Linux na Globo! (Hoje, 05/10)

Por se tratar de um evento que merece destaque em toda a comunidade, abro uma excessão para divulgar essa notícia. Sérgio Amadeu e Júlio Cezar Neves serão os entrevistados desta noite no programa do Jô.

[ Hits: 15.680 ]

Por: Fábio Berbert de Paula em 05/10/2006 | Blog: https://fabio.city


Linux na Globo



O sociólogo Sergio Amadeu da Silveira, ex-presidente do Instituto Nacional de Tecnologia da Informação e forte proponente do Software Livre, e Júlio Cezar Neves, professor da UniRio e também um importante personagem do cenário do Software Livre nacional, foram os entrevistados desta tarde de 03/10 do Programa do Jô.


Sérgio Amadeu e Júlio Neves no Programa do Jô
Foto cortesia: TV Globo / Zé Paulo Cardeal

Falaram sobre o conceito de Software Livre, citando sempre o Linux e, principalmente, o Apache, como maiores exemplos de uso de tecnologias de código aberto. Como se tratava de uma entrevista voltada ao público geral, procuraram explicar a diferença entre software e hardware, além de falarem por alto da importância das quatro liberdades inerentes ao conceito de Software Livre para o surgimento e o crescimento da própria Internet e da Wikipédia. Deram exemplos de importantes usuários de sistemas de código aberto, como Google, NASA, Agência Nacional de Securança dos EUA etc.

A produção do Programa do Jô informou que a entrevista vai ao ar hoje, dia 05/10. Fotos da entrevista serão enviadas para a redação da Linux Magazine hoje durante o dia e vamos publicá-las aqui nesta página.

Fonte:
http://www.linuxmagazine.com.br/Magazine/OnlineExclusive/Programa_do_Jo

   

Páginas do artigo
   1. Linux na Globo
Outros artigos deste autor

Interfaces Gráficas no Linux

Como criar um bot para curtir e comentar perfis do Instagram

Clicador automático de Tinder com Python

RedBug: Lista dos autores de artigos sorteados do mês

Mais uma política "suja" de marketing da Microsoft

Leitura recomendada

ArchLinux, uma distro de expressão aqui no VOL

VIM avançado (parte 1)

Instalando e deixando o Torsmo mais bonito

Colocando ícones e wallpapers no IceWM usando o DFM (desktop file manager)

Processos no Linux

  
Comentários
[1] Comentário enviado por leoberbert em 05/10/2006 - 15:34h

Bacana Fábio!!! Estarei ligado aki heheheh!!!

Abraço!

[2] Comentário enviado por leaf em 05/10/2006 - 16:10h

Bacana mesmo ...
Estamos de Plantão ehehehehhe ...

Abraços ...

[3] Comentário enviado por roanfranklin em 05/10/2006 - 16:26h

Muito massa. Hoje a noite eu deixo o meu Linux só por alguns instantes e vou para frente da TV. VOU ESTÁ LIGADO....

[4] Comentário enviado por fabio em 05/10/2006 - 16:28h

O brabo é que minha TV pifou, não tenho como assistir o Jô. Aqui onde tô morando não tem nenhum infeliz que me dê abrigo de madrugada. hehehe

Mas tá de boa, depois é bem provável que algum louco disponibilize o vídeo p/ download.

:P

[5] Comentário enviado por eei em 05/10/2006 - 16:30h

Heheheheh
Hj vou fazer um esforço pra assinti o programa do Jô

abraços.

[6] Comentário enviado por rodrigo.dfreitas em 05/10/2006 - 17:07h

Será que a microsoft vai anunciar no intervalo? :D

Abraço

Rodrigo

[7] Comentário enviado por lucianodrosda em 05/10/2006 - 17:42h

Pedindo desde já, alguém poderia gravar a entrevista, publicar no youtube e passar o link para nós?

Será bom para toda a comunidade.

[8] Comentário enviado por removido em 05/10/2006 - 19:10h

Essa entrevista bem que poderia acabar na Web pra todo mundo ter acesso. Ficará para a posteridade!

E acho que a escolha dos participantes foi muito feliz. Ambos são muito dignos representantes do movimento SL aqui no Brasil. E se o Prof. Júlio tiver levado o bom humor de sempre, a entrevista além de informativa, será muito engraçada.

Valeu pelo aviso Fábio. Abraço!

[9] Comentário enviado por jeffestanislau em 05/10/2006 - 19:25h

Hehehe...

Aí galera, muito massa!
Hoje então podemos comemorar 3 coisas.

1. Data oficial do lançamento do Linux. 15 anos do Pingüim!!!

2. Aniversário do nosso Grande Mestre, amigo e idealizador deste maravilhoso portal VivaoLinux ( Fábio Berbet de Paula).

3. Entrevista em âmbito Nacional, sem contar que o Programa do Jô passa na Globo News e BBC.

É ou não é algo que se deva comemorar!

Alguém vai perder essa?

Viva o Linux – Porque nós amamos a Liberdade!!!

[]'s
jefferson

[10] Comentário enviado por pink em 05/10/2006 - 20:42h

É bom saber... aguardarei após a novela.......
Feliz Aniversário!!!
Abraços.

[11] Comentário enviado por guesser em 05/10/2006 - 21:14h

ótimo acho que todos deveriam assistir esta, deve ser muito interessante isto...


Guesser

[12] Comentário enviado por leandro_hamid em 05/10/2006 - 21:57h

Eu estarei de prontidão para assistir o programa mas não se assutem nobres colegas se toda a filosofia de software livre for colocada a prova!!!!

Leandro

[13] Comentário enviado por edivan em 06/10/2006 - 00:00h

Não da pra acreditar que o SL demorou tanto tempo pra ter uma exposição como essa na midia brasileira.

[14] Comentário enviado por AlexMS em 06/10/2006 - 01:25h

A entrevista foi horrível...
Eles se embolaram, usaram muitos termos técnicos... Ficou evidente o desinteresse do jô... Ficaram mal um bloco...

Creio que ficaram nervosos...
No meu ponto de vista, foi algo negativo para o SL... :)

[15] Comentário enviado por mauricio.shakur em 06/10/2006 - 01:25h

Eita entrevistinha ruim! Sem conteúdo nenhum, e deixou muitos pontos sem serem esclarecidos. Parabens ao Jô que mostrou sua ignorancia completa em relaçao ao assunto.
A entrevista poderia ser muito melhor.

[16] Comentário enviado por davidsonbhz em 06/10/2006 - 01:27h

Acabei de ver a entrevista, e infelizmente fiquei um pouco frustrado; não com o que o Sérgio e o Júlio disseram, mas como o conceito de software livre ainda é visto no cenário geral. Não me lembro de ter visto o Jô Soares tão alheio a um assunto...
Mas de certa forma dá pra se ter uma idéia do que ainda nós como membros da comumidade Linux temos de trabalhar pra promover o conceito de software livre neste país.

[17] Comentário enviado por edulimaabreu em 06/10/2006 - 01:30h

Eu gostei, apesar de ter sido uma entrevista muito curta.
Realmente nao é facil falar sobre software livre ou qualquer outro assunto geek, pois o publico alvo do Programa do Jô nao é este.
Mas pra começar foi bom, pelo menos colocou o assunto à tona.

[18] Comentário enviado por caiovinic em 06/10/2006 - 01:38h

ruim!

[19] Comentário enviado por cbov em 06/10/2006 - 01:55h

bah, jo soares realmente não sabia do que estava falando :(
o Sergio e o Julio ate tentaram, mas para tentar esconder que nao sabia do que se tratava jo soares mal deixou eles falarem/explicarem direito....
fora o fato de ter deixado apenas 1 e ultimo bloco para eles, depois de 2 blocos de uma aberração de circo ....
bom fiquei descedecepcionado com a entrevista ;(((((

[20] Comentário enviado por chaplinux em 06/10/2006 - 02:20h

Bota ruim nisso!!!, o Sergio empolgado de mais... pq tava no "Programa do Jô", naum soube se expressar nas suas ideias, e olha q é Sociologo e Professor e Robert nas horas vagas, e o Júlio Cezar pouco falava, e o Jô O Bonzão, cortando a os cara direto sem deixar eles concluirem.

O pior colocaram 2 bloco primeiro de baboseira com tal de Carnal sei la do que! e um Bloco reduzido pra falar de Software livre. Putz
E a unica chance que apareceu, os cara não conseguiram concluir.

Alguem que queira dar alguma sujestão aos 2 entrevistado e ao Programa do Jô.

Sérgio Amadeu da Silveira
http://www.facasper.com.br/pos/professores/lato/samadeu.php
http://www.orkut.com/Profile.aspx?uid=1118101843324634239

Júlio Cezar Neves
julio.neves@gmail.com
julio.neves@estacio.br
julio.neves@dicaslinux.com.br

Programa do Jô (O Bozão)
http://programadojo.globo.com/

[21] Comentário enviado por rslrdx em 06/10/2006 - 04:35h

Infelizmente não assisti a entrevista inteira, porem, do pouco que assiti, não gostei. Acabo de voltar pro Brasil depois de alguns anos lá fora. Sai do Brasil pensando uma coisa sobre Linux e voltei pensando outras. Não sou nem um pouco contra o linux, muito pelo contrario, acho a idéia de liberdade maravilhosa, porem, também há problemas, ambos os lados, livre e de código fechado, tem qualidades e muitas falhas que precisam, acredito, e espero que sejam consertadas, não só na sua parte lógica mas também na parte ideológica.

Eu acreditava que Linux era melhor porque era livre e sempre seria melhor porque todos participam na criação. Sabem o que esta acontecendo por traz, mas isso causa um problema, as variáveis são muitas, muitas coisa, e praticamente tudo, pode ser mudado, assim não há um padrão, enquanto há um projeto que mantêm certo padrão, nada impede de ter outro projeto similar, com praticamente todo o código do programa mudado. No código fechado, as variáveis são menores, isso não significa que serão melhores ou piores programas, porem, mais fáceis de “consertar” se houver algum problema, claro que entendo que você, ou a empresa, precisaria provavelmente da assistência de empresa ou da pessoa que criou o programa, mas é possível conseguir esse apoio. Apoio esse que pode ser conseguido tanto em software livre como em software fechado.

Do ponto de vista de uma empresa, software livre é mais barato pra ser instalado e provavelmente usado, porem, quando a empresa tem necessidade de alguma assistência técnica, o software livre é, de certa maneira, mais caro, não no preço do serviço do técnico ou engenheiro, mas no tempo que pode levar ate ser consertado. Isto também acontece no software fechado, mas as garantias e suporte são, um tanto quanto, maiores. Note que garantia não é qualidade.


O Apache servidor http, é um exemplo, o programa é grátis, não há garantias das pessoas que cuidam do projeto, não há uma equipe de suporte. Qualquer administrador de um servidor http Apache deve saber que se algo der errado e não tiver conhecimento sobre o problema ou não encontrar documentação para o que esta acontecendo, possivelmente não terá uma empresa para ligar e requerer suporte imediato. Em uma situação parecida com software fechado e comprado, Não há garantias que a solução será rápida, porem é possível conseguir suporte rapidamente. Lembre-se que não é necessário ser programador para ser administrador, imagine tal situação numa empresa que tem como base de suas operações seu site 24 horas do dia, se este site estiver fora do ar por duas ou três horas o estrago pode chegar a milhares de reais / dólares, se levar mais tempo pode levar uma empresa à falência. Considere que não há um telefone para suporte do apache, não ah garantias, não a interesse direto de manter o cliente que pagou pelo software e pelo suporte dos colaboradores do projeto. Se você considerar que um servidor http fechado como o da Microsoft, tem suporte 24 horas do dia, com pessoas que podem de alguma maneira ajudar, e/ou solucionar o problema isto é muito valioso. No caso do apache podem se levar dias até ter suporte de algum dos colaboradores do projeto.

Outro detalhe dos programas de código aberto, que de certa maneira o prejudica, é que muitos projetos não duram, ou acabam parados por algum tempo por problemas financeiros, é por isso muitas vezes se encontra um link com informações sobre ajuda financeira ao projeto, basta olhar a pagina da fundação apache, onde há ate um link que diz: “doe seu carro velho”. http://www.apache.org/

Quando os projetos de software livre puderem manter um padrão sem que se imponha um limite na habilidade de criar e haja uma maneira de suporte comparável a que existe com programas fechados, certamente, o software livre crescerá muito. Volto a dizer, sou a favor do software livre, da liberdade de saber o que esta no meu sistema, seja ele pago ou não.



[22] Comentário enviado por user-kuruma em 06/10/2006 - 06:22h

Se eu já não conhecesse o programa, com certeza acharia que o entrevistado era o Jô. Ele tem que parar de ficar cortando os entrevistados e deixar as pessoas concluirem o raciocinio. Os dois professores até que tentaram, se esforçaram pra falar de forma clara sobre o assunto, mas como falar se o Jô não deixava???

[23] Comentário enviado por ijv314 em 06/10/2006 - 07:26h

Creio que essa entrevista seje o começo de uma melhor divulgação para um publico que não sabe o que é software e muito menos software livre. Acho que não é muito interessante criticar o apresentador, afinal, ele é uma pessoa comum, que pensa que Computador é uma caixa com o Windows dentro. Essa imagem não será mudada de uma hora para a outra, mas com certeza, daqui a algum tempo, as pessoas enchergarão melhor o software livre e juntamente com ele o Linux.
PS: Com o Ibope que essa entrevista deu ao Programa do Jô, não duvide se ele chamar outras pessoas para comentar esse assunto.

[24] Comentário enviado por apscherbach em 06/10/2006 - 07:33h

Bom, se eu não soubesse de quem se tratava no programa, nem sei o que estaria pensando agora.... ruim é elogio, foi péssimo. Para quem tinha uma dúvida ficou com duas, três!! Pareceu não ter havido preparação antes da entrevista. Ficou muito triste, eu estava dormiindo já, acordei nem sei como e liguei a tv no começo. Esperei dois blocos para ver aquilo? Que tristeza!!
O lado bom é todos concordamos que não foi legal então, eu vou mandar um email para a produção do programa falando sobre o fato e esclarecendo algumas coisas. Façam o mesmo, é melhor que apenas reclamar, não é?
Forte abraço a todos e mãos a obra para mudar essa abertura diminuta do SL na mídia.
Adriano

[25] Comentário enviado por horrible em 06/10/2006 - 08:53h

Poutz.

Fickar até a 01 da matina pra ver akela entrevista? :(

Temos de concordar, o Jô cortou os kras mas as dúvidas dele são as mesmas de alguns usúarios da M$. O problema que a pergunta "O que é Software Livre" continuou pendente.

O Jô tão bonzão, se dizendo o kra .. não entende de informática? ou se fez de não-entendido?

Mas é isso aí ... ainda temos o maior meio de comunicação que é a internet .. e aki podemos nos expressar e tirar as dúvidas de novos usúarios Linux.

[]'s

[26] Comentário enviado por roanfranklin em 06/10/2006 - 09:22h

Galera o que é que é isso. Num gostei não. Eu que estava tão empolgado, só faltei botar nas rádios da cidade onde moro... Puxa!!!

Então bola pra fente. Vamos fazer a nossa parte que é COLABORAR... ;)

[27] Comentário enviado por lordodin em 06/10/2006 - 09:24h

O maior culpado de tudo isso é o Jô, que não se deu o trabalho de pesquisar e estudar sobre o assunto.

Quando o Sergio foi responder retoricamente a pergunta "O que é software livre" comparando com um "Bolo e sua Receita" o Jô(SabeTudo) o interrompeu e quis uma resposta mais tecnica, sendo que ele não faz nem ideia o que é um codigo-fonte ou software.

Logo depois foram explicar oq seria o Linux, aí o JÔ(bonzão) para tentar demonstrar que pelo menos leu alguma coisa sobre o assunto, queria comparar o Linux ao UNIX, sendo que ele não sabia nem o nome....e ficava interropendo perguntando o nome, e acabou deixando a entrevista ainda mais confusa....lamentavel...



[28] Comentário enviado por thiagonovato em 06/10/2006 - 09:29h

Foi uma grande oportunidade que tivemos para deixar transparecido mais claramente os conceitos básicos de software livre.... infelizmente temos um babaca que se diz o dono da razão por escrever livros e concorrer a uma cadeira na academia brasileira de letras.... grande merda isso!!! Pois o principal conceito da boa convivência da civilização atual ele não tem, e ela se chama RESPEITO!

Infelizmente é lamentável...

[29] Comentário enviado por crasher em 06/10/2006 - 09:56h

Bom dia, membros da Comunidade.
Só uma palavra à respeito dessa tão comentada entrevista: lamentável...

Os dois entrevistados (na minha opinião) se perderam no assunto, explicando coisas técnicas, que o Jô Soares, como sempre, cortava...

Como disseram nos outros comentários:
foi uma grande chance da Comunidade de Software Livre se livrar do rótulo de 'bicho-de-sete-cabeças' ou 'coisa de hacker'..

Mas, acredito que surgirão outras oportunidades...



[30] Comentário enviado por julianlinuxer em 06/10/2006 - 10:16h

Realmente o Linux está aparecendo para o púlblico leigo, seja em jornais, revistas, programas televisivos, e isso me deixa bem feliz e orgulhoso do pinguim, se me permitem já houve várias matérias de boa qualidade sobre software livre no programa "olhar digital" na "rede TV", não tive mais tempo de assistir, se eu não me engano era nos domingos às 16:30. Veja um exemplo de entrevista com o "Jon Maddog" apresentado para todo o Brasil:

http://www.olhardigital.com/centralvideos.php?VideoID=457

Essa é apenas uma das dezenas de matérias sobre Linux apresentadas pelo programa. Procure mais no site e comprove!! Valeu!!!

[31] Comentário enviado por jragomes em 06/10/2006 - 10:50h

A Entrevista foi nitidamente cortada. Segundo consta, algumas partes que exemplificavam e explicavam claramente o que era Software Livre foram cortadas.
Acho que o rumo da entrevista deveria ter sido mudado, e ao invés de pautar na técnica, pautar porque o soft live é bom no ponto de vista social, humano e ecônomico. O público do Jô não é formado por técnicos, mas é por gente de classe média que tem escritório, pequenos negócios e seria de importante mostrar pra essa gente que soft live é viável.

Mas a melhor definição foi a diferença de soft e hardware... ahhaha

[32] Comentário enviado por hellnux em 06/10/2006 - 11:17h

Olá,

Também achei a entrevista curta, porém dar para ver que partes forma cortadas, cortar é coisa que a Globo mais faz. Mas gostei da entrevista, o Jô é um exemplo de usuário, as coisas devem ser explicadas de forma a facilitar o entendimento por parte do usuário, falo isso por que tenho contato direto com usuários leigos há dois anos, e o nível de compreensibilidade difere de cada um.

[]´s

[33] Comentário enviado por antonioclj em 06/10/2006 - 12:27h

Realmente a entrevista foi ruim. Além disso o tempo destinado a explicação de uma ideologia tão grande foi muito pequeno. Então a meu ver quem deveria ter tomado tais precauções seria quem foi explicar o que seria Software livre. Como muitos sabem o apresentador tem uma postura de querer saber tudo portanto mais uma vez quem deveria estar mais preparado para a entrevista eram o sociólogo e o professor. É como um jogo de futebol, vólei ou basquete estuda-se o oponente para ser dar bem em cima dele. Em relação ao Carnal parabéns para ele eu estava morrendo de rir aqui em casa. O camarada soube vender o seu peixe. Parabéns a ele.

[34] Comentário enviado por removido em 06/10/2006 - 12:46h

Desculpem aí, mas o povo gosta mesmo é de M**da! Elegeram o Paulo MALUF, mensaleiros, sangue-sugas e cia. Naturalmente o Jô deu três blocos, mais o fim do programa para esse tal de Carnal. Uma b**ta! E pra piorar o jô ainda tirou, como sempre, uma de mestre sabe tudo e tripudiou sobre a definição de software Livre. Disse que dão de graça, mas é pra vender depois. Talvez tenha feito alusão às drogas.

Sei que do que não gostei foi do Jô e da falta de respeito para como o Prof. Júlio e o Sérgio Amadeu. Faltou um acessoramento mais adequado ao apresentador. Espero que o SL tenha novas oportunidades em melhores condições.

[35] Comentário enviado por auditor em 06/10/2006 - 16:55h

ai..foi uma tremenda sacanagem..deram 10 min de entrevista aos caras...deram + tempo ao pm doido do que a um assunto interessante..fala serio..sem contar que o sociologo nao deixava o julio falar direito..e o jô se mostro um ignorante no assunto..mas tb ngm pode saber tudo ne?! pra mim infelizmente foi um caos..

[36] Comentário enviado por removido em 06/10/2006 - 18:19h

Ai que maravilha que o software livre tá tomando maiores proporçoes.
Mesmo que a entrevista não tenha sido lá essas coisas já é sinal de avanço, né?

Pena que não pude assistir! =/
Mó orgulho também pois sou aluna da Unirio!

bjsss

[37] Comentário enviado por removido em 06/10/2006 - 19:33h

http://gmc.globo.com/GMC/0,,2465-MC123,00.html
olha a entrevista no GMC!
é só um pedacinho :(

[38] Comentário enviado por matrix_do_php em 07/10/2006 - 09:47h

Foi uma vergonha essa entrevista.. 15min so.. e mal falado o Jô nao deixavas os caras falar =/

[39] Comentário enviado por yetlinux em 07/10/2006 - 11:57h

Prá quem não lembra, o Sandro Nunes Henrique já foi entrevistado pelo Jô nos tempos de SBT. Comparem as duas entrevistas.

O Jô acabou com a entrevista. Não sei se uma divulgação como esta é boa, ou se é mais uma exposição como que uma divulgação. Tratou os entrevistados como trata os entrevistados estranhos que por vezes vão lá. Foi mais uma vez o palhaço da elite burguesa, da "inteligentsia", que ganha dinheiro com software proprietário.

No Fantástico ou Jornal Nacional seria melhor. Muitos não gostam do Jornal da Globo porque às vezes passa muito tarde e, para sair nos noticiários locais, ainda há o risco de algum jornalista global tratar de forma cômica. Teria ao menos um minuto de respeito.

Assim o senhor Jô Soares segue sua vida entrevistando anões, atrações de circo, videntes, ETs, caipiras, prostitutas, e claro, geeks, segundo o que é mais atrativo, mais cômico e mais compreensível para ele. Dir-se-ia mais livre que Linux, já que ele afirmou que alguns linuxes são pagos e já que a inteligência dele vêm de graça pelo televisor.

[40] Comentário enviado por vsenna em 07/10/2006 - 17:02h

acho q eles deveriam ser um pouco menos "xiitas" pq a maioria da pessoas q nao mexem linux ou outro software livre, naum entenderiam mto os termos tecnicos...mas deu pra perceber q os entrevistados entendem mesmo do assunto, e concordo com o usuario yetlinux , q seria mais proveitoso uma materia em algum jornal, para q o assunto fosse melhor explicado...
mas tb notei um tom meio sarcastico do JO(Bonzao), em relacao ao software livre(acho q ele é defensor do window$)...
Foi uma pena o acontecido....
Mas pelo menos mostrou q cada vez mais o software livre vem ganhando mais espaço.

[41] Comentário enviado por taiar em 07/10/2006 - 19:55h

Gostei mais da entrevista com aquele PM que tem uma banda! huahuauhahua

[42] Comentário enviado por Tyreon em 07/10/2006 - 23:52h

http://www.youtube.com/watch?v=xD8_g75LKNc

[43] Comentário enviado por yetlinux em 08/10/2006 - 02:20h

É, aquele PM tem carisma e tem uma história legal. Não dá prá criticá-lo por isto. Porém pela importância que o software livre vêm ganhando hoje no mundo moderno, a pauta do dia deveria ser revista.

Um colega que leu meu primeiro post sugeriu-me que o chamado "Jornal Hoje" é um veículo mais apropriado dentro da programação global para este tipo de assunto. Fica como sugestão para a emissora: que produzam uma série sobre informática e deêm amplo destaque para o software livre.

[44] Comentário enviado por marcelogpl em 08/10/2006 - 14:52h

Pessoal,
Nao podemos ver programas de TV com visão técnica, o marketing foi realizado e todos estamos na mídia. O Jô e outros entrevistadores não entendem nada de tecnologia, mais pessoas ouviram falar de linux pela primeira vez e não vão esquecer por causa da fonte(Programa de TV respeitado).

[45] Comentário enviado por diekn em 08/10/2006 - 19:33h

Péssima entrevista mesmo...

Fiquei decepicionado... pior foi ver o PM Roqueiro com músicas horríveis, com todo aquele tempo no ar, mas essa é a cultura do povo brasileiro mesmo... pão e circo.
Mas se fosse o contrário, dois blocos para a entrevista do Software Livre, poderia ter sido pior, pois os entrevistados falaram bastante besteira...

Fiquei acordado pra ver a entrevista e fui dormir frustrado.

[46] Comentário enviado por fabiobarby em 09/10/2006 - 08:57h

a uns 4 anos atraz passou um carinha falando sobre hackers e tudo mais, mas a unica coisa que o cara só falou, era que ele conseguia abrir o drive de cdrom do computador invadido... patético aquilo, tanto ate q nem me empolguei em assistir essa reportagem da semana passada, ia ser o mesmo fiasco...

[47] Comentário enviado por malacker em 09/10/2006 - 09:03h

Aí vão os links para a entrevista completa em duas partes:

Parte1:
http://www.youtube.com/watch?v=9s690u52SxM&mode=related&search=

Parte2:
http://www.youtube.com/watch?v=GyM0tY3yHVQ&mode=related&search=

[48] Comentário enviado por antonioclj em 09/10/2006 - 10:16h

Bom dia pessoal. Como muitos perceberam ou como muitos tentaram imaginar o que poderia ter ocorrido para que a entrevista fosse aquele fiasco, leiam o que Júlio Neves tem a dizer sobre como foi os batidores da entrevista.

http://br-linux.org/linux/software-livre-no-jo-julio-neves-da-mais-detalhes

[49] Comentário enviado por juliaojunior em 09/10/2006 - 17:17h

O Jô é um idiota!!! Não entende nada e quer dar uma de sabidão! É claro que a entrevista tinha de ser ruim. Concordo com o questionamento se um entrevistador altamente vagabundo como o Jô contribui para a imagem do software livre. Não assisto o Jô há algum tempo, e continuarei sem assistir: afinal, b***ta eu mesmo consigo fazer na minha privada.

[50] Comentário enviado por yetlinux em 09/10/2006 - 21:52h

Percebi que o Julio não mencionou a Dataprev e, dada a explicação, melhor deixar como está.

Quanto à divulgação: Existe a enxurrada de 11.800.000 páginas disponíveis em português sobre linux segundo (*)

http://www.google.com.br/search?hl=pt-BR&q=linux&btnG=Pesquisar&meta=lr%3Dlang_pt

e outros 6.630.000 disponíveis sobre software livre de acordo com

http://www.google.com.br/search?hl=pt-BR&q=software+livre&btnG=Pesquisar&meta=lr%3Dlang_pt

Como hoje em dia a informação é maior, imagino que tipo de pessoa não faça uma busca dessas enquanto está navegando e prefira mandar e-mail para o programa.

* Cinco primeiros links:

http://br-linux.org/ - O mais antigo
http://www.vivaolinux.com.br/ - Esta casa.
http://pt.wikipedia.org/wiki/Linux - Verbete na Wikipedia
http://www.guiadohardware.net/kurumin/ - Kurumin, a distro mais usada no Brasil segundo as últimas pesquisas
http://www.linuxsecurity.com.br/ - Página com foco em dicas de segurança

[51] Comentário enviado por freeosbr em 10/10/2006 - 11:37h

Uma bela porcaria!
Não por parte dos entrevistados que se esforçavam para explicar ao entrevistador o que era software livre e como funciona.
Mas pelo amor de Deus cara, o Jô é ruim de entrevista, já foi melhor, talvez o pessoal do Pânico tenha razão, "Sandália da Humildade" nele. rss
Não perco meu tempo assistindo este programa, eu pensei fosse algo sério, e foi uma piada a entrevista, eu achei que os entrevistados sairam frustrados e decepcionados com o Jô, ele como escritor e entrevistador deveria ler um pouco mais sobre isso, ou ele é um analfabeto digital?
até mais.

[52] Comentário enviado por escorpion em 11/10/2006 - 09:17h

Que a entrevista em si foi uma merda não tem como negar.
O Jô foi um completo idiota, mas os entrevistados tbem não ficaram atrás, o Neves que me desculpe, pois sou fã dele, mas MERDA é o q melhor define o epsodio.

Em uma entrevista destinada ao publico "leigo", esse papo de SOFTWARE LIVRE não cola, o usuario "comum" por mais socialista que seja, vê o computador como um eletrodomestico e não têm o menor pudor em instalar um SO pirateado, pois na maioria ele nem tem essa noção, pois quando precisa fazer uma instalção, manda o computador para um "tecnico", em uma "empresa de informatica", e lá o kara instala aquele SO que ele baixou pelo emule, kazza, filewarez, etc. E no final o usuário "leigo" paga um valor por esse "serviço"(pra não dizer como se chama isso). Creio que aq não tenha esse tipo de usuario (ou poucos), então agora vc se coloque no lugar de um usuario desse que eu descrevi, será que ele será sencibilizado por uma entrevista com um kara formado em não sei o que, que dá aulas não sei onde, vem lhe dizer de SL, de codigo aberto?
Pra ele o software dele pode não ser livre, mas funciona muito bem, e não é tão caro assim, pois o "tecnico" fez um precinho camarada pra ele, e o mais socialista cre q não está usando um pirata, pois ele pagou pra ter ele em sua maquina.

Creio, ou melhor creio não, tenho certeza, se os entrevistados tivessem dito da funcionalidade, segurança, trava menos, um ponto fundamental: VIRUS, e depois de tudo isso dizer que é livre, e se desse tempo, que tem codigo aberto, a entrevista teria sido válida, pois da maneira como foi feita essa entrevista, ela deve ser deletada do cenario do SL.

Prefiro não comentar o exemplo que foi dado pra não dizer besteira, mas GOOGLE foi demais, desligei a TV e fui dormir.

[53] Comentário enviado por antoniodourado em 18/10/2006 - 08:30h

Cara, eu vi essa entrevista no programa...
Uma palavra apenas é o bastante pra definir o comportamento do Jô durante a entrevista, 'lamentavel'..
Infelizmente o Jo pensa que sabe de tudo, inclusive do que não sabe!
Com o escorpion disse, o publico leigo nao sabe o que vem a ser Software Livre... e nessa entrevista o Jo se mostrou bem leigo :P
Comparar Wikipedia e Software Livre, ele deveria tentar ler algo antes de entrevistar alguém!

[54] Comentário enviado por yetlinux em 14/11/2006 - 07:05h

Novidade publicada no BR-Linux:

http://br-linux.org/linux/entrevistas-em-video-dao-as-versoes-de-julio-neves-e-sergio-amadeu-sobre-a...

[55] Comentário enviado por Diede em 09/06/2008 - 14:02h

A entrevista foi ruim, mas, o foi pelo curso normal que as coisas tomam, quando há uma diferença de conhecimento tãoo grande entre o (os no caso) entrevistado e o entrevistador.
Pelo que ví­, nela o Jô Soares merecia uma "voadora de dois pés nas costas", como diria meu professor de física.
Imagine como é um entrevistador que não tem conhecimento para elaborar perguntas simples sobre o assunto e ainda interrompe os entevistados quando os mesmos tentam dar uma resposta inteligente baseada nas perguntas idiotas dele.
Sinceramente, eu gostaria de ter ouvido a comparação do Software Livre com o Bolo (ficaria mais interessante com Coca-Cola).
Até como o Lordodin disse, surgiu uma tentativa de comparação do Linux ao UNIX, mas ele não lembrava o nome (só sabia que era parecido com Linux), e já muda pra Linus, e os entrevistados explicam quem é Linus...
Ele tentou bater na tecla de que alguns Linuxes (ele podia ao menos ter aprendido a palavra "distribuição") são pagos, como se ser de graça fosse a única coisa notável no Linux.
Acho que não saber coisa alguma de determinado assunto é normal à todos, mas, não saber coisa alguma e interromper as explicações de 2 pessoas que entendem do assunto é pura ignorância (em dobro nesse caso), além do mais, falta de respeito, por tratar-se de uma entrevista.


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts