Software Livre - Migração concluída

Algum tempo atrás escrevi algo sobre minha experiência em uma migração para software livre da qual estava participando como colaborador e como tenho recebido e-mails perguntando como estão as coisas atualmente, eis aqui a atual situação após a conclusão dos trabalhos iniciais de migração.

[ Hits: 15.318 ]

Por: Perfil removido em 17/02/2005


Introdução



Artigo anterior: Experiência de migração para software livre

Apesar de ainda estamos lutando com nossa modesta rede, que teve um salto qualitativo e quantitativo, agora temos oitenta e quatro computadores, sendo que destes dois são servidores legítimos e não "gambiarras". Continuamos defendendo a bandeira do Software Livre e eu, como minha formação profissional é da área da administração e estava junto do setor de informática para somar esforços, os quais uma vez concluídos, retornei às minhas antigas ocupações.

Quanto ao uso de software, um computador continua rodando Win 2k, a fim de rodar umas poucas aplicações legadas utilizando o runtime do MS-ACCESS e sete outros computadores continuam rodando Windows 98/95.

Dentre os motivos que impediram a total migração destas sete máquinas estão o baixo padrão do hardware de cinco das máquinas, que por serem antigas não rodariam Linux com uma interface gráfica de forma alguma e também não poderiam ser utilizadas como terminal (cliente magro), por estarem isoladas em salas distantes de máquinas melhores que poderiam funcionar como Linux Terminal Server - Estes cinco computadores deverão sair de funcionamento a médio prazo. As outras duas rodam um software desenvolvido em Visual Basic necessário para a contabilidade e que ainda não tivemos permissão para "detonar" por questões de compatibilidade com setores externos.

No que se refere ao aspecto legal, com a aquisição de uma licença para Win 2k, somada às poucas licenças que existiam para Win 98/95 e o uso do OpenOffice.org, acabou-se a pirataria. Os bancos de dados que utilizavam o Interbase agora estão utilizando o Firebird, bancos de dados locais antes em CA-Clipper e outros, estão rodando em MySQL + PHP, aplicações desenvolvidas em MS-ACCESS rodam no servidor Win 2k e são acessadas por rdesktop, todas as planilhas de cálculo, interligadas umas às outras, foram portadas uma a uma e pelos próprios usuários para o OpenOffice.org.

    Próxima página

Páginas do artigo
   1. Introdução
   2. Missão concluída
Outros artigos deste autor

Como instalar Postgres 8 no Linux em 10 passos rápidos

Linux prestes a ganhar novos adeptos

Aprendendo a modelar forms no Kylix

Procurando software para gerenciar armazenamento... Pensou FreeNAS!

Recuperar a senha de root iniciando através do init=/bin/bash e alterando o arquivo /etc/shadow

Leitura recomendada

Relato: Instalação mista dos sistemas Linux, MacOS e Windows na mesma rede

Instalando e configurando um servidor DNS (Bind+CHROOT) no Slackware

Como fazer uma distribuição Linux (parte 2)

Por que uso Linux?

Torne o seu servidor um mirror de atualização do Antivírus AVG (revisão)

  
Comentários
[1] Comentário enviado por alexxxander em 17/02/2005 - 08:17h

Carao amigo, meus parabéns! Meu "sonho" é fazer a mesma coisa na empresa onde trabalho! Experiências como esta mostram a força e flexibilidade do SL.
Com um bom planejamento e insistência (esta última mais por causa dos usuários que sempre relutam em quaisquer tipos de mudanças) dá para pôr um fim a uma supremacia sem nexo, onde mesmo se pagando não se tem controle de nada.
Viva nossa comunidade, nossa união e tudo aquilo que o SL proporciona, tanto na vida profissional quanto na pessoal!
Somos felizes, mesmo sofrendo, muitas vezes, represálias, sem contar certo descrédito, por parte daqueles infelizes subordinados aos códigos fechados cujo conteúdo e segurança não nos deixam dormir tranquilos.
Abraços a todos!

[2] Comentário enviado por josir em 17/02/2005 - 17:07h

Luiz, em primeiro lugar muito obrigado por compartilhar a sua experiência conosco.
Um tópico que ficou em aberto no seu relato: como foi a reação dos usuários que já estavam acostumados com o Excel/Word ? A maior resistência que tenho encontrado são com heavy users que não querem aprender OpenOffice -
A utilização do Linux em si foi agradável para os usuários - o problema foi o Office. Somente metade dos usuários aceitaram utilizar OpenOffice por isso a migração para o Linux foi abortada.

Você teve problema de compatibilidade para enviar arquivos gerados no OpenOffice para parceiros/outras empresas ? Quando recebemos arquivos em Excel, algumas vezes os arquivos vem com pequenos problemas de impressão e de valores. Isso fez com que os usuários ficassem temerosos em utilizar o OOffice.

[3] Comentário enviado por Xxoin em 17/02/2005 - 19:41h

Luiz
-----

Parabéns pela iniciativa e pela persistência! E parabéns pelo sucesso obtido!

Compartilho com a gratidão dos colegas acima. Sua experiência, com certeza, é um incetivo e um "argumento a mais" para os que, como eu, também desejam migrar seus Sistemas e Aplicativos.

Não pare por aí... Que tal voltar para nos contar a "Missão Concluída Parte_2" ?? Ou que tal falar de suas inovações, etc...


Um abraço.

________
Edson

[4] Comentário enviado por removido em 18/02/2005 - 00:41h

Parabéns, usuários são assim mesmo é tudo uma questão de tempo para eles perderem essa birra.

Também participei brevemente de uma implementação de software livre e o povão não queria colaborar, mas foi tudo questão de tempo para quebrar tabus.

Sempre em frente, para um mundo livre.

[5] Comentário enviado por removido em 18/02/2005 - 12:17h

Interessantíssima esse relato de caso sobre migração!
Percebemos claramente como a "cultura dowindows" está arraigada nas pessoas, muito além de um raciocínio lógico!!!
Valew...

[6] Comentário enviado por hellnux em 18/02/2005 - 12:30h

e aí luiznoal?!!!

Recentemente estou passando pelo mesmos problemas qque o seu, pois no meu estágio no Tribunal de Justiça de Goiás, está migrando para o kurumin, onde estào chegando máquinas Itautec já com o kurumin adaptado

A migração está sendo feita gradativamente dando prioridade para quem ainda usa 486, windows 3.11, windows 95 (lá é um museu!!!rs)

Lá sou o único estagiário que conhece sistemas GNU/Linux sendo que esses dias estou recrutando mais 2 para me ajudar

Enqaunto ao OpenOffice, quando o usuário pede para formartar eu digo:

"Não sei mexer com editor de texto, vc sabe + que eu"
ou
"Vou passar para outra pessoa!!!"

E o pior que eles acham ruim e falam que a gente devia saber, sendo que eu sou apenas um estagiário e os funcionários nem sabe o que é Linux!!!!

Fazer migraçào realmente é dificil, ainda mais quando vc mexe com pessoas ignorantes que acham que tudo tem que ser igual no Windows..........

Enquanto aquele erro no Open Office eu vejo todo dia, e tenho que concertar aquilo, até que é bem fácil reparar, se vc sabe como faz para isso não ocorrer mais me passa uns toques!!!!

Flws...........

[7] Comentário enviado por regispadua em 18/02/2005 - 17:02h

Curti demais, mais um em meus mais mais

[8] Comentário enviado por removido em 20/02/2005 - 08:56h

Tive um problema com heavy users aqui tambem aonde trabalho
os usuarios torcendo para nao dar certo, alguns querendo que eu
saisse da empresa, mas no final todos adaptaram, menos uma
pessoa que detesta computadores e vinha com aquela frase
"Nao falei que nao dava certo!" quando mandava imprimir e nao
ligava a impressora, esta pessoa chegou ao ponto de falar
que o programa estava errado pois em contabilidade nao existe
plano de contas, acredita?
Mas quando o dono tirou o primeiro mes longe do escritorio pois
levou o notebook para o sitio e administrava a empresa remotamente
e tinha toda a analise da empresa em tres telas usou a seguinte frase:
-Quem nao quiser adaptar ao novo milenio esta convidado a sair da empresa.

ai as coisas mudaram e hoje todo mundo adora, depois da fase de
adaptacao viram que gastam menos tempo fazendo o que faziam
antigamente.
Hoje os mesmos que criticavam, mostram para os clientes como
a empresa evoluiu e que nao precisam mais fazer hora extra.
Gastei 2 anos desenvolvendo todos os sistemas da empresa
pois trabalhei sozinho


Viva o GNU/Linux

[9] Comentário enviado por quinho_k em 04/03/2005 - 18:02h

Mantenho uma rede de terminais leves ha uns 3 anos e tive muitos problemas com o OpenOffice.org, principalmente porque ele não respeita a variável $DISPLAY. Em relacao ao kernel, o único ajuste foi aumentar o número de arquivos abertos pra 16384.
No mais o resultado é muito bom (em comparacao ao Windows NT): 40 segundos até a tela de login do KDE, em um Pentium 200 MMX e 32Mb de RAM...


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts