Configurando o Stardict com dicionário do Babylon

No nosso dia a dia sempre nos deparamos com algumas palavras em outras línguas que desconhecemos ou sentimos alguma dificuldade no seu significado. O Gnome possui um projeto chamado Stardict que é voltado para traduções de palavras no ambiente Gnome, assim como o Freedict. Vamos aprender a turbinar o Stardict com palavras do Babylon.

[ Hits: 35.810 ]

Por: Brivaldo Alves da Silva Jr em 26/05/2007 | Blog: http://blog.bibliotecaunix.org/


Iniciando



No nosso dia a dia sempre nos deparamos com algumas palavras em outras línguas que desconhecemos ou sentimos alguma dificuldade no seu significado. O Gnome possui um projeto chamado Stardict [1], que é voltado para traduções de palavras no ambiente Gnome.

Podemos usar a internet para usar o Stardict [2]!

O objetivo deste pequeno artigo é instalar um serviço de dicionário no Gnome do seu Debian Etch GNU/Linux para que possamos traduzir palavras do inglês para o português e vice-versa. Lembrando que, seguindo os mesmos passos, será possível instalar outros pacotes de tradução para outras linguagens.

[1] http://stardict.sourceforge.net/
[2] http://www.stardict.org/

    Próxima página

Páginas do artigo
   1. Iniciando
   2. Instalando
   3. Aperfeiçoando o Stardict com outros dicionários
Outros artigos deste autor

Controle de banda de domínios virtuais no Debian Etch

Criando um Firewall transparente com Bridges no Debian Etch

Mantendo seus dados em segurança com o EncFS

Melhorando a segurança do Firewall com Bridges usando Snort_Inline no Debian Etch

Leitura recomendada

Baixando e instalando o Ubuntu 6.10

Santos Dumont - Pioneiro do Opensource no Brasil

Interface Gráfica e Ambiente Integrado p/ Free Pascal

A mágica do dc

Udev - Funcionamento e Regras

  
Comentários
[1] Comentário enviado por fabio em 26/05/2007 - 03:02h

Do caramba! Meus parabéns pelo artigo.

Um abraço.

[2] Comentário enviado por danpos em 26/05/2007 - 03:17h

Excelente artigo, dei nota 10 ao mesmo. Linguagem simples, clara, direta, as fontes foram apontadas... Todos os procedimentos foram executados com perfeição. Realmente é bom ter os dicionários do Babylon disponível no GNU/Linux.

Satisfações,

Danpos.

[3] Comentário enviado por calaff2 em 27/05/2007 - 00:31h

Muito bom man!! sabe dizer se funfa no kde blz ?

[4] Comentário enviado por condector em 27/05/2007 - 22:09h

Funciona no KDE sim, basta apenas que você possua as dependências do GTK que o Stardict necessita.

[ ]'s
Brivaldo Jr

[5] Comentário enviado por betocg em 27/05/2007 - 22:23h

vou encostar o aurelio entao.e o site do altavista.

[6] Comentário enviado por thiagoaraujos em 28/05/2007 - 22:29h

gostei muito do artigo, mas gostaria de obter definiçoes pra palavras separadamente... por exemplo... se eu tento procurar por uma palavra simples como "angry" nenhuma ocorrencia é encontrada. Se eu procuro por "women" o dicionario acha varios verbetes derivados, mas nao a simples definiçao da palavra women. Estaria isso relacionado com a tal "fuzzy query"?

[7] Comentário enviado por condector em 28/05/2007 - 23:36h

Na realidade é o seguinte.. infelizmente o inglês possui significados diferentes para um mesmo verbete.. então, se você abrir o programa Stardict e digitar nele vai ver a palavra com terminação $NUMEROS$, o que pro Babylon, significaria ou um verbo ou pronome ou sei la o que, mas pro stardirct não faz sentido algum, dai ele não acha a palavra de cara, porque ANGRY$234823$ não é ANGRY, se você me entende, mas se você buscar, ele está lá.

[8] Comentário enviado por condector em 29/05/2007 - 00:27h

Postei lá na wiki: http://www.debian-ms.org/mediawiki/index.php/StarDict como resolver o problema!!

[9] Comentário enviado por thiagoaraujos em 30/05/2007 - 15:34h

desculpe pelo comentario... agora entendo melhor o mecanismo, depois que utilizei em situaçoes praticas... tem muitos verbetes, e é muito melhor que o dicionario anterior que eu utilizava.

existe algum dicionario pra definir palavras portugues-portugues?

[10] Comentário enviado por fdavid em 01/06/2007 - 08:18h

Cara seu artigo desbancou o meu :-(
Queime no inferno maldito.

Brincadeira :-)
Ficou muito legal, eu mesmo não vou usar a minha solução, estou recomentando seu artigo em meu blog.
Artigo VOL http://www.vivaolinux.com.br/artigos/verArtigo.php?codigo=6599
Artigo Blog http://fdavid.com.br/blog/?p=26

[11] Comentário enviado por condector em 01/06/2007 - 14:57h

Hauauaha, o engraçado é que postei meu artigo dia 20 e só foi publicado 6 dias depois.. e huaha, o que realmente ri pra kramba foi ter achado uma dica do dia 25 sobre exatamente o que falei.. uhauhaha, alguém leu minha mente no meio do caminho, uhauhhaua.

[12] Comentário enviado por marciowb em 16/07/2008 - 18:38h

Parabéns pelo artigo. Muito bom.
Eu uso o Kubuntu e tive alguns problemas com o Festival e Real Open TTS, mas acabei por resolver. Postei para a galera, em:
http://www.marciowb.net/blog/

[]s,
Marcio Wesley Borges
http://www.marciowb.net/blog/

[13] Comentário enviado por dikson em 03/10/2009 - 15:34h

ae cara eu sou novo e dou querendo baixar o Babylon_english_portuguese.BGL, mas quando eu clico no link que vc indica ele só me disponibiliza o .exe, onde eu posso conseguir o arquivo .BGL


[14] Comentário enviado por adrianobiozen em 09/10/2009 - 01:29h

Olá a todos

Estou tendo um problema na instalação do dictconv para conversão se dicionários do babylon para o stardict, seguindos os passos desse tutorial aparentemente vai tudo bem até o passo "$ ./configure" , então quando faço o "$ make" ele dá uma mensagem de erro:

[email protected]:/home/adriano/dictconv-0.2# make
cd . && /bin/bash /home/adriano/dictconv-0.2/missing --run autoheader
/home/adriano/dictconv-0.2/missing: line 46: autoheader: comando não encontrado
WARNING: `autoheader' is missing on your system. You should only need it if
you modified `acconfig.h' or `configure.in'. You might want
to install the `Autoconf' and `GNU m4' packages. Grab them
from any GNU archive site.
touch ./config.h.in
cd . && /bin/bash ./config.status config.h
config.status: creating config.h
config.status: config.h is unchanged
make all-recursive
make[1]: Entrando no diretório `/home/adriano/dictconv-0.2'
Making all in src
make[2]: Entrando no diretório `/home/adriano/dictconv-0.2/src'
source='babylon.cpp' object='babylon.o' libtool=no \
depfile='.deps/babylon.Po' tmpdepfile='.deps/babylon.TPo' \
depmode=gcc3 /bin/bash ../depcomp \
g++ -DHAVE_CONFIG_H -I. -I. -I.. -I/usr/include/libxml2 -g -O2 -c -o babylon.o `test -f 'babylon.cpp' || echo './'`babylon.cpp
babylon.cpp: In member function ‘bool Babylon::open()’:
babylon.cpp:53: error: ‘memcmp’ was not declared in this scope
babylon.cpp: In member function ‘void Babylon::convertToUtf8(std::string&, uint)’:
babylon.cpp:349: error: ‘memset’ was not declared in this scope
make[2]: ** [babylon.o] Erro 1
make[2]: Saindo do diretório `/home/adriano/dictconv-0.2/src'
make[1]: ** [all-recursive] Erro 1
make[1]: Saindo do diretório `/home/adriano/dictconv-0.2'
make: ** [all] Erro 2


Se alguém souber e puder ajudar fico muito grato!

Adriano


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts