Linux prestes a ganhar novos adeptos

É isso mesmo! Reportagem exibida na RedeTV! fala do novo Windows e suas características e entre elas a que ele só será compatível com programas .Net . Quem gosta de outra linguagem, que venha para o Linux.

[ Hits: 11.371 ]

Por: Perfil removido em 16/12/2003


Monopólio? Tô fora!



Em reportagem exibida neste sábado (13/12/03) no jornal da RedeTV!, é apresentada a nova versão do Windows, o Longhorn.

Segundo nosso amigo(?) Bill Gates, ele será mais rápido e estável, mas continuará tendo problemas com hackers e vírus. Para evitar problemas de compatibilidade de softwares, a nova versão só aceitará programas em .Net, a plataforma de programação da Microsoft. Bem, vamos analisar melhor isso:

1) Se isso for confirmado, todos os profissionais de programação terão de fazer o treinamento para a nova linguagem, o que geraria mais lucros para Microsoft;

2) Como muitas empresas ainda usam o Windows e serão pressionadas a fazer o upgrade do sistema, mais lucros pro Bill.

3) A empresa ou programador que não quiser fazer parte deste monopólio, ou que simplesmente gosta de outra linguagem, deverá escolher outro sistema, o Linux!

Alguém aí poderá dizer: Mas monopólio não é crime? Bem, a história nos mostra que não adianta bater nos grandes, ou a Microsoft já perdeu algum processo significativo?

Vamos aguardar até 2005, data de lançamento do Longhorn, para ver se estas hipóteses se confirmam. Se tudo for confirmado, vejo um futuro brilhante para o Linux.

   

Páginas do artigo
   1. Monopólio? Tô fora!
Outros artigos deste autor

Atualizando o kernel do Slackware de forma segura, sem o famoso "kernel panic"

FreeRADIUS - Noções básicas - Parte I

Instalando fontes true type no Linux via Kcontrol

Porque se aventurar no Linux (parte 2) - Instalei, e agora?

Particionamento GPT - Conceitos básicos

Leitura recomendada

Viva o Linux finalmente de volta!

Linux sob o ponto de vista comercial e social

OpenSOLARIS - que sistema é esse que quer "desbancar" o Linux?

Pensando sobre Web 2.0

Software livre e a liberdade de contribuir

  
Comentários
[1] Comentário enviado por fabio em 16/12/2003 - 10:41h

Olá! Olha, achei meio absurda a forma como essa imposição da Microsoft foi colocada. Bill Gates não é burro, não é à toa que ele chegou onde chegou, então acredito que nada será tão "ferro e fogo" como o que foi colocado nessa entrevista. É esperar para ver...

[2] Comentário enviado por ecbr em 16/12/2003 - 10:51h

Eu na verdade quero que a microsoft se esploda vai ser bom ele fazerem isso mesmo ai as empresa que tem uma administração inteligente muda de vez para a familix *unix....ai vai ser legal ver o bill panaca perde mercado.....

[3] Comentário enviado por JuNiOx em 16/12/2003 - 14:21h

A microsoft não sabe o que fazer mais para impedir o crescimento do Linux... e acho que até 2005, quando lançar essa nova versão, o Linux já terá crescido muito mais na comunidade.

[4] Comentário enviado por _simmons_ em 16/12/2003 - 14:37h

Também acho que a microsoft não vai levar essa estratégia a risca, eles não são burros, eles podem não saber nada de software, mas em propaganda e marketing eles são bons.

[5] Comentário enviado por jeffestanislau em 16/12/2003 - 15:51h

Como todos nós sabemos o Bill não é bobo, e já deu volta em muita gente esperta com softwares e sistemas melhores que os da Microsoft.

Ele sabe que esta dependência que ele causou em seus usuários é como uma droga letal... e muitos acham que morreriam se ficassem sem ele...

Além é claro daquela percentagem enorme de usuários preguiçosos...

Por isso, não podemos ficar contanto com o fracasso da Microsoft, e sim, divulgar cada vez mais o linux e demonstrar a sua eficiencia, não somente como servidor, mas também como desktop, para que desta forma até 2005 qualquer novidade que a microsoft lançar não seja tão significativa assim!!!

Falei igual a político... rs rs rs
Mas o nosso pensamento tem que ser assim mesmo!!!
Blz!!!

[6] Comentário enviado por mandrake89 em 16/12/2003 - 15:56h

Eu vi a reportagem e acho que o jeancv entendeu de uma forma meio radical. A proposta da Microsoft é: Os programas desenvolvidos em .NET, teram maior estabilidade rodando no LongHorn, não que só rodaram programas em .NET... Eles garantem a estabilidade desses programas, coisa que não garantem que ocorra com programas desenvolvidos em outras linguagens.

Foi isso que eu entendi!

[7] Comentário enviado por macroney em 16/12/2003 - 16:13h

Querendo ou não , isso será uma "ditadura de suporte" , pois a própria M$ já anunciou o fim dos suportes para win98 , winNT , Win2000 (se eu ñ me engano) . E até 2005 o winXP entra no barco também , pois terá o seu sucessor... Ou seja, a idéia é : " Os usuários e as empresas terão que fazer o UPGRADE , porque eles ñ oferecem mais suporte as versões anteriores" . Mais dinheiro ... no bolso do Bill.

O povo é muito ingênuo mesmo, a Microsoft deveria fazer um Recall para seus softwares cheios de defeitos.

[8] Comentário enviado por wilbil em 16/12/2003 - 16:27h

pessoal uma vez um cliente me disse isso e nao sei se e vertade

ele tem um windows95

ele disse o seguinte que pq a mS nao fornece mais suporte por direito aquele soft
nao e mais pirata

e alguns amigos meus disseram que o win95 nao pode ser mais considerado pirata
pois ele e muito velho e ja venceio (alguma coisa que nao lembro)

eu acho o que eles falaram que nao tem nada a ver (mas foram mais de 2 que me falalou isso) eu acredito que o valor e rizorio mas nao que tenha se tornado libre de pirataria

tipo em SP santa efi vendem o ogi barato

isso e verdade ou boato???

[9] Comentário enviado por arrb em 16/12/2003 - 17:02h

Daqui a pouco a M$ vai começar a trabalhar em cima de seu unix o Xenix...

[10] Comentário enviado por macroney em 16/12/2003 - 17:03h

Pessoal já viram isso? que absurdo!
http://www.microsoft.com/mscorp/ip/tech/fat.asp

[11] Comentário enviado por arrb em 16/12/2003 - 17:05h

Ainda mais agora que SCO tá falida...

[12] Comentário enviado por macroney em 16/12/2003 - 17:24h

Já pensou se M$ cobrar licença também sobre programas que implementam uma comunicação como o SMB ?


[13] Comentário enviado por ecbr em 16/12/2003 - 19:46h

os usuario preguisosos que se danem, ele querendo ou nao vai ter que meter a mao na massa sabe porque, os empresarios bem eu creio a maioria nao vai querer pagar software e nem licenca que é um absurdo...se o tio bill panaca nao mudar sua polica nao vai adiantar tanto marketing...

[14] Comentário enviado por jllucca em 17/12/2003 - 22:17h

eu acho que isso foi jogada do tio bill, pois assim os programadores pro sistema da M$ vão gerar discussão sobre essa possibilidade e fazer com que o sistema seja mais noticiado! E, temos um ótimo exemplo de como essa tatica funciona bem! Já q temos um artigo falando disso num site de linux hehehe :p

[15] Comentário enviado por wosti em 18/12/2003 - 13:22h

Concordo com Mandrake89, O Sr. Bill gates, não é bobo e sabe muito bem o que pode acontecer com quem tenta " fechar " as portas para o acesso, pois ele já presenciou isso com a OS2 Da IBM, quando ele lançou o DOS.
Esperemos para ver os caminhos que as coisas tomam.

[16] Comentário enviado por Guto em 18/12/2003 - 16:41h

Bem. Não estejam tão enganados assim em relação a uma postura autoritária da m$. Tanto é que o Delphi 8 só vai compilar .NET Adeus executáveis Win32. Mas dane-se a m$ .... temos é que divulgar o linux mesmo

[17] Comentário enviado por arknoid em 19/12/2003 - 13:14h

Pessoal de burro o bill gates não tem nada, ele conseguiu trampear e derrubar a IBM deixando um rombo gigantesco e demissões em massa além de fábricas fechadas. Esses investimentos da microsoft no linux cheiram a algo podre que o gates está tramando pois de burro ele não tem nada...Ele é um baita tramposo isso sim e não duvidem se amanha tiver um sistema linux/BSD ou unix da microsoft a venda nas lojas!Eles já não incorporaram a o protocolo TCP/IP? pois a M$crosoft não tece capacidade de desenvolver um protocolo decente tipo a novel IPX/SPX e copiaram o TCP/IP e ainda botam o nome TCP/IP M$rosoft.
O futuro aponta M$crosoft Linux fechado! Esperem e verão pois de graça o bill não estaria injetando dinheiro no software livre e muito menos a IBM que tem mágoas enormes da m$crosoft e quer ganhar mais dinheiro pra esfregar na cara do gates! Temos por dever manter a comunidade longe desses gananciosos para perpetuar o ideologia do software livre que vem dando certoateh o presente momento! Abraço para todos que fazem o SL cada vez mais confiável e mais utilizado!

[18] Comentário enviado por britto em 30/01/2004 - 12:13h

Se o MAC OS TEM O KERNEL do BSD,isso ja começou por steve jobs,não pelo velho bill,o bill esta só esperando pra ver se dá certo,se der...

[19] Comentário enviado por ryu em 03/04/2004 - 19:09h

Alguém aí poderá dizer: Mas monopólio não é crime? Bem, a história nos mostra que não adianta bater nos grandes, ou a Microsoft já perdeu algum processo significativo?

a m$ recentemente pediu arrego no meio do processo e pagou U$ 1.6 bi pra sun

[20] Comentário enviado por hubert em 23/04/2004 - 21:57h

Pelo que se vê na história, "doenças" atacam a humanidade de tempos em tempos, um exemplo foi Hitler, como aquele cara conseguiu convencer tanta gente a matar tantos semelhantes? Isso é carisma acredito eu.
Bill Gates tem isso, porém, como no exemplo citado, quando o elemento chave morre (o ditador), a doutrina costuma se diluir, e se esconder em pequenos grupos perdidos pela face da terra.

[21] Comentário enviado por IloveLinux2004 em 14/06/2004 - 02:02h

Deviamos ter idéias assim para fazer o mundo usar linux :)
Mas sem brincadeiras.......vamos concentrar nossos esforços em deixar o linux ainda melhor.

[22] Comentário enviado por tarso em 12/07/2004 - 23:28h

Muito Bom!

Só que estamos cercados de monopólios,vejamos
o caso das teles no Brasil cadê a concorrencia?
Mas no mundo dos software a briga tende a ser cada dia mais acirrada.


Marconi Tarso

[23] Comentário enviado por bruno.d em 07/10/2004 - 21:00h

Eh isso ai, vamos aguardar até 2005 e ver o que realmente acontece.

[24] Comentário enviado por Tsuji Giri em 03/12/2004 - 21:42h

Caros colegas,

Em todas as empresas que dei suporte, no meu antigo serviço, todos os desktops usam Windows. Seja que versão for. Quem tiver cacife, vai bancar o upgrade, troca de software e coisas afins. Quem não tiver, vai partir para a ilegalidade. Só pra citar dois exemplos. Jornal do Brasil, com mais de 1000 estações. Imaginem migrar 500 usuários, retreiná-los. Icatu Hartford, idem. Migrar um servidor, teoricamente é mais aceitável do que migrar estações de trabalho. Treinar um analista de suporte é mais barato do que treinar 500 usuários.
Baseado nisso, a M$ nem vai se importar com as discussões sobre. Nós, entusiastas, é que temos que nos movimentar e expandir. Muito boa a intenção do Jefferson Estanislau de fazer um evento em Friburgo pra expandir nossa cultura e filosofia de trabalho.
Viva o Linux !!!
Abraços.

[25] Comentário enviado por Teixeira em 02/12/2007 - 08:41h

Antes que o Bill Gates registrasse para si o código do Linux
(o que fatalmente iria ocorrer, tendo em vista os fatos históricos de que todos têm conhecimento),
o Linus Torvalds mais-que-rapidamente registrou o nome "Linux", uma atitude que nem todos entenderam, mas que veio a calhar.
Um breve histórico da MS:
Registrou para si com o nome de MS-DOS uma modificação do CP/M (de autoria de Gary Killdall, fundador da Digital Research);
A Digital Research lançou o DR-DOS (que muitos chamavam de "doutor dos")que não ficava preso ao limite de 512 kb de memória principal, mas aceitava bem mais que isso, se não me engano 4mB RAM LINEARES!!!
e a MS fazia o seguinte: No Windows, se fosse detectada a presença do tal DR-DOS, aparecia um box informando um "erro" que nada fazia, o sistema continuava funcionando normalmente, mas irritava o usuário. Portanto, os próprios usuários deixaram de usar... o DR-DOS!
Adivinha só o que aconteceu com a Digital Research? Pois é.
A MS registrou para si com o nome de Excel uma modificação do 1-2-3 da Lotus, a melhor planilha existente na época, segundo a opinião popular;
Adotou para si, e registrou como seu, o sistema de janelas da Apple (ainda do Lisa), chegando ao cúmulo de patentear o termo "janelas" (Windows) como sua marca de comércio.
Ao se associar com a Novell (atual produtora do OpenSUSE) a MS já estava novamente "mostrando as garras" ao insinuar direitos de propriedade sobre aquele software e muito especialmente sobre o kernel...

Que esperar de uma empresa cujo lucro provém - não tanto pela excelência de seus produtos - mas pelo monopólio?
( A MS tem muita semelhança com o patrão do Simpson ).
É uma empresa notavelmente predadora, a despeito dos esforços (?) do D.O.J. americano para contê-la.
E que ninguém se espante se, um dia, e a despeito de o mundo inteiro conhecer as origens do Linux, não venha a MS de alguma forma registrar para si o kernel e/ou o nome Linux. Ela sabe "mexer os pauzinhos"...
E a propósito, ela deveria figurar no Livro Guiness como a empresa que mantém o maior número de software remendado do mundo, a preços astronômicos!
Existem SOs e aplicativos gratuitos (ou de preço acessível e justo) de boa qualidade. Com um pouco mais de dedicação, a coisa vai melhorar ainda mais.
Falta somente uma decisão pessoal.


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts