Shell do GNU/Linux

O shell do GNU/Linux é um assunto essencial, pois é uma ferramenta muito poderosa onde podemos configurar nosso sistema, interpretar comandos, além de fornecer um ambiente poderoso de programação (programação em shell script).

[ Hits: 22.020 ]

Por: elvis em 18/06/2012


Alguns comandos e conclusão



Alguns comandos que podemos usar no shell: Existem muitos comandos que podemos utilizar no shell do GNU/Linux, vou demostrar apenas alguns, caso queira se aprofundar mais. Termos a nossa querida internet e só pesquisar, então o que vai ser mostrado aqui, é apenas o básico.

Comando:

ls

Descrição: Lista informações sobre os arquivos, no diretório atual por padrão. Temos diversas opções para este comando.
Comando:

cat

Descrição: Mostra o conteúdo de um arquivo, mas também podemos utilizar para criar arquivos:

cat > nome do arquivo

Depois escreva o conteúdo do arquivo e em seguida aperte enter para ir para outra linha vazia, depois as teclas Ctrl + D, para salvar. A imagem abaixo só mostra o conteúdo do arquivo.
Comando:

mkdir

Descrição: Cria diretórios, para que possamos organizar os nossos arquivos.
Comando:

aptitude show [nome_do_programa]

Descrição: Mostra uma descrição do programa desejado, se está instalado, versão, e até as dependências do programa.

Obs.: Somente em distribuições baseadas no Debian.

Conclusão

O shell do GNU/Linux, como foi mostrado neste artigo, é uma ferramenta muito poderosa, onde é de suma importância conhecermos bem para configurar e customizar nosso sistema GNU/Linux. Ele dispensa os assistente de configuração do modo gráfico e, através dele, podemos configurar tudo direto na raiz, com mais clareza e transparência (na minha opinião).

Estou aberto a comentários construtivos sobre o artigo aqui publicado, em breve escreverei artigos sobre configuração de servidores GNU/Linux.

Neste artigo usei as seguintes ferramentas:
  • Sistema operacional: Debian 6.0 "Squeeze"
  • Editor de texto: LibreOffice 3.4.6
  • Edição de imagens: Shotwell Photo Viewer

Valeu galera e até o próxima.

Página anterior    

Páginas do artigo
   1. Introdução ao shell
   2. Tipos de shell e variáveis
   3. Alguns comandos e conclusão
Outros artigos deste autor

Concatenação, conexão e recursividade de comandos no GNU/Linux

Hierarquia do Sistema de Arquivos GNU/Linux

Filtros de Texto no Linux

Leitura recomendada

Instalação e configuração do Gkrellm

Scilab 5.4.0 no Ubuntu 12.10 - Instalação e configuração

Arch Linux com LVM e encriptação na raiz - Instalação

Mais CLI!

Problemas no XMMS c/ RedHat 8.0

  
Comentários
[1] Comentário enviado por fernandowx em 18/06/2012 - 08:46h

Ficou muito bom o seu artigo, muito bem escrito.
Você pretende escrever sobre quais tipos de servidores linux?

[2] Comentário enviado por elviseliton em 18/06/2012 - 09:19h

Resposta para o fernandowx.
Ftp + tls, servidor proxy, dhcp, e firewall e outros. Porém o tempo esta curto para mim, mas vou escrever aos poucos, tendo cuidado com a qualidade do artigo. Pois tem muito conteúdo, onde algumas pessoas só fazer copiar e colar.

[3] Comentário enviado por magnodsb em 19/06/2012 - 11:24h

Muito bom artigo, esclarecedor como todos os artigos tem que ser.

[4] Comentário enviado por danniel-lara em 19/06/2012 - 12:16h

Parabén , muito bom o artigo

[5] Comentário enviado por elviseliton em 19/06/2012 - 16:04h

Valeu magnodsb, danniel-lara e todos os outros.

[6] Comentário enviado por removido em 20/06/2012 - 16:52h

O COMMAND.COM era shell do DOS e tinha um absurdo de comandos embutidos.

Ele era tão arcaico que quem nunca o viu tomaria um susto de tantas limitações.

Fora o fato da monotarefa, pouca memória, sem permissões, sem multiusuários. 100% ROOT.

Programas resdentes (TSR) eram um luxo.

Shell de doido mesmo é o ZSH, que é tipo um BASH com algum alucinógeno.

[7] Comentário enviado por izaias em 21/06/2012 - 10:31h

Aprendi muito com seu artigo.

Claro e didático.


Ótimo trabalho!

[8] Comentário enviado por px em 11/07/2012 - 18:40h

nota 10 !

[9] Comentário enviado por mauricio123 em 15/08/2020 - 17:24h

MUITO bom.

___________________________________
Conhecimento não se Leva para o Túmulo.




Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts