Kivy no Fedora 25/26 com auxílio do Virtualenv

Neste breve artigo, demonstro como instalar e configurar o Kivy no sistema Fedora 25/26 utilizando o Virtualenv.

[ Hits: 2.928 ]

Por: Guilherme Luciano Marques em 24/07/2017


Instalação e configuração



Decidi escrever esse artigo, pois participo de alguns grupos no Telegram sobre Python, Kivy e Fedora, e sempre havia alguém com problemas para realizar a instalação e configuração do Kivy.

O procedimento a seguir descreve os passos para instalar o Kivy, utilizando o conceito de ambientes virtuais que é largamente utilizado e indicado para maioria dos projetos.

Sem mais delongas, segue o passo a passo.

A partir daqui, assume-se que o usuário tem uma instalação do Fedora 25/26 configurada e atualizada.

O primeiro passo, é instalar os seguintes pacotes, caso já tenha algum deles instalados, não haverá problema, o DNF vai tentar atualizá-lo. Caso ele esteja em sua última versão, ele será ignorado e os pacotes restantes da lista serão instalados normalmente.

sudo dnf install ffmpeg-devel git gstreamer1-devel mesa-libGL-devel portmidi-devel python python2-virtualenv python2-virtualenvwrapper python3 python3-devel python3-pip python3-virtualenv python3-virtualenvwrapper python-devel python-pip redhat-rpm-config SDL2-devel SDL2_image-devel SDL2_mixer-devel SDL2_ttf-devel zlib-devel

Após esse primeiro passo, é necessário instalar os pacotes de desenvolvimento. Instalar o grupo completo é uma boa ideia, pois diminui as chances de problema, por falta de algum pacote:

sudo dnf groupinstall "C Development Tools and Libraries"

Agora, adicionamos as linhas abaixo ao arquivo /home/user/.bashrc, onde "user" é o nome de seu usuário. Pode-se usar o "~", para representar a pasta Home do usuário atual. Costumo utilizar o editor nano, como demonstrado abaixo:

nano ~/.bashrc

# Configurando os ambientes virtuais pro Python
# Exportando onde os ambientes serão criados.
export WORKON_HOME=~/.virtualenvs
# Rodando o script que prepara os ambientes criados.
source /usr/bin/virtualenvwrapper.sh

Saia com Ctrl+x, pressione s para salvar as alterações e Enter para confirmar.

Agora, é necessário sair do seu emulador de terminal, fechá-lo e abri-lo novamente, para que as alterações no ".bashrc" tenham efeito.

Com o diretório para os ambientes virtuais criado e o script "virtualenvwrapper.sh" rodando, já é possível criar o ambiente virtual que usará o Python 2.7. Para isso, executamos:

mkvirtualenv -p /usr/bin/python2.7 kivy_python_2.7

Onde:
  • "-p" → indica a versão do Python que será usada no ambiente virtual.
  • "kivy_python_2.7" → é o nome do ambiente.

Se tudo correr bem, o nome do ambiente aparecerá antes do nome do usuário no terminal. Isso indica que o ambiente está em uso e tudo que fizer ali, estará confinado nesse ambiente.

Pronto, chegamos no momento que já é possível instalar o Kivy. A documentação do oficial do projeto recomenda a versão 0.23 do Cython, por isso, controlamos a versão que queremos que seja instalada com o pip.

pip install cython==0.23

Note que, ao usar o pip dentro do seu ambiente virtual, não é necessário utilizar o sudo.

Com o Cython instalado, podemos baixar e compilar o Kivy:

pip install kivy

Testando, se tudo correu bem.

Primeiro, chamamos o interpretador do Python:

python

Agora, importamos a classe App do Kivy:

>>> from kivy.app import App

E testamos:

>>> App().run()

Pronto, uma janela básica instanciada pelo Kivy já deve estar na sua tela.

Feche a janela e saia do interpretador do Python, com:

>>> exit()

O procedimento para criação do ambiente virtual que utilizará o Python 3.6 como base, segue a mesma lógica.

Basta trocar a opção "-p" do comando "mkvirtualenv" e o nome do ambiente para "kivy_python_3.6",

Por exemplo, no nosso caso, é preciso desativar(sair) do ambiente virtual atual com o comando:

deactivate

Caso decida retornar para o ambiente que estava, basta rodar:

workon "nome_do_ambiente"


Bom, é isso, Pessoal.
Essa foi uma pequena retribuição minha para a Comunidade, espero que ajude alguém.

   

Páginas do artigo
   1. Instalação e configuração
Outros artigos deste autor
Nenhum artigo encontrado.
Leitura recomendada

MySQL e PHPMyAdmin no Slackware

AutoCAD 2007 vs. DraftSight v1r3.1 2013

Montando um servidor X com o Linux

Instalação e configuração do LTSP 5 no Ubuntu 11.04

Implementando Cacti em distribuições Debian

  
Comentários
[1] Comentário enviado por kowalskii em 25/07/2017 - 08:09h

Ótimo artigo, obrigado por compartilhar.
Sofri um pouco há algumas semanas para fazer a mesma instalação no Fedora, necessária para um curso que estou fazendo. No meu caso não iniciava e precisei instalar o py_game pelo pip, aí funcionou certinho. Mas eu não tinha instado "C Development Tools and Libraries" nem alguns dos outros pacotes que você citou... Deve ser isso
Abraço.
-----------------------------------------
---- Linux Counter #606350 ----

[2] Comentário enviado por guinuxbr em 25/07/2017 - 23:52h


[1] Comentário enviado por kowalskii em 25/07/2017 - 08:09h

Ótimo artigo, obrigado por compartilhar.
Sofri um pouco há algumas semanas para fazer a mesma instalação no Fedora, necessária para um curso que estou fazendo. No meu caso não iniciava e precisei instalar o py_game pelo pip, aí funcionou certinho. Mas eu não tinha instado "C Development Tools and Libraries" nem alguns dos outros pacotes que você citou... Deve ser isso
Abraço.
-----------------------------------------
---- Linux Counter #606350 ----


Que bom que te ajudou cara. Boa sorte aí no curso!


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts