Software Livre X Microsoft

Este artigo visa ajudar a administradores e analistas de sistemas na decisão de mudar ou não o sistema operacional utilizado em suas empresas.

[ Hits: 15.286 ]

Por: Perfil removido em 11/01/2004


Introdução



Com a decisão do Governo Federal de usar apenas softwares livres, a hegemonia da Microsoft caiu bastante. Em Brasília, a tendência das empresas a utilizar softwares livres, como o governo, ficou bem forte.

Os cursos de Linux, não importando a distribuição, vivem lotados. A corrida por mais informações sobre esses, na internet, aumentou bastante. A favor do software livre está a liberdade do seu usuário em manipular seu código fonte da forma que melhor lhe convier, mas se engana quem pensa que software livre é sinônimo de software grátis.

Para o usuário doméstico talvez ainda seja, mas para grandes corporações já estão cobrando licença dos softwares. Em um órgão público aqui de Brasília, para licença do Linux/SUSE foi cobrado cerca de R$ 12.000,00 (doze mil reais) para sua utilização. Mesmo assim ainda vale muito mais a pena a aquisição de licenças de Linux do que de Windows 2000, por exemplo. Fora a necessidade que por ventura que você terá adquirindo licenças de Office XP e outros produtos.

O que mais vale à pena para os administradores de empresas e analistas de sistemas na hora de adquirir os softwares da sua empresa é avaliar:
  • custo benefício;
  • se o software é robusto;
  • o suporte técnico (para ficar o mínimo de tempo possível com a máquina parada);
  • a flexibilidade deste;
  • a aceitação do usuário, pois se este não se habituar com o novo ambiente você poderá perder muito tempo e dinheiro com treinamento deste e conte também com seu bom senso.
Boa sorte!

   

Páginas do artigo
   1. Introdução
Outros artigos deste autor

Porque se aventurar no Linux (parte 2) - Instalei, e agora?

Usando tabulações no OpenOffice.org

Instalação e configuração do fluxbox-devel

Sudo 1.8.12 - Parte I - Manual

Mplayer e Mencoder com placa de TV

Leitura recomendada

A síndrome do noob kalinista + como quebrar senha Wi-Fi

Todos estão surdos? Um grito de alerta à comunidade Software Livre!

Afinal, será que ser hacker, realmente, é o que a mídia divulga?

Quero facilidade!

Banda Larga: Será que você tem mesmo?

  
Comentários
[1] Comentário enviado por javanunes.NET em 11/01/2004 - 10:53h

Eu não entendi , pagaram 12 000 em licenças do Linux, ué! ele não é de graça, não posso pegar uma caixinha dele e copiar em um prédio todo, tenho que registra-lo também é? agora não entendi nada mesmo!

[2] Comentário enviado por fabio em 12/01/2004 - 03:09h

Que eu saiba o SUSE Linux é uma distro fechada, requer licença de uso comercial, assim como a RedHat está fazendo em paralelo ao projeto Fedora, porém as licenças são convertidas em contrato de suporte se não me engano.

[3] Comentário enviado por removido em 12/01/2004 - 05:20h

Se fosse a distribuicao Debian GNU/Linux sera que essa taxa seria cobrada..?
Essa taxa de 12.000 quem cobrou foi a Suse neh?
Eu fui em um congresso em Curitiba ... e nao lembro o nome do palestrante ele falou que uma parte da suse nao eh codigo aberto(se nao me engano a instalacao)...
Debian eh o que ha de melhor :)

[4] Comentário enviado por _simmons_ em 12/01/2004 - 13:25h

R$12.000 ??? Prefiro pegar o Debian ou Slack e me virar sozinho..hehe..Não sei até que ponto é tão vantajoso comprar uma distro apenas pelo suporte, você encontra praticamente tudo na internet, tudo bem que dentro de uma empresa grande a história é outra, mas se o cara é um bom administrador Linux mesmo, acho que ele deveria se garantir em qualquer distribuição sem depende das ferramentas gráficas da Suse, RH e etc. []s

[5] Comentário enviado por emersoux em 14/01/2004 - 11:19h

Caramba pessoal v6 viveram numa ilha e cairam hj de para-quedas aki no brasil ?
O Linux foi "vendido" ao governo brasileiro, isto quer dizer que o cara que comprou ficou com 50% , o que instalou ficou com 50% do que sobrou , o que ta usando fika com 50%do resto pra gastar com cursos e assim vai indo até chegar no pobre faxineiro que tem que ficar com 50% de quase nada pra limpar o novo micro...
Por isto o nosso governo ta falido, consegue gastar tanto dinheiro até com akilo que é gratuíto !!!
Infelizmente fica claro que como numa empresa temos quem ker q a coisa ande e outros tantos q a coisa se exploda.

[6] Comentário enviado por kashmir em 18/04/2004 - 18:18h

O kernel do Linux é de graça. Existem empresas que criam seu sistema operacional e ovendem. Vocês podem fazer isto. Existem ainda as "empresas"(nem sempre empresas) que disponibilizam o seu sistema para os usuários mundo afora, é o caso do Debian feito por vários programadores espalhados pelo mundo e do Slackware que é desenvolvido por Patrick Volkerding. Outro sistema gratuito é o Kurumin ( www.guiadohardware.net). Existem várias empresas que cobram pelo Linux, pois elas precisam se manter...

Falo.

[7] Comentário enviado por kashmir em 18/04/2004 - 18:18h

O kernel do Linux é de graça. Existem empresas que criam seu sistema operacional e ovendem. Vocês podem fazer isto. Existem ainda as "empresas"(nem sempre empresas) que disponibilizam o seu sistema para os usuários mundo afora, é o caso do Debian feito por vários programadores espalhados pelo mundo e do Slackware que é desenvolvido por Patrick Volkerding. Outro sistema gratuito é o Kurumin ( www.guiadohardware.net). Existem várias empresas que cobram pelo Linux, pois elas precisam se manter...

Falo.

[8] Comentário enviado por robsonxavier em 01/06/2004 - 10:03h

Esse nosso governo... pelo amor de Deus, como pode comprar a licenças por R$ 12.000,00? Pelo que eu saiba o Linux é free, não de graça, e existe o Kurumin, um sistema todo em português, que com certeza, acredito eu iria benficiar em muito os desenvolvedores daqui.

[9] Comentário enviado por IloveLinux2004 em 14/06/2004 - 01:08h

Eu axo que estes 12.000 de licensa são por causa que compraram direto da empresa, e nisso terão suporte. A SUSE está combrando o suporte dela.......mas se o governo ter um gênio que naum precise de suporte de nehuma empresa, entaum ele baixa na net, e se vira sózinho. Ou melhor, com a comunidade Linux.

[10] Comentário enviado por Jarnotrulli em 11/10/2004 - 23:14h

Mas ate onde eu saiba Livre nao significa Gratis! E so ir na pagina da GNU: "Free as in Freedom".
Voce pode cobrar para distribuir, mas depois que alguem compra pode copiar a vontade...E se eles copmpraram da SUSE, alguma coisa eles receberao de volta (assistencia tecnica, coisa e tal...).
Alem do mais, ninguem vive so de brisa...

[11] Comentário enviado por anarchaos em 29/04/2005 - 19:58h

Acho que as pessoas deveriam ler a licença GPL antes de sair falando besteira.
A GPL é bem clara: qualquer software derivado de um software sob a licença GPL deverá continuar sob a mesma licença, ou ao menos sob uma licença equivalente (leia-se Copyleft). O SUSE/Linux é obviamente derivado do kernel Linux (que é GPL), e de vários outros programas da GNU (que são também GPL), então obviamente, o SUSE/Linux deve ser GPL. Se ele é GPL, então deve seguir suas regras que são bem claras: Tal licença, que garante o uso para qualquer fim, livre reprodução, redistribuição, inclusive com modificações desde que sob a mesma licença, ou seja, concedendo a mesma liberdade, deve ser obviamente seguido a risca. Ou seja, por exemplo, não se pode restringir a cópia do Software. Portanto, não se pode cobrar por cada instalação de Software, cada um com uma licença paga, como se faz costumeiramente com Licenças Proprietárias. Ou seja, as licenças Copyleft (sob a qual todos Linux devem estar!) justamente garantem a livre coópia, redistribuição etc do Software. Obviamente que a Novell pode cobrar no momento que a pessoa "adquire" dela o Linux. mas está se pagando pelo suporte, pela caixa do software, pelo fetiche e sei lá mais pelo que. Apenas sei que não está se pagando pela Licença, pois ela deve ser Livre. Se não o for, deve-se se denunciar à FSF, ou à Polícia, com pena de detenção inclusive, uma vez que se encaixa na mesma infração de que se esttivesse infringindo direitos autorais, uma vez que Copylft não deixa de ser um tipo de Copyright.
Acho que é isso. E acho que essa discussão deve começar a ser feita com mais profundidade.

Márcio Muccillo
Porto Alegre - RS

[12] Comentário enviado por Nick em 04/05/2005 - 09:57h

Que coisa, não?

[13] Comentário enviado por deosdete em 13/06/2005 - 22:06h

Gostei do comentário do Márcio Muccillo. Dei uma espiada no GPL a algum tempo. Vejo que ainda é a mesma.

Obrigado a todos.


[14] Comentário enviado por otluiz em 17/12/2005 - 08:37h

Olá estou estruando nesse artigo pela primeira vez e posso lhes assegurar, nunca consegui viver de brisa,ou pelo menos até os 18 anos, ou dependendo do papá e da mamã por muito tempo.
Bem minha experiência remonta a 2001, e numa empresa de Construção Civil.
Na época em Recife, falar em linux era coisa p/ universitário, ou melhor aqui em Portugal tb o é.
Instalei linux em 90% da máquinas, menos de um Engº chato q não quis nem ver, "não conheço e não confio", foram as palavras dele.
No resto foram quase 6 meses entre instalações, trinamentos, mudança de servidores, (aliás a mais amarga q tive, mas valeu como aprendizado, volto a falar nisso mais tarde).
Fiz de tudo, até compartilhar uma planinha (Excel X StarOffice)ENORME com o tal Engº chato, q ficou com o Office (da empresa de Redmond), e ...
Tive de cobrar por essa trabalheira toda meu, e não foi barato (R$ 8.000,00) pelos seis meses.
Pois é trabalhar com o linux tb vale a pena.
otluiz@gmail.com

[15] Comentário enviado por Gilmar_GNU/Slack em 10/02/2007 - 13:57h

uma coisa tenho que concordar: tem que acabar o monopólio da Microsoft , pois hj no mundo usamos sempre softweares piratas para nosso uso pessoal e assim bugamos o sistema delas sempre , mais o LInx apesar de que naum é assim e de graça e naum precisa desse tipo de coisa: pagar por lissença e etc..

Abaixa a ditadura Microsoft ! viva o Linux pois amamos a Liberdade

[16] Comentário enviado por gabrielsp em 28/10/2007 - 17:25h

até onde sei, o SUSE pago (SLED), você paga pra ter atualizações direto do site da novell, não sei se inclui suporte como outras distros tbm... Mas concerteza alguém ja desvio alguma coisa no meio desses R$ 12.000 =P


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts