Atualizando versões do openSUSE pela internet

Com esse artigo quero deixar aqui uma forma de atualizar de uma versão para outra do openSUSE sem ter que baixar uma nova imagem iso, gravar no CD/DVD e instalar novamente.

[ Hits: 14.801 ]

Por: Fábio Farias em 11/08/2011


O processo de atualização



O processo de atualização é relativamente simples, mas pode ser demorado dependendo da velocidade de conexão à internet. A versão usada é o openSUSE 11.3, que será atualizado para o openSUSE 11.4.

No meu exemplo, demorou próximo a há 4 horas em uma conexão de 2 MB teóricos (180 Kbps reais) com muita variação na velocidade. Na mesma conexão, o download da imagem iso leva aproximadamente 6 horas (sem contar depois o tempo que se leva para configurar o sistema). Sendo assim, pode não ser tão viável atualizar.

Contudo o processo pode ser interessante para aqueles que desejam testar como funciona o upgrade de distro. Pode-se deixar baixando os pacotes a noite e pela manhã o sistema já estará atualizado. Em servidores, essa é uma ótima opção uma vez que você não precisa interromper o funcionamento do servidor até que a instalação seja concluída. Depois de concluída a atualização, basta reiniciar o sistema e o novo openSUSE estará disponível.

Para isso precisamos realizar as seguintes etapas:
  • Atualizar o sistema. Caso exista alguma atualização crítica, recomendada ou de segurança pendente deve ser instaladas primeiro para que o sistema encontre-se corrigido no máximo que for possível.
  • Modificar os repositórios oficiais (Oss, Non-Oss e Update), trocando a versão 11.2 para 11.3. Feito isso, desabilitar todos os repositórios não-oficiais. Todos!
  • Executar um "zypper refresh "
  • Feito isso, basta executar um "zypper dup"

UM DETALHE: o processo transcorreu normalmente e não tive nenhum problema com o sistema depois da atualização. Contudo, não há como dar garantias de que vai funcionar no seu caso também. Sendo assim prossiga por sua própria conta e risco. Esteja ciente de que problemas podem acontecer e que não sou responsável por eventuais problemas copm o sistema.

Oficialmente o modo seguro e padrão de se atualizar o openSUSE é baixando a nova versão e fazendo uma instalação limpa. A conexão à internet não pode ser interrompida durante o processo, sendo assim, assegure-se que a conexão onde for realizada a atualização é estável.

Quem me conhece um pouco mais sabe que sempre procuro fazer as coisas via interface gráfica. Aqui também tentei de todas as formas usar a interface gráfica para auxiliar no processo. Contudo, a atualização em si, eu a fiz pelo terminal. Mas não é nada difícil fazer isso. Vamos lá:

Abra o YaST e clique em "Atualização Online". Aguarde o carregamento dos pacotes. Note que no canto esquerdo superior o sistema lista os pacotes já marcados para atualização. Eles estão separados em: correções necessárias, correções recomendadas e todas as correções.

Como o sistema já marcou os pacotes críticos e recomendados para a atualização, basta confirmar a atualização clicando em "Aceitar" e aguardar o término do processo. Pode-se usar o sistema normalmente enquanto isso. Terminada essa atualização de pacotes vamos modificar os repositórios.

Ainda no YaST, selecione "Repositórios de Softwares". Na lista apresentada, deixe marcado apenas os repositórios Oss, Non-Oss e Update. Desmarque (ou mesmo remova) todos os outros repositórios. É extremamente importante isso.

Desabilite ou remova todos os repositórios não-oficiais, pois problemas podem acontecer durante a atualização e consequentemente "quebrar" o sistema.

Feito isso, selecione um por um dos repositórios (Oss, Non-Oss), clique em Editar e troque o nome do repositório para a numeração para o qual vai atualizar o sistema. Faça o mesmo com a URL. Veja o exemplo abaixo.

Antes:
  • Nome do repositório: openSUSE-11.3-Oss
  • URL do repositório: http://download.opensuse.org/distribution/11.3/repo/oss/

Depois:
  • Nome do repositório: openSUSE-11.4-Oss
  • URL do repositório: http://download.opensuse.org/distribution/11.4/repo/oss/

Clique em Ok. Repita esses mesmos passos para os repositórios Non-OSS e Update.

Terminado o processo dê um Ok. Se o sistema solicitar a importação de chaves, aceite-as. São as novas chaves de segurança para os novos repositórios adicionados.

Agora abra um terminal, logue-se como root e execute o seguinte comando:

# zypper refresh

Isso atualizará os repositórios. Feito isso execute o comando de atualização do sistema:

# zypper dup

Agora é só aguardar o download e a instalação dos novos pacotes. Note que essa tarefa poderá demorar dependendo da velocidade de conexão à internet que você possui. Pode-se usar o computador normalmente durante esse processo. Terminado o processo, basta reiniciar o computador e, se tudo ocorreu bem, fazer o login no novo sistema.

Há uma outra forma de se atualizar o sistema de uma versão para outra mas isso fica para um próximo artigo.

    Próxima página

Páginas do artigo
   1. O processo de atualização
   2. Links para download do artigo
Outros artigos deste autor

Alternativas ao Flash Player no openSUSE

openSUSE 11.3 (parte 1)

Slitaz: Guia Rápido

TDE no openSUSE

Instalando o OpenSuSE 11.2

Leitura recomendada

Shell Script Para Iniciantes - Parte I

Instalando o Arch Linux

O Movimento Software Livre

Atualização do ZappWM 4.0 Beta (Window Manager)

Um tour pelos ripadores de CDs para Linux

  
Comentários
[1] Comentário enviado por danilobs em 11/08/2011 - 10:36h

Obrigado pelas informações. Tenho curiosidade em instalar o OpenSuse aqui no meu desktop...

Um abraço!

[2] Comentário enviado por Fabio_Farias em 11/08/2011 - 11:14h

Olá danilobs. Obrigado pelo comentário. Se um dia quiser experimentar o openSUSE conte com a ajuda aqui do VOL.

Abraços!

[3] Comentário enviado por izaias em 11/08/2011 - 14:15h

É Fábio, o openSUSE está sempre evoluindo.

Vou fazer um teste para aplicar esta atualização quando sair a nova versão '12.1' em novembro.
O openSUSE é minha distro de trabalho em casa e não posso arriscar, então vou fazer uns testes aqui.

Vou instalar a versão '11.4' numa partição de teste, instalo todos os aplicativos que uso, alguns arquivos, configurações e talvez até alguns temas, depois aplico as atualização pela internet seguindo o artigo.
Vamos ver como me saio, o artigo é claro e explica bem, mas só o usuário pode saber se o método é válido para ele. Estou confiante que seja, visto sua experiência no assunto.

Muito bom, heim!
Sempre trazendo novidades do openSUSE para nós.

[4] Comentário enviado por Fabio_Farias em 11/08/2011 - 16:33h

De fato Izaías novos recursos vão sendo implementados. A atualização online foi implementada no openSUSE 11.1 mas só agora resolvi testá-la. Creio estar madura o suficiente para ocorrer tudo normalmente. No entanto, como expus no texto, a coenxão à internet deve ser estável. Pode ser que ocorra algum problema se o usuário tiver um hardware “exótico” que talvez pudesse complicar as coisas. Mas para a grande maioria deve funcionar sem maiores problemas.

O ideal para você seria um openSUSE Rolling Release né? Até existe, mas o Rolling Release no openSUSE é diferente do conceito de Rolling Release que conhecemos. Estou para escrever um artigo sobre isso e sobre o Evergreen, projeto cuja finalidade é dar sobrevida a versões do openSUSE descontinuadas oficialmente.

Obrigado pelo comentário.

Abraços!

[5] Comentário enviado por izaias em 11/08/2011 - 17:27h

Não, distros Rolling Release não são interessantes pra mim como ambiente de trabalho. O interesse em distros RR é apenas para conhecer.
Está ótimo como a equipe do openSUSE mantém as atualizações, a duração dos ciclos considero ideal.
E tem mais, atualiza quem quer, o usuário pode esperar o término do suporte da distro ou optar por esse sistema 'Evergreen' que citou.

OK, Fábio.

[6] Comentário enviado por albfneto em 12/08/2011 - 00:19h

legal artigo fábio, é um jeito fácil.
um comentário que gostaria de fazer.
openSUSE não é rolling release, mas pode até ser usada como, pod-se faze como o fábio
fez neste artigom mas usando os repositórios da 12. aí vai ficar como rolling, mas vai ser preciso adaptar algumas coisas e reconfigurar pacotes que tiverem problemas.
Bom você colocar o artigo para download.

[7] Comentário enviado por Fabio_Farias em 12/08/2011 - 09:19h

@Izaías
Verdade. Somando os 18 meses de suporte oficial do openSUSE mas o tempo que o projeto Evergren proporciona, dá para ficar uns 2,5 anos com uma mesma versão do openSUSE.

@albfneto
Obrigado pelo comentário. Quanto ao fato do openSUSE Rolling Release até existe mas não é como conhecemos em outras distros. O próximo artigo será sobre isso.

Abraços a todos!

[8] Comentário enviado por removido em 13/08/2011 - 12:18h

Se tem um cara q gosta do openSUSE, esse cara é o Fábio.

Parabéns pelo artigo !

[9] Comentário enviado por Fabio_Farias em 13/08/2011 - 16:43h

Obrigado eldred.
Quando posso tento ajudar um pouco aos usuários do openSUSE com algumas dicas úteis.
Abraços e obrigado pelo comentário!

[10] Comentário enviado por deusdara em 15/08/2011 - 10:03h

Aqui está a tradução(feita por mim) da página do openSUSE. Uma vez que no artigo não contempla todas as informações necessárias.

Atualizar para uma nova Versão do openSUSE

Preparar a instalação
O ponto de partida é o último lançamento do openSUSE com todas as atualizações aplicadas. Os passos seguintes mostrarão como atualizar a sua distribuição openSUSE com os pacotes recentes antes de atualizar para a próxima versão.

Linha de Comando

1. Verificar se o repositório update já existe e está habilitado.
zypper repos --uri
Verificar se http://download.opensuse.org/update/11.3/
(substituir 11.3 pela sua versão) existe o 1 do URI na coluna de valores(#), e Sim na coluna Habilitado, como no exemplo abaixo,
# | Apelido | Nome | Habilitado | Atualizar | URI
---+-----------------+-----------------+---------+---------+---------------------------------------
1 | repo-update | repo-update | Sim | Sim | http://download.opensuse.org/update/11.3/

Se na coluna Habilitado tiver Não, deve-se habilitar com este comando,
zypper modifyrepo --enable repo-update
onde ‘repo-update’ será o nome do repositório update.
Se já existe e está habilitado, continuar no passo 3.

2. Adicionar o repositório update.
zypper addrepo --check --name 'openSUSE-11.3-Update' http://download.opensuse.org/update/11.3/repo-update
Substituir 11.3 por sua versão instalada

3. Atualizar o sistema com os pacotes mais recentes.
zypper refresh
zypper update

Executando a Atualização
Os seguintes passos mostrarão como atualizar o openSUSE para a próxima versão liberada (ex. 11.3 -> 11.4).
Linha de Comando
Usando como exemplo a atualização de 11.3 -> 11.4 :
Desabilitar todos os repositórios existentes do pré-openSUSE 11.3 ,
zypper modifyrepo --all --disable
Adicionar os novos repositórios do openSUSE 11.4 ,
zypper addrepo --name "openSUSE-11.4 OSS" http://download.opensuse.org/distribution/11.4/repo/oss/ repo-11.4-oss

zypper addrepo --name "openSUSE-11.4 Non-OSS" http://download.opensuse.org/distribution/11.4/repo/non-oss/ repo-11.4-non-oss

zypper addrepo --name "openSUSE-11.4 Updates" http://download.opensuse.org/update/11.4/ repo-11.4-update
O último argumento configura um apelido (uma abreviação), pode-se escolher um outro apelido para os novos repositórios no comando acima.
Procurar por repositórios de terceiros atualizados compatíveis com o openSUSE 11.4 que tenham sidos usados na versão anterior e adicioná-los para esta nova versão.
Advertência: Usar com cautela. Usando repositórios de terceiros pode aumentar a possibilidade de que a atualização não se complete corretamente.
zypper addrepo --name <name> <url> <alias>
Ou se temos URL de um arquivo .repo:
zypper ar <url.repo>
Agora executar a atualização completa da distribuição.
zypper ref
zypper dup
Como o comando zypper acima baixará os pacotes necessários e em seguida fará a instalação deles. Para baixar todos os pacotes previamente, usar o comando:
zypper dup --download "in-advance"
Se o dist upgrade acima for usado antes da data do lançamento oficial (ex.. 110.03.2011 para 11.4), pode-se acabar ter instalado um Release Candidate (RC) ou uma versão milestone e será necessário repetir o passo final zypper dup para receber o lançamento final.
Além disso pode-se executar zypper dup com uma certa regularidade para se ter a certeza de que teremos os últimos pacotes instalados dos vários repositórios que foram habilitados. No YOU (Yast Online Update) somente atualiza os pacotes de segurança dos repositórios oficiais.



[11] Comentário enviado por Fabio_Farias em 17/08/2011 - 14:48h

Se você ler com atenção o artigo você verá que o que escrevi é semelhante ao que é descrito na wiki do openSUSE. No entanto, a forma como indico o processo de atualização é mais simples de entender. Entre complicar e simplificar, fico com o o simplificar.

Abraços!

[12] Comentário enviado por geraldoquites em 18/08/2011 - 14:04h

Fábio, excelente seu trabalho apresentado. Eu já tinha baixado a versão 11.4, mas ainda não tinha feito o upgrade. Fiz a atualização usando o método que você postou e o servidor atualizou perfeitamente.

Logo após a atualização eu reiniciei o servidor, mas verifiquei que os nomes do repositório continuam com os dados da versão 11.3, ex:

openSUSE-11.3-Non-Oss │ │http://download.opensuse.org/distribution/11.4/repo/non-oss/

Observe que o link, que foi alterado conforme sua instrução, continua correto na versão 11.4

Pessoas capazes como você não podem sumir do VOL.

Obrigado.

Geraldo.


[13] Comentário enviado por Fabio_Farias em 18/08/2011 - 14:57h

Olá Geraldo.
Fico feliz que o artigo tenha ajudado.
Note que é o nome do repositorio que continua com a informação 11.3 mas o importante é que a URL aponta para o 11.4. Volte ao YaST e veja se não consegue modificar o nome do repositório por lá. Você usa o openSUSE em servidor e não sei se ele tem uma interface gráfica mas o YaST conta com uma interface ncurses que permite usá-lo mesmo em ambientes sem interface gráfica. Basta dar o comando:
#yast
Quanto a sumir do VOL, estou sempre por aqui. Só não tem sobrado muito tempo para escrever artigos e dicas. Mas já tem mais um sendo encaminhado.
Obrigado pelo seu comentário. Ele é de grande incentivo para continuar colaborando.
Precisando estamos aí.
Abraços!

[14] Comentário enviado por auridian em 21/08/2011 - 16:36h

Olá pessoal,

Acredito que tenha sido um ótimo tutorial, apesar de não ter lido (apenas os comentários) pois quero ficar com a minha versão 11.3 por um boooommm tempo. No entanto, vi o pessoal citar a respeito do tempo de suporte, onde encontro essa informação? Só quero mudar para outra quando esta versão estiver realmente obsoleta, e ter aprendido realmente a mexer com ela.

O OpenSuse 11.3 e o Fedora 13 foram os únicos que deram certo com o meu monitor LCD. Havia tentado o Ubuntu 11.04, depois o Debian 6 e em seguida o Ubuntu 10.10, e todos deram um problema na tela de "[alguma coisa] não suportada" (esqueci-me da mensagem que ficava na tela do monitor); e ao tirar essa mensagem irritante com artificios que encontrei em outros forums, minha resolução ficava baixíssima (900x800, sendo que meu monitor é de 16:9). Esse problema acontece até com meu XP, que ficou sem o drive de vídeo VGA com a instalação, mas ao instalar tal driver a resolução também caiu drásticamente -- e como só quero tratar com o Windows para brincar com meus jogos, deixei esse problema pra lá (ao menos até eu aprender a usar o Wine...).

Mas não esqueçam da minha pergunta XD
Qual o tempo de suporte de atualização do sistema?
Obrigado!

[15] Comentário enviado por Fabio_Farias em 21/08/2011 - 20:12h

Você pode ficar com o openSUSE 11.3 até dois meses após o lançamento da próxima versão, a 12.1 a ser lançada em novembro. Depois disso, você pode atualizar para uma versão mais recente ou esperar que essa versão entre no projeto evergreen.

O tempo de suporte de uma versão é de 18 meses(2 lançamentos de 8 meses + 2 meses).

Abraços!

[16] Comentário enviado por anafrei em 22/08/2011 - 19:44h

Ótimo artigo Fábio, está de Parabéns! A forma com que vc simplifica é muito mais fácil de entender!
Sempre que tenho alguma dúvida, recorro aos artigos aqui postados .

[17] Comentário enviado por geraldoquites em 29/08/2011 - 20:51h

Caro Fábio, não sei se voce poderá me ajudar nesta questão, mas vale a tentativa.

Tenho dois HDs no meu servidor, 1 /home e o 2 /backup.

Antes, na versão 11.3 os samba funcionando sem problemas, eu conseguiar pelo windows gravar normalmente dados no hd-2 (backup).
Após passar para a versão 11.4, percebi que não consigo fazer nem leitura e gravação no hd-2 pelo windows, ele me dá nensagem de acesso negado.

Não sei se você tem conhecimento no samba: mas vai aí minha configuração do smb.conf, que estava funcionando na versão 11.3

[global]
workgroup = ESCRITORIO
server string = Mastermaq
map to guest = Bad User
printcap name = cups
add machine script = /usr/sbin/useradd -c Machine -d /var/lib/nobody -s /bin/false %m$
logon path = \\%L\profiles\.msprofile
logon drive = P:
logon home = \\%L\%U\.9xprofile
domain master = No
cups options = raw


[matriz]
path = /home/geral
force user = root
read only = No
create mask = 0777
force create mode = 0777
force security mode = 0777
directory mask = 0777
force directory mode = 0777
guest ok = Yes



[geraldo$]
path = /backup/novo/August_2011/29_08_2011/12-00
force user = root
read only = No
create mask = 0777
force create mode = 0777
force security mode = 0777
directory mask = 0777
force directory mode = 0777
guest ok = Yes


A pasta matriz roda legal, já a pasta geraldo$, que está no hd-2, não roda nada, acesso negado (já tirei o $ da expressão e mesmo assim, nada).

Se puder me ajudar, ficarei muito grato.

Abraços, Geraldo.

[18] Comentário enviado por Fabio_Farias em 30/08/2011 - 09:42h

Geraldo.
Infelizmente não vou poder lhe ajduar amigo. Não entendo nada de samba (nem de software, nem de musica,rsrsrs). Nunca trabalhei com servidores e apenas uma vez configurei o samba entre openSUSE e Windows XP mas isso já faz anos e foi seguindo esse curso:

http://www.livrosgratis.net/download/439/curso-info-redes-linux-video-aula--editora-abril.html

Mas eu o incentivo a abrir um tópico aqui no VOL sobre esse assunto e um no susebr.org (fórum em portugues do openSUSE). Penso que por se tratar de samba em geral e não da distro em si outros usuários experientes podem lhe ajudar.

Perdoe-me a limitação do meu conhecimento, mas é como eu sempre afirmo, ainda sou usuário comum e iniciante.

Abraços!

[19] Comentário enviado por geraldoquites em 30/08/2011 - 10:43h

Fábio!

Obrigado pelo seu retorno... vou verificar este link que você me enviou e se por ventura, algum usuário do samba puder ajudar-me na solução do problema, ficarei grato...

Abraços,

Geraldo.

[20] Comentário enviado por geraldoquites em 31/08/2011 - 13:13h

Ao Fábio e a todos aqueles que passam por artigo!

Consegui resolver a situação de acesso negado ao Samba em um dos hds do servidor usando o OpenSuse 11.4.

Através do Yast, desabilitei o Apparmor.

Caso algum usuário passe também por esse problema, aí está uma das soluções.

Obrigado.

Geraldo.


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor HostGator.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Viva o Android

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts