OpenNebula - Gerenciamento de nuvens privadas e públicas

No artigo anterior, foi demonstrado o processo de gerenciamento de máquinas virtuais em uma nuvem privada valendo-se da utilização do Hypervisor KVM. Mas, como existe uma grande necessidade de escalonamento de recursos, então, esta segunda parte do artigo cobre o gerenciamento de máquinas virtuais através do serviço EC2 Amazon.

[ Hits: 30.779 ]

Por: Jefferson Raimundo dos Santos em 14/10/2013


Configuração: OpenNebula/imagens/EC2/instâncias



Configuração do OpenNebula (oned.conf)

Abra o arquivo oned.conf do OpenNebula:

# vi /etc/one/oned.conf

Procure a seção: # EC2 Virtualization Driver Manager Configuration

Descomente as linhas abaixo:

VM_MAD = [
    name       = "vmm_ec2",
    executable = "one_vmm_ec2",
    arguments  = "vmm_ec2/vmm_ec2.conf",
    type       = "xml" ]

Procure a seção: # EC2 Information Driver Manager Configuration

Descomente as linhas abaixo:

IM_MAD = [
      name       = "im_ec2",
      executable = "one_im_ec2",
      arguments  = "im_ec2/im_ec2.conf" ]

Salve e feche o arquivo.

Configuração do tamanho das imagens

Abra o arquivo vmm_ec2.conf na pasta vmm_ec2:

# vi /etc/one/vmm_ec2/vmm_ec2.conf

Verifique a existência das linhas abaixo descomentadas. Estas são os modelos para criação das imagens na Amazon EC2:

<TEMPLATE>
   <EC2>
      <INSTANCETYPE>m1.small</INSTANCETYPE>
   </EC2>
</TEMPLATE>

Configuração das chaves do EC2 no OpenNebula

Abra o arquivo vmm_ec2rc:

# vi /etc/one/vmm_ec2/vmm_ec2rc

Procure a seção: # EC2 API TOOLS Configuration

Descomente as linhas:
EC2_HOME="<path_to_ec2_utils>" // Endereço da página principal do serviço EC2,
   no meu caso executo as instâncias a partir do data center de Oregon - US.
EC2_PRIVATE_KEY="<path_to_your_ec2_pem_key>" // Insira o nome da chave privada.
EC2_CERT="<path_to_your_ec2_pem_cert>" // Insira o nome do certificado.

Edite as linhas acima, deixando-as desta forma:

EC2_HOME="https://ec2.us-west-2.amazonaws.com"
EC2_PRIVATE_KEY="/var/lib/one/.ec2/pk-IFIMOX3R6J3MVL7S5ZMJB36IZBH4UCIH.pem"
EC2_CERT="/var/lib/one/.ec2/cert-IFIMOX3R6J3MVL7S5ZMJB36IZBH4UCIH.pem"

Configuração do número de instâncias virtualizadas

Para cada tipo de tamanho de imagem, é possível a personalização do número de instâncias que o OpenNebula será capaz de criar.

Abra o arquivo im_ec2.conf:

# vi /etc/one/im_ec2 /im_ec2.conf

Defina o número de instâncias para cada tamanho de imagem:

SMALL_INSTANCES=5
LARGE_INSTANCES=1
EXTRALARGE_INSTANCES=

Obs.: verifique sua necessidade antes de dimensionar estes campos, para não deixar liberado um dimensionamento de capacidade maior do que o necessário.

Página anterior     Próxima página

Páginas do artigo
   1. Introdução
   2. Criação: conta/chave/certificado
   3. Configuração: OpenNebula/imagens/EC2/instâncias
   4. Definindo variáveis / API / Java para API
   5. Criação: IP estático/template/máquinas virtuais/AMI no EC2
   6. Criação: instância (sistema)/máquinas virtuais
   7. Conclusão
Outros artigos deste autor

OpenNebula Sunstone

Leitura recomendada

CUPS + Jasmine Ubuntu Server 10.04 LTS (gerenciador de impressões e relatórios de impressão)

Gnuplot - versátil ferramenta científica

Instalando e utilizando o LimeWire no Debian

PlayOnLinux - Compatibilidade de um jeito fácil

Apresentando a programação orientada a objetos

  
Comentários
[1] Comentário enviado por danniel-lara em 14/10/2013 - 07:36h

Parabéns pelo Artigo

[2] Comentário enviado por removido em 20/10/2013 - 21:03h

Claro e objetivo, parabéns

[3] Comentário enviado por a.mendesaguiar em 27/10/2013 - 13:58h

Pelo o que eu entendi toda vez que eu tiver que criar uma instancia nova vou precisar editar o arquivo com o ID da AMI.


[4] Comentário enviado por jeffersonsantos em 28/10/2013 - 02:45h

Bom dia! Adriano.

O arquivo de template é criado apenas uma vez e pode-se usado diversas vezes apenas chamando este.

A personalização de um novo código de AMI será apenas quando desejar a instanciação de um sistema diferente tipo: Centos (código de AMI tal), Debian (código da AMI diferente), etc.

Vários templates podem ser criados com códigos de AMI iguais, mas com necessidades de disco, memória, etc., diferentes.



Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts