Principais novidades do Linux Mint 20 Ulyana

Conheça a nova versão estável do Linux Mint, a 20 Ulyana, possui uma mudança na sua base, sendo criada agora sobre a nova LTS do Ubuntu, a versão 20.04. Diversas melhorias foram implantadas, que irão agradar os novos e os velhos usuários desta distribuição.

[ Hits: 1.310 ]

Por: Diego Mendes Rodrigues em 16/07/2020 | Blog: https://www.linkedin.com/in/diegomendesrodrigues/


Introdução



O Linux é um sistema muito conhecido pela sua liberdade aos usuários, além de sua grande estabilidade, sendo que, suas distribuições, ficam cada vez mais amigáveis aos novos usuários, ou aos da velha guarda. O Linux Mint é uma das distribuições mais populares do Linux atualmente, recebendo sempre novas atualizações.

A nova versão estável, Linux Mint 20 Ulyana, possui uma mudança na sua base, sendo criada sobre a nova LTS do Ubuntu, a 20.04, contando com o kernel atual na versão 5.4, que possui uma funcionalidade de lockdown, suporte para hardwares mais atuais da AMD e da Nvidia, além de suporte nativo para diversos periféricos, como os receptores de mouse e teclados sem fio da Logitech.
Uma mudança visual interessante que os usuários deverão observar no Linux Mint 20 Ulyana é que passou a contar com algumas novas opções de cores, para a sua interface padrão, o tornando mais personalizável. Essas novas cores, já estão até mesmo em destaque na tela de boas-vindas do sistema, apesar de poderem ser modificadas posteriormente.
Para os usuários que possuem placas híbridas, a interface Cinnamon conta com várias melhorias que serão apreciadas. A ferramenta utilizada para iniciar um software, com uma placa de vídeo específica, agora funciona com os drivers proprietários, sendo que, antigamente, esta função estava disponível apenas com o driver Nouveau.

Uma ferramenta nova que pode se mostrar bastante útil, é denominada Warpinator. O programa em questão se trata de uma reimplementação do antigo Giver, que deve facilitar bastante o compartilhamento de arquivos em redes, contando com uma criptografia para garantir uma transferência mais segura.
Outras novidades em destaque do Linux Mint 20 Ulyana são:
  • Suporte para escala fracionada;
  • Melhorias de desempenho no gerenciador de arquivos Nemo;
  • Possibilidade de alterar a taxa de atualização do monitor;
  • Suporte para monitores múltiplos melhorado;
  • Nova coleção de papéis de parede;
  • Fim das imagens dedicadas para sistemas 32 bits.

Fim do suporte ao snapd

A partir desta versão Linux Mint 20 Ulyana, não será possível adicionar o suporte para snap através do comando "apt install snapd". Esta novidade desagrada diversos usuários desta distribuição, mas o líder do projeto, Clement Lefebvre, posicionou o principal motivo para esta inciativa é que alguns pacotes estão vazios, e supostamente, mascarados para forçar a instalação do snap sem uma indicação clara. Um caso clássico que pode ser utilizado como exemplo, é o Chromium. A Canonical está aberta para o diálogo com a equipe do Linux Mint, porém, até o momento não houve nenhuma novidade neste caso.

Caso você comece a utilizar o Linux Mint 20 Ulyana e queira poder voltar a usar o Snap, abra o terminal e execute o seguinte comando:

sudo rm /etc/apt/preferences.d/nosnap.pref

Para realizar o download desta nova versão, acesse o site oficial da distribuição, na sua página de downloads:
Compartilhe conosco suas impressões do Linux Mint 20 Ulyana!

   

Páginas do artigo
   1. Introdução
Outros artigos deste autor

Distribuições Linux Para Computadores Antigos

Usando o cURL - Client URL

Instalar um LAMP com boa performance

Padrões Abertos e Interoperabilidade na Geotecnologia

Port Scanner com Python

Leitura recomendada

Big Linux: A opção ideal para iniciantes

Mamãe, quero Arch! (parte 1)

Caracteristica e descrição das principais distribuições Linux

Escolha da distribuição GNU/Linux ideal

O Linux é difícil?

  
Comentários
[1] Comentário enviado por mauricio123 em 16/07/2020 - 10:55h


Esqueceu de mencionar a melhora na eficiência na tela de login. Muito MAIS leve.

___________________________________
Conhecimento não se Leva para o Túmulo.

[2] Comentário enviado por mauricio123 em 16/07/2020 - 10:58h


A versão 18.1 chegava a dar umas travadas no meu PC. Essa não.

___________________________________
Conhecimento não se Leva para o Túmulo.

[3] Comentário enviado por brizao em 16/07/2020 - 14:26h

O que notei nesta versão e que me trouxe alguns problemas foi o fato do pacote virt-viewer vir na versão 7 e seguindo os passos para se criar certificado no spice https://www.spice-space.org/spice-user-manual.html, dá um erro dizendo que o certificado é fraco. A versão anterior 6 funcionava sem problemas e pelo que pesquisei, corrigiram na versão 8 do virt-viewer, porém esta não tem em pacotes e estou com dificuldades em compilar.... Continuo testando.

Em compensação o virt-manager está bem mais rápido para conectar.

Ah e o rdesktop agora pergunta se deseja aceitar o certificado auto assinado, assim como no Windows. Pra quem o utiliza em forma de script, achei a solução aqui: https://github.com/rdesktop/rdesktop/issues/349

De resto o funcionamento está muito bom, libreoffice atualizado também.

[4] Comentário enviado por clodoaldops em 16/07/2020 - 17:51h

LM-20-MATE apresentando bug ao exibir alguns ícones apenas quando em português.
LM-20-Xfce e LM-20-Cinnamon rodando sem problemas.
Todos programas que uso funcionado sem problemas, mas sou usuário comum e não uso aplicativos "diferenciados"!

[5] Comentário enviado por mauricio123 em 17/07/2020 - 09:49h

Bom, senti falta de alguns pacotes no repositório e que eu usava ainda por cima. Mas resolvi facilmente enjambrando pacotes de versões anteriores e adaptando pacotes pré-compilados até do Slackware. "Facinho". Sem falar do repositório do Debian 9.

Mas levando em conta as melhorias do sistema, vale o esforço.
___________________________________
Conhecimento não se Leva para o Túmulo.

[6] Comentário enviado por mauricio123 em 17/07/2020 - 09:50h


Eu só quero ver se o claws mail vai funcionar nessa versão.

___________________________________
Conhecimento não se Leva para o Túmulo.

[7] Comentário enviado por TonhoE em 27/07/2020 - 18:44h

Gostei muito das mudanças não: fim do snap, fim do Chromium, monte de ícones novos que ninguém usa, papéis de parede mais feios, problema com conexão de bluetooth, problema com USB 3.x Resolvi voltar para o Manjaro, mas já que iria mesmo formatar o HD, resolvi antes testar algumas outras distribuições e acabei ficando com o Solus. Porém gosto do Mint e não estou desconsiderando o que tanto que me serviu os últimos anos. Sua matéria ignorou o XFCE, que aliás devia ser o carro-chefe da distribuição.


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts