A vida em preto e branco II - Orpheus, música no console

Segundo artigo da série "a vida em preto e branco", mais um passo para a transição do modo gráfico ao modo texto. Apresento a avaliação de um player de músicas baseado em texto, é a possibilidade de tocar suas mp3 em modo texto, com uma interface bonita e informativa.

[ Hits: 27.369 ]

Por: Fernando de Sá Moreira em 11/01/2007 | Blog: http://lattes.cnpq.br/2269235326367932


Apresentando e instalando o Orpheus



OBS: O computador que usei para testar o orpheus estava configurado assim:
Processador: Pentium 4 2.4 GHz
Memória: 512 MB
Sistema Operacional: Debian GNU/Linux 4.0
Versão do orpheus: 1.5
Versão do mp321: 0.2.10
Versão do ogg123: 1.1.1

O orpheus é um programa para reproduzir áudio com uma interface bastante simples baseada em texto. Ele utiliza a biblioteca Ncurses para desenhar sua interface. O objetivo dele é simples: administrar e tocar músicas de playlists e foca o usuário doméstico comum. Na verdade, ele é um front-end para o mpg321 e o ogg123, que são os programas que vão fazer o trabalho pesado. O orpheus está registrado sobre a GPL.

Para instalar o orpheus eu usei os pacotes pré-compilados oficiais do Debian (preguiça), todavia, o orpheus pode ser obtido no site do desenvolvedor:
Para baixar a última versão do orpheus (v1.6 de maio de 2006) use o seguinte comando:

$ wget -c http://thekonst.net/download/orpheus-1.6.tar.gz

OBS: Como pode-se observar a versão testada não corresponde a última versão do software. Mas como pode-se observar no Changelog, nenhuma mudança substancial foi feita no software desde então.

Depois de baixar e descompactar o arquivo, basta a seqüência tradicional:

$ ./configure
$ make
# make install


O orpheus irá instalar seu executável diretamente na pasta /usr/bin/ e toda a sua documentação em /usr/share/doc/orpheus/ e, quando executado pela primeira vez por um usuário, vai criar na home deste usuário uma pasta onde irá guardar as informações e configurações deste usuário. Há também o suporte ao russo, que é instalado em "/usr/share/locale/ru/LC_MESSAGES/orpheus.mo".

A documentação do programa é extremamente pequena, e está disponível no arquivo README.gz em /usr/share/doc/orpheus/ . O arquivo está em inglês, mas se você quiser visualizá-lo em pt-BR, eu recentemente o traduzi e o deixei disponível em:
É interessante notar que na pasta $HOME/.orpheus há alguns arquivos que podem ser úteis:
  • colors - arquivo que permite a configuração das cores do orpheus;
  • config - arquivo que guarda as configurações do orpheus;
  • currently_playing - arquivo que contém o nome da música que estiver tocando no orpheus (útil para usar em messegers);
  • pid - o arquivo guarda o pid do orpheus;
  • playlist - arquivo que armazena última playlist usada com o orpheus;
  • recent - arquivo que guarda a localização das últimas playlists usadas.

Página anterior     Próxima página

Páginas do artigo
   1. Introdução
   2. Apresentando e instalando o Orpheus
   3. Executando e usando
   4. Problemas encontrados na execução
   5. Conclusão
Outros artigos deste autor

Encarando o DGuitar

Sucata - Dicas de compra

Sucata - Que SO usar em PCs antigos?

A Vida em Preto e Branco I - Pebrot, MSN em modo texto

Mrxvt x Gnome-Terminal x Konsole

Leitura recomendada

Instalando e configurando o Monesa no Slackware

Instalando Wine no Slackware 14.0

A Inteligência Artificial que escreve programas

Instalando o brModelo no Linux

Pós-instalação do Solus OS para um desktop voltado ao usuário final

  
Comentários
[1] Comentário enviado por kroz em 11/01/2007 - 09:01h

artigo muito bom, testei ja que tambem uso modo de texto, e mesmo um bom quebra galho.. vc esta de parabens mano adiante com este trabalho!!! boa sorte...

[2] Comentário enviado por removido em 11/01/2007 - 09:38h

Excelente artigo. Há também outro excelente player que também toca músicas MP3 em modo texto, que chama-se "Mp3blaster".

http://mp3blaster.sourceforge.net/index.html#downloads

:::... Viva o Linux ...:::

[3] Comentário enviado por leandrorocker em 11/01/2007 - 10:15h

o mplayer também não roda só modo gráfico?

[4] Comentário enviado por muzkur em 11/01/2007 - 10:23h

Cara, esse artigo é uma mao na roda. Agora vou ter o que fazer enquanto meu Debian puxa e instala os pacotes do KDE =)

Sobre o uso do CLI, vou lhe dizer, eu não gosto de usar o adept, kpackage ou coisas assim e nem o kwrite kate e etc. Sempre uso o aptitude e o vim. Nãso sei porque, mas esses aplicativos em CLI me agradam mais que seus "primos" X.

[5] Comentário enviado por removido em 11/01/2007 - 20:29h

boa noite !!!! no embalo do seu artigo existe tbm o workbone, q roda cd direto do drive. e é modo texto, basta digitar workbone, a mudança de faixa, pausa , stop, avançar e retroceder acontece no teclado numérico.

fuiiiiiiiiiiiiiiiiii .......

[6] Comentário enviado por tenchi em 11/01/2007 - 22:58h

leandrorocker, o MPlayer roda independente de interface gráfica ou não.
Existem interfaces gráficas tanto para o X, quanto via linha-de-comando.
O que existem também são os modos de exibição, que vai desde art ascii (aa), até openGL ou framebuffer.

Mas no final tudo é a mesma coisa.. rsrs.

Espero ter lhe ajudado.

Agora, um programa bom mesmo é o mp3blaster.
Outro muito bom, leve e simples é o amp. É muito simples mesmo. Não tem interface alguma, nem no console.. rsrs. É o básico do básico.

Aquela história de que faltam programas para o linux é pura falta de pesquisa. Se você acessa regularmente sites como o sourceforge, o freshmeat, freedesktop, berlios ou o brasileiro codigolivre, com certeza achará muitos programas, de todas as áreas possíveis... Muitos até inúteis, mas também muitos super-necessários para a nossa vida..


Falow...

Ah, e artigo muito bom... Há coisas que fazemos no teclado que são impossíveis de serem feitas com um mouse.

Nota 9.5.. rsrs

[7] Comentário enviado por leao 3d em 12/01/2007 - 02:30h

eu nao so muito fam de modo texto mais isso e uma coisa bem legal para quem tem pc mais antigo para quem gosta do modo texto parabens pelo artigo

[8] Comentário enviado por leandrorocker em 12/01/2007 - 09:01h

Nossa, agora que to notando que fiz a pergunta completamente errada, eu quis dizer
"o mplayer também não roda SÓ em modo texto?"

É verdade, o mplayer roda em modo texto e fica muito legal, eu enviei pra cá um screen da minha tela rodando mplayer em modo texto, gosto bastante, parabéns pelo artigo e Eldred, obrigado pelo esclarecimento!

[9] Comentário enviado por mautech em 15/01/2007 - 01:08h

testado tbm via ssh!! funcionamento perfeito!! bom artigo!!

Valew!! e continua ai ne!!!?

Abracos!!

[10] Comentário enviado por leandrorocker em 15/01/2007 - 08:01h

Não sei se interessa a alguém, mas enviei um screenshot do Mplayer rodando em linha de código sem interface, quem quiser conferir aqui o link
http://www.vivaolinux.com.br/screenshots/verScreenshot.php?codigo=8558

Abraços


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts