Guia pós-instalação do Fedora 21

Pós-instalação do Fedora 21. Aprimoramento do sistema com repositórios e softwares.

[ Hits: 21.082 ]

Por: Italo Muryllo Tosta em 27/01/2015


Regra 1 - Atualização



O Fedora 21 foi lançado a pouco tempo e traz consigo o Gnome 3.14, assim como wayland, além de melhorias no sistema. Todavia, para quem está iniciando ou mesmo deixando a base Debian, como Ubuntu ou Linux Mint, pode necessitar de uma ajuda para atualização, repositórios e instalação de alguns programas não nativos da distribuição.

Regra 1 - O que fazer após instalar o Fedora 21?

A primeira coisa que devemos fazer é atualizar o sistema. Para isso, abra o terminal dê o seguinte comando:

sudo yum update -y

Aguarde o término da atualização.

    Próxima página

Páginas do artigo
   1. Regra 1 - Atualização
   2. Regra 2 - Atualizei o sistema qual, o próximo passo?
   3. Regra 3 - Repositórios aplicados, seguindo em frente
   4. Regra 4 - Dando o trato final no poderoso Fedora 21
   5. Regra 5 - Customizando o Fedora
Outros artigos deste autor

Da programação ao IDE NetBeans

Guia pós-instalação do Fedora 18 (Spherical Cow)

O Projeto GNU e o Linux: Uma combinação de sucesso

Configuração da interface KDE

Leitura recomendada

Cluster Beowulf

Interligando o Asterisk com o callcenter

DebConf - Perguntas ao usuário na instalação de pacote .deb

Como configurar o Apache com PHP e SSL de um jeito mais seguro e sem complicações

Net TV a cabo no Mandrake 10.1 Community

  
Comentários
[1] Comentário enviado por pherde em 27/01/2015 - 16:04h

Qual a utilidade desse repositório Russian Fedora? Tem exemplo de algum programa interessante, e que não esteja em cirílico, para usarmos?

[2] Comentário enviado por danniel-lara em 28/01/2015 - 08:17h


Parabéns ótimo artigo

[3] Comentário enviado por hrcerq em 28/01/2015 - 10:07h



Parabéns pelo artigo. Só tem duas coisas que eu acho importante ter cuidado:

1) Usar a opção -y no comando yum não é considerado uma boa prática. É sempre bom conferir primeiro quais alterações o yum fará no sistema antes de confirmar a ação.

2) Usar a opção --nogpgcheck na instalação de pacotes também não é uma boa prática. A checagem dos pacotes serve justamente para garantir que eles estejam íntegros. Instalar pacotes corrompidos pode causar grandes dores de cabeça.

[4] Comentário enviado por wagnerfs em 30/01/2015 - 00:53h

Parabéns por compartilhar o conhecimento.

_________________________
Wagner F. de Souza
Graduado em Redes de Computadores
"GNU/Linux for human beings."
LPI ID: LPI000297782

[5] Comentário enviado por pinduvoz em 30/01/2015 - 04:38h


Bom tutorial! Eu, particularmente, gosto do Fedora, mas sinto que falta algum cuidado com os "detalhes", o que acaba por prejudicar o uso pelos iniciantes.

[6] Comentário enviado por eldermarco em 30/01/2015 - 16:52h

Só é preciso tomar cuidado em não adicionar repositórios que impliquem em conflitos de pacotes. Isso pode dar um problemão para o usuário pouco experiente.

[7] Comentário enviado por massucatto em 03/02/2015 - 22:07h

Parabéns pelo artigo!
Bem completo, recomendo...

[8] Comentário enviado por clodoaldops em 04/02/2015 - 12:02h

Se Fedora adotasse um instalador mais amigável como do Ubuntu ou Mageia, seria mais adotado por iniciantes !

[9] Comentário enviado por elton.linux em 04/02/2015 - 23:41h


Há muito, muito anos atrás utilizei o red hat, depois kurumin, debian, por vários anos o archlinux, e por último kaos os. Mas deve considerar que após utilizar o fedora 21 com o mate+compiz, fiquei muito satisfeito com o resultado. Tudo instala tranquilamente, e o sistema flui com pouca utilização de recursos do hardware.

[10] Comentário enviado por pdcassiano em 06/02/2015 - 08:12h


Parabéns pelo Post


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts