Slitaz: Guia Rápido

Apresento aqui um guia de instalação do Slitaz e instalação/remoção de programas nessa distro para aqueles que desejam testar/usar esta distro.

[ Hits: 56.297 ]

Por: Fábio Farias em 01/02/2011


Introdução



O Slitaz tem por objetivo ser uma distro minimalista. Contudo mesmo em uma distro tão pequena (a imagem iso para download tem apenas 30MB) a seleção de programas não deixa a desejar. O objetivo primeiro da distro é oferecer um sistema capaz de rodar em computadores com poucos recursos (existe versões adaptadas para funcionar em computadores com 64MB ou menos de memória RAM).

Programas grandes e consumidores de memória (como é o caso do Firefox e OpenOffice) não estão inclusos justamente para que a distro possa ser usada em computadores com pouca memória. Mas se você possui uma quantidade de memória mais generosa (algo em torno de 256MB ou 512MB) e usa o Slitaz pode querer adicioná-los ao sistema. É o que veremos nesse artigo. Mostrarei aqui um passo-a-passo para a instalação do Slitaz no computador bem como os passos para a instalação e remoção de programas nesta distro Linux.

Aqui vou dar um exemplo de instalação e remoção de programas manualmente via terminal e o outro usando a interface gráfica para o gerenciamento de pacotes no Slitaz. Isso facilita para que os usuários desta distro tenham um exemplo de como funciona o processo em cada situação.

No caso do seu computador possuir poucos recursos de memória e processador, fique com as opções disponibilizadas pelo Slitaz. No caso do Firefox, o Slitaz vem com o Midori por padrão. E no caso do OpenOffice, você pode usar o Abiword (editor de texto) e o Gnumeric (editor de planilhas). São opções mais leves e recomendadas para esses casos.

O Slitaz não conta com uma grande quantidade de programas (aproximadamente 2300 pacotes) porque tem repositório e um gerenciamento de pacote próprio. No entanto, essa quantidade é certamente suficiente para quem deseja dar uma vida nova a uma máquina antiga.

Players, mensageiros instantâneos, navegadores e programas de escritório estão inclusos nesta lista e certamente pode preencher as necessidades de muitos usuários. Todos esses programas estão disponíveis em uma imagem iso de DVD além de conter uma cópia completa do site oficial do projeto para consulta offline.

Nesta cópia do site está inclusa toda a documentação disponível on-line. Sendo assim, é uma ótima opção para quem não dispõe de conexão à internet. Basta fazer o download do DVD em uma Lan House ou mesmo obtendo com um amigo.

Para o download desta imagem iso clique nesse link:
md5: http://slitaz.c3sl.ufpr.br/iso/3.0/packages-3.0.md5

NOTA: A imagem iso do DVD não contém o sistema, apenas os pacotes disponíveis para o Slitaz. Para o download do Slitaz, acesse essa página: http://www.slitaz.org/pt/get

Além disso, o sistema tem suporte a alguns idiomas como francês, espanhol, inglês, alemão e português. A tradução para português não é completa. No entanto não é difícil usar o sistema mesmo nas janelas que estão em inglês.

O sistema é intuitivo e fácil de usar. A distro conta ainda com uma boa documentação também traduzida para esses mesmos idiomas. Uma rápida pesquisa no site oficial do projeto e o usuário encontrará as principais informações que deseja. Eu pesquisei, mas não encontrei um meio de traduzir completamente o Slitaz para português. Se alguém souber, por favor complemente esse artigo nos comentários com os procedimentos necessários para essa tarefa.

O Slitaz não é minha distro padrão. O que fiz foi apenas um teste e gostei muito. Foi aí que resolvi compartilhar um pouco desta experiência com a comunidade Linux através deste artigo. É algo bem básico cuja a finalidade é tentar ajudar os que usam ou pretendem usar essa distro.

Links sobre o Slitaz


Artigos no VOL sobre o Slitaz (recomendo a leitura desses pois dão mais detalhes sobre como essa distro funciona):
    Próxima página

Páginas do artigo
   1. Introdução
   2. Instalando o Slitaz
   3. Instalando programas
   4. Removendo programas
   5. Configurando ícones de programas na área de trabalho e conclusão
Outros artigos deste autor

Convertendo Sistemas de Arquivos

openSUSE 11.3 (parte 2)

Sistema de arquivos EXT4 no OpenSuSE 11.1

Particionamento de disco (HD)

Instalando o OpenSuSE 11.2

Leitura recomendada

Linux - Breve introdução, bom para iniciantes

A distribuição Slackware Linux

Instalando o Slackware em português

Uma análise do software livre e de sua história

Desktops 3D

  
Comentários
[1] Comentário enviado por izaias em 01/02/2011 - 14:37h

Interessante essa distribuição, vi que no Distrowatch( http://distrowatch.com/table.php?distribution=slitaz ), é considerada independente e pode ser testada em modo Live. Como estou envolvido com o Slack, dei um tempo para conhecer outras distribuições. Mas pode deixar, essa também não escapa! rs
Pena ele não oferecer um suporte completo à nossa língua, mas é coisa que considero pequena ante as vantagens de uma distribuição tão leve e versátil.

Fábio, parabéns pelo ótimo Artigo.
Um 'how-to' que sempre vou referenciar quando necessário.

[2] Comentário enviado por Fabio_Farias em 01/02/2011 - 15:09h

Obrigado Amigo!
O fato so Slitaz não estar totalmente traduzido para o portugues se deve ao fato de que a lista de contribuidores é pequena. Mas o sistema é bem intuitivo e fácil de usar. Ele é mesmo uma distro independente e por isso não tem tantos programas como nas outras distros. Mas é bem provável que esse numero de programas atenda as necessidades básicas de usuários de computador o que pode ajudar a dar uma "sobrevida" a um computador antigo.
Abraços e Obrigado Izaías!

[3] Comentário enviado por mcnd2 em 01/02/2011 - 20:36h

Muito bom artigo!

Já tive a alegria de instalar e testar essa distro anteriormente.

O Slitaz é leve e versátil, muito boa essa distro.

[4] Comentário enviado por removido em 01/02/2011 - 20:55h

Olá Fábio, acabei de ler seu artigo, e mais uma vez você foi muito bem.

Eu tb tenho uma quedinha pelo Slitaz, mas nunca tive a oportunidade de usá-lo. Em meu note, não consegui configurar minha rede, portanto só pude testá-lo em VM mesmo.

Gostaria de complementar, dizendo que o fórum do Slitaz me surpreendeu. Eu postei uma pergunta lá certa vez e na esperava que seria atendido tão rápido. Realmente a sua comunidade parece muito unida e apaixonada pela sua distro. Ponto pro Slitaz, esse pequeno notável.

Mais uma vez, parabéns pelo seu artigo, seu trabalho aqui no Vol é primoroso.

Abraço

[5] Comentário enviado por Fabio_Farias em 02/02/2011 - 10:57h

M¢Nd²
Obrigado pelo comentário amigo!

Gedimar
Obrigado amigo. Fiz um teste com o Slitaz e fiquei tão contente que resolvi compartilhar a experiência em forma de um artigo.

Bom saber que o fórum e tão ativo. Isso incentiva aos usuários desta distro a continuar nela melhorando-a cada vez mais.

Obrigado pelo comentário.

Um abraço!

[6] Comentário enviado por clandestine em 02/02/2011 - 14:23h

muito bom o artigo esta de parabens , mais so uma duvida o slitaz é baseado em alguma distro ou é uma produçao independente.
abraços

[7] Comentário enviado por Fabio_Farias em 02/02/2011 - 14:56h

Olá clandestine
Obrigado pelo comentário.
De fato, o Slitaz não é baseado em nehuma distro. É independente e possui pacotes e gerenciador de pacotes específico. Contudo, sempre há a opção de converter pacotes rpm e deb para o formato suportado pelo Slitaz.

Abraços!

[8] Comentário enviado por clandestine em 02/02/2011 - 19:41h

o ruim que com esses artigos da uma vontade de testar a distro , é fogo !!!!!!!!!!!!!!rs
rsr

[9] Comentário enviado por Fabio_Farias em 04/02/2011 - 10:48h

Verdade amigo!
hehehehe
Abraços!

[10] Comentário enviado por canguru em 18/02/2011 - 14:37h

Muito bom o artigo..Eu ja usei muito o slitaz e recomendo. Ele é simplesmente D+. O único problema que tive foi intalar minha wireless, mas isto ñ incomodou muito. A comunidade é muito ativa, pois só quem realmente usa o slitaz sabe cm é bom utiliza-lo, pois vc passa um bom tempo corrigindo algum problema da versão cooking, adaptando, deixando o mais bonito, que vc se sente parte do desenvolvimento da distro.....Recomendo para todos...

[11] Comentário enviado por Fabio_Farias em 18/02/2011 - 15:26h

Obrigado Amigo!
O Slitaz é mesmo uma ótima distro. Claro que ela tem suas limitações pelo seu pequeno tamanho. Mas como disse no artigo essa distro pode dar uma vida nova à um computador antigo.
Abraços!

[12] Comentário enviado por Legolas-Reis em 24/02/2011 - 19:07h

Uma correção muito importante: Todas as versões packages do Slitaz até o presente momento são bootáveis, inclusive tenho a impressão que os Slitaz que vem com as versões packages receberam algumas rápidas correções, mas não tenho certeza se receberam mesmo, como disse é só uma impressão.

[13] Comentário enviado por Fabio_Farias em 24/02/2011 - 22:24h

De fato Denilson eu não havia percebido que os DVD's eram bootáveis. A informação que eu tinah não era essa. Mas obrigado pela correção.
Abraços!

[14] Comentário enviado por lauro_4L1n3 em 14/02/2012 - 02:02h

Olá, estou testando essa distro no Virtual Box 4.1, porém não consigo deixa-la em tela cheia? Como faço pra consiguir colocá-la?

[15] Comentário enviado por gildohp em 22/02/2012 - 15:22h

instalei..tudo certo...mas ele nao navega...pinga o ip 8.8.8.8...mas nao navega...usamos aqui proxy que configurei certinha....acho q o problemanao eh prozy..mas DNS...pq pingo o dns da google 8.8.8.8....mas navegar nada...alguma sugestao...

obrigado...

[16] Comentário enviado por lucascientista em 22/06/2012 - 17:24h

Olá Fábio Farias Gostaria De Como Saber Para Configurar Meu Modem Da Vivo Da Marca Huawei Modelo E173 Ele É 3g Não Consigo Instalar O Software Fico GRATO Se Poder Me Ajudar Muito Obrigado!!!

[17] Comentário enviado por pguarnierr em 07/06/2016 - 13:42h

Tem algum tutorial para ensinar a funcionar a wireless. Eu testei essa distro na máquina virutual e parece que não reconhece a placa de rede do pc.


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor HostGator.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Viva o Android

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts