NetProfiler - Um solução para quem passeia por várias redes

Se sua rotina é como a minha: vai para o trabalho, ifconfig, wpa_supplicant, dhclient. Se mudar de rede, mata wpa_supplicant, mata dhclient, ifconfig de novo etc. Vai para casa, ifconfig mais uma vez, dhclient. Vai para o shopping a mesma coisa. Então esse script pode lhe ajudar.

[ Hits: 14.561 ]

Por: Laudivan Freire de Almeida em 10/11/2008


Apresentação



Um relato meu: Sempre que você vai para um lugar tem que mudar suas configurações de rede, chamar os comandos necessários etc. Daí resolve utilizar um aplicativo que faça isso para você (kwlan, network-manager etc). Claro que eles facilitam, mas também limitam. Redes que usam ip fixo, outras dhcp, outras tem ainda uma chave wpa ou wep, às vezes tem que mudar o mac. E aí lá vai você fechar programa, fechar serviço só para não entrar um dhclient ousado quando o que você quer é um ip fixo.

Se você percebeu alguma semelhança, então é provável que o NetProfiler possa te ajudar. Trata-se de um Bash Script com o objetivo de facilitar as atividades descritas acima sem o uso de um serviço ou algo semelhante.

Antes de tudo é preciso saber que não sou nenhum expert em Bash Script e que o fiz para atender um necessidade pessoal, porém, percebi que poderia servir a outros.

Bom, vamos ao script!

Pegar o script e configurar

O NetProfiler foi disponibilizado na seção de scripts do site (NetProfiler - Um solução para quem passeia por várias redes), baixe-o, e ponha em uma pasta listada no PATH do sistema (aqui no meu computador, por exemplo, ele está em /usr/local/bin).

Você vai precisar do wpa_supplicant, do sudo (caso queira dar rodar o netprofiler como um usuário limitado), do dhclient, do ifconfig e route.

Esses últimos devem ser encontrados em qualquer distribuição, senão todos, caso contrário você deverá instalá-los.

Agora é hora de configurar o NetProfiler. Abra o arquivo e edite as linhas conforme a sua necessidade e segundo a orientação a seguir:
  • PROFILESDIR -> Diz ao NetProfiler onde serão gravadas as configurações de rede, não precisa ser um diretório existente, se não existir o NetProfiler o criará;
  • USESUDO -> Somente use "sim" ou "nao", sem acento e com as aspas. Essa linha indica se o NetProfiler usará o sudo para adquirir permissões de root;
  • WPASUPPLICANTD, WPAPASSPHRASE, DHCLIENTD, IFCONFIG, ROUTE, SUDO -> indicam o caminho onde estão instalados esses programas, altere desde que saiba o que está fazendo;
  • PID -> É um arquivo onde será gravada a informação de que o NetProfiler está rodando, não há necessidade de alterar.

Não deixe de editar o arquivo /etc/sudoers, aqui mesmo eu não configurei para não pedir senha ao executar o NetProfiler, segue a linha se vocês quiserem:

laudivan ALL=NOPASSWD: /usr/local/bin/netprofiler

Vamos agora às instruções de uso.

    Próxima página

Páginas do artigo
   1. Apresentação
   2. Instruções de uso
   3. Um exemplo de uso
Outros artigos deste autor

Jaulas com debootstrap e schroot

Leitura recomendada

Impressora PDF via Samba para estações Windows

BigBashView, interface gráfica para o seu shell script

Redundância de links - Mon + Shell Script

Convertendo TXT ou HTML em OGG

Fazendo backup do seu MySQL com API do Dropbox

  
Comentários
[1] Comentário enviado por acid-r4in em 10/11/2008 - 16:49h

Uma solução semelhante é utilizada no ArchLinux: o pacote netcfg2, onde são definidos profiles e apenas com um:

#netcfg2 nomedoperfil

conectamos à rede.

Legal saber que soluções semelhantes estão sendo utilizadas para outras distros.

Abraços!

[2] Comentário enviado por vsmoraes em 10/11/2008 - 17:15h

Completando a dica do colega acid-r4in, o ArchLinux ainda possui um utilitário gráfico feito em python + QT4, o ArchAssistant.
Está disponível no AUR e fornece uma interface muito mais amigável para trabalhar com o netcfg2, muito bom.

Muito bom o artigo, quem trabalha direto com o notebook de lá pra cá é meio chato mesmo... O network-manager quebra um galhão, mas ainda prefiro o ArchAssistant.

[3] Comentário enviado por mtllc22 em 10/11/2008 - 19:32h

muito legal, parabéns.
gostaria de saber como acompanhar o projeto?
quando vc implementar melhorias vai disponibilizar aqui denovo ?
obrigado.

[4] Comentário enviado por laudivan em 11/11/2008 - 09:41h

Acid-r4in e vsmoraes:

Nunca utilizei o ArchLinux mas posso ver que a idéia é mais ou menos a mesma, vou dar uma investigada para aprender melhor. O network-manager é uma boa solução, só que você tem que parar de usá-lo quando tem que configurar o ip estaticamente, quer dizer, você é obrigado a se adaptar com mais de um ambiente para usar a mesma coisa. Muito obrigado pela dica.


[5] Comentário enviado por laudivan em 11/11/2008 - 09:47h

mtllc22:

Não havia pensado em tornar o netprofiler um projeto, mas já que sugeriu, vou fazer o seguinte: terminando esse semestre na faculdade vou hospedar um site pessoal e irei pôr esse e outros porjetos que estão aqui na cachola lá(se tiver sugestões de repositórios, serão bem vindas).

Sempre que tiver melhorias no script publicarei sim e se alguém tiver interesse em contribuir será muito bem vindo mesmo ;-)

Abraço e obrigado pelo comentário

[6] Comentário enviado por wjnanet em 11/11/2008 - 11:47h

Se adicionar interface gráfica vai se tornar o networkmanager.... hhehehe
Muito bom! Parabéns. Já sofri muito com essas redes sem fio... principalemente com slackware ou distros derivadas...

[7] Comentário enviado por laudivan em 12/11/2008 - 16:48h

Obrigado wjnanet:

Ao concluir, notei que o netprofiler poderia ser usado em quase qualquer distro por se basear em ferramentas bem comuns a todas. Em futuras versões procurarei manter essa característica. :D


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts