Quebrando o gelo!! [RESOLVIDO]

121. Criança é fogo

Eduardo Paim Silveira
eduardo

(usa Linux Mint)

Enviado em 13/11/2007 - 12:07h

Um dia, uma menina estava sentada observando sua mãe lavar os pratos na cozinha. De repente, percebeu que sua mãe tinha vários cabelos brancos que sobressaíam entre a sua cabeleira escura. Olhou para sua mãe e lhe perguntou:

"Porque você tem tantos cabelos brancos, mamãe?"

A mãe respondeu:

"Bom, cada vez que você faz algo de ruim e me faz chorar ou me faz triste, um de meus cabelos fica branco".


A menina digeriu esta revelação por alguns instantes e logo disse:

"Mãe, porque TODOS os cabelos de minha avó estão brancos?"



  


122. Desenho de Deus

Eduardo Paim Silveira
eduardo

(usa Linux Mint)

Enviado em 13/11/2007 - 12:07h

Uma professora de creche observava as crianças de sua turma desenhando. Ocasionalmente passeava pela sala para ver os trabalhos de cada criança. Quando chegou perto de uma menina que trabalhava intensamente, perguntou o que desenhava. A menina respondeu:

"Estou desenhando Deus."


A professora parou e disse:

"Mas ninguém sabe como é Deus."


Sem piscar e sem levantar os olhos de seu desenho, a menina respondeu:


"Saberão dentro de um minuto".



123. Criança Inocente

Eduardo Paim Silveira
eduardo

(usa Linux Mint)

Enviado em 13/11/2007 - 12:08h

Um menino de três anos foi com seu pai ver uma ninhada de gatinho que haviam acabado de nascer. De volta a casa, contou com excitação para sua mãe que havia gatinhos e gatinhas.


"Como você soube disso?" perguntou a mãe.

"Papai os levantou e olhou por baixo", respondeu o menino.

"Acho que ali estava a etiqueta".



124. Criança esperta

Eduardo Paim Silveira
eduardo

(usa Linux Mint)

Enviado em 13/11/2007 - 12:08h

Todas as crianças haviam saído na fotografia e a professora estava tentando persuadi-los a comprar uma cópia da foto do grupo.

"Imaginem que bonito será quando vocês forem grandes e todos digam ali está Catarina, é advogada, ou também 'Este é o Miguel. Agora é médico".


Ouviu-se uma vozinha vinda do fundo da sala:

"E ali está a professora. Já morreu".



125. Brasileiro Corajoso

Ricardo Brito do Nascimento
rbn_jesus

(usa Fedora)

Enviado em 13/11/2007 - 12:17h

Estavam na china um brasileiro, um americano e um argentino.
Estavam bebendo na praça. Só que na China isso é proibido e eles foram
pegos em flagrante. Presos, foram mandados ao Juiz pra receberem sua sentença.
O Juiz deu uma bronca enorme e disse que cada um ia receber 20 chicotadas como punição. Só que estavam em transição entre o ano do cão e o do rato, então cada prisioneiro tinha direito à um pedido: - Você americano !
Seu país é racista, capitalista e eu odeio vocês, mas promessa é promessa! Qual o seu desejo, desde que seja não escapar da punição? - Quero que amarrem 1 travesseiro nas minhas costas!
- Que assim seja! E tome as chicotadas com o travesseiro nas costas. Lá pela décima chicotada o travesseiro cedeu e o americano levou 10 chicotadas. - Sua vez argentino!
Seu povo é muito arrogante e trapaceiro. Odeio vocês, mas promessa é promessa!! Qual o seu desejo?
- Que amarrem 2 travesseiros nas minhas costas!
E assim foi. Lá pela décima quinta chicotada os travesseiros cederam e o argentino tomou 5 das 20 chicotadas. Mas ficou feliz pq passou a perna no americano!
Foi a vez do brasileiro.
- Ora, ora, você é brasileiro... povo simpático, bom de futebol, humilde... como eu gosto do seu povo vc terá 2 pedidos!!
- Bem, eu queria levar 100 chicotadas...
- Espantoso!! Ainda por cima é corajoso !! Seu pedido será realizado!! Qual é o próximo?
- Amarra o argentino nas minhas costas!!


126. Racismo

Ricardo Brito do Nascimento
rbn_jesus

(usa Fedora)

Enviado em 13/11/2007 - 12:27h

Num avião, o piloto informa:
- Senhoras e senhores, o avião está perdendo altitude e toda bagagem deverá ser atirada fora!
Apesar de mais coisas serem lançadas fora, o avião continuou perdendo altitude.
- Estamos ainda perdendo altitude, por isso teremos que atirar fora algumas pessoas, avisa o piloto.
Há, neste momento, um grande rebuliço entre os passageiros.
E continua o piloto...
- Para fazer isso, de forma imparcial, os passageiros serão jogados para fora por ordem alfabética. Assim, começaremos pela letra "A":
- Há algum "Afro" a bordo?
Ninguém se move.
- "B"... Algum "Black" a bordo?
Nada. Silêncio absoluto...
- "C"... Algum "Crioulo" a bordo?
Continuou todo mundo calado e... nada.
- "D"... Alguém "De cor"?
De novo ninguém se mexeu... todo mundo feito estátua...
- "E"... Algum mais "Escurinho"?
Nada... Nisto, um pequeno menino negro pergunta ao pai:
- Pai ??? Afinal, o que nós somos?
- ZULUS, meu filho, ZULUUUUSSS... Entendeu!!!


127. INTELIGENTÍSSIMA!

Ricardo Brito do Nascimento
rbn_jesus

(usa Fedora)

Enviado em 13/11/2007 - 12:28h

Era uma vez um homem que tinha passado toda a sua vida trabalhando e que
poupara todos os centavos que ganhava.

Ele era realmente muito mão-de-vaca no que tocava ao seu dinheiro.

Antes de morrer, disse à mulher:

- "Ouve-me bem! Quando eu morrer, quero que pegues todo o meu dinheiro e
o coloques no caixão junto comigo.

Eu quero levar todo o meu dinheiro para a minha próxima encarnação."

Dito isto, obrigou a mulher a prometer, que, quando ele morresse, ela
colocaria todo o seu dinheiro dentro do caixão junto dele.

Um dia o homem morre. Foi colocado dentro do caixão, enquanto a mulher
se mantinha sentada a seu lado, toda de preto, acompanhada pelos amigos
mais chegados. Quando terminaram a cerimônia, e antes de o padre se
preparar para fechar o caixão, a mulher disse:

"Só um minuto! " Tinha uma caixa de sapatos com ela.

Aproximou-se e colocou-a dentro do caixão, juntamente com o corpo. Um
amigo disse-lhe:

"Espero que não tenhas sido doida o suficiente para meteres todo aquele
dinheiro dentro do caixão!" Ela respondeu: "Claro que sim. Eu
prometi-lhe que colocaria aquele dinheiro junto dele foi exatamente o
que fiz." "Estás me dizendo que puseste todos os centavos que ele tinha
dentro do caixão com ele?" "Claro que sim!" respondeu a mulher. "Juntei
todo o seu dinheiro, depositei-o na minha conta e passei-lhe um cheque."


A todas as mulheres inteligentes, um lindo dia!Homens cuidado....

NÃO ESQUEÇAM DE COLOCAR O CHEQUE DEVIDAMENTE NOMINAL E CRUZADO...


128. Velório do Português

Ricardo Brito do Nascimento
rbn_jesus

(usa Fedora)

Enviado em 13/11/2007 - 12:30h

Um brasileiro, de passagem por Lisboa, foi surpreendido com a notícia de que um amigo seu, português, morreu e seria enterrado naquela tarde.

Chateado com a situação, a perda de um amigo do peito, procurou saber onde seria o velório e foi para lá.

Ao chegar, viu que no caixão estava o morto inteiramente nu e ao lado um grande pote cheio de creme, no qual cada um dos presentes metia a mão e após apanhar um pouco, passava sobre o defunto.

Surpreendido pela cena, coisa inusitada para ele, aproximou-se da esposa e perguntou:
- Desculpe-me a ignorância, mas o que estão fazendo é tradição por aqui?

A esposa respondeu:
- Não! É inédito! Nunca fizemos. É que ele pediu para ser cremado...


129. SUS

Ricardo Brito do Nascimento
rbn_jesus

(usa Fedora)

Enviado em 13/11/2007 - 12:30h

O telefone toca e a dona da casa atende:
- Alô?!
- Senhora Silva, por favor.
- É ela quem fala.
- Senhora Silva, aqui é o Dr. Arruda do Laboratório. Ontem, quando o
médico enviou o material da biópsia do seu marido, uma biópsia de um
outro Sr. Silva também chegou, mas houve uma falha de controle aqui no
laboratório e agora não sabemos qual é a do seu marido. Infelizmente, os
resultados são ambos ruins e terríveis.
- O que o senhor quer dizer?
- Bem, um dos exames deu positivo para Alzheimer e o outro deu positivo
para AIDS. Nós não sabemos qual é o do seu marido.
- Isto é espantoso! vocês não podem repetir os exames?
- Normalmente seria isso o que faríamos, mas o SUS só paga esses exames
caros uma única vez por paciente.
- Bem, e o senhor me aconselha a fazer o que?
- Se a senhora não puder pagar como particular, o pessoal do SUS
aconselha que a senhora leve seu marido para algum lugar bem longe da
sua casa e o deixe por lá. Se ele conseguir achar o caminho de volta,
não faça mais sexo com ele.


130. Japonês é tudo igual .....

Ricardo Brito do Nascimento
rbn_jesus

(usa Fedora)

Enviado em 13/11/2007 - 13:11h

Toshiro ocupava uma posição estratégica numa empresa de tecnologia na cidade de Taubaté (SP) e, aproveitando um feriado prolongado, foi dar uma esticada nas boates da Liberdade, bairro japonês da Capital.

Por volta da meia noite, agarrado com duas gueixas e com a cabeça cheia de saquê, recebeu uma chamada no celular. Era o superintendente da empresa.

- Toshiro, deu pau no sistema principal e estamos precisando de você para dar um jeito nisso!

- Mas chefe, o senhor me autorizou o fim de semana ... Estou na maior festa e meio "alterado " !!!

- A autorização está cancelada e trate de curar o porre durante a viagem. Se não chegar ASAP (as soon as possible), pode esquecer o emprego!

E desligou...

Bêbado e desesperado Toshiro foi para a rodoviária comprar passagem para Taubaté. O guichê estava fechado e só abriria às 5 da manhã. Desgraça
!!!
No meio do desespero alguém sugeriu que comprasse uma passagem para o Rio de Janeiro e que pedisse ao motorista para deixá-lo na entrada de Taubaté, na via Dutra. Seria a salvação! Um ônibus sairia para o Rio em dez minutos, comprou a passagem e falou para o motorista:

- Eu preciso descer na entrada para Taubaté. Estou num fogo danado, mas queria que você me acordasse de qualquer jeito. Eu vou gritar, xingar, mas é o porre. Me jogue fora do ônibus de qualquer maneira; não posso perder meu emprego. Toma cinquenta reais pelo favor!

Isso feito, Toshiro se afundou numa poltrona e apagou.

Acordou com o sol batendo na sua cara e o ônibus na avenida Getúlio Vargas, pleno centro da cidade do Rio de Janeiro.

Ficou puto da vida, xingou o motorista, desceu do veículo ali mesmo e continuou o escarcéu na calçada, enquanto procurava uma solução.

Uma senhora que passava ainda comentou com o motorista do ônibus:

- Nossa! Como é sem educação esse japonês...

E o motorista:

- Esse não é nada. A senhora tinha que ver um que eu deixei em Taubaté... Aquele sim era mal-educado!


131. Divórcio e Divisão de Bens

Rodrigo Ferreira Valentim
engos

(usa openSUSE)

Enviado em 13/11/2007 - 14:05h

Dois companheiros de juventude se reencontram após muitos sem se ver:

-Grande Carlão! Há quanto tempo! Como você tem passado, cara? O que tem feito da vida durante todos esse anos?

-Bom, meu caro Hamilton, eu vou tocando a vida. Já casei, tenho três filhos, me separei, o divórcio saiu esta semana, com divisão de bens e tudo mais.

-E seus filhos?

-A decisão do meritíssimo juiz foi para que ficassem com aquele que recebeu a maior parte dos bens na divisão.

-Isto quer dizer que eles estão morando com sua ex-esposa?

-Não é bem isto, na verdade eles ficaram com nosso advogado.


132. Estátua Mágica

Rodrigo Ferreira Valentim
engos

(usa openSUSE)

Enviado em 13/11/2007 - 14:27h

Um sujeito está passeando pelo cais do porto em San Francisco.
Num antiquário ele vê uma estátua de um rato em bronze em tamanho natural.
A estátua é realmente muito bonita e o sujeito resolve comprá-la.
- Quanto é? - pergunta ele ao vendedor.
- 12 dólares pela estátua, e 1000 dólares pela história dela - responde o vendedor.
- Vou levar a estátua - diz o sujeito - mas não quero essa história cara.
O sujeito sai da loja com a estátua do rato debaixo do braço.
Ao atravessar a rua, dois ratos saem de uma boca-de-lobo e o seguem.
Mais adiante, saem mais ratos de outras bocas-de-lobo e de bueiros que vão se juntando e formando uma multidão.
Ao olhar para trás, e vendo esta horda, o sujeito se desespera e começa a correr.
Mas todos os ratos correm atrás.
Ele então vai até a ponta do cais e arremessa a estátua o mais longe possível para dentro do mar. E todos os ratos pulam para dentro do mar, afogando-se.
Ainda tremendo com o susto, ele volta para a loja.
- Ah! O senhor veio para comprar a história - diz o vendedor.
- Não. - responde o sujeito - Eu queria saber se o senhor tem uma estátua de advogado...






Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts