Guerra no Rio

1. Guerra no Rio

Clodoaldo Santos
clodoaldops

(usa Linux Mint)

Enviado em 29/11/2010 - 17:35h

http://www.estadao.com.br/noticias/nacional,policia-e-exercito-iniciam-invasao-no-complexo-do-alemao...

Eu fico me perguntando:
1- Pq não fizeram isso antes?
2- Será o fim do dominio do poder paralelo? Ou haverá apenas uma troca de quem manda no morro?
3- O estado tem "poder" ou vontade politica de realmente acabar com o dominio do crime nos morros cariocas?
4- Por que os atiradores de elite não abateram os criminosos enqto fugiam naquela estrada de terra? Afinal eram alvos "perfeitos" p/ qualquer "sniper", não eram?





  


2. Re: Guerra no Rio

Perfil removido
removido

(usa Nenhuma)

Enviado em 29/11/2010 - 17:41h

Porque antes não haviam interesses políticos.

É um fim duradouro, pelo menos 2 anos de limpeza.

Sim eles tem poder o suficiente até apra acabar com a fome mundial, vontade advem de motivação política.

Estavam filmando.

-----------------------------------------------

Os jogos serão no Rio de Janeiro, caso o Rio seja considerado inseguro eles irão acontecer em outro lugar e isto derrubará financeamentos milionários que estão em andamento para o evento e também irá desencorajar o turismo. Portanto não é por acaso.


3. Re: Guerra no Rio

Perfil removido
removido

(usa Nenhuma)

Enviado em 29/11/2010 - 17:46h

Agora pouco, estávamos falando sobre isso aqui na cantina da facu.

Um cara nos perguntou, o que seria dos bandidos do Rio, agora que eles estão sendo expulsos dos morros?

Resposta simples: Agora os bandidos do Rio vão todos pra Brasília. huahauhuahauhauhauha

===================================

O estado tem poder sim para dominar o crime em qualquer lugar do Brasil, não vou entrar nos porqueês, pois a discussão é longa.
Não fizeram isso antes, porque simplesmente queria evitar a fadiga.

sobre os snipers, não sei, quando matam um bandido a população já faz protesto e barricada, imagina se matarem uns vinte, vai dar rebelião generalizada.


4. Re: Guerra no Rio

Luan Kleber
luanyata

(usa Ubuntu)

Enviado em 29/11/2010 - 17:56h

Cara um vi uma matéria na record( se não mim engano) hoje onde o Sec. do SSP RJ foi questionado porque não fez isso antes...
Ele informou que ele não tem policiais suficientes para tal operação... tudo foi graças as formas armadas... para ele poder tirar o exercito do morre ele tem que treinar mais 3 mil homens... não tem como comparar o poder de fogo entre os dois (exercito e policia).
Creio que realmente o morro tenha paz cmo já ocorreu em outros, porem pra mim tudo aquilo só mudou de lugar ... apenas isso, resta saber aonde vai surgir o Russo agora...
Também fiquei mim perguntando quando vi os cara correndo naquela estrada " porque não eliminou todos, aquele era o momento" porem temos leis , mesmo sabendo que eram bandidos,traficante,e coisa e tal os direitos humanos jamais iriam conceber tal atrocidade


5. Re: Guerra no Rio

Clodoaldo Santos
clodoaldops

(usa Linux Mint)

Enviado em 29/11/2010 - 18:11h

onde estão os direitos humanos qdo um menino é morto dentro de casa com uma bala na cabeça?

mas se vc abate 10-20 fdp daqueles que estavam armados até os dentes todos caem de pau em cima da PM... isso é f... me deixa irritado!

ainda bem que Deus não me fez um militar ou policial... pq a historia seria diferente


6. Re: Guerra no Rio

Izaias
izaias

(usa LMDE)

Enviado em 29/11/2010 - 18:33h

Acho que vou fazer campanha pro COI e a FIFA fazerem, respctivamente, Olimpíadas e Copas do Mundo a cada 4 anos no Rio. Os eventos poderiam ser alternados. Seria a 'Era da Ordem'.
Porque quem sabe essa cambada do Poder Público tomaria vergonha na cara.
Ou eles pensam que nós não sabemos que se essa violência persistir, o COI e a FIFA cancelam os eventos rapidinho, rapidinho!
Tomem vergonha na cara, senão verão o que acontece.
E São Paulo que se cuide também!


7. Re: Guerra no Rio

j g meinhardt
meinhardt_jgbr

(usa Debian)

Enviado em 29/11/2010 - 18:34h

1 - Uma ocupação desta natureza requer muito planejamento e preparação logística envolvendo vários setores que em condições normais não colaboram entre si. Existe uma tremenda guerra de vaidades, além da guerra real contra o trafico e o crime organizado.
Entendo que apenas não fizeram antes porque não foram forçados pela reação do crime organizado contra a implantação e controle das comunidades pelas forças policiais. A programação para o domínio destas comunidades me parece que era para 2012.
Os bandidos é que deram uma cartada maluca, tentando cutucar o tigre com vara curta pensando em evitar o domínio de seus respectivos territórios sabedores de que as UPP's estavam em gestação.

2 - Caso efetivamente ocorra a permanência de forças pacificadoras nas áreas ocupadas e esta ocupação seja de caráter permanente, tem tudo para dar certo. Será preciso dominar também a corrupção que é o passo mais difícil. Por esta razão o ênfase em usar efetivo de recrutamento recente, ainda não contaminado pelo vírus da corrupção.

3 - Que o estado tem poder, ficou mais do que claro. Basta ter a coragem de usar. Bandido basicamente não sabe nem usar as armas de que dispõem, com exceção daqueles que tiveram treinamento militar. Bandido é basicamente covarde. Só tem bravura e bravatei quando está no dominio da situação, por tras de uma arma, contra alguém desarmado. Em igualdade de condições ou inferiorizado, foje, como foi visto e documentado. Era a hora perfeita de passar fogo na vagabundagem, afinal, não existe nem foi inventada ainda a maneira de fazer omelete sem quebrar os ovos necessários. Que gente inocente vai sair vitimada, não há dúvida, porém precisamos lembrar que mesmo sem fazer nada, tantos outros inocentes morrem por bala perdida, provocada por algum moleque bunda-suja brincando com arma e dando tiro a esmo. Com as armas que a vagabundagem dispunha, na posição acima do morro, gente preparada teria feito um estrago tremendo nas forças invasoras. Menos mal que os vagabundos são uns merdas.
4 - Nem precisaria usar atirador de elite. Bastava autorizar algum dos helicópteros artilhados a passar fogo com metralhadoras. Como são covardes e despreparados militarmente apenas fugiram deixando para tras armas e munições sem reagir contra o apoio aéreo. Também sou partidário do extermínio de todos estes vagabundos. Acho que a imprensa que quiser dar cobertura deve faze-lo apenas a pé, acompanhando as forças de ocupação. Imprensa em helicóptero na área de operação definitivamente não deve ser permitida, primeiro porque apenas tumultua a área de voo e por ser alvo fácil apresenta grande risco aos repórteres.
Para quem reclamar, basta perguntar se em operações desta natureza ou gravidade em outros países será mesmo tolerada a presença de órgãos de imprensa em helicópteros.
As forças policiais foram muito gentis. Se estivesse numa operação como esta, aquele olhar arrogante e desafiador de alguns dos bandidos presos não ia aparecer porque já haveria deixado a marca do tambor de um revolver na orelha do desgraçado depois de uma bela coronhada.

Desculpem o desabafo mas não pude resistir, lugar de bandido é na cadeia ou abaixo de 7 palmos de terra.


8. Re: Guerra no Rio

Perfil removido
removido

(usa Nenhuma)

Enviado em 29/11/2010 - 18:50h

assás verboso Sr. Jorge. ahhahha


9. Re: Guerra no Rio

j g meinhardt
meinhardt_jgbr

(usa Debian)

Enviado em 29/11/2010 - 18:53h

Pensando exatamente nisto, fiquei muito tentado no final a apagar tudo e deixar pra lá.


10. Re: Guerra no Rio

Luan Kleber
luanyata

(usa Ubuntu)

Enviado em 29/11/2010 - 18:55h

está faltando mais uma sabia mente aqui... Kd o Teixeira??


11. Re: Guerra no Rio

Eduardo
anonymous

(usa Debian)

Enviado em 29/11/2010 - 19:06h

Ações como essas que aconteceram no RJ, tem que ocorrer em todo Brasil.
Isso foi sinal de que se o governo quiser esse poder paralelo acaba.

Acredito que se a mídia sair de cima, voltará a tudo ser como antes.


12. Re: Guerra no Rio

Andre (pinduvoz)
pinduvoz

(usa Debian)

Enviado em 29/11/2010 - 19:11h

Violência gera violência, reza o ditado, com toda razão.

Matar a tiros bandidos que estão fugindo seria crime, penso eu, e entraria na seara do ditado acima.

Melhor esperar e prender esses bandidos mais tarde, já que, uma hora ou outra, a oportunidade aparece.

Não podemos esquecer que somos um estado de direito, democrático e com garantias que não podem ser tiradas de nenhum cidadão, sob pena de termos a certeza de que um inocente será vitimado por tal "diferenciação" ou "categorização" de cidadãos.






Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts