O Projeto GNU e o Linux: Uma combinação de sucesso

Apresentação do GNU/Linux. Prolegômenos do Projeto GNU. Prolegômenos do Linux. História do GNU. Surgimento do Linux. O GNU/Linux no Mundo. Considerações.

[ Hits: 15.251 ]

Por: Italo Muryllo Tosta em 15/01/2013


O GNU/Linux no mundo



O uso de Software Copyright entre empresas públicas e privadas tem elevado os gastos à cifras bilionárias. Ao somar-se licenças, direito de uso, manutenção do sistema e proteção, percebeu-se que seria mais vantajoso investir em algo próprio, livre. Além disso, sempre existiu a preocupação da segurança dos dados empresariais e da segurança nacional, porque Softwares Copyright podem esconder arquivos maliciosos a fim de apoderar-se de dados secretos.

No sitio do governo:
Já nos traz a informação que "As empresas brasileiras têm um índice de adoção de software aberto em sua infraestrutura de TI muito maior do que a média mundial. Entre as grandes corporações, a relação de companhias que utilizam algum tipo de software livre chega a 61%.". Assim, sem dúvidas o carro-chefe deste sucesso está o GNU/Linux. Por ser uma alternativa barata e segura, cresceu a sua procura não só em ambientes corporativos, mas também, caseiro. Lembremos aqui a alternativa do governo de distribuir computadores mais baratos a todos. O sistema operacional que estas máquinas trazem é o mundialmente conhecido GNU/Linux.

A cidade do Recife foi a primeira no mundo a aprovar legislação neste sentido, restringindo a compra de software proprietário apenas a situações onde não existam similares livres. Países como França, Argentina, Alemanha, Espanha, China e México; a União Europeia, a Ásia já possuem projetos a respeito da implantação do uso destes software. Estes indicadores mundiais refletem o crescimento e confiabilidade de sistemas livres, atestados por diversas pesquisas, que indicam a liderança ou a vice-liderança em diversos nichos de mercado.

Para ter-se uma ideia, encontra-se o Kernel Linux em relógios digitais, geladeiras, celulares, GPS e smartphones - quem bem o diga o Google com Chrome OS Linux e o Android, distribuição do Linux mais bem-sucedida que existe, conforme citado por James Bottomley, engenheiro na Novell e mantenedor do kernel do Linux.

Ademais, gigantes como o Google e Facebook têm o Linux rodando em seus servidores de armazenamento. Sistemas de controle de tráfego aéreo e sistemas de alta tecnologia para controle de tráfego usam o Linux. Assim, como, o Android, o trem de alta velocidade japonês, a bolsa de Nova York, os Supercomputadores, os carros inteligentes da Toyota, acelerador de partículas e submarinos nucleares.

Se você ainda procurava motivos para se tornar fã de software livre e do GNU/Linux, um dos maiores expoentes desse campo da tecnologia, aí estão inúmeros exemplos citados ao longo deste artigo.

Página anterior     Próxima página

Páginas do artigo
   1. Conhecendo o GNU/Linux
   2. O que é o GNU e um pouco de sua história
   3. O que é o Linux e um pouco de sua história
   4. O GNU/Linux no mundo
   5. Considerações finais
Outros artigos deste autor

Da programação ao IDE NetBeans

Guia pós-instalação do Fedora 18 (Spherical Cow)

Configuração da interface KDE

Guia pós-instalação do Fedora 21

Leitura recomendada

Instalação de Programas no Ubuntu (atualização)

Linus Benedict Torvalds

Conceitos sobre o X-Window

Aos que estão começando...

Instalação do Zenwalk Linux

  
Comentários
[1] Comentário enviado por albfneto em 15/01/2013 - 21:48h

Esse artigo é excelente, detalhado e vasto. Favoritado. parabéns!

É isso aí, o GNU/Linux está no seu Android, no seu celular, na sua TV digital, mesmo que vc não saiba que é Linux...

Ele cresce. Muitos diriam que ninguém usa linux, mas isso não é bem Verdade. Mesmo nos Desktops está aumentando.

Em servidores, domina.

O linux já preucupa a MS e outras empresas de software proprietário, talvez pq elas saibam que quando (questão de tempo) um Desktop Linux for tão fácil de usar pelo público quanto um Desk Windows, ou um Tablet, ou um celular...

quem vai pagar por um SO?...

[2] Comentário enviado por italotosta em 16/01/2013 - 16:23h

Obrigado pelo comentário albfneto. Espero que com este artigo possa ter tirado algumas dúvidas.

[3] Comentário enviado por MarceloTheodoro em 17/01/2013 - 08:33h

Muito legal o artigo. :)
Pretendo me aprofundar mais nesse tema de universo GNU no futuro.

E realmente, questão de tempo até Linux dominar desktops também. Esse ano, em relação a jogos vai ser interessante!
Steam, blizzard... :D

[4] Comentário enviado por italotosta em 23/01/2013 - 12:55h

MarceloTheodoro, muito obrigado. Também acredito que assim que grandes empresas de games passarem a produzir para o GNU/Linux haverá uma expansão maior em dektops. É só aguardar!

[5] Comentário enviado por M4rQu1Nh0S em 26/01/2013 - 15:41h

Artigo de qualidade profissional!!
eu avalio em nota 10 pois várias fontes foram consultadas, mas a questão é que eu gostei...
Obrigado pelo Artigo...

já abri mão de jogos na minha placa pra usar Linux, desde que eu testei o debian 6.0 tive curiosidade em experimentar sob o desafio de usar net discada, jogar games no windows... etc.

mas alguns desafios foram superados e posso usar (e tô usando) linux :D
desde que eu vi que sou livre pra fazer do linux o que eu quero de um S.O. Windows se tornou apenas um produto com alvos de ataques...

nota 10.

[6] Comentário enviado por italotosta em 26/01/2013 - 16:34h

M4rQu1Nh0S muito obrigado pela nota 10. Realmente muitas fontes consultadas a fim de enriquecer o trabalho.


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts