Processing - Programando para Android e iOS

Um jeito fácil de programar para Android. Criar seus próprios programas para dispositivos móveis, seja para Android ou iOS, de forma fácil e acessível. Parece um sonho, mas é real. Conheça a linguagem Processing e maravilhe-se com seus programas em plataformas móveis.

[ Hits: 30.230 ]

Por: Juliao Junior em 26/12/2013


Exemplo



A linguagem em si é muito simples. Neste artigo, em vez de focalizar na sintaxe da linguagem, veremos alguns exemplos simples.

Quem entra no mundo da programação, normalmente, aprende por si próprio de modo mais rápido. E para isso, basta acessar a página do projeto e ver toda a documentação disponível, que não é pouca.

Agora, comece com seu primeiro código. No editor do Processing, escreva a linha abaixo:

rect(10,10,30,30);

Clique no botão Run e veja o resultado. Esta linha indica a criação, na tela, de um retângulo com coordenadas (10,10) e de tamanho (30,30). As coordenadas em Processing são lidas da direita para a esquerda e de cima para baixo.

Pronto! Você escreveu (e usou) seu primeiro programa em Processing.

É, realmente esse primeiro programa foi simples até demais. Reconheço, fraquinho, fraquinho. Mas não se engane. Este pequeno programa demonstra algo fantástico da linguagem.

Você conseguiu executar um programa que utiliza gráficos, desenha em sua tela, e fez isso com uma única linha! Nada de funções complexas para lidar com propriedades exóticas de vídeo ou qualquer coisa parecida. Isto foi possível pela ideia por trás de Processing: a utilização mais simples possível de recursos multimídia em programação.

Vamos um passo adiante com outro programa. Abaixo, está mais um código para você utilizar. Desta vez, o código está como um programa completo, no estilo geralmente utilizado em Processing.

Leia-o, e logo após comentamos.

void setup() {
  size(480,600);
  smooth();
}

void draw() {
  if (mousePressed) {
    fill(255,0,0);
  }
  else {
    fill(0,0,255);
  }
  ellipse(mouseX,mouseY,50,50);
}

Para aqueles já programando há tempos, o código é praticamente auto-explicativo:
  • Onde temos void setup, estamos definindo uma função utilizada pela linguagem; definimos as características gerais do nosso programa.
  • Em size(480,600), escolhemos o tamanho da janela para o programa. Altere esses valores e rode o programa novamente. Você verá que o funcionamento do programa não se altera, mas a janela mudará de tamanho.
  • Em void draw, ocorre a grande mágica da linguagem. Basicamente, você pode pensar em seu programa como um filme. A cada segundo, seu programa "desenha" na tela o que você está vendo. A função "draw" controla justamente isso que você vê.
  • Em if (mousePressed), estamos dizendo para a função draw mudar o comportamento, dependendo de termos o botão do mouse pressionado ou não. É isso que temos na variável mousePressed.

Quando pressionamos o botão do mouse, o valor de mousePressed é "verdadeiro" e quando não pressionamos, seu valor é "falso". Portanto (olhe bem para o código acima), quando clicamos no botão do mouse, as figuras serão desenhadas com a cor de preenchimento identificadas em "fill(255,0,0)". Quando não estamos clicando o botão do mouse, as figuras serão desenhadas com a cor de preenchimento vistas em fill(0,0,255).

Mas, afinal, o que faz esse programa?

Bom, a condição if foi utilizada acima apenas para mudar a cor do preenchimento das figuras.

Mas quais figuras?

Vemos na linha ellipse(mouseX,mouseY,50,50). O programa desenhará elipses na tela.

Mas onde?

Segue o mesmo padrão de nosso primeiro programa. Os dois primeiros valores são as coordenadas e os dois últimos são para o tamanho. Nesse caso, como usamos as variáveis mouseX e mouseY para as coordenadas, as figuras serão desenhadas utilizando as coordenadas do mouse.

Esta é a utilidade de mouseX e mouseY, que nos informam as coordenadas horizontal e vertical do ponteiro do mouse, respectivamente.

E aqueles valores em fill(255,0,0)? O que significam?

A função fill, como já falamos antes, controlam a cor de preenchimento das figuras. Os números seguem o padrão conhecido como RGB, onde cada número varia de 0 a 255. O primeiro número é para o vermelho, o segundo é para o verde e o terceiro, é para o azul. Altere os valores e veja o resultado quando rodar o programa.

Conclusão

É isso, pessoal.

Visitem a página do projeto, que indiquei no início do artigo.

Processing é uma linguagem poderosa, fornecendo muita liberdade para os programadores.

Nas próximas semanas, pretendo continuar escrevendo sobre a linguagem, trazendo programas mais interessantes como exemplo.

Página anterior    

Páginas do artigo
   1. Introdução
   2. Instalação
   3. Exemplo
Outros artigos deste autor

Reconstructor: Crie seu próprio Linux liveCD

Trabalhando com arquivos e diretórios

Introdução ao Linux: O editor de texto Nano

SystemRescueCd - Corrigindo o sistema e recuperando dados

Processing - Programação para dispositivos móveis

Leitura recomendada

Introdução ao Heimdall

Hello Android! Meu Primeiro APP

Ambiente de Desenvolvimento para Android

adb - Como capturar em vídeo a tela de seu Android

ARCore: SDK para realidade aumentada da Google

  
Comentários
[1] Comentário enviado por diovanimangia em 26/12/2013 - 07:56h

Interessante. Amigo, ele acessa banco de dados. Se sim qual ele suporta.
Parabéns pelo artigo.

[2] Comentário enviado por tsuriu em 26/12/2013 - 08:09h

Eaew... Rapaz, quanto em?
Artigo muito bom... Eu conheci essa linguagem mexendo com arduino, muito boa mesmo.

[3] Comentário enviado por dimasdaros em 29/12/2013 - 14:53h


[1] Comentário enviado por diovanimangia em 26/12/2013 - 07:56h:

Interessante. Amigo, ele acessa banco de dados. Se sim qual ele suporta.
Parabéns pelo artigo.


Boa tarde diovani, blz?
Também me interessei pela linguagem e tive essa mesma dúvida.
Dando uma pesquisada no site deles, pelo que vi o forum está desativado, existem postagens somente no antigo forum (até 2005), mas os dois que pesquisei sobre o Processing parece suportar, que são SQLite e MySQL.

Agora é fazer testes.
Brigadão @juliaojunior , vlw mesmo pela dica, muito útil.


---
Edit.
Só adicionando informações aqui.
Forum novo está fora porque vândalos derrubaram o site -.-
Não tem porque derrubar um site desse, cara, sem comentários

[4] Comentário enviado por bocejo em 07/01/2014 - 00:28h

Era o que eu estava procurando. muito obrigado!


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts