Inkscape descomplicado - Parte I

Nesta pequena série de artigos, você vai aprender a utilizar o Inkscape para realizar "pequenas grandes" tarefas, que podem tirar o sono de qualquer pessoa que nunca precisou criar nada... até agora!

[ Hits: 10.583 ]

Por: Guilherme RazGriz em 28/07/2014 | Blog: http://razgrizbox.tumblr.com


Introdução ao trabalho com gradientes



Muito bem,

O trabalho com gradientes ou simplesmente degradês tem a serventia, não apenas em dar novos tons e intervalos de cores ao nosso trabalho, mas também dar volume e nova perspectiva, como visto no exemplo abaixo:

Comecemos então, chamando a ferramenta de preenchimento e contorno, a qual nos permite aplicar não apenas preenchimento ao corpo do objeto, mas também ao seu contorno e ainda desfocá-lo

Abaixo, temos a interface da ferramenta de preenchimento que é dividida por abas, onde podemos decidir o que queremos alterar, incluindo os tipos de preenchimento compreendidos em Sólido, Linear, Radial e Texturizado.

Aqui, temos um belo exemplo de um gradiente radial aplicado a um polígono, repare também na ativação da ferramenta de controle de degradê:

Com a ferramenta de degradês ativada, podemos controlar ambos os intervalos de cores pelas parábolas brancas. Atente também para a aba de preenchimento e contorno, onde podemos alterar também o padrão de repetição para ser refletido, por exemplo. Isto, inclusive, serve para criar a sensação de volume em nossos objetos.
Linux: Inkscape Descomplicado - Parte I   Linux: Inkscape Descomplicado - Parte I   Linux: Inkscape Descomplicado - Parte I

Para encerrarmos por hoje, vamos ao recorte por caminhos vetoriais, ou simplesmente Clip Clip.

Vamos começar digitando um texto simples sobre o objeto a ser recortado, tal efeito é bastante útil não apenas para vetores mas funciona muito bem com imagens também =] . Feito isso, arraste-o para longe do seu objeto e selecione tudo o que compõe o seu trabalho, agrupando os objetos em seguida.

Qual a diferença entre UNIR os objetos e AGRUPAR os objetos?

Eis a grande dúvida que impera entre as pessoas que estão começando a utilizar este tipo de ferramenta pela primeira vez:
  • Agrupar nada mais é, do que colocar todos os objetos que foram selecionados de forma a movê-los para onde desejar, sem afetar suas propriedades de cor e preservar sua independência
  • UNIR é transformar tudo em uma massa vetorial única, com cor ou mesmo intervalos de cores uniformes.


Feito isso, coloque seu texto sobre o trabalho agrupado, ative a ferramenta CLIP e...

Pronto! Temos um recorte perfeito, criando um belo efeito. =]

Para quem quiser um pouco mais, deixo à mostra a caixa de ferramentas de efeitos sobre caminhos, onde podemos desde clonar caminhos, até mesmo entortá-los:

Vamos conhecer o Bending, cuja serventia é realmente entortar caminhos. =]

Esta ferramenta serve, justamente, para objetos convertidos em caminhos e é ideal para objetos únicos como, por exemplo, o que faz sombra ao nosso texto, bastando clicar em Adicionar e, por fim, no ícone de edição. Depois, basta arrastar a linha indicadora que surgirá e estará feito!
Linux: Inkscape Descomplicado - Parte I   Linux: Inkscape Descomplicado - Parte I

Dito isso, meus caros aprendizes, nos vemos na próxima parte!

Página anterior    

Páginas do artigo
   1. Inkscape? Pra que serve mesmo?
   2. Operações booleanas e polígonos
   3. Introdução ao trabalho com gradientes
Outros artigos deste autor

Edição pesada de imagens com o Gimp (parte 2)

Da criança problema até o abacaxi

O Organo Abstrato e o GIMP

Gimp e o abstrato perspectivo

Blender para todos! - Parte II

Leitura recomendada

Um pouco de luz, cor e o Gimp

Trabalhos gráficos no Biglinux

Kino: Capture e edite seus vídeos no Linux

Cinelerra no Ubuntu - Instalando e configurando para melhor desempenho

O Organo Abstrato e o GIMP

  
Comentários
[1] Comentário enviado por albfneto em 28/07/2014 - 11:39h

Mais um grande artigo. Favoritado.
vc é aqui nosso especialista nos softwares linux de computação gráfica.


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts