabem como configurar o modem....

Outro ponto importante esta rolando agora uma petição, sobre os softwares Photoshop e Dreamweaver, vamos torce para ambos portarem para Linux. Imagina ambos no Linux, com certeza vai aumentar o uso do Linux.

Parabéns pelo Artigo.

[2] Comentário enviado por removido em 21/09/2004 - 04:06h

Muto bom seu artigo amigo, o software livre esta ficando cade vez mais popular, e isso é muito bom para todos os lados. Outro dia assistindo TV em casa vendo um programa que passa sexta-feira a noite, e nesse programa mostrou uma comunidade voluntaria que tinha um projeto que ensinava informatica e Internet para pessoas menos favorecidas, e o que me surpreendeu mais ainda é que todos computadores tinham hardware usado, barato e doado, mas que ao rodar LINUX, davam uma vida nova para elas e para os olhos de quem numca havia visto tal mecanismo.

[3] Comentário enviado por engos em 21/09/2004 - 08:49h

Finalmente um artigo na seção de debates... já estava sentindo falta. :)

Concordo com seus pontos de vista sobre as razões, mas acredito que muitas das razões hoje em dia não são mais verdades, como por exemplo interfaces e facilidade de configuração.

Há poucos dias fiz um serviço que me pediram, que era o de Instalar e Configurar o Win98 em um micro velho... por mim tinha colocado o Linux, mas infelizmente alguns usuários comprar suas cópias piratas (em Sampa se acha até por $5,00) e querem o "produto que eles compraram" instalado.

O usuário "normal" não tá nem ae para instalar e configurar, ele paga pra isso (a maioria), por isso acho que configurar é um mito, assim como a interface, ou alguém ainda acha que o KDE ou o Gnome não batem fácil o Ruindows?

Acredito que jogos são o ponto fraco, sem contar que depois de se acostumarem com o Ruindows, muitos não querem nem tentar outra coisa, pois teriam que "aprender tudo outra vez". Acho que enquanto não for lançado algo inovador no Linux ele vai demorar para ser a opção número 1 dos usuário "normais"... mas chega lá em antes do esperado.

[]s

[4] Comentário enviado por reimassupilami em 21/09/2004 - 08:50h

Cara, parabéns mesmo pelo artigo, muito interessante.

Realmente é complicado essa situação de muitas vezes não termos uma versão Linux de algum software necessário no nosso trabalho.

Eu sou usuário de Linux mas ainda não pude migrar totalmente para ele devido a dois fatores: winmodem e jogos. Se eu conseguisse fazer meu sm56 funcionar no Linux eu o usaria muito mais. Quanto aos jogo estou vendo como se faz emulações pra ve se consigo jogar meus jogos preferidos no Linux, dai sim hein.

Isso ae cara... Falow...

[5] Comentário enviado por dudu_away em 21/09/2004 - 11:54h

Kra, mto massa seu artigo...

Me faz lembrar de dois amigos meus q tinham medo d por linux pq num sabiam mexer nele.... hehe.... Mas um ficou com raiva do Rwindows pq pegou virus no pc dele.... o Outro eu to quase convencendo hehehe... jah mostrei o Gentoo aki em ksa... ele achou mto massa!!

Daki a uns dias eu consigo hehe

[]'s

[6] Comentário enviado por quinho_k em 21/09/2004 - 12:19h

Penso que a questão principal na educaćão não é ensinar Linux OU Windows(R), mas ensinar de uma maneira que serve para os dois sistemas, deixando a escolha para o usuário.

[7] Comentário enviado por y2h4ck em 21/09/2004 - 13:19h

Na minha opnião, o usuário iniciante, que utiliza algumas ferramentas com o office e um navegador nada mais, ele se influencia muito por oque outras pessoas dizem, por exemplo vc chega no micro da secretaria que so usa o browser e um editor de Textos e fala
"vamos testar isso aqui é melhor, vai dar menos dor de cabeça é facil, eu te mostro como faz", claro que a primeira vista pode ser intimidador vc chegar e dizer "vamos colocar linux na sua maquina e vc vai ter que aprender mexer" , mas vc colocando e mostrando que é facil, que é melhor, mostrando as facilidades, falando que não tem perigo de virus, falando que nao vai travar e tudo mais, a pessoa vai quebrar a propria barreira mental.

Então acho que é preciso uma abordagem menos assustadora e mais simplista mostrando que pode-se usar o linux como uma ferramenta melhor que o windows e tão facil de usar qto, ou alguem discoda que o OpenOffice é tão bom qto o Office da M$ ?

Bom é isso :)

Valew pelo artigo MrBrain.

Ate o proximo []s

[8] Comentário enviado por jllucca em 21/09/2004 - 13:39h

Albert,

desde quando pagar por um produto o torna com "qualidade"? Pra mim essa relação "Qualidade X Preço" está mudando com o software livre, não é só o gimp que é competitivo temos outros exemplos. O Apache é muito usado em empresas ao invês do servidor IIS da M$ por exemplo. O Wiki e/ou o Plone(são coisas diferentes, mas pelo que li tem o mesmo fim) são gerenciadores de conteudo com um mesmo ideal e são software livres e com qualidade. Concordo também o y2h4ck sobre o jeito de falar influenciar as pessoas. Alem disso, o KDE tem avançado muito e acredito que ele vai substituir o windows como desktop algum dia.

Alguem lê o DesktopLinux(http://www.desktoplinux.com/)? Saiu uma noticia lá dizendo que o governo brasileiro vai migrar 40% das máquinas do governo para software livre(noticia de 15/setembro)... Acho isso um grande avanço tanto para o nosso pais (se não houver desistencia pq ai o custo sai dobrado, alem do treinamento dado pro pessoal é perdido) como pro software livre!

[]'s

[9] Comentário enviado por harleyhav em 21/09/2004 - 14:13h

Parabéns pelo artigo, muito interessante!!!

Realmente é complicado essa situação de muitas vezes não termos uma versão Linux de algum software necessário no nosso trabalho.

Eu sou usuário de Linux mas ainda não pude migrar totalmente para ele devido a dois fatores: winmodem e jogos. Se eu conseguisse fazer um winmodem, seja lá qual for, funcionar no Linux eu o usaria muito mais. Quanto aos jogos estou desejoso que a comunidade Linux se dedique mais na difusão dos mesmos no sentido de os instalar facilmente em qualquer distro, só assim o linux atingirá níveis de aceitação satisfatórios de utilização por gamers aficionados como eu!!!! Lembrem-se da história da IBM e do Bill Gates; A IBM idealizou o PC, mas só visualizava as Empresas se esquecendo dos usuários que são em MUITO MAIOR NÚMERO, deixando a engenharia do hardware fechada e mantendo o PREÇO ALTÍSSIMO. As fábricas de micro de alguma forma conseguiram a arquitetura do PC e o construíram MAIS BARATO que a IBM, fazendo com que esta perdesse o mercado. O Bill.... Entendeu que deveria tornar o S.O. acessível ao usuário final LEIGO, por isso o windows atingiu este patamar de "ajudar" ao usuário final sem essas preocupações de tenho de fazer isso ou aquilo para poder instalar tal programa!!! Façamos isso com Linux também, sem retirarmos sua identidade...

LINUX FÁCIL PARA TODOS!!!!!

Obrigadu!!!

[10] Comentário enviado por Ale_ em 21/09/2004 - 15:42h

Muito bom o artigo... =P

Ja existem jogos otimos para o GNU/Linux como Quake, Enemy Territory, Racer e America's Army... alem disso muitos jogos 4Win podem ser emulados pelo Cedega... quanto a isso nao ah problemas... o que ocorre sao problemas com migracoes e programas como Autocad, Fruitloop, Flash, Fireworks e Dreamweaver...

[11] Comentário enviado por theflash em 21/09/2004 - 15:49h

Realmente, depois que eu instalei o Linux no meu pc, tudo mudou...passei a menosprezar o windows, apenas o uso ainda pelo triste fato do modem estar funcionando nele, e não no linux. Parabéns pelo artigo!

[12] Comentário enviado por ice em 21/09/2004 - 15:57h

Bom, eu acho que uma pessoa que usou Windows consegue facilmente se adaptar ao Linux e aos programas, já que tem um substituto pra cada (Como o OpenOffice para o Office da microsoft e o Xmms para o Winamp). So tem um problema que eu acho que os usuários leigos vao reclamar: A instalação de programas.
Eu não tenho muita dificuldade para instalar prgs, mas tinha! Hoje eu sei programar um pouco por isso meus problemas talvez acabaram, mas se o cara não é programador? vai ter que ser?

[13] Comentário enviado por Jarnotrulli em 21/09/2004 - 17:29h

Um comentario: a primeira vez que ouvi falar de Software Livre foi com o TeX, um editor de texto cientifico que funciona com linhas de comando e visual. E , de fato, o Vô-rd e horrivel de se trabalhar com textos em que voce tem que digitar formulas. Quase todo o material usado por universidades e escrito em TeX e convertido para .ps e .pdf (por exemplo, usando SAMBA ou mesmo o KDVI do KDE). Agora tentem digitar em Word aquelas formulas...
Depois eu escrevo um artigo sobre isso.

E a primeira vez que eu mexi em Linux foi na faculdade de Computaçao aqui na USP-Sao Carlos. E eu digo que o Linux e muito melhor e beeeem mais estavel que o Window$. O unico porem e que so ha uma sala com alguns Linux contra umas sete salas com o mesmo tanto de computadores Linux (apesar de aqui quase ninguem mexe em Linux :) ).

E, apos instalar, uma pessoa comum nao sente a diferença! Para ela deve ser no maximo a rede Internet e uns Offices da vida. E nao e necessario ser programador para se ter esses acessos.Sem, falar que hoje em dia ha otimas interfaces graficas, melhores ate do que aquela
tela azul que me doi os olhos do Windows e aquelas coisas sem o menor design...



A diferença esta quando se quer mexer em nivel de maquina: ver o que o kernel pode fazer, adicionar melhorias, fazer programas em C e C++ (no Windows e um terror!)...

[14] Comentário enviado por birilo em 21/09/2004 - 20:26h

Vo deixar aqui a minha experiência... Uso Linux à uns 3 anos, me apeguei ao Debian faz 2. Mas infelizmente meu PC tem dualbook com XP ainda, porque não existe editor que bata o DreamWeaver 2004, o Flash, e GIMP eu acho que ainda não é um photoshop e a emulação do Photoshop tem suas desvantagens....

Para a sua secretária é fácil dar um navegador uma planilia e um editor de texto que tá tudo legal, mas eu ainda acho muito difícil trabalhar com WebDesing utilizando apenas linux.

Agora, realmente mecher com programação C no windows é terrível =)

Abraços
Danilo

[15] Comentário enviado por jaderroo em 21/09/2004 - 23:33h

Muito legal o artigo!

Eu sou iniciante no linux (uso o kurumin a 11 meses) e sinto falta de jogos de qualidade para o nosso "pinguim amado". Sei que existem emuladores, mas gostaria de instalar Diablo, CS, Matrix, etc....diretamente, sem muito trabalho (como é naquele SO das "janelas").
No Exército Brasileiro a ordem é instalar linux em 90% das máquinas, por motivo de legalização de software e economia de dindin. Os 10% que ficarão são por causa de programas proprietários do Windows, argh!!!
O problema do winmodem é realmente uma pedra no meio do caminho. Eu acredito que com a chegada do ADSL e cablemodem esse problema poderá ser superado em breve. Eu nunca usei modem no meu linux, pois possuo conexão via ADSL a mais de 21 meses. Me considero um felizardo.
Torço realmente que estes problemas sejam superados e estou estudando linux para poder contribuir algum dia com o software livre.
Um abraço!
Jader

[16] Comentário enviado por Al_Qaeda em 22/09/2004 - 01:59h

bom aqui alem de mim ,minha irma usa o pc e ela tem que usar linux porque é o que tem, ensinei o que ela mais usa, conectar a internet, usar o kword e o gnumeric bom depois de algum tempo de demostraçao ela aprendeu e para esses itens ela ja nao precisa de minha ajuda ela quis aprender e conseguiu nao ficou se lamentando e falando que era dificil pessoas adestradas e sem vontade de aprender realmente tudo se torna mais dificil, querer é poder. e tux neles!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

[17] Comentário enviado por cardosoalcir em 22/09/2004 - 22:05h

Ainda existe um grande monopolio da Microsoft sobre os aplicativos, parecem que eles tem "medo" de expandir seus programas para o pinguin. Outro grande problema são os driver, que eh muito mais dificil de encontar
tem um micro um pouco velho e desde que migrei nunca consegui o driver do winmoden dele, sorte que possou net via radio e no cd da placa ja veio driver pro linux. Mas acredito que em breve esta situação vai mudar, todos vão perceber as potencialidades do software livre e migrar, ja temos vários exemplos pelo mundo de migrações em massa, como aconteceu na Alemanha. Em breve o software livre vai expandir suas barreiras mas na minha opiniao o que falta e propaganda, por exemplo, ate ontem eu nao sabia que um dos melhores SO para roteador eh o Open BSD. Com o tempo a gnt vai descobrindo as coisas boas da vida...

[18] Comentário enviado por Jbmartins em 23/09/2004 - 00:45h

O Linux vai ser o SO a dominar e não vai demorar muito vejam eu não entendia nada de computador quando comecei a usa-lo fiz curso de Win para tal, o Linux ate o momento somente mexendo lendo acompanhando forum, e acho ate mais facil por vc começa a se sujar de graxa tipo assim vc não é somente motorista vc começa a entender da mecanica do carro, quem começar a usar o Linux tem que aprende-lo a usar, por que é uma ferramenta como qualquer outra.

[19] Comentário enviado por ustrucx em 23/09/2004 - 19:05h

Mto legal, vim msmo pra dizer que meu tio usa linux hehe, por livre e espontanea obrigação ;) no começo, mas depois de um tempo ele acostumou e gostou, e até fica meio atrapalhado no windows 8o
Gostou tanto que me pediu pra instalar o Conectiva na casa dele pois o slack ele achou "chato" hehe o que seria um Linux chato??
Mas o importante é que ele usa e gosta, e melhor, ele é "militante da causa" e empurra cd do Kurumin pra todomundo conhecer o Linux ;)

[20] Comentário enviado por MARLINGTON em 04/11/2004 - 03:03h

Adorei os comentários!! Olha como iniciante em informática há alguns anos atrás,me surpreendi em tomar conhecimento do WINDOWS! Achei o máximo,acreditei sinceramente que tinhamos chegado,a revolução total,em se tratando de sistema operacional.
Hoje vejo o quanto eu estava enganado!! Entendo que a Microsoft simplesmente nos empurrou "GUELA" abaixo,sem nos dar simplesmente o direito de escolha, monopolizou tudo e a todos com o seu sistema cheio de travamentos. Hoje temos o LInux Kurumin, (è o q tenho mais intimidade) este sim,uma verdadeira revolução em sistema operacional, veremos ainda uma grande virada no mundo da informática:RuindowsXLinux. Afinal,sabemos q a unica coisa insubistituivel nesse mundo e nunca perderá seu valor é :DEUS

[21] Comentário enviado por Candace em 27/01/2005 - 23:00h

As pessoas usarem ou não Linux, é uma quesão de tempo. Acredito que com o passar do tempo, isso vai ser inevitável. Agora a Microsoft está querendo bloquear o Update dos piratas.
Não vai demorar muito e as pessoas, mais dia ou menos dia, vão acabar se acostumando. Ninguém vai querer ter problemas porque usa pirata podendo usar SL, que é até melhor e não tem dessas encrencas. É só uma questão de enxergar além.

[22] Comentário enviado por removido em 26/02/2005 - 15:44h

Parabéns pelo artigo simples e direto, eu gostaria que existisse harware específico para linux, pois os poucos hardwares mistos que existem para ambos (placas de vídeo por exemplo) se baseiam na compatibilidade pelo sofware (digamos que o hardware seria mais para windows do que para linux)do que pelo hardware, com a entrada da IBM no mercado de linux acredito que isso deva começar a mudar talves inicialmente no mercado de servidores mas um dia chega ao mercado doméstico. Devia-mos nos espelhar também nos mac's já que o sistema é baseado em unix e o hardware é feito para ele seria um bom caminho para se ter um linux mais acessível ao usuário dompéstico, já que ao invés de se tentar fazer o winhardware ficar compativel com linux este tivesse um hardware feito para ele feito para ele.

[23] Comentário enviado por caiovinic em 05/03/2005 - 22:59h

Num futuro próximo, espero, acontecerá!

[24] Comentário enviado por leo_mxs em 28/03/2005 - 11:17h

Eu acho que um dos principais problemas do Software vem justamente do medo dos fabricantes de hardware em projetarem drivers para Software livre. Porém acredito que isso deva ser temporário e em breve com o ritimo de crescimento do Linux eles vão ter que reavaliar essa postura. Agora o que me decepciona muito é o ambiente acadêmico, muitas vezes poderiam ser adotados software livre para solucionar mais problemas nas redes de computadores nesse meio.

[25] Comentário enviado por rogeriofox em 27/04/2005 - 15:05h

Parabéns pelo artigo. Devemos agradecer às pessoas que tem consigo o objetivo e a meta da popularização do Software Livre, para o crescimento do movimento do qual orguhosamente faço parte. Não estamos inseridos no senso comum da computação. Estamos buscando algo benéfico à sociedade que está à margem da inclusão digital. Eu como educador e diretor de TI da prefeitura municipal de Paranaíta-MT faço minha parte com muito amor e prazer. Somos LINUXERS em busca da real democracia da informática e espírito de desenvolvimento social através da Tecnologia da Informação. Viva à nós comunidade do Software Livre. Parabéns!!!

[26] Comentário enviado por removido em 27/05/2006 - 11:03h

em 1 mês conquistei 2 amigos com linux. Babaram ao ver o KDE.
Converteram-se ao OpenOffice....
E é verdade, no setor de Office, o Linux já é sim superior. Já vi muito usuário windows perguntando como jogar um documento doc em pdf....
Já tem uma evolução em jogos, e o america's army? Ainda tá fraco, mas é uma evolução...

[27] Comentário enviado por andreiribas em 22/08/2006 - 00:59h

infelizmente a realidade é: o usuário não gosta de mudanças.
O que o usuário comum gosta é de aprender uma vez a usar 1 programa só e passar o resto da vida mexendo nele. Independentemente de qual seja... Quero dizer... se ele for acostumado com Windows e derem um Linux pra ele, o usuário vai reclamar... se acostumou com o Office e deram um OpenOffice, reclamam... se tem um programa pra um fim específico na empresa (por exemplo.. contabilidade, ou estoque, ou seja o que for...) que ele trabalha e esse programa muda... reclama também.. ou seja... O USUÁRIO NÃO GOSTA DE MUDANÇA!

[28] Comentário enviado por Kuruman em 27/02/2008 - 12:39h

*** É o meu caso ... no meu curso basico que fiz eles só me ensinaram oque
era o linux, explicaram sobre as distros e só, e ainda não me recomendaram.
Depois que fui fussando na net e comecei a ler sobre o kurumin e gostei. E agora tive que fazer um curso especifico pra linux. To gostando sim achei muito bom e acho que qualquer um na área de hardware e redes deveria saber linux. Não só para expandir seu ramo de atividades mais também por que vem se tornando um So muito competitivo no mercado.

[29] Comentário enviado por Apt-Get em 22/12/2008 - 09:19h

É exatamente isso que sempre converso com donos de Lan-houses e usuários domésticos. Se Linux fosse ensinado na rede de ensino, hoje teriamos muitos mais usuários.

Uma coisa que vejo muito ocorrer, é uma pessoa comentar: "Linux é um sistema operacional novo, ele é confiável?"
Novo??? Bom, para aquela pessoa ele é uma novidade, sem dúvida. Eu contra-argumento, explicando que o Linux já possue sua trajetória de desenvolvimento, as distribuições que já foram criadas, exemplos práticos de como economizar muito dinheiro com o Software Livre, e o mais importante: Segurança!

Eu todos os dias converso com amigos, faço um verdadeiro discurso sobre o Tux e suas maravilhas, e vejo o quão divagar é a migração. Isso porque toda vez que uma pessoa vê um Konsole aberto se assusta... Eu brinco dizendo "Isto não é Matrix, é Linux!" Eu mesmo me apaixonei pelo Linux justamente devido a essa harmonia entre ambiente gráfico e escrito.

Mas continuemos nossa divulgação do Software Livre sem nos abater com as dificuldades. Pois de acordo com um cálculo do Linux Counter, somos hoje, mais de 29 milhões de usuários Linux!


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts