Como instalar o LAMP no openSUSE Leap e Tumbleweed

Nesse artigo vamos mostrar a instalação e configuração de um servidor LAMP (Linux, Apache, MySQL e PHP) na distribuição openSUSE Leap e Tumbleweed.

[ Hits: 730 ]

Por: Carlos Filho em 17/09/2018 | Blog: http://opensusebr.blogspot.com.br/


Como instalar o LAMP no openSUSE Leap e Tumbleweed



Mas afinal, o que é o LAMP?

Lamp é uma combinação de softwares livres e de código aberto. O acrônimo LAMP refere-se as primeiras letras de:
  • Linux (sistema operacional);
  • Apache (servidor web);
  • MariaDB ou MySQL (software de banco de dados) e;
  • PHP (linguagem de programação) ou Python.

Neste tutorial veremos como instalar o Apache, MariaDB e PHP e também o phpMyAdmin na distribuição openSUSE em suas versões Leap e Tumbleweed.

Etapa 1: Atualize o openSUSE.

Antes de instalar qualquer software, é sempre uma boa ideia atualizar o repositório e os pacotes de software.

sudo zypper update

Etapa 2: instalar o servidor da Web Apache.

Instale o Apache no openSUSE usando o seguinte comando:

sudo zypper install apache2

Por padrão, o Apache não será iniciado automaticamente após a instalação. Você pode iniciá-lo com:

sudo systemctl start apache2

E ative o início automático no momento da inicialização com:

sudo systemctl enable apache2

Verifique seu status:

statusctl status apache2

Verifique a versão do Apache:

sudo httpd -v
Server version: Apache/2.4.23 (Linux/SUSE)
Server built: 2016-09-13 13:41:45.000000000 +0000


Agora crie o arquivo index.html sob a raiz do documento:

sudo nano /srv/www/htdocs/index.html

Coloque o seguinte texto no arquivo:

<html>
<body>
<h1> It works!</h1>
</body>
</html>

Em seu navegador digite 127.0.0.1 ou localhost na barra de endereços para verificar se esta a instalação está correta.
Por padrão, o firewall SuSE proíbe o acesso público à porta 80. Para permitir o acesso público, você precisa editar as configurações do firewall.

sudo nano /etc/sysconfig/SuSEfirewall2

Encontre a seguinte linha:

FW_CONFIGURATIONS_EXT=""

Altere-a para o texto abaixo para permitir o acesso público à porta 80.

FW_CONFIGURATIONS_EXT="apache2"

Salve e feche o arquivo. Em seguida, reinicie o SuSEfirewall:

sudo systemctl restart SuSEfirewall2

Finalmente, precisamos fazer o wwwrun (usuário do Apache) como o dono do DocumentRoot.

sudo chown wwwrun /srv/www/htdocs/ -R

Passo 3: Instale o MariaDB.

Instale o servidor e cliente MariaDB no openSUSE Leap usando o seguinte comando:

sudo zypper install mariadb mariadb-client mariadb-tools

Por padrão, o MariaDB não será iniciado automaticamente após a instalação. Podemos começar com:

sudo systemctl start mysql

Ative o início automático no momento da inicialização com:

sudo systemctl enable mysql

Verifique seu status:

systemctl status mysql

Verifique a versão do MariaDB:

mysql --version
sql Ver 15.1 Distrib 10.0.28-MariaDB, for Linux (x86_64) using readline 5.1

Agora qualquer usuário no sistema pode logar no MariaDB como root com o seguinte comando:

mysql -u root

Para restringir o acesso, precisamos definir uma senha para o usuário root do MariaDB. Execute o comando:

sudo mysql_secure_installation

Quando ele solicitar que você digite a senha de root do MariaDB, pressione Enter porque você ainda não definiu a senha de root. Em seguida, digite y para definir a senha de root do servidor MariaDB.

Em seguida, basta pressionar Enter para responder a todas as perguntas restantes. Isso removerá o usuário anônimo, desativará o login raiz remoto e removerá o banco de dados de teste. Esta etapa é um requisito básico para a segurança do banco de dados do MariaDB.

Agora você pode logar no MariaDB com o seguinte comando:

mysql -u root -p

Etapa 4: Instalar o PHP7

Digite o seguinte comando para instalar as extensões PHP7 e PHP7:

sudo zypper install php7 php7-mysql apache2-mod_php7

Em seguida, ative o módulo PHP e reinicie o servidor da web Apache.

sudo a2enmod php7
$ sudo systemctl restart apache2


Etapa 5: Teste o PHP.

Crie um arquivo test.php na raiz do documento.

sudo nano /srv/www/htdocs/test.php

Cole o seguinte código PHP no arquivo:

<? php phpinfo (); ?>

Salve e feche o arquivo. Agora, na barra de endereços do navegador, digite 127.0.0.1/test.php ou localhost/test.php.

Você deve ver as informações do PHP do seu servidor. Isso significa que o processamento do PHP está bem.
Para a segurança do seu servidor, você deve excluir o arquivo test.php agora.

Etapa 6: Instalar o phpMyAdmin (opcional).

O phpMyAdmin é uma ferramenta de administração MySQL / MariaDB baseada na web. Se você não quiser administrar o MariaDB pela linha de comando, você pode instalar o phpMyAdmin com o comando abaixo.

sudo zypper install phpMyAdmin

O gerenciador de pacotes Zypper instalará automaticamente as extensões PHP7 necessárias para você. Depois de instalado, reinicie o Apache para ativar essas extensões do PHP7.

sudo systemctl restart apache2

Então você pode visitar a interface web do phpMyAdmin via seu-servidor-ip/phpMyAdmin ou localhost/phpMyAdmin.
Faça o login com a senha de root do MariaDB.

Parabéns! Você instalou com sucesso o Apache, o MariaDB e o PHP7 no openSUSE Leap e Tumbleweed.

Este artigo foi publicado em meu blog "openSUSE Brasil Blog" no endereço: Como instalar o LAMP no openSUSE Leap e Tumbleweed

Espero que possa ajudar a novos usuários a usufruir desta excelente distribuição Linux que e o openSUSE.

   

Páginas do artigo
   1. Como instalar o LAMP no openSUSE Leap e Tumbleweed
Outros artigos deste autor

Como instalar o LAMP no Mageia 6

Pós-instalação do Solus OS para um desktop voltado ao usuário final

Leitura recomendada

GNU/Linux de bolso - Ubuntu 11.04

Como escolher sua distribuição GNU/Linux

Necessidade do profissional de informática

Entendendo os scripts de inicialização do Gentoo

Estruturas de virtualização

  
Comentários
[1] Comentário enviado por rauhmaru em 17/09/2018 - 15:47h

Dica: Ao invés de instalar os pacotes um a um, você pode utilizar um padrão:

zypper in -t pattern lamp_server

Isso vai fazer com que todos os pacotes necessários pelo LAMP sejam instalados. Abraço.


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor HostGator.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Viva o Android

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts