Alguém aí falou em deformação?

Pois é, falamos um pouco disso a algum tempo, mas agora vamos ver como esse pequeno (grande) efeito pode deformar também o conceito do nosso trabalho, seja ele de qualquer natureza.

[ Hits: 22.541 ]

Por: Guilherme RazGriz em 30/03/2006 | Blog: http://razgrizbox.tumblr.com


Deformar?



Em algum momento todos nós já utilizamos este efeito, seja para "brincar" ou simplesmente para tentar inovar, porém muitas pessoas não tem o "olho clínico" necessário para utilizar todos os recursos que o efeito oferece, então vamos aqui demonstrar como aplicar este efeito de maneira relativamente simples, mas sem obviamente deixar o conceito do trabalho de lado.

Não se preocupe, qualquer versão do Gimp serve para acompanhar este documento.

É de extrema importância que você leia (caso não tenha experiência com o GIMP) os documentos citados abaixo:
1. Abra uma imagem de um rosto qualquer, de preferência procure por algo que realmente você queira usar em algo sério (não é uma "montagem" dessas que fazemos para brincar).

2. Abra agora uma imagem de alguma coisa sólida, como uma roda de automóvel, um barbeador, etc.

Material do exemplo:


e respectivamente:


Agora que já temos o nosso material, vamos aprender um pouco mais sobre esta técnica diversificada.

Primeiro as "ferramentas" (filtros).

Temos abaixo o menu "Distorções" (submenu pertencente ao menu de filtros), respectivamente já com as setas indicativas mostrando quais ferramentas iremos utilizar com relativa frequencia.


Muito bem, agora nós vamos ver como agem os filtros destacados pelas setas:

Coordenadas polares: Faz com que a figura (ou camada) literalmente se distorça até atingir as coordenadas do globo, isso mesmo, ela forma uma "esfera", mas não é só isso, fazendo alguns ajustes no seu menu (caixa de diálogo) ainda é possível criar formas diversas e até mesmo corredores =]


Deformação interativa: Total liberdade para você fazer o que bem entender, desde "aumentar" partes da camada ou imagem pura, até mesmo distorce-la como uma roda moinho ou encolher parte do trabalho, etc. Resumindo é um mundo de possibilidades.


"Redemoinhos e marteladas": Este é bem simples, mas muito eficaz. Deforma o que for solicitado de forma que pareça um redemoinho, possui ajuste de ângulo, afundamento e obviamente raio de ação do filtro.


"Vento": O nome já diz o que o efeito faz, pode-se ajustar intensidade, direção, etc.


Muito bem, agora que já vimos o básico e também já separamos o nosso material de trabalho, já podemos prosseguir.

    Próxima página

Páginas do artigo
   1. Deformar?
   2. Montando
   3. Concluindo
Outros artigos deste autor

Inkscape descomplicado - Parte I

Uma pequena jóia sobre ilusionismo visual

Blender para todos! - Parte IV

Anima Beat

Criando Banners animados com o Gimp

Leitura recomendada

Conhecendo o Metisse

O Organo Abstrato e o GIMP

Compiz no Debian Etch

Edição pesada de imagens com o Gimp (parte 2)

Instalando Xgl + Compiz com uma pitada de Cgwd no Ubuntu Dapper Drake

  
Comentários
[1] Comentário enviado por Nick em 30/03/2006 - 16:44h

NOssa!! parabens pelo artigo!!!!

[2] Comentário enviado por removido em 30/03/2006 - 22:06h

Muito legal esse tutorial. Só estou com pena da modelo da foto que passou por tal transformação.

Li seu perfil no Deviantart e vi que gosta de "ghotic arts". É bem isso o que fez com a foto. Muito bom e parabêns!

[3] Comentário enviado por robertlucas em 31/03/2006 - 02:19h

cara... Otimo artigo... realmente... passamos despercebidos por alguns efeitos... foi bem posto...
parabens...

[4] Comentário enviado por sermart em 01/04/2006 - 14:43h

È difícil encontrar artigos com dicas deste tipo e com os detalhes que você colocou, muito bom mesmo

[5] Comentário enviado por forkd em 02/04/2006 - 00:27h

Sem querer ser redundante... excelente artigo!
A modelo com a mariposa na boca me recorda um excelente filme... O Silêncio dos Inocentes...
Por isso achei que a escolha desta montagem (a mulher com a mariposa na boca) foi um pouco de encontro com o que você disse:

"Vamos falar um pouco sobre o processo de montagem do nosso exemplo, lembrando mais uma vez que O MESMO NÃO DEVE SER SEGUIDO, o seu trabalho NÃO deve ser uma CÓPIA e sim algo de SUA propriedade. "

Sou muito detalhista... No restante, parabéns!

[6] Comentário enviado por razgriz em 02/04/2006 - 00:36h

Se você conhecesse a pessoa na qual me inspirei pra fazer diria que a mariposa é "singela" ao invés de um bico de corvo ( ela fala de mais. )


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts