VIM avançado (parte 1)

Nesse artigo falarei um pouco sobre repetição de comandos, como abrir múltiplos arquivos, como visualizar diferentes arquivos numa mesma janela e conseguir editá-los, além de algumas dicas básicas e alguns exemplos do uso do modo visual, um recurso útil do vim desconhecido por muitos.

[ Hits: 70.282 ]

Por: Ricardo Rodrigues Lucca em 05/10/2005 | Blog: http://aventurasdeumdevop.blogspot.com.br/


Repetições



Muitos comandos do vim, se não todos, podem ser precedidos de números para informar quantas vezes o comando seguinte será executado. Um caso muito comum é o deletar linhas ("dd"). Por exemplo, deletar 5 linhas a partir do cursor: 5dd. O que muitos se esquecem, ou não sabem, é que a numeração não é só para comandos. Por exemplo, temos um texto: "O gato morreu!" (veja a figura1).


Podemos ter 4 exclamações no texto fazendo:
  1. Posicionando o curso na exclamação;
  2. Pressionar a tecla 3;
  3. Entrar em modo de inserção;
  4. Digitar a exclamação;
  5. Sair do modo de inserção (tecle ESC).

O passo dois diz que o próximo passo será feito 3 vezes e o próximo passo é incluir a exclamação. Logo, nosso texto fica como mostrado na figura 2.


Como podemos ver, o texto incluído (no caso a exclamação) foi repetido três vezes, pois foi o número solicitado antes da ação. Esse tipo de atitude é muito comum em comandos e em algumas das teclas de atalho como por exemplo o botão End. Ao teclarmos 4 e apertamos End iremos para o final da quarta linha abaixo de onde estava o cursor.

Página anterior     Próxima página

Páginas do artigo
   1. Introdução
   2. Repetições
   3. Múltiplos arquivos abertos
   4. Dividindo a janela
   5. Modo visual (em bloco)
   6. Dicas básicas
   7. Conclusões
Outros artigos deste autor

VIM avançado (parte 2)

Linux Básico - Parte I

Usando MySQL na linguagem C

Ponteiros void na linguagem C (parte 2)

Funcionamento da memória

Leitura recomendada

Conky: Manual traduzido pt-BR

Docker + Cluster DRBD + SQL Server - Database as a Service Utilizando Volumes Replicados

Computação Distribuída com TORQUE Resource Manager - Parte 2

Capturando vídeo através do mencoder

Netstat a fundo (parte 1)

  
Comentários
[1] Comentário enviado por jose_maria em 05/10/2005 - 10:06h

Valeu pelo artigo Ricardo,
agora eu sei porque as vezes um texto meu se repetia várias vezes. :D
Gostei muito do comando de repetição.

[2] Comentário enviado por fchevitarese em 05/10/2005 - 14:13h

kra.. ainda não li seu artigo pois não tive tempo, mais desde já adicionei ao favoritos, pois pelo jeito parece ser bom!
Ae galera que quer mexer mesmo com linux, o VIM é mto importante!
Uma ferramenta poderosa nas mãos de quem tem conhecimento!!! abraços

[3] Comentário enviado por removido em 05/10/2005 - 15:14h

Que tal partir para expressões regulares e os
comandos emprestados do bom e velho "ex"?
Hehe! ;-)

[4] Comentário enviado por Jarnotrulli em 06/10/2005 - 09:29h

Bem, só para avisar, o VIM Book é apenas a ocumentação mais completa que existe sobre o vim. Ele trata tudo de tudo, até mesmo como fazer seus próprios arquivos de sintaxe (sabe quando você edita código C e as palavras-chave ficam coloridas?).
Apenas isto.

[5] Comentário enviado por xooom em 10/10/2005 - 21:36h

Muito show o artigo. Estará nos meus favoritos. Muita coisa útil que eu nunca tinha visto.

[6] Comentário enviado por gsi.vinicius em 13/03/2006 - 14:50h

bom artigo. Legal, tem funções q eu naum conhecia do vim

[7] Comentário enviado por DanielGimenes em 01/07/2009 - 12:24h

putz, o VIM é o melhor...

depois que aprendi a usar tabs comecei a usá-lo como IDE para desenvolver.

[8] Comentário enviado por (xinelo) em 21/07/2009 - 04:36h

Gostaria de saber se existe uma tecla similar ao CTRL-W quando eu tenho multiplos arquivos abertos. Muito legal o artigo!

[9] Comentário enviado por clubelinux em 30/07/2009 - 12:57h

Excelente artigo, como eu sou muito ruim no vim vai me ajudar muito

[10] Comentário enviado por mxfera em 18/04/2010 - 01:52h

gostei mano...Ajudou muito


Contribuir com comentário