OpenNebula Sunstone

Incrível ferramenta para gerenciamento de nuvens (VMs) junto às mais diversas implementações para virtualização do mercado (KVM, Xen e VMware).

[ Hits: 47.118 ]

Por: Jefferson Raimundo dos Santos em 21/12/2012


O que é o OpenNebula



OpenNebula é uma ferramenta open source para gerenciamento e provisionamento de nuvens.

Ou seja, é possível criar, gerenciar e monitorar máquinas virtuais junto aos hosts de Data Centers, além da flexibilidade e escalabilidade entre nuvens públicas e privadas, as chamadas híbridas.

Com esta ferramenta, será possível o gerenciamento de instâncias (VMs) no Amazon EC2. Este tipo de serviço de Cloud Computing tem como nome "IaaS", ou seja, sobre a infraestrutura da nuvem.

Diversas empresas apoiam o projeto, como por exemplo:
  • Dell;
  • IBM;
  • Telefónica Germany, etc.

Hypervisors suportados pelo OpenNebula

Seria a ferramenta responsável pela virtualização das máquinas. Aqui podemos utilizar: KVM, Xen ou VMware.

Podemos organizar o OpenNebula com diversos tipos de ferramentas confiáveis de virtualização.

O que é o OpenNebula Sunstone

O OpenNebula é um conjunto de ferramentas de IaaS, uma destas é o módulo Sunstone, que roda como um processo na máquina fornecendo o serviço pelo navegador sobre o localhost na porta 9869.

Seu desenvolvimento é em Ruby com a biblioteca XML-RPC para comunicação entre os módulos do conjunto.

Através do navegador, temos a flexibilidade para gerenciamento de Data Centers.

O artigo em si...

Este artigo, tem como ponto de partida, a instalação do OpenNebula pelo pacote pronto para a plataforma GNU/Linux, mais precisamente, sobre a distribuição Ubuntu.

No site do OpenNebula é possível encontrar softwares, além da documentação oficial para outras distribuições GNU/Linux (CentOS, SUSE, Debian etc).

Iremos instalar e seguir os passos para criação de uma VM (máquina virtual).

Para isso são necessários conhecimentos de alguns termos técnicos que virão pela frente, são eles:
  • Host → Máquinas (nós) com os serviços (VMs) armazenados em nosso cluster;
  • Cluster → Serão todos os servidores (hosts) e serviços que irão permitir a alta disponibilidade e balanceamento de carga do Data Center;
  • Virtual Networks → Rede (bridges), aqui são aceitos diversos tipos de ferramentas para criação de redes: ebtables, 802.1Q etc;
  • Datastores → O meio de armazenamento das instâncias (VMs), imagens das distribuições, LVMs, SAS/NAS etc.

Arquivo oned.conf configurado para KVM

Este arquivo de configuração do OpenNebula fica na pasta /etc/one/ e tem algumas instruções importantes a serem configuradas neste laboratório para uso pelo KVM:

IM_MAD = [
    name        = "im_kvm",
    executable = "one_im_ssh",
    arguments = "-r 0 -t 15 kvm" ]

VM_MAD = [
    name        = "vmm_kvm",
    executable = "one_vmm_exec",
    arguments = "-t 15 -r 0 kvm",
    default= "vmm_exec/vmm_exec_kvm.conf",
    type     = "kvm" ]

TM_MAD = [
    executable = "one_tm",
    arguments = "-t 15 -d dummy,lvm,shared,qcow2,ssh,vmfs,iscsi" ]

DATASTORE_MAD = [
    executable = "one_datastore",
    arguments = "-t 15 -d fs,vmware,vmfs,iscsi,lvm"
]

Onde:
  • IM_MAD → Responsável pelas informações sobre o hypervisor KVM;
  • VM_MAD → Localização dos scripts responsáveis por chamar o KVM para virtualização;
  • TM_MAD → Qual será o tipo de processo utilizado para clonagem das VMs no Hypervisor;
  • DATASTORE_MAD → Os tipos de Datastores que podem ser utilizados pelo KVM.

Basicamente, estas instruções definem a localização dos scripts para que os serviços rodem corretamente.

Informações sobre o laboratório

  • Memória RAM física → 4GB;
  • Processador → AMD Phenom II X4 945;
  • Sistema GNU/Linux → Ubuntu 12.04 LTS;
  • Disco rígido: 40 GB → O ideal seria maior capacidade e maior velocidade do disco rígido;
  • IP da interface eth0 → 192.168.100.3;
  • Navegador: Firefox 17.0.1 → Para melhor usabilidade com HTML5.

    Próxima página

Páginas do artigo
   1. O que é o OpenNebula
   2. Instalação - Chave pública
   3. Configuração do KVM para o OpenNebula
   4. Monitoramento - Cluster - Infraestrutura - Imagens
   5. Criação: HD, Modelos e VM
   6. Status da criação da VM
Outros artigos deste autor

OpenNebula - Gerenciamento de nuvens privadas e públicas

Leitura recomendada

IMHear, Sniffer de mensagens do MSN

Free Animation e Game Developer com Linux

Cacti: Gerenciamento de redes com os plugins Weathermap e Monitor no Debian Etch Linux

Gerando pacotes no Slack com o checkinstall

Instalando Asterisk2Billing no SuSE 10.0

  
Comentários
[1] Comentário enviado por fabio em 21/12/2012 - 09:25h

Excelente artigo, meus parabéns.

[2] Comentário enviado por danniel-lara em 21/12/2012 - 17:21h

Parabéns pelo artigo muito bom mesmo

[3] Comentário enviado por gersonraymond em 26/12/2012 - 15:09h

Grande irmão Jefferson !!! Quero parabenizá-lo pelo execelente artigo, lembro claramente há 10 anos atrás, quando cheguei com a distribuição Slackware e disse "mano" estuda Linux/Unix que você terá recursos ímpares para implementar qualquer projeto. No decorrer dos anos recebi vários apoios da sua parte em projetos Linux, quando estava enrolado, sempre fazendo do seu quarto um grande laboratório com muita rodada de café. Agora com o seu apoio para o desenvolvimento da minha monografia de pósgraduação sobre segurança em cloud, surge este artigo que com certeza ajudará muitos na área de Cloud Computing. Parabéns de coração e fico muito feliz por ter um irmão dedicado e facinado pelo pinguim.

Att.

Gerson Raymond

[4] Comentário enviado por jorgezup em 06/02/2013 - 17:24h

Olá Jefferson! Parabéns cara artigo muito bom mesmo. Com certeza vai ajudar muitas pessoas, bela iniciativa.
Só uma coisa Jefferson, o meu Sunstone esta apresentando falha de autenticação. Alterei já de imediado a senha .one/one_auth, nao fiz nenhum acesso com a senha inicial, será que é por isso que esta acontecendo o problema. Obrigado!

[5] Comentário enviado por jeffersonsantos em 07/02/2013 - 02:00h

Olá Jorge! Obrigado e segue a descrição da possível solução do problema.

Mude a senha do usuário oneadmin com o comando:

oneuser passwd nomeusuario senha

EX: oneuser passwd jefferson teste

No Shell tente algum comando por exemplo:

onehost list

A seguinte mensagem será mostrada:

[UserInfo] User couldn't be authenticated, aborting call.

Ou seja, então alteramos a senha do usuário Sunstone-server(WEB) mas o comandos de prompt não estão sendo aceitos porque a senha do arquivo one_auth não é igual.

Faça o seguinte:

Vá até o arquivo /var/lib/one/.one_auth.

Altere a linha no arquivo para o seguinte:

oneadmin:senhaalterada

Por fim, se possível mantenha sempre backup do arquivo de banco de dados one.db em caso de uso do banco de dados SQLITE.

Fico à disposição para maiores dúvidas.

[6] Comentário enviado por guillinux em 28/02/2013 - 01:23h

Olá Jefferson excelente artigo. No tópico amarrando a infraestrutura o botão select cluster não fica habilitado Hosts, Datastores e Virtual Networks.
E no Hosts meu status fica ERROR.

[7] Comentário enviado por jeffersonsantos em 05/03/2013 - 00:28h

Obrigado, então você terá que criar um cluster de preferência amarrando nele cada Hosts, Datastores e Virtual Networks.
Para criar um Cluster clique em "Cluster" e no cabeçalho na parte direita encontrar-se o botão para criação de Cluster.
Já com relação ao problema de Hosts verifique se no arquivo: /etc/hosts tem as máquinas relacionadas a sua rede, exemplo:

192.168.1.45 Jefferson
192.168.1.80 VMPrincipal

Caso tenha na rede um dns resolvendo os nomes, essa operação de alteração do arquivo hosts, torna-se desnecessária.

Qualquer coisa, dá um print na tela e posta o problema que tentaremos resolver.

Fico no aguardo.

[8] Comentário enviado por guillinux em 08/04/2013 - 23:24h

Olá Jefferson boa noite. No Tópico trabalhando com imagens, quando tento criar a imagem recebo o seguinte erro.

ERRO
[ImageAllocate] Cannot determine Image SIZE.

Minha pequena infraestrutura é composta de um notebook que está como master e um micro como slave01.

A parte de infraestrutura ocorreu tudo certo.


[9] Comentário enviado por jeffersonsantos em 12/04/2013 - 00:21h

Bom dia guillinux! Você deve ser atentar ao local da imagem onde você está apontando na variável Path.
Outra coisa seria a permissão da iso deve está como usuário oneadmin e grupo oneadmin e em pasta acessível a este usuário. Ex: /var/lib/one/imagem.iso
Permissão: chown oneadmin:oneadmin imagem.iso
Caso esteja utilizando o upload de uma imagem, só será possível o upload de imagens até 4GB. Sendo assim, imagens com grande capacidade você deve apenas apontar para ela, em vez de realizar o upload.
A imagem deverá está de preferência no servidor do OpenNebula para que o processo de cópia seja mais rápido.

Qualquer coisa é só postar.

Atenciosamente.

[10] Comentário enviado por fmossatto em 15/06/2013 - 20:29h

Boa noite Jefferson!
Estou com um problema e agradeceria muito se você pudesse me ajudar.
Fiz todo o procedimento descrito no artigo, mas na hora de criar a maquina virtual usando os templates criados da ERRO.
descrito assim:
Error executing image transfer script: Error Copying

pelo que eu entendi ele ta dando erro na hora de enviar os scripts para o host, o SSH está funcionando corretamente, as pastas estão com permissão, não consigo achar uma solução.


[11] Comentário enviado por jeffersonsantos em 18/06/2013 - 01:11h

Desculpa pela demora. Tenta esses procedimentos:

Verifique as permissões da pasta /var/lib/one como usuário e grupo oneadmin.

chown -R oneadmin:oneadmin /var/lib/one

1) Criação da iso do cd de instalação

Datastore -> escolha o desejado.
Type -> Escolha CD
Device prefix -> hd
Driver -> raw
Target -> Deixo em branco pois assim o template pode ser genérico.

Provide a path

Caminho da iso.

OBS: ISO com permissão de leitura e escrita pelo usuário oneadmin.

2) Criação da iso do HD

cd /home
qemu-img create disco.img 10G
chown oneadmin:oneadmin disco.img

Mesmas instruções do passo 1, sendo alterado apenas o campo Type para OS e o caminho da imagem.

3) Criação do Template

Boot Method -> hd
Add Disk Image ->
Image -> CD
Target -> hda
Driver -> raw

Image -> HD
Target -> hda
Driver -> raw

Network -> Escolha a bridge de sua placa de rede local.

Clique em Create

Clique em Instantiate e acompanhe a inicialização do sistema na aba Virtual Machines.

OBS: Caso não ocorra o processo, então crie uma bridge para uso das VMs, um datastore local e um host que será o ip da máquina local antes.
Uma outra coisa é a chave ssh caso ela esteja com aquela opção de passphrase, pois aí o OpenNebula não passa pelo bloqueio.

Qualquer coisa, só postar.

Obrigado.

[12] Comentário enviado por saitam em 11/12/2013 - 08:07h

Muito bom o artigo.

VirtualBox também suporta OpenNebula e já tem imagem pronta.

http://opennebula.org/cloud:sandboxvirtualbox

[13] Comentário enviado por rodrigosantiago em 27/01/2014 - 12:27h

Bom dia!! Estou instalando o opennebula no CentOS e apos ter instalado o front end, dou um start no front end e list pelo:
$onevm list
Dá Connection refused - connect(2)

Já pesquisei sobre isso, mais não encontrei uma solução, pois parece ser a dúvida de muitos. Saberia como me ajudar?
Att

[14] Comentário enviado por jeffersonsantos em 27/01/2014 - 23:00h

Boa noite! Rodrigo.

Pela mensagem apresentada, fiz uma simulação aqui logando com o usuário oneadmin no shell:

Primeira Ocorrência:
1) su - oneadmin
2) one stop
3) MSG: Connection refused - connect(2)

Então fiz o seguinte:

1) Entre na pasta /var/lib/one/.one/
2) Verifique o arquivo one_auth se está correto o par usuário:senha
3) Inicie o serviço chamado one com o comando "one start" sempre antes de chamar outro serviço do OpenNebula.

Segunda Ocorrência:

A chave ssh do usuário oneadmin não consegue logar no usuário root ou outro do libvirt no caso do KVM para listar os hosts.
Neste caso, crie a chave ssh do usuário oneadmin.

1) su - oneadmin
2) ssh-keygen -t rsa
sem palavra-chave

Importe a chave para a máquina hospedeira da virtualização.
3) ssh-copy-id [email protected]_DA_MAQUINA_HOSPEDEIRA

Esses são alguns dos problemas de conexão recusada.

Fico no aguardo do feedback.

Atenciosamente.

[15] Comentário enviado por rodrigosantiago em 29/01/2014 - 10:54h

Bom dia!! Persistiu o erro do connection refused(2). Instalei uma maquina virtual e instalei o CentOs nela, mas não estou conseguindo nem começar? Saberia me indicar se tem diferença na instalação para maquina virtual e quais pacotes necessários antes de começar a instalação do opennebula? Se possível, tiver um script pode me mandar? Agradeço!

[16] Comentário enviado por jeffersonsantos em 02/02/2014 - 14:12h

Boa tarde!!

1) Verifique se o seu processador possui as flags para virtualização com o comando grep.

grep -E '(vmx|svm)' --color=auto /proc/cpuinfo

2) Outra coisa, como o sistema é CentOS verifique o SELINUX no arquivo /etc/selinux/config se as variáveis SELINUX=disabled e SELINUXTYPE=targeted estão desativadas desta forma.

3) Caso o SELINUX esteja desabilitado, mas mesmo assim não funcionar, então crie o arquivo:

/etc/polkit-1/localauthority/50-local.d/50-org.libvirt.unix.manage-opennebula.pkla

[Allow oneadmin user to manage virtual machines]
Identity=unix-user:oneadmin
Action=org.libvirt.unix.manage
#Action=org.libvirt.unix.monitor
ResultAny=yes
ResultInactive=yes
ResultActive=yes


Este arquivo irá permitir o usuário oneadmin no CentOS trabalha com a virtualização, caso o SELINUX esteja barrando.

Fico no aguardo.

Atenciosamente.


[17] Comentário enviado por rodrigosantiago em 03/02/2014 - 11:33h

Bom dia Jefferson!!

Antes de verificar os procedimentos que vc me passou, vou listar como estou fazendo:

1) Ativo EPEL repo CentOS:

2) Executar como root:

#cat << EOT > /etc/yum.repos.d/opennebula.repo
[opennebula]
name=opennebula
baseurl=http://downloads.opennebula.org/repo/CentOS/6/stable/\$basearch
enabled=1
gpgcheck=0
EOT

3) Instalo os pacotes do Opennebula 4.4:

# yum install opennebula-server
# yum install opennebula-sunstone
# yum install opennebula-ozones
# yum install opennebula-ruby
# yum install opennebula-java
# yum install opennebula-gate
# yum install opennebula-flow
# yum install opennebula-node-kvm


LAYOUT DE INSTALAÇÃO (FRONT-END)

4) Instalo a Biblioteca Ruby Opennebula como root:

# /usr/share/one/install_gems

5) Instalando Usuário e Grupo:

5.1 - No front-end, como oneadmin executo:

$ id oneadmin

5.2 - Crio o grupo oneadmin e verifico seu id é o mesmo que no front-end:

# groupadd --gid (numero do id) oneadmin

5.3 - Crio a conta oneadmin:

# useradd --uid (numero do id) -g oneadmin -d /var/lib/one oneadmin

6) Secure Shell Access (Front-End):

6.1 - Criar chaves para o oneadmin usuário possa se ​​conectar a eles usando ssh, sem necessidade de senha:

$ ssh-keygen

6.2 - Dê ENTER quando solicitado para digitar senha:

$ cat ~/.ssh/id_rsa.pub >> ~/.ssh/authorized_keys

6.3 - Criar requisitos de permissão para autenticação de chave pública para o trabalho no CentOS/RHEL:

$ chmod 700 ~/.ssh/
$ chmod 600 ~/.ssh/id_rsa.pub
$ chmod 600 ~/.ssh/id_rsa
$ chmod 600 ~/.ssh/authorized_keys

6.4 - Criar para reduzir o tempo limite de conexão em caso de problemas na rede:

$ cat ~/.ssh/config
ConnectTimeout 5
Host *
StrictHostKeyChecking no

OBS: O comando não deu certo, mas mesmo assim continuei a instalação dos itens seguintes.


7) Starting OpenNebula (Front-End):

7.1 - Efetuar login como o usuário oneadmin:

$ mkdir ~/.one
$ echo "oneadmin:password" > ~/.one/one_auth
$ chmod 600 ~/.one/one_auth

7.2 - Start o OpenNebula daemons:

$ one start

8) Verificando a Instalação:

8.1 - No front-end, executar o comando como oneadmin onevm:

$ onevm list

OBS: Deveria aparecer uma lista vazia de VM, isso se o daemon Opennebula estiver funcionando:
ID USER GROUP NAME STAT CPU MEM HOSTNAME TIME

Mas no meu caso esta msg:
Connection refused - connect(2)

Meu erro acredito estar do item 6.4 para baixo. Pois sempre no final quando no front-end executo $ onevm list, a msg continua como Connection refused - connect(2).

Acredito que esse passo-a-passo que estou enviando posso ser util para que vc verifique e consiga solucionar essa dúvida minha.

Agradeço desde já!

[18] Comentário enviado por JeffersonSantos em 09/02/2014 - 16:01h

Boa tarde! Rodrigo.

Veja qual a versão que está instalando, pois baixei a versão 4.4.1 Stable e o pacote do ruby requerido é o da versão 1.9.3, então faça a atualização do ruby para a última versão dependendo de qual pacote esteja utilizando. Depois dei o comando onevm list e não retornou o erro.

O ambiente que fiz a instalação do front-end foi o seguinte no Virt-Manager:

Virtualização KVM
Kernel: Kernel Generic 2.6.25 with Libvirt
Imagem: Centos 6.4

Fiz a instalação de todos os pacotes do ruby 1.9.3 e após isso adicionei um host físico com capacidade para monitorar ele, pois senão realizaria virtualização por cima de virtualização. O que daria uma perda de performance. O Host da virtualização foi uma máquina física.

Fico no aguardo.

Atenciosamente.

[19] Comentário enviado por rodrigosantiago em 10/02/2014 - 12:30h

Bom dia!!! Tbem estou fazendo a instalação da versão 4.4 do opennebula. Através de sua ajuda consegui consertar o erro de connection refused, logo quando dava o comando onevm list, porém agora quando tento conectar OpenNebula sunstone, através do localhost:9869/login e quando coloco o seguinte:
Username: oneadmin
Password:***

E quando faço o login, aparece a seguinte msg: " OpenNebula is not running or there was a server exception. Please check the server logs. Já fiz a troca da senha em /var/lib/one/.one/sunstone_auth e /var/lib/one/.one/one_auth, sendo as duas iguais, mas nada.

Quando faço o log sunstone pelo /var/log/one/sunstone.log aparece assim:


-------------------------------------
Server configuration
--------------------------------------
{:vnc_proxy_key=>nil,
:host=>"127.0.0.1",
:marketplace_url=>"http://marketplace.c12g.com/appliance",
:debug_level=>3,
:vnc_proxy_support_wss=>false,
:port=>9869,
:tmpdir=>"/var/tmp",
:routes=>["oneflow"],
:vnc_proxy_port=>29876,
:core_auth=>"cipher",
:table_order=>"desc",
:memcache_namespace=>"opennebula.sunstone",
:sessions=>"memory",
:oneflow_server=>"http://localhost:2474/",
:auth=>"sunstone",
:lang=>"en_US",
:vnc_proxy_cert=>nil,
:memcache_host=>"localhost",
:vnc_proxy_ipv6=>false,
:one_xmlrpc=>"http://localhost:2633/RPC2",
"/var/log/one/sunstone.log" 26L, 734C 1,1 Topo

O que pode ser? Saberia como resolver? Agradeço!!


[20] Comentário enviado por JeffersonSantos em 11/02/2014 - 23:18h

Boa Noite! Rodrigo.

1) Logue como usuário oneadmin.

su - oneadmin

2) Verifique se o serviço do OpenNebula encontra-se rodando - > one start.

Após isso, verifique a execução do serviço sunstone-server start.

3) Caso o serviço continue com erro, entre no arquivo /etc/one/sunstone-server.conf e procure pelas linhas:

:host: 127.0.0.1
:port: 9869

Desta forma, pode ser que esteja recusando uma sessão em outra máquina, portanto faça a mudança do host para o ip de seu host na sua rede tipo: 192.168.1.8 e a porta continua como 9869.

Volte aos passos 1 e 2.

Fico no Aguardo!

Atenciosamente.


[21] Comentário enviado por rodrigosantiago em 12/02/2014 - 12:22h

Bom dia!!

Consegui conectar no OpenNebula Sunstone e através dele fazer diversas coisas. Daí criei usuário pelo OpenNebula Sunstone e depois dei um $ oneuser list pelo terminal e deu certo, mas quando fiz pela terceira vez no oneadmin $ oneuser list, dá o seguinte erro:
[UserPoolInfo] User couldn't be authenticated, aborting call.

Daí fiz o seguinte:

[[email protected] Rodrigo]$ one start
ONE is still running (PID:11434). Please try 'one stop' first.

[[email protected] Rodrigo]$ onevm list
[VirtualMachinePoolInfo] User couldn't be authenticated, aborting call.

[[email protected] Rodrigo]$ oneuser list
[UserPoolInfo] User couldn't be authenticated, aborting call.

[[email protected] Rodrigo]$ one start
ONE is still running (PID:11434). Please try 'one stop' first.

[[email protected] Rodrigo]$ one stop
oned and scheduler stopped

[[email protected] Rodrigo]$ oneuser list
Connection refused - connect(2)

Depois disso não consegui conectar mais o OpenNebula Sunstone. Como Posso estar arrumando isso, e voltar a conexão e conseguir listar usuários por terminal com oneuser sem repetir esses erros.

Atenciosamente, Rodrigo

[22] Comentário enviado por JeffersonSantos em 14/02/2014 - 23:41h

Boa noite! Rodrigo.

O que está acontecendo é uma negação de usuário, possivelmente o usuário está com uma senha diferente. Faça o seguinte:

No OpenNebula, por default o banco de dados utilizado é o SQLITE3, portanto acesse o banco localizado na pasta /var/lib/one.

sqlite3 one.db

Procure pela tabela user_pool e qual a senha definida nesta. Caso você apague este banco de dados, na próxima vez que iniciar ele cria tudo novamente, mas perde as configurações: host, vnets, etc. Aconselho caso for colocar em produção, a utilização do MySQL que pode ser configurado no arquivo /etc/one/oned.conf.

Antes de iniciar, crie o banco de dados opennebula.

# mysql -u root -p

# create database opennebula;

# exit

# su - oneadmin

# one start

# sunstone-server start

Conteúdo do arquivo oned.conf

DB = [ backend = "mysql",
server = "localhost",
port = 3306,
user = "oneadmin",
passwd = "senhadefinida",
db_name = "opennebula" ]

Lembrando que as imagens e arquivos manipulados pelo OpenNebula têm de permissão do Linux, senão serão abortadas. Pode-se definir o grupo do usuário oneadmin assim:

usermod -G oneadmin,root oneadmin

Fico no Aguardo.

Atenciosamente.

[23] Comentário enviado por rodrigosantiago em 19/03/2014 - 13:40h

Boa Tarde Jefferson!!

Estou com uma dúvida a respeito do hypervisor XEN! Fiz a instalação do hypervisor Xen, e logo após a instalação foi pedido para fazer o reboot do sistema. Tenho o CentOs 6.5 instalado numa maquina virtual, daí após a inicialização do sistema CentOs, ele carrega um pouco e trava, isso aonteceu logo após este reboot que fiz.

Poderia me indicar o que fazer, ou o que pode estar acontecendo?

OBS: Minha maquina tem suporte para virtualização

[24] Comentário enviado por JeffersonSantos em 29/03/2014 - 23:03h

Boa noite! Rodrigo.

Como regra procure utilizar uma máquina física para os testes com o Xen, pois estará utilizando o máximo do potencial da máquina para virtualização dos hosts, mas como teste, tudo bem utilizar uma máquina virtual, só não é garantia de perfeito funcionamento, pois esta já encontra-se virtualizada. Fiz o seguinte teste instalando o Xen com Centos 6.5 seguindo os procedimentos no link:

http://wiki.centos.org/HowTos/Xen/Xen4QuickStart.

Já para saber se o host tem as flags de virtualização no processador, utilize o seguinte comando:

egrep '(vmx|svm)' --color=always /proc/cpuinfo

Caso ocorra algum conflito, procure instalar em uma partição separada o sistema Centos 6.5 e realizar os procedimentos para instalação do Xen.

OBS: Tenha certeza de ter realizado o backup dos arquivos importantes antes da instalação ...

Atenciosamente.



[25] Comentário enviado por rodrigosantiago em 15/05/2014 - 23:43h

Boa noite!!!

Tenho instalado o OpenNebula versão 4.4.1 – Arch x86_64 funcionando numa maquina virtual (virtualBox) onde utilizei o SO CentOs 6.5 para instalar o opennebula. Consigo logar/criar pelo oneadmin tanto via terminal ou pelo sunstone e depois consigo logar pelo o usuário que foi criado, mas somente naquela maquina onde esta instalado o opennebula.
Agora criei uma outra maquina virtual e gostaria de também logar nesses usuários que tinha criado na outra máquina, porém não consigo. Teria como me ajudar?


Grato!!


Contribuir com comentário