Octave - Programação científica no Linux (parte 2)

Para todos os que realizam simulações usando MatLab e cia, agora podem usar mais uma ferramenta do mundo livre: Octave. Neste artigo veremos algumas das características básicas do Octave, incluindo como iniciar uma sessão do programa, obter ajuda no prompt de comando, editar uma linha de comando e escrever programas no Octave que podem ser executados como comandos da própria shell.

[ Hits: 31.924 ]

Por: Juliao Junior em 22/09/2008


Iniciando



Normalmente Octave é usado interativamente por rodar o comando "octave" sem qualquer argumento. Uma vez iniciado, ele lê os comandos direto do terminal até dizermos a ele que terminamos. Outra possibilidade é indicar um nome de arquivo na linha de comando, e o Octave lerá e executará os comandos contidos nesse arquivo e então sairá quando terminar de ler.

Para ver as opções disponíveis e uma breve descrição, use o comando:

octave --help

ou seu equivalente, "octave -h". Para sair do ambiente do Octave, basta usar um dos comandos "exit" ou "quit".

Opções na linha de comando

Aqui está uma lista de algumas das opções de linha de comando aceitas pelo Octave.

--debug
-d

Esta opção fará o Octave mostrar um turbilhão de informações sobre o que estiver acontecendo, e de forma geral não é muito útil. Porém se você estiver procurando por erros, poderá ser interessante.

--echo comandos
Este comando apenas mostra na tela o que for dado como argumento.

--help
-h

Mostra um pequeno arquivo de ajuda.

--interactive
-i

Força o comportamento interativo. Pode ser interessante quando estamos rodando o Octave via shell remoto ou dentro de um buffer do Emacs.

--path path
-p path

Indica o caminho do diretório para encontrar os arquivos com funções. O valor de "path" indicada no comando sobrescreverá o valor da variável OCTAVE_PATH encontrada no ambiente de desenvolvimento, mas não fará isso nos comandos para o Linux como um todo.

--silent
--quiet
-q

Não mostra as mensagens e os avisos de inicialização.

--version
-v

Mostra o número de versão do Octave.

    Próxima página

Páginas do artigo
   1. Iniciando
   2. Como obter ajuda
   3. Edição de comandos
   4. Avisos de erro
   5. Scripts em Octave
   6. Inclusão de comentários
Outros artigos deste autor

Processing - Programando para Android e iOS

APTonCD - Seu repositório portátil

Usando o JIGDO - How To

Crie um espelho (mirror) Debian em sua máquina

Grace - Gráficos em ciência

Leitura recomendada

Terminais leves com LTSP - Linux Terminal Server Project

i3 - Tilling Window Manager

Compilador GNU Prolog

Um tour pelos visualizadores de imagem para Linux

NGINX Open Source com Balanceamento de Carga e Persistência de Sessão

  
Comentários

Nenhum comentário foi encontrado.


Contribuir com comentário