Configurando o Stardict com dicionário do Babylon

No nosso dia a dia sempre nos deparamos com algumas palavras em outras línguas que desconhecemos ou sentimos alguma dificuldade no seu significado. O Gnome possui um projeto chamado Stardict que é voltado para traduções de palavras no ambiente Gnome, assim como o Freedict. Vamos aprender a turbinar o Stardict com palavras do Babylon.

[ Hits: 35.631 ]

Por: Brivaldo Alves da Silva Jr em 26/05/2007 | Blog: http://blog.bibliotecaunix.org/


Instalando



Poderíamos optar pelo método doloroso de instalação, mas aproveitando que o Debian Etch já vem super simples pra você, podemos fazer o seguinte:

# apt-get install stardict ttf-freefont stardict-tools

Você poderia executar o comando stardict agora mesmo e ver que ele foi para a bandeja do sistema ficar escutando o que você seleciona para traduzir instantaneamente numa caixa de diálogo ao lado da palavra selecionada, algo que realmente surpreendeu em relação ao Freedict, fora a maior gama de verbetes. O ttf-freefont é utilizado para busca fonética de palavras, muito interessante quando não sabemos ao certo a escrita da palavra, mas a pronuncia está no caminho.

Infelizmente não temos no repositório do Debian o dicionário para Português-Inglês que pode ser baixado aqui [3].

Vamos agora instalar o dicionário baixado da Internet:

# tar -xvjf stardict-dictd_www.freedict.de_eng-por-2.4.2.tar.bz2
# mv stardict-dictd_www.freedict.de_eng-por-2.4.2/* /usr/share/stardict/dic/


Pronto, nosso dicionário está instalado, agora é só iniciar o Stardict.

[3]http://prdownloads.sourceforge.net/...eng-por-2.4.2.tar.bz2?download

Página anterior     Próxima página

Páginas do artigo
   1. Iniciando
   2. Instalando
   3. Aperfeiçoando o Stardict com outros dicionários
Outros artigos deste autor

Mantendo seus dados em segurança com o EncFS

Controle de banda de domínios virtuais no Debian Etch

Criando um Firewall transparente com Bridges no Debian Etch

Melhorando a segurança do Firewall com Bridges usando Snort_Inline no Debian Etch

Leitura recomendada

Nagios Falante

Desbravando o mundo do Software Livre

Fazendo o Palm/Treo Funcionar no Ubuntu/KUbuntu

Personalizando um live CD e bootando-o diretamente do Grub

Como se comunicar com outros usuários da rede

  
Comentários
[1] Comentário enviado por fabio em 26/05/2007 - 03:02h

Do caramba! Meus parabéns pelo artigo.

Um abraço.

[2] Comentário enviado por danpos em 26/05/2007 - 03:17h

Excelente artigo, dei nota 10 ao mesmo. Linguagem simples, clara, direta, as fontes foram apontadas... Todos os procedimentos foram executados com perfeição. Realmente é bom ter os dicionários do Babylon disponível no GNU/Linux.

Satisfações,

Danpos.

[3] Comentário enviado por calaff2 em 27/05/2007 - 00:31h

Muito bom man!! sabe dizer se funfa no kde blz ?

[4] Comentário enviado por condector em 27/05/2007 - 22:09h

Funciona no KDE sim, basta apenas que você possua as dependências do GTK que o Stardict necessita.

[ ]'s
Brivaldo Jr

[5] Comentário enviado por betocg em 27/05/2007 - 22:23h

vou encostar o aurelio entao.e o site do altavista.

[6] Comentário enviado por thiagoaraujos em 28/05/2007 - 22:29h

gostei muito do artigo, mas gostaria de obter definiçoes pra palavras separadamente... por exemplo... se eu tento procurar por uma palavra simples como "angry" nenhuma ocorrencia é encontrada. Se eu procuro por "women" o dicionario acha varios verbetes derivados, mas nao a simples definiçao da palavra women. Estaria isso relacionado com a tal "fuzzy query"?

[7] Comentário enviado por condector em 28/05/2007 - 23:36h

Na realidade é o seguinte.. infelizmente o inglês possui significados diferentes para um mesmo verbete.. então, se você abrir o programa Stardict e digitar nele vai ver a palavra com terminação $NUMEROS$, o que pro Babylon, significaria ou um verbo ou pronome ou sei la o que, mas pro stardirct não faz sentido algum, dai ele não acha a palavra de cara, porque ANGRY$234823$ não é ANGRY, se você me entende, mas se você buscar, ele está lá.

[8] Comentário enviado por condector em 29/05/2007 - 00:27h

Postei lá na wiki: http://www.debian-ms.org/mediawiki/index.php/StarDict como resolver o problema!!

[9] Comentário enviado por thiagoaraujos em 30/05/2007 - 15:34h

desculpe pelo comentario... agora entendo melhor o mecanismo, depois que utilizei em situaçoes praticas... tem muitos verbetes, e é muito melhor que o dicionario anterior que eu utilizava.

existe algum dicionario pra definir palavras portugues-portugues?

[10] Comentário enviado por fdavid em 01/06/2007 - 08:18h

Cara seu artigo desbancou o meu :-(
Queime no inferno maldito.

Brincadeira :-)
Ficou muito legal, eu mesmo não vou usar a minha solução, estou recomentando seu artigo em meu blog.
Artigo VOL http://www.vivaolinux.com.br/artigos/verArtigo.php?codigo=6599
Artigo Blog http://fdavid.com.br/blog/?p=26

[11] Comentário enviado por condector em 01/06/2007 - 14:57h

Hauauaha, o engraçado é que postei meu artigo dia 20 e só foi publicado 6 dias depois.. e huaha, o que realmente ri pra kramba foi ter achado uma dica do dia 25 sobre exatamente o que falei.. uhauhaha, alguém leu minha mente no meio do caminho, uhauhhaua.

[12] Comentário enviado por marciowb em 16/07/2008 - 18:38h

Parabéns pelo artigo. Muito bom.
Eu uso o Kubuntu e tive alguns problemas com o Festival e Real Open TTS, mas acabei por resolver. Postei para a galera, em:
http://www.marciowb.net/blog/

[]s,
Marcio Wesley Borges
http://www.marciowb.net/blog/

[13] Comentário enviado por dikson em 03/10/2009 - 15:34h

ae cara eu sou novo e dou querendo baixar o Babylon_english_portuguese.BGL, mas quando eu clico no link que vc indica ele só me disponibiliza o .exe, onde eu posso conseguir o arquivo .BGL


[14] Comentário enviado por adrianobiozen em 09/10/2009 - 01:29h

Olá a todos

Estou tendo um problema na instalação do dictconv para conversão se dicionários do babylon para o stardict, seguindos os passos desse tutorial aparentemente vai tudo bem até o passo "$ ./configure" , então quando faço o "$ make" ele dá uma mensagem de erro:

[email protected]:/home/adriano/dictconv-0.2# make
cd . && /bin/bash /home/adriano/dictconv-0.2/missing --run autoheader
/home/adriano/dictconv-0.2/missing: line 46: autoheader: comando não encontrado
WARNING: `autoheader' is missing on your system. You should only need it if
you modified `acconfig.h' or `configure.in'. You might want
to install the `Autoconf' and `GNU m4' packages. Grab them
from any GNU archive site.
touch ./config.h.in
cd . && /bin/bash ./config.status config.h
config.status: creating config.h
config.status: config.h is unchanged
make all-recursive
make[1]: Entrando no diretório `/home/adriano/dictconv-0.2'
Making all in src
make[2]: Entrando no diretório `/home/adriano/dictconv-0.2/src'
source='babylon.cpp' object='babylon.o' libtool=no \
depfile='.deps/babylon.Po' tmpdepfile='.deps/babylon.TPo' \
depmode=gcc3 /bin/bash ../depcomp \
g++ -DHAVE_CONFIG_H -I. -I. -I.. -I/usr/include/libxml2 -g -O2 -c -o babylon.o `test -f 'babylon.cpp' || echo './'`babylon.cpp
babylon.cpp: In member function ‘bool Babylon::open()’:
babylon.cpp:53: error: ‘memcmp’ was not declared in this scope
babylon.cpp: In member function ‘void Babylon::convertToUtf8(std::string&, uint)’:
babylon.cpp:349: error: ‘memset’ was not declared in this scope
make[2]: ** [babylon.o] Erro 1
make[2]: Saindo do diretório `/home/adriano/dictconv-0.2/src'
make[1]: ** [all-recursive] Erro 1
make[1]: Saindo do diretório `/home/adriano/dictconv-0.2'
make: ** [all] Erro 2


Se alguém souber e puder ajudar fico muito grato!

Adriano


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts