Processing - Programando para Android e iOS

Um jeito fácil de programar para Android. Criar seus próprios programas para dispositivos móveis, seja para Android ou iOS, de forma fácil e acessível. Parece um sonho, mas é real. Conheça a linguagem Processing e maravilhe-se com seus programas em plataformas móveis.

[ Hits: 30.256 ]

Por: Juliao Junior em 26/12/2013


Instalação



A instalação é muito simples. Basicamente, consiste em baixar um único pacote. Clique no link abaixo para baixar o arquivo:
Você será direcionado para uma página com sugestão de doação para o projeto. Se desejar, efetue a doação. Se não quiser, clique na opção No donation e siga em frente clicando no link Download que surge logo abaixo.

O próximo passo é escolher a versão de seu sistema operacional. Clique no link especificando seu sistema, e está feito. É só esperar o download terminar.

Após isso, siga os passos comuns de instalação. Ou seja, não há nada demais. Apenas coloquei todos os passos aqui por uma questão puramente didática.

Baixando e instalando o pacote pelo link acima, o ambiente de desenvolvimento do Processing oferecerá opção para compilar apenas em Java. Se desejar compilar seus códigos para aparelhos com Android ou para aparelhos da Apple, será preciso uns passos adicionais.

Após a instalação, inicie o ambiente do Processing e você verá a janela abaixo:

No canto acima, à direita da janela, clique no botão onde aparece a palavra Java. Este é o botão onde você escolherá o sistema "alvo" para a sua compilação.

Quando você desejar compilar para o GNU/Linux, continue usando o modo Java neste botão. Na verdade, neste modo o compilador pergunta qual o sistema para Desktop ele deve compilar. Podemos compilar tanto para GNU/Linux, como para Windows e OS X.

Para compilar para Android ou iOS, é preciso baixar outros modos. Mas isso é simples.

Clique no botão Java comentado acima, e escolha Add Mode. Clique nas linhas Android Mode e JavaScript Mode para instalar os módulos de compilação para Android e iOS, respectivamente.

Quando terminar a instalação, feche e abra novamente a janela do Processing. Se você seguir os mesmos passos anteriores, verá que os modos já estão instalados.

Após isso, está tudo pronto para produzir para iOS. Para o Android, falta pouca coisa. Você precisa instalar o Android SDK. Há instruções detalhadas na página do projeto.

Se você entende bem a língua inglesa, vá direto ao site:
Aqui, darei as instruções gerais para a instalação, também muito simples.

Primeiro passo é baixar e instalar o Android SDK. Visite a página: ... e veja, no fim da página, a opção USE AN EXISTING IDE. Clique nesta opção e aparecerá o termo e condições que o Google impõe. Aceite e depois clique no botão para download. Após o download, instale da forma costumeira.

Está quase tudo pronto. Execute o Android SDK e veja uma janela como mostrado abaixo. Além do que já estiver clicado, logo abaixo do item Tools, clique na opção Android SDK Platform-tools.

E abaixo de item Android 2.3.3 (API 10), clique em SDK Platform. Agora é só clicar no botão do canto inferior direito para instalar os pacotes. No GNU/Linux, é só isso.

No Windows, nós teríamos que clicar também na opção Google USB Driver logo abaixo de Extras.

Pronto! Tudo certo para o desenvolvimento e teste dos aplicativos para Android e iOS.

Você poderá executar e testar seus programas no Desktop. Mas também pode conectar seu Smartphone ou Tablet no Desktop com um cabo USB, e testar seus programas diretamente nos dispositivos móveis.

Quando escrevemos algum código no IDE do Processing, podemos testar seu funcionamento por clicar na tecla Run, logo abaixo do menu File.

Se houver algum aparelho conectado e disponível, o código roda direto no dispositivo móvel. Isto é muito interessante, pois permite testar o bom funcionamento do código diretamente no dispositivo alvo do desenvolvimento. Se não for possível, o teste roda no Desktop.

Agora que tudo está instalado, passaremos para o uso da linguagem. Nossa aprendizagem ocorrerá por escrevermos pequenos códigos utilizáveis. Cada exemplo acrescentará algo novo.

Vamos começar.

Página anterior     Próxima página

Páginas do artigo
   1. Introdução
   2. Instalação
   3. Exemplo
Outros artigos deste autor

Programando em Octave (parte 1)

Guia (nem tanto) Introdutório do Linux

CSS - Manual de Estilo (parte 3)

Introdução ao Linux: O editor de texto Nano

Crie um espelho (mirror) Debian em sua máquina

Leitura recomendada

Introdução ao Heimdall

Como usar o Heimdall

ARCore: SDK para realidade aumentada da Google

Android Things - Aplicativos IoT padronizado para Indústria 4.0

Ambiente de Desenvolvimento para Android

  
Comentários
[1] Comentário enviado por diovanimangia em 26/12/2013 - 07:56h

Interessante. Amigo, ele acessa banco de dados. Se sim qual ele suporta.
Parabéns pelo artigo.

[2] Comentário enviado por tsuriu em 26/12/2013 - 08:09h

Eaew... Rapaz, quanto em?
Artigo muito bom... Eu conheci essa linguagem mexendo com arduino, muito boa mesmo.

[3] Comentário enviado por dimasdaros em 29/12/2013 - 14:53h


[1] Comentário enviado por diovanimangia em 26/12/2013 - 07:56h:

Interessante. Amigo, ele acessa banco de dados. Se sim qual ele suporta.
Parabéns pelo artigo.


Boa tarde diovani, blz?
Também me interessei pela linguagem e tive essa mesma dúvida.
Dando uma pesquisada no site deles, pelo que vi o forum está desativado, existem postagens somente no antigo forum (até 2005), mas os dois que pesquisei sobre o Processing parece suportar, que são SQLite e MySQL.

Agora é fazer testes.
Brigadão @juliaojunior , vlw mesmo pela dica, muito útil.


---
Edit.
Só adicionando informações aqui.
Forum novo está fora porque vândalos derrubaram o site -.-
Não tem porque derrubar um site desse, cara, sem comentários

[4] Comentário enviado por bocejo em 07/01/2014 - 00:28h

Era o que eu estava procurando. muito obrigado!


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts