Facilidade X Possibilidades

Uma discussão muito forte no mundo GNU/Linux é sobre a questão da facilidade de uso do sistema. Muitos condenam o Linux por ser muito difícil, outros por sua vez abençoam o Linux por sua facilidade, enquanto que alguns louvam sua dificuldade. Mas afinal, o Linux é fácil ou difícil? É bom ele ser fácil? É bom ele ser difícil?

[ Hits: 28.320 ]

Por: Fernando de Sá Moreira em 03/08/2006 | Blog: http://lattes.cnpq.br/2269235326367932


Introdução



A idéia de escrever esse artigo surgiu-me quando, enquanto fazia algumas pesquisas no Viva o Linux, encontrei um artigo intitulado Porque Linux não emplaca em Desktops, de autoria do Alexandre Felipe Muller de Souza. Achei que poderia ser um artigo interessante e dediquei alguns minutos para uma leitura rápida; recomendo que todos leiam, é um artigo muito bom, escrito por um cara que entende mesmo do negócio.

Nós como usuários de Linux satisfeitos, em boa parte das vezes estando restritos aos estudantes, programadores, professores, técnicos de informática, esquecemos que a abrangência de nossos conhecimentos na área supera em muito o conhecimento de um pobre mortal (leia-se usuário padrão - que quando muito fez um curso básico de informática, ou seja, Windows, Word, Excel e PowerPoint).

Mesmo que apenas um entusiasta sem grandes conhecimentos na área, a vontade do Linuxer faz com que não tenha preguiça ou medo de pesquisar para resolver os problemas ou obstáculos à sua frente. Por esse, e outros motivos, somos tão radicais em procurar, a qualquer custo, qualquer argumento para tentar validar nossa opinião. Fechamos os olhos enquanto repetimos indefinidamente: "O Linux é a melhor coisa do mundo, o Linux é a melhor coisa do mundo...".

Antes que seja condenado a forca, faço questão de dizer que há cerca de 4 anos optei pelo Linux e quanto mais estudo sobre ele, mais me sento feliz por usá-lo.

O que irei abordar nesse artigo são duas questões fundamentais no mundo Linux:
  1. O Linux é fácil de usar?
  2. Vale à pena ser fácil?

    Próxima página

Páginas do artigo
   1. Introdução
   2. Facilidade X Possibilidades
   3. Então a Informática tem que ser difícil?
   4. Inovação e facilidade no Windows
   5. Afinal, o Linux é fácil?
   6. Conclusão
Outros artigos deste autor

Encarando o DGuitar

Sucata - Evite gargalos de hardware

Mrxvt x Gnome-Terminal x Konsole

A Vida em Preto e Branco I - Pebrot, MSN em modo texto

Uma geral acerca do WindowMaker

Leitura recomendada

Maddog Hall - Estrela do maior evento de Telecomunicações do Brasil

Quero facilidade!

Windows - Linux: Será que vale o seu preço?

OSS & ALSA - A História

Live CD - Um nicho a ser explorado

  
Comentários
[1] Comentário enviado por thyagofs em 03/08/2006 - 15:15h

Pensamento interessante. Valido para leitura ...
Mas ainda insisto que o Linux só nao tem mais adeptos por consequencia da cabeça fechada de certos administradores e diretores de TI.

[2] Comentário enviado por rasxr3 em 03/08/2006 - 17:11h

É muito bom ver artigos como esse, onde o cara defende uma postura diferente daquela que mais lembra desenhos animados onde a frese principal dos vilões é "nó vamos dominar o mundo". O linux não nasceu para dominar o mundo, nem para combater a Microsoft (na realidade eu penso que o linux não nasceu, aconteceu). Nós devemos nos contentar em usar o sistema, pois ele satisfaz nossas necessidades, sem contudo, ficar tentando evangelizar o próximo.

O autor expressou uma opnião muito próximo do que penso desde que comecei a usar linux. Está de parabéns pelo artigo.

Mais importante que ficarmos nos gabando das qualidades do nosso sistema é entendermos seus defeitos para assim melhora-lo. Espero não ser mau compreendido.

[3] Comentário enviado por Radiske em 03/08/2006 - 19:38h

Muito bom seu artigo blehhh, o li com muita calma para procurar todo o entendimento na matéria.
Leio vários artigos aqui e não costumo comentar, mas esse veio muito bem.
Assim como o comentarista, sei que o linux não é o sistema ideal de Desktop para uso doméstico, salvo se a pessoa tem interesse em aprender, mas mesmo assim, fica um pouco difícil.
Trabalho em uma empresa, onde sou administrador de TI e faço o que posso para mostrar as pessoas as vantagens do linux, mas fica difícil quando estão bitoladas no windows e querem que os mesmo programas rodem no linux, ainda que eu as diga que o jogo de paciência do linux é melhor.
Perdi as contas de quantos compraram os PCs do governo que vem com linux e tiram para colocar windows.
Mesmo assim, sou um fã do linux, usei várias distros e hoje não largo o slack. Uso-o no CPD onde trabalho.

A importância disso tudo é de não ficarmos bitolando as pessoas que o linux é melhor para todo mundo e tal, mas sim que ele é um sistema melhor equipado e com funcionalidades bem melhores que o windows, basta saber usá-lo.

Meus parabéns!

[4] Comentário enviado por FMC em 03/08/2006 - 21:32h

Gostei do artigo, ponto de vista bem claro e objetivo.

Mesmo assim deixo aqui minha opinião contrária:

Windows não é fácil de usar!!!!!!!!
Agora explico.
Ao instalar o Windows em sua máquina você já deve ter claro conhecimento dos seguintes softwares:
Firewall;
Anti-vírus;
Anti-spyware (anti-adaware);
Windows Update;
e
Drivers.

Numa boa, mas ao meu ver nenhum destes softwares faz o menor sentido para o usuário leigo, imagine você:
Muro de fogo????????
Vacina???????? é gripe????????
Ad o que???? ware?????? hãããã tem alguém me espionando???
Eu acabei de instalar e já tenho que instalar??? que saco!!!!
Motoristas???? vão dirigir o que? isso aqui é um PC e ainda não instalei nenhum jogo!!!!!!!!!

Bem, isso é uma visão que pode parecer radical, mas é a infeliz realidade.
Como dito no próprio artigo, informática é complicado, não adianta querer que um computador seja tão simples quanto uma geladeira.

Pois bem, instale um Ubuntu da vida na sua máquina e não terá que se preocupar com boa parte dos softwares ironizados acima (com um pouco de sorte devido aos soft-modens, mas de resto tudo provavelmente será identificado)!!!

Ao meu ver as pessoas acham o Windows muito simples, mas isto não é bem assim, voltamos então a velha questão do "costume"! Acham simples por estar acostumados! Vejam, sou mais um destes, acho Linux simples por estar acostumado com ele! :-D

Fica a crítica construtiva,

Abraços, FMC!

[5] Comentário enviado por kidoidera em 04/08/2006 - 10:44h

Muito boa a matéria do amigo Blehhh ....
Leitura que recomendarei a todos ....

No meu ponto de vista .. sim o linux é muito dificil .. mais o windows tbm não deixa de ser .... Para um instalação é necessário ter um pouco de conhecimento de hardware, drivers, partições .. dependendo da versão até um pouco de prompt de comando como um simples fdisk .. senaum a instalação não rola.

Ai me pergunto ... quando um usuário padrão compra um PC do governo ao qual já vem com o sistema (linux) instalado qual motivo o leva a colocar o windows. Se para isso normalmente uma outra pessoa (normalmente um TI ou até um amigo tem que faze-lo?

Deixo a pergunta no ar.

[6] Comentário enviado por eei em 04/08/2006 - 11:30h

Parabéns mto lega essse seu documento.

[7] Comentário enviado por removido em 04/08/2006 - 15:21h

Gostei da visão sobre os níveis de usuários. Outra coisa legal que o autor deixou claro no final. O importante é a evolução do software, visando as pessoas, e não um software específico. Eu perticularmente acredito que tanto Linux como Windows têm qualidades louváveis, só depende de quem usa o computador.

[8] Comentário enviado por rasxr3 em 04/08/2006 - 16:34h

Me sinto obrigado a salientar alguns pontos acima mencionados. Se você for instalar um Mandriva ou fedora, dificilmente será mais complicado que uma instalação típica do Windows XP. E, principalmente você não corre o risco do CD que veio com a placa mãe estar arranhado e você não ter acesso ao driver da placa de rede, que seria o mínimo necessário para você acessar o site do fabricante da placa mãe pra pegar os outros drivers (hehehe, essa é triste, já aconteceu comigo).

No meu Gentoo 64 bits tenho tido problemas com o alsa e com o k3b, já no windows 64 bits minha samsung digimax é que não é reconhecida. Ou seja, a esperança é que com o lançamento do vista surja um produto indiscutivelmente melhor do que existe hoje no mercado (me refiro à microsoft) alavncando e encorajando desenvolvedores linux a melhorar ainda mais os seus sistemas também. Nessa guerra quem ganha é sempre o usuário!

[9] Comentário enviado por clayton.ricardo em 04/08/2006 - 18:26h

Artigo d responsa blehhh!!! Show mesmo!!!

[10] Comentário enviado por fernoliv em 04/08/2006 - 19:11h

Excelente artigo! O meu ponto de vista é muito parecido com o do autor.

Parabéns,

Fernando.

[11] Comentário enviado por rafagil em 05/08/2006 - 11:14h

É como eu sempre digo....
Clicar em icones ne desktop é facil, tanto no windows quanto no linux, agora intalar o sistema e configura-lo para obter o maximo da maquina naum é fácil, tanto no windows quanto no linux.

Se o windows fosse realmente tão fácil de usar/configurar, qq pessoa poderia instala-lo sem a necessidade de um técnico para isso. mas naum eh isso que a contece.

Penso da seguite forma:
Uma vez estando todo o sistema configurado, seja ele linux windows macOS FreeBSD e etc.. qq usuário será capaz de utiliza-lo, porem para configura-lo de maneira adequada eh necessário(e sempre será) uma pessoa q entenda do assunto.

[12] Comentário enviado por freakcode em 07/08/2006 - 00:27h

Artigo muito bem escrito.

Concordo em pontos com o seu texto.

Porque ter parte ( um produto feito por uma empresa ) quando se pode ter tudo ( um produto feito por uma comunidade internacional )?

Olha lá, não estou falando da empresa X, ou produto Y. Falo no geral.

O futuro é software-livre, os ultimos anos estão aí para comprovar, o estouro que a comunidade teve no desenvolvimento é maior do que qualquer empresa pode alcançar.

[13] Comentário enviado por xALEXANDRE em 15/08/2006 - 20:23h

Isso é muito relativo, depende do uso final.
Cada OS tem uma vantagem para cada área.
Cada OS tem sua facilidade em cada termo.
Cabe a cada um escolher qual seguir e sem pressão.
O que me fascina no linux é o aprendizado, a cada passo é mais conhecimento, ensina de verdade. Mas como o povo brasileiro anda meio preguiçoso preferem facilidade à conhecimento.

[14] Comentário enviado por gomes-fdr em 07/12/2006 - 08:58h

Gostei muito do artigo, gostaria de deixar uma nota a respeito.
Concordo com o comentário "computadores não são tão simples quanto geladeiras", grande metáfora acrescentaria o seguinte "mas podem vir a ser". Uma outra coisa que as pessoas não levam em consideração em relação a facilidade de uso dos produtos da Microsoft está no número de instalações piratas que muitos técnicos fazem. Deixando qualquer hipocrisia de lado, a grande maioria é "acostumada" a usar Microsoft(como foi dito em comentários anteriores) - estes incentivadores de pirataria estão dando tiro no pé - Poderiam estar ganhando uma boa grana(legalmente gerando emprego e renda) trabalhando com prestação de serviços em software livre, deixando desktops mais amigáveis para o grande publico por exemplo - sabemos que a maioria quer apenas um editor de texto, uma planilha de calculo, ver filmes, escutar uma musiquinha e navegar na web - Convenhamos o pinguim ou vários outros nix fazem isso com um pé nas costas, bastaria que esse mesmos multiplicadores de de crimes passassem para o lado preto e branco da força.

Saudações a todos.

[15] Comentário enviado por landex em 06/06/2010 - 17:27h

Bem legal este artigo. E eu não acho o Linux dificil, ele fica de acordo com o usuário. Para as tarefas básicas ele é bem melhor e mais rápido que muitos concorrentes.


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts