Filtros de Texto no Linux

Vamos trabalhar com os Filtros de Texto no GNU/Linux, eles são muitos utilizados no dia a dia de um
Administrador de Redes GNU/Linux. E, para quem quer se aprofundar ainda mais neste sistema operacional.

[ Hits: 12.485 ]

Por: elvis em 13/03/2012


Introdução e Comandos



Introdução

Neste artigo, iremos trabalhar com muitos comandos que têm função de filtragem.

Eles fazem a função de mostrar o conteúdo de um arquivo na tela, cortar, formatar um ou vários arquivos de texto. Dentre outras funções, que veremos na prática.

Comandos

- CAT

Este comando, em sua forma básica, tem a função de visualizar o conteúdo de um ou vários arquivos de texto. Exemplo:

cat tabela.txt

Neste exemplo, estou utilizando o CAT para ele me mostrar o conteúdo do arquivo “tabela.txt”.

cat > tabela.txt

Caso você não tenha o arquivo citado acima, poderá criar o mesmo utilizaNdo o CAT também.

Isso mesmo, o CAT também pode ser utilizado para criar arquivos, muito útil quando não se tem um Editor de Texto como o Nano ou Vim.

Veja que, além do comando CAT, temos o sinal: > (maior que) e o nome do arquivo desejado. Este sinal é chamado de Escalonador, onde é utilizado para criar o arquivo.

Após digitar o comando, o Escalonador e o nome do arquivo, o cursor do Shell vai para baixo do comando, esperando o texto que você já pode digitar no arquivo.

Depois de digitar o texto do arquivo, você terá que dar um ENTER para ir para uma linha vazia e pressionar 'Ctrl + D', para salvar o que foi digitado.

cat tabela.txt > tabela1.txt

Agora estou usando o cat para que ele pegue todo o conteúdo do arquivo tabela.txt e sobrescreva no outro arquivo com o nome tabela1.txt. Isso é chamado de concatenação de arquivos.

cat tabela.txt >> tabela1.txt

Agora, estou fazendo uma espécie de adição no arquivo “tabela1.txt”.

Veja que neste exemplo, eu usei o Escalonador duas vezes, ele tem a função de pegar o conteúdo do arquivo “tabela.txt”, e jogar no final do outro arquivo chamado de “tabela1.txt”. Bom após estes exemplos, podem praticar à vontade.

É interessante após cada comando, digitar o CAT para visualizar o conteúdo dos arquivos que foram editados por você, como fiz na imagem acima.

- HEAD

Este comando também serve para visualizar arquivos, nesta forma básica, ele mostrara as primeiras 10 linhas do arquivo que você escolher.

head /etc/ssh/sshd_config

Com isto, ele me mostrará as primeiras 10 linhas do arquivo “/etc/ssh/sshd_config”, o arquivo de configuração do servidor SSH.

head -n número /etc/ssh/sshd_conifg

Esta opção '-n' número', é a mais utilizada, pois você pode especificar quantas linhas o HEAD vai visualizar e mostrar na tela.

head -n 20 /etc/ssh/sshd.config

Neste exemplo, estou dizendo para o HEAD, que me mostre as primeiras 20 linhas do arquivo “/etc/ssh/sshd_config”, o mesmo arquivo anterior.

- SPLIT

O comando SPLIT, é utilizado para dividir um arquivo grande em 'n-arquivos' menores. Ele pode dividir um arquivo levando em consideração o número de linhas. Ou seja, a cada 1000 linhas, haverá uma divisão. Ou, pelo número de bytes.

split -4 arquivo1.txt arquivosaida

Neste exemplo, estou usado o SPLIT para dividir o “arquivo1.txt” em 3 arquivos contendo 4 linhas cada. Já que ele possui 12 linhas no total, e podemos dividir em quantas linhas se quisermos.

Veja que listei, primeiramente, o “arquivo1.txt”, só para ver o conteúdo e se ele possui mesmo as 12 linhas.

Depois, dei o comando explicado, e veja que foram criados os arquivos que mencionei.

- TAIL

Este comando, é muito utilizado entre os administradores de sistemas. Ele visualiza as últimas linhas de qualquer arquivo.

Temos as opções '-n', que especificamos quantas linhas queremos ver do final do arquivo. E '-f', onde podemos ver as últimas linhas do arquivo.

Porém, em tempo real, muito útil caso você queira ver algum arquivo de Log, onde o sistema atualiza em tempo real este arquivo.

tail -6 arquivo1.txt

Nesta linha, estou dizendo para o Shell, que eu quero ver as 6 últimas linhas do “arquivo1.txt”.

# tail -f /var/log/messages

Agora, estou pedindo para o Shell que me mostre as últimas linhas do arquivo 'messages', de forma real. Cada vez que o sistema atualizar este aquivo, eu saberei.

Conclusão

Bom pessoal, mostrei alguns comando que podem ser usados para filtrar e gerenciar aquivos no GNU/Linux, porém, temos muito outros.

Neste artigo, eu usei a distribuição Debian 6.0 e a suíte BrOffice 3.2.1.

Em breve, farei outros artigos.

Agradeço a todos, e fiquem com Deus.
   

Páginas do artigo
   1. Introdução e Comandos
Outros artigos deste autor

Shell do GNU/Linux

Hierarquia do Sistema de Arquivos GNU/Linux

Concatenação, conexão e recursividade de comandos no GNU/Linux

Leitura recomendada

UNR (Ubuntu Netbook Remix) 9.04 no Acer Aspire One (AA1)

Squid configurado como proxy no Ubuntu Server

Polindo o seu Debian - KDE + Debian-Sid

Upgrade Debian 4.0 (etch) para 5.0 (lenny) - 9 passos para um upgrade feliz

Apache2 + PHP5 + VirtualHosts no Debian e Ubuntu

  
Comentários
[1] Comentário enviado por Miqueloti em 13/03/2012 - 12:40h

Bem básico e pequeno o artigo, mais tá bem explicado. Tá mais para dicas do que para artigo...

Também é interessante para quem está querendo filtrar / manipular arquivos de texto dar uma olhada em comandos como grep, awk, sed, entre outros.

[2] Comentário enviado por cesarufmt em 15/03/2012 - 19:24h

Muito bom usar esses filtros.

Obrigado!!!

[3] Comentário enviado por mauricio123 em 15/08/2020 - 17:26h


Muto Bom.

___________________________________
Conhecimento não se Leva para o Túmulo.


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts