Jaulas com debootstrap e schroot

Neste artigo apresento duas ferramentas que tornam a criação de jaulas bem mais fácil e flexível, isso sem comprometer a segurança.

[ Hits: 28.394 ]

Por: Laudivan Freire de Almeida em 17/08/2009


Executando jaulas



Bom, se quiser executar algum comando em sua jaula sem permissão de root basta usar:

schroot --chroot=squeeze32 [comando] [argumentos]

Que tal um ps?

schroot --chroot=squeeze32 ps -ax

Você pode executar qualquer programa que esteja instalado na sua jaula, por exemplo:

schroot --preserve-environment --chroot=squeeze32 skype

* Lembrando que você dever ter todas as dependências satisfeitas.

** A opção --preserve-environment é necessária para a execução de programas gráficos, além dos pontos de montagem que sugeri na página 2.

Você pode obter uma shell de comandos na jaula, para isso é só não passar nenhum comando.

schroot --preserve-environment --chroot=squeeze32

Que tal usarmos um pouco do usuário root?

schroot --chroot=squeeze32 --user=root apt-get install apache2

E como usar sessão?

schroot --begin-session --session-name=servidorWeb --chroot=squeeze32

Com a sessão aberta podemos iniciar o Apache sem mesmo eu ser root.

schroot --run-session --user=root --session-name=servidorWeb --chroot=squeeze32 /etc/init.d/apache2 start

Assim o Apache ficará rodando em background.

E para parar?

schroot --run-session --user=root --session-name=servidorWeb --chroot=squeeze32 /etc/init.d/apache2 stop
schroot --end-session --session-name=servidorWeb --chroot=squeeze32

Conclusão

Bom, pode-se ver que o schroot é muito flexível e ainda assim permite um controle maior, não bastasse o debootstrap, tira muito da complexidade para se preparar uma jaula com Debian.

Uma coisa é certa, dá para usar bastante a criatividade e inventar muitos usos legais para essas ferramentas.

Espero que tenham gostado!

Página anterior    

Páginas do artigo
   1. Introdução
   2. Conhecendo o schroot
   3. O arquivo /etc/schroot/schroot.conf
   4. Schroot - Opções de comando e definindo uma jaula
   5. Executando jaulas
Outros artigos deste autor

NetProfiler - Um solução para quem passeia por várias redes

Leitura recomendada

GNOME Slacky 2.20.3

Traduzindo legendas de maneira prática no Linux

Screen, eita ferramenta porreta!

Alta Disponibilidade (HA) com Debian (Heartbeat + DRBD + Mon)

VIM avançado (parte 2)

  
Comentários
[1] Comentário enviado por gnucleber em 20/08/2009 - 11:33h

Parabéns Laudivan, otimo artigo!!!

[2] Comentário enviado por eldteixe em 18/08/2018 - 22:42h

Que aula....muito obrigado.

[3] Comentário enviado por eldteixe em 18/08/2018 - 22:43h

Pelo que entendi....o Schroot seria o precursor do DOCK.....rrrrsssss.....


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts