Jaulas com debootstrap e schroot

Neste artigo apresento duas ferramentas que tornam a criação de jaulas bem mais fácil e flexível, isso sem comprometer a segurança.

[ Hits: 28.391 ]

Por: Laudivan Freire de Almeida em 17/08/2009


Schroot - Opções de comando e definindo uma jaula



Opções de comando

Fazendo jus aos arquivos de configuração, schroot também tem muitas opções de comando. Vamos ver algumas.
  • --list - Lista as jaulas definidas no arquivo schroot.conf;
  • --info - Exibe as informações sobre uma jaula especificada;
  • --chroot=nome_da_jaula - Especifica uma jaula a ser usada. Se essa opção não for usada a jaula será aquela chamada [default];
  • --user=usuário - Executa a jaula como um usuário diferente;
  • --preserve-environment - Preserva o ambiente (ie. variáveis de ambiente) do usuário que está chamando a jaula;
  • --session-name=session-name - Dá um nome a uma sessão;
  • --begin-session - Inicia a sessão com o nome definido em --session-name=session-name;
  • --end-session - Termina a sessão com o nome definido em --session-name=session-name.

Ufa! Vamos voltar para o exemplo agora ...

Definindo uma jaula

Bom pessoal, como foi demonstrado em Preparando um ambiente Debian para a Jaula, eu preparei um ambiente Debian básico em /var/chroot/squeeze32bits usando o debootstrap.

Retomando desse ponto, vamos editar o arquivo /etc/schroot/schroot.conf para definir uma jaula.

* Lembrem-se dos demais arquivos de configuração, pode ser necessário mexer neles para que tudo rode belezinha. ;-)

Segue aqui um parte do meu /etc/schroot/schroot.conf:

[squeeze32]
personality=linux32
type=directory
aliases=squeeze,linux32
description=Jaula para serviços e programas a 32bits
location=/var/chroot/squeeze32bits
priority=2
users=laudivan
root-users=laudivan
run-setup-scripts=true
run-exec-scripts=true

Pronto, esta jaula está pronta para uma série de coisas.

Se quiserem ver uma listagem das jaulas disponíveis, basta digitar o comando (mesmo sem ser root):

schroot --list

E para obter informações sobre nossa jaula você pode fazer assim:

schroot --chroot=squeeze32 --info

Que tal brincarmos com nossa jaula agora?

Página anterior     Próxima página

Páginas do artigo
   1. Introdução
   2. Conhecendo o schroot
   3. O arquivo /etc/schroot/schroot.conf
   4. Schroot - Opções de comando e definindo uma jaula
   5. Executando jaulas
Outros artigos deste autor

NetProfiler - Um solução para quem passeia por várias redes

Leitura recomendada

Como se comunicar com outros usuários da rede

Autologin no Linux sem o uso do KDM

Emulando Cisco com Dynamips e Dynagen no Ubuntu

SIMH: Recriando um pouco da história

Fazendo uma conexão bridge no VirtualBox

  
Comentários
[1] Comentário enviado por gnucleber em 20/08/2009 - 11:33h

Parabéns Laudivan, otimo artigo!!!

[2] Comentário enviado por eldteixe em 18/08/2018 - 22:42h

Que aula....muito obrigado.

[3] Comentário enviado por eldteixe em 18/08/2018 - 22:43h

Pelo que entendi....o Schroot seria o precursor do DOCK.....rrrrsssss.....


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts