i3 - Tilling Window Manager

Um Tilling Window Manager é um gerenciador de janelas com uma organização da tela em quadros mutuamente não sobrepostos. O i3 é um gerenciador de janelas baseado no Wmii. Extremamente simples e minimalista, ajusta automaticamente o tamanho e a posição das janelas, não permitindo sobreposição e nem espaço perdido entre as janelas.

[ Hits: 30.036 ]

Por: Fernando em 23/08/2013 | Blog: https://github.com/phoemur/


Introdução



O gerenciador de janelas provavelmente, é um dos softwares que você mais usa em suas tarefas cotidianas. O gerenciador de janelas serve para desenhar as suas janelas, movê-las, redimensioná-las, etc.

Se você tem um botão de minimizar ou maximizar na barra superior dos seus aplicativos, agradeça ao gerenciador de janelas. Existem dois tipos principais de gerenciadores de janelas:

1. Floating window managers

São os gerenciadores de janelas mais usuais, que permitem que você posicione suas janelas onde quiser no Desktop, de forma que as janelas são independentes uma da outra, permitindo que haja sobreposição, mais ou menos da forma que você posicionaria folhas de papel em sua mesa.

Exemplos: KWin, *Box, xfwm4, FVWM etc...

Também existem os Window Managers, cuja principal função é renderizar e processar efeitos, além das funções habituais, porém, pelo seu funcionamento, também são classificados dentro desta categoria.

Exemplo: Compiz.

2.Tilling window managers

É um tipo mais elitista de gerenciador de janelas. Extremamente simples e minimalistas ao extremo, ajustam automaticamente o tamanho e a posição das janelas, não permitindo sobreposição e nem espaço perdido entre as janelas, ou seja, divide as janelas lado a lado.

Daí o nome "tilling", que significa aproximadamente "em mosaico". A tarefa de posicionar as janelas compete ao gerenciador de janelas em maior parte do que ao usuário, que ainda mantém o controle se preferir.

Exemplos: i3, awesome, dwm, ratpoison, wmii, entre outros.

A fronteira entre esses dois tipos nem sempre é clara, pois alguns gerenciadores da primeira categoria possuem algumas funções da segunda, e vice-versa.

Contudo, a pergunta principal seria: por que uma pessoa usaria um Tilling Window Manager, se este limita (em termos) a sua liberdade de sobreposição e redimensionar sua janela como quiser e ainda parece ser mais difícil de usar?

É difícil dar uma resposta sem entrar em território da preferência pessoal, subjetiva quase sempre, porém, alguns pontos seriam:
  • Uso de múltiplos monitores é muito frequente, com telas grandes, pois ficar dividindo um monitor pequeno em 8 quadros, por exemplo, prejudicaria a usabilidade. Com múltiplos monitores, a produtividade pode ser até maior. Imagine-se, no outro extremo, com um Desktop com 6 monitores como o da foto (abaixo). Usar o i3 com seus atalhos seria até mais fácil do que ficar correndo atrás com o mouse pelas diversas telas.
  • Os Tilling Window Managers podem ter múltiplas áreas de trabalho, assim como os gerenciadores mais habituais. Apresentam geralmente um uso mais intensivo do teclado do que do mouse para realizar as suas tarefas.
  • Geralmente, as janelas não vão ter decoração nas bordas. Vão ter uma barra superior apenas com o nome, o que economiza espaço.
  • Trocar de janelas e Desktops virtuais através de atalhos do teclado, quando você se acostuma, pode ser mais fácil e conveniente, principalmente se usar diversas áreas de trabalho.

Em minha limitada experiência com eles, fica meio complicado utilizar o Browser lado a lado com outras aplicações, e o jeito é rodar ele sozinho em outra área de trabalho, ou em Fullscreen.

Vale a pena utilizar os Tilling Window Managers quando você utiliza várias aplicações ao mesmo tempo, principalmente o terminal, precisa alternar frequentemente entre elas, e algumas vezes abrir aplicações gráficas, como vídeos, jogos, fotos, etc.

E têm o seu uso garantido também em computadores com poucos recursos, pois são ainda mais leves que os *box. Com um monitor de 19", já fica bom pra usar. Nestes casos, a produtividade pode ser até maior do que nos gerenciadores padrão.

Não tem jeito, tem que experimentar para ver se gosta e se adapta.

O i3 Tilling Window Manager

O i3 é um gerenciador de janelas baseado no Wmii. Ele usa um layout baseado na divisão manual, ou seja, quando você abre uma nova janela, você escolhe se dividirá a tela horizontal ou verticalmente, o que leva a layouts complexos, se necessário.

Além disso, você pode agrupar determinadas janelas em containers, que são grupos de janelas. Esse arranjo é extremamente flexível, porém, exige uma curva de aprendizado maior e mais intervenção do usuário.

Possui uma barra de status na parte inferior que é bastante útil, mostrando informações do sistema. Trabalha com teclas de atalho semelhantes ao estilo do Vim.
Linux: i3 - Tilling Window Manager


    Próxima página

Páginas do artigo
   1. Introdução
   2. Instalação
   3. Configuração básica e utilização
   4. Editando as configurações
Outros artigos deste autor

Wake-on-LAN (WOL) utilizando Netcat - Dissecando o protocolo

ZFS no GNU/Linux

Honeypot Kippo 0.8 - Instalação e utilização

Leitura recomendada

Scilab - Mais uma alternativa livre ao MATLAB

iTALC 2.0 - Instalação e Configuração no Ubuntu

Desvendando o editor Vim

Docker Linux Container - Open vSwitch Containers - Múltiplos Servidores

Experimento: Transformando openSUSE 12.3 Tumbleweed em 13.2 Factory Milestone 0

  
Comentários
[1] Comentário enviado por izaias em 23/08/2013 - 00:29h

Não conhecia.
Muito interessante!

[2] Comentário enviado por lowbit em 23/08/2013 - 09:43h

Eu ando usando esse i3 há algum tempo, primariamente no trabalho, e às vezes em casa.

Acho muito útil. É leve como o Openbox (que estava usando antes de migrar para ele), e ainda mais prático para quem está acostumado a usar muito o teclado.

As funções que se destacam são o "dmenu", e a possibilidade de poder mover, redimensionar, transferir para outro workspace, fechar e alterar para o modo "fullscreen" qualquer janela, e sempre com os mesmos atalhos.

Para quem usa muitos terminais também é bem legal. Dividir na mesma tela dois terminais, um vídeo, o Skype, etc é bastante interessante. Eu estou acostumado a utilizar fontes bem pequenas no desktop, então ganho ainda mais espaço na tela.

E é leve, de verdade! Já disse isso, mas vale a pena repetir.

[3] Comentário enviado por lcavalheiro em 23/08/2013 - 09:52h

Porra, do [*****] esse i3!

[4] Comentário enviado por phoemur em 23/08/2013 - 10:36h

Eu coloquei aqui no artigo só o básico, mas dá pra fazer muita coisa com o i3, colocar papel de parede, applets de volume e rede, pra quem gosta...
Dá pra fazer quase tudo o que faria em um DE padrão de forma muito mais leve

[5] Comentário enviado por lcavalheiro em 23/08/2013 - 10:43h

Coisas como o i3 são coisa de pinguim doido ou pinguim iluminado (flame wars on: pinguim iluminado = slacker). É a mostra que a comunidade não se rendeu completamente ao combo Redmond (until brain burns ; do next > ; done ; install) e ao crack Apple (aparência é o que importa)

[6] Comentário enviado por izaias em 23/08/2013 - 10:56h

Quase que não consigo encerrar a sessão para mudar o ambiente padrão. rsrs

O site de comandos é importante consultar ( http://www.i3wm.org/docs/userguide.html ).

Vou dedicar um tempo para aprendizado. E vale, o ambiente é o mais leve que já testei.

[7] Comentário enviado por removido em 23/08/2013 - 18:30h

nice work!

para o Debian eu sugiro o seguinte:

# apt-get install i3 i3status i3lock dunst dwb suckless-tools

O dunst é um pequena feramenta de notificação, enquanto que o dwb é um excelente e levíssimo navegador, o qual em meus testes do HTML5:

http://gnutwoall.wordpress.com/2013/07/01/testando-o-html5-em-alguns-navegadores/

Obteve um score de quase 400!

* o mesmo não foi incluído nos testes já que o post é anterior à sua data de instalação.

Segue uma imagem do mesmo:

https://www.dropbox.com/s/gi9lahlufajrz50/dwb-3.png

[8] Comentário enviado por lcavalheiro em 26/08/2013 - 12:48h


[8] Comentário enviado por edps em 23/08/2013 - 18:30h:

nice work!

para o Debian eu sugiro o seguinte:

# apt-get install i3 i3status i3lock dunst dwb suckless-tools

O dunst é um pequena feramenta de notificação, enquanto que o dwb é um excelente e levíssimo navegador, o qual em meus testes do HTML5:

http://gnutwoall.wordpress.com/2013/07/01/testando-o-html5-em-alguns-navegadores/

Obteve um score de quase 400!

* o mesmo não foi incluído nos testes já que o post é anterior à sua data de instalação.

Segue uma imagem do mesmo:

https://www.dropbox.com/s/gi9lahlufajrz50/dwb-3.png


Rapaz, deu vontade de escrever agora alguma coisa sobre esse dwb...

[9] Comentário enviado por removido em 26/08/2013 - 13:10h


[9] Comentário enviado por lcavalheiro em 26/08/2013 - 12:48h:


[8] Comentário enviado por edps em 23/08/2013 - 18:30h:

nice work!

para o Debian eu sugiro o seguinte:

# apt-get install i3 i3status i3lock dunst dwb suckless-tools

O dunst é um pequena feramenta de notificação, enquanto que o dwb é um excelente e levíssimo navegador, o qual em meus testes do HTML5:

http://gnutwoall.wordpress.com/2013/07/01/testando-o-html5-em-alguns-navegadores/

Obteve um score de quase 400!

* o mesmo não foi incluído nos testes já que o post é anterior à sua data de instalação.

Segue uma imagem do mesmo:

https://www.dropbox.com/s/gi9lahlufajrz50/dwb-3.png

Rapaz, deu vontade de escrever agora alguma coisa sobre esse dwb...


Acho melhor do que muita coisa por aí, que o diga o fraquíssimo Midori! na imagem em referência nota-se o artigo que eu criei todo ele no dwb, ou seja, não tem frescuras com plugins e além de tudo é levíssimo, o único porém é acostumar-se com os atalhos de teclado (que são muitos por sinal, não que para seu uso normal o sejam necessários):

http://portix.bitbucket.org/dwb/resources/manpage.html

[10] Comentário enviado por lcavalheiro em 26/08/2013 - 13:15h


[10] Comentário enviado por edps em 26/08/2013 - 13:10h:


[9] Comentário enviado por lcavalheiro em 26/08/2013 - 12:48h:


[8] Comentário enviado por edps em 23/08/2013 - 18:30h:

nice work!

para o Debian eu sugiro o seguinte:

# apt-get install i3 i3status i3lock dunst dwb suckless-tools

O dunst é um pequena feramenta de notificação, enquanto que o dwb é um excelente e levíssimo navegador, o qual em meus testes do HTML5:

http://gnutwoall.wordpress.com/2013/07/01/testando-o-html5-em-alguns-navegadores/

Obteve um score de quase 400!

* o mesmo não foi incluído nos testes já que o post é anterior à sua data de instalação.

Segue uma imagem do mesmo:

https://www.dropbox.com/s/gi9lahlufajrz50/dwb-3.png

Rapaz, deu vontade de escrever agora alguma coisa sobre esse dwb...

Acho melhor do que muita coisa por aí, que o diga o fraquíssimo Midori! na imagem em referência nota-se o artigo que eu criei todo ele no dwb, ou seja, não tem frescuras com plugins e além de tudo é levíssimo, o único porém é acostumar-se com os atalhos de teclado (que são muitos por sinal, não que para seu uso normal o sejam necessários):

http://portix.bitbucket.org/dwb/resources/manpage.html


Pois é... o que me chamou a atenção nele mesmo, para ser sincero, é o esquema vi-like dos comandos. Eu já uso o vimperator por praticidade, agora eu vou conhecer o dwb e ver o que sai dessa experiência. Deixa só chegar em casa.

[11] Comentário enviado por lcavalheiro em 26/08/2013 - 18:01h

Cara, não é que esse dwb é um navegador do caralho? Agora eu vou compilar aqui para habilitar coisas legais que os empacotadores do Debian não colocaram, tipo o dwbem..

[12] Comentário enviado por removido em 27/08/2013 - 14:30h

É bem estranho!

[13] Comentário enviado por phoemur em 27/08/2013 - 21:35h

Minhas configurações são todas na mão e costumo instalar alguns programas a mais:


Para daemon de área de transferência eu instalo o parcellite pelos repositórios da distro e coloco no arquivo de configuração ~/.i3/config pra executar ao iniciar assim:
exec --no-startup-id parcellite &

Para daemon de controle de volume eu instalo o volti e utilizo:
exec --no-startup-id volti

Para papel de parede eu instalo o feh ou o nitrogen e utilizo:
exec --no-startup-id feh --bg-scale /home/phoemur/Images/background-1.jpg

Para habilitar transparência das janelas dos terminais você vai precisar de um composite manager, eu uso geralmente xcompmgr ou cairo-compmgr:
exec --no-startup-id cairo-compmgr

Para daemon de notificação tem o dunst e o notification-daemon, entre outros...
Eu não gosto muito do rxvt então costumo instalar outro terminal também, mas vai ao gosto do freguês...

Para configurar a barra de status edite o arquivo /etc/i3status.conf



[14] Comentário enviado por tigmor em 28/08/2013 - 16:52h

Muito bom artigo, quase não tem artigo sobre TWMs em português. Parabéns

Atualmente eu acho o i3 uns dos melhores TWM a disposição. Nos últimos tempos tenho procurado um mais adequado para mim e acabei testando ele, assim como o awesome e o Xmonad. Isso no Slackware e no Arch Linux.

Com o awesome, acho que ele quer fazer demais. Não é ruim, mas realmente parece ser mais "instável" que os outros. O Xmonad é muito bom, mas é em Haskell, e pra mim isso é "dureza" rsrs...mas realmente é muito bem feito e interessante.

Já o i3, foi o meu preferido. Simples e, comparado com os outros, consideravelmente mais fácil de configurar, tanto as funções como tranparência e etc...que fazem ele ficar show rsrs.

Funcinou tranquilamente, tanto no Slackware quanto no Arch, e pra mim é a primeira opção em WM. A única máquina onde não o estou usando é em um netbook de 10" onde uso Slackware com o FLuxbox (para telas pequenas não recomendo TWMs, principalmente se tu for meio cego kkkk).

Abs

[15] Comentário enviado por removido em 30/08/2013 - 20:25h


[11] Comentário enviado por lcavalheiro em 26/08/2013 - 18:01h:

Cara, não é que esse dwb é um navegador do caralho? Agora eu vou compilar aqui para habilitar coisas legais que os empacotadores do Debian não colocaram, tipo o dwbem..


Fiz uma breve dica sobre esse navegador:

http://gnutwoall.wordpress.com/2013/08/30/dwb-um-excelente-navegador-webkit/

[16] Comentário enviado por px em 01/09/2013 - 10:13h

Claro, instrutivo e bem digitado, nota 10!


[5] Comentário enviado por lcavalheiro em 23/08/2013 - 10:43h:

Coisas como o i3 são coisa de pinguim doido ou pinguim iluminado (flame wars on: pinguim iluminado = slacker). É a mostra que a comunidade não se rendeu completamente ao combo Redmond (until brain burns ; do next > ; done ; install) e ao crack Apple (aparência é o que importa)


Nem fale isso meu colega! quer me deixar paranoico logo de manhã?!

[17] Comentário enviado por zezaocapoeira em 13/02/2014 - 22:33h

Salve phoemur .Obrigado pelo excelente artigo ,aderi definitivamente o " i3 wm " como gerenciador da minha máquina http://www.vivaolinux.com.br/screenshot/TWM-Aderi-ao-i3-wm/ .Estou muito satisfeito com o desempenho e a praticidade do " i3 wm " .

Obrigado pela atenção ,salve !!!


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts