Como escolher sua distro (de forma imparcial)

Está querendo se aventurar no mundo do pinguim (ou já se aventura) e ainda não tem certeza qual a melhor distro usar, esse tópico é pra você!

[ Hits: 11.252 ]

Por: Lúcio Marques Martins Júnior em 20/08/2015


Introdução



Fala, pessoas.

Olha eu aqui de novo com mais um artigo pra vocês. Dessa vez, mirando a galera nova no gigantesco mundo GNU/Linux. Com este artigo, vou tentar te ajudar a decidir, da forma mais imparcial e analítica possível, qual a distro (ou distros) você pode usar até finalmente decidir a sua única distro. Isto pode não ser tão fácil, devido a enorme quantidade de distros que existem hoje. Mas vou tentar dar as dicas pra você chegar lá com mais facilidade.

Vamos nessa?

Chovendo no molhado: O que são distros

Sei que a grande maioria dos amigos lendo este artigo já está careca de saber o que são distros, mas pra quem está chegando, não custa nada relembrar.

Resumidamente, uma distribuição Linux (ou de forma abreviada, distros) é um sistema operacional baseado no kernel (núcleo) do Linux, que inclui um conjunto de software, um sistema de gerenciamento de pacotes e um repositório. A grande diferença do GNU/Linux é que a maioria desses softwares são livres e de código aberto, ou seja, qualquer um pode olhar o código e alterá-lo à sua maneira e gosto. É exatamente isso que causa a tamanha variedade de distros disponíveis no mundo, porque você mesmo pode criar a sua conforme o que você achar melhor.

Porém, criar uma distro soa fácil. Mas não é. NÃO É MESMO!

Muitas pessoas se interessam pelo Linux justamente por achar que, por ter seu código aberto, é fácil ler e entender o que está escrito. Sendo assim, acreditam que podem alterar do jeito que quiser e que, no final, tudo vai funcionar. Não é assim que a banda toca. O fato de você ter o código disponível para olhar, mexer, etc, não torna essa tarefa mais fácil. Lembre-se que você estará mexendo em um nível tão alto de programação que, alterar qualquer coisa errada, pode levar seu PC/Notebook a queimar, inutilizar sua placa de vídeo ou de rede, ou qualquer outro dispositivo do seu equipamento. Tipo, estraga o "baguio memo"!!! Ou seja, brincar por aqui, só se você REALMENTE sabe o que está fazendo. Até mesmo, as grandes distros de hoje, tem não uma ou duas pessoas trabalhando, mas uma equipe global ajudando, alterando, errando e aprendendo todos os dias para criar o sistema perfeito. Lembra daquele ditado: "não nade em águas muito escuras"? É mais ou menos isso que estou falando aqui!

Vamos falar das distros mais utilizadas?

Tempo e Recursos

Tenho um artigo aqui no VOL sobre como anda o mundo Linux hoje, que vale a pena você dar uma lida depois. Lá você vai encontrar as distros mais famosas/utilizadas nos dias de hoje.
Não é o intuito aqui apontar qual distro é a melhor e qual a pior. Mas vou tentar te mostrar como escolher sua distro mediante o usuário que você é hoje.

Duas coisas você deve observar para escolher sua distro: tempo e recursos. Parece papo de empresa, mas é a verdade. Vou mostrar porquê.

Por que preciso de tempo?

Porque muitas distros famosas como o SuSE, o Slackware e o Debian, apesar de serem muito robustas e estáveis, não vem com todas as, digamos, funcionalidades habilitadas. Muita coisa nessas distros precisam ser ligadas para funcionar. E esse ligar, toma tempo. Tempo lendo fóruns, tempo testando, tempo errando, tempo consertando... Tempo. Se você é o tipo de usuário que não tem esse tempo, e quer, assim como os usuários do Windows, ligar o computador e sair trabalhando, deve ser sim um fator para você ponderar na escolha da sua distro. Muita gente desanima do Linux por causa disso: Escolhem uma distro mais "nativa" e não tem paciência (tempo) para se dedicar ao aprendizado. Lembre-se Linux NÃO É Windows. Nem é essa a ideia do sistema. Ou seja, mesmo para distros mais "completas", como Ubuntu, Mint, etc, você precisa de um tempo de adaptação. É uma mudança de conceito, e dependendo de qual distro você escolher pra ser a sua, uma grande mudança de conceito.

Que recursos preciso ter?

Calma, não é de dinheiro que estou falando aqui. Não exatamente. Linux foi, é, e sempre será livre. Você não paga nada para tê-lo na sua casa (talvez a mídia que você vai queimar o .iso, se você não quiser usar um pen-drive bootavel). Então de que recursos estou falando? "Simpla". Seu micro.

Diferente do Windows, que só tem uma única interface (existe a Metro, mas não é exatamente isso que estou falando), no Linux, essa opção é inteira do usuário. Ele pode escolher entre Gnome, KDE, Unity, Mate, Cinnamon, XFCE, LFCE etc. Qual ele vai escolher depende unica e exclusivamente do hardware que ele possui. Se você possui um micro mais "modesto" em termos de memória, processador, e outras coisas, você deve optar por interfaces gráficas mais leves, como o XFCE ou o LFCE. Se esse não é seu problema, opte por Mate, Cinnamon, Unity (exclusiva do Ubuntu), ou mesmo KDE plasma, que consomem mais máquina.

Não tenha uma má impressão, o XFCE pode ser bonito também, só é mais modesto. Você consegue ver bem essa diferença no Ubuntu (versão com o UNITY) e seus "irmãos" Kubuntu (versão com KDE), Lubuntu (versão com LFCE) e Xubuntu (versão com o XFCE). Todos eles são o Ubuntu, mas são específicos no seu ambiente gráfico. Isso não quer dizer que você não pode ter o Ubuntu e baixar o XFCE posteriormente. Claro que isso é possível. Mas se você já tem um cara pronto pra isso, porque baixar duas vezes? #fikadica

Em sua maioria, qualquer distro Linux pode rodar com qualquer interface gráfica existente. Vale da opinião do usuário qual escolher, mas saiba que isso influenciará SIM o desempenho do sistema na sua máquina. Você já deve ter ouvido aquela história de que o cara tinha um PC velho, abandonado em casa e instalou Linux nele para voltar a usar. Este é o motivo. Não importa se seu hardware é "fraco". Escolhendo a distro certa, na IG certa, seu PC vai voar! Esse é o único tipo de recurso que você precisa ponderar na escolha da sua distro.

    Próxima página

Páginas do artigo
   1. Introdução
   2. Como vou saber se essa é a minha distro ou não?
Outros artigos deste autor

Coisas a se evitar ao falar sobre o Linux

Como anda o mundo Linux hoje

Leitura recomendada

Rancher - Painel para Docker

Metro, um breve tutorial

O Surgimento do Linux

Veja o Linux com outros olhos

Tradutor de palavras em vários idiomas via shell

  
Comentários
[1] Comentário enviado por tiago4171 em 20/08/2015 - 09:58h

Belo Artigo, realmente esqueci de considerar o que "EU" quero para selecionar a distro pra mim.
Bom agora que você me lembrou, acho que agora vai hahaha
Abçs
___________________________________________________________________________________________
"God is good in all the time and in all the time god is good :: Deus é bom a todo tempo, e a todo tempo deus é bom"
Core 2 Duo E8400, GT 740, 4GB DDR2, CX430, 2 HD's 500GB

[2] Comentário enviado por juniorlucio em 20/08/2015 - 10:14h


[1] Comentário enviado por Fr4nk3nst3in em 20/08/2015 - 09:58h

Belo Artigo, realmente esqueci de considerar o que "EU" quero para selecionar a distro pra mim.
Bom agora que você me lembrou, acho que agora vai hahaha
Abçs
___________________________________________________________________________________________
"God is good in all the time and in all the time god is good :: Deus é bom a todo tempo, e a todo tempo deus é bom"
Core 2 Duo E8400, GT 740, 4GB DDR2, CX430, 2 HD's 500GB


Obrigado, amigo! Vai que é sua... ;)

[3] Comentário enviado por sacioz em 20/08/2015 - 13:28h


Muito bom , alertou muitos inocentes e arrogantes ao mesmo tempo . Seria bom lembrar aos iniciantes que , desde o inicio(talvez até antes do inicio ) segurança é fator primordial .Algo que a MS por mais que tente , ainda não chega nem aos pés dos livres da vida . Com um BSD ou Linux vc realmente É O CARA ! Pode ser o cara errado , se não fizer direito , mas vc é dono da própria sorte .

[4] Comentário enviado por Rousseau em 20/08/2015 - 17:29h

Gostei, vai direto ao assunto. Só achei que poderia ter comentado um pouco sobre como são as instalações. Isso conta muito na hora de escolher.

[5] Comentário enviado por removido em 23/08/2015 - 20:56h

Muito bom, mas na parte que você fala das interfaces gráficas, você cito uma tal de LFCE não seria LXDE?

[6] Comentário enviado por juniorlucio em 24/08/2015 - 07:15h


[5] Comentário enviado por Hv60 em 23/08/2015 - 20:56h

Muito bom, mas na parte que você fala das interfaces gráficas, você cito uma tal de LFCE não seria LXDE?


Você tem razão, amigo. Passou desapercebido. Valeu pelo toque! :)

[7] Comentário enviado por juniorlucio em 24/08/2015 - 07:17h


[4] Comentário enviado por Rousseau em 20/08/2015 - 17:29h

Gostei, vai direto ao assunto. Só achei que poderia ter comentado um pouco sobre como são as instalações. Isso conta muito na hora de escolher.


É verdade. Não ponderei muito a instalação, mas isso se enquadra no quesito "tempo". Realmente, a instalação, dependendo da distro, pode dar um trabalhinho e requerer certa dedicação. Valeu! :)

[8] Comentário enviado por jpvr2005 em 24/08/2015 - 08:14h

Bom dia amigo,
Muito bom as dicas!!!

Se não estou enganado, na parte que diz:
"Lembre-se que você estará mexendo em um nível tão alto de programação que, alterar qualquer coisa errada, pode levar seu PC/Notebook a queimar, inutilizar sua placa de vídeo ou de rede, ou qualquer outro dispositivo do seu equipamento"
Seria um "nível tão baixo" não?

Att.
João Paulo

[9] Comentário enviado por juniorlucio em 24/08/2015 - 08:21h


[8] Comentário enviado por jpvr2005 em 24/08/2015 - 08:14h

Bom dia amigo,
Muito bom as dicas!!!

Se não estou enganado, na parte que diz:
"Lembre-se que você estará mexendo em um nível tão alto de programação que, alterar qualquer coisa errada, pode levar seu PC/Notebook a queimar, inutilizar sua placa de vídeo ou de rede, ou qualquer outro dispositivo do seu equipamento"
Seria um "nível tão baixo" não?

Att.
João Paulo


Fala, João Paulo.

Aí, depende do público. Neste artigo, não defini o que é plataforma alta e plataforma baixa, mas quis mostrar que no campo de modificação de linha de código no kernel do SO é complicado demais, porque o alvo do meu artigo são as pessoas começando no mundo Linux, o que não necessariamente implica que são do mundo IT.

Quem está no mundo IT, com certeza... programação de SO é plataforma baixa, logo nível baixo de programação. Pro usuário final (ou o curioso), exige um nivel muito "alto" de conhecimento, logo (neste universo) programação de nível alto.

Sacou a idéia? :)

Abraços,
Lucio Junior

[10] Comentário enviado por fabriciopaulo em 28/08/2015 - 10:40h

Excelente artigo, muito bom e útil, porém, como analista desenvolvedor permito-me ponderar que acho válida a explanação e ênfase quanto ao "vc pode queimar seu pc/notebook" pois evita que "tecnicus informáticus metidus" acabem fazendo besteira e culpando o sistema/código, todavia, os hardwares atuais evoluíram bastante ao ponto de impedir (é claro que cada vez que se cria um produto à prova de hi-diots , o mundo cria um hi-diota melhor) a sua sucumbência (a queima de um componente deve ocorrer por sobrecarga de voltagem, corrente etc, contudo, hoje os circuitos em sua grande maioria têm proteções anti-surge, retificadores de voltagem etc), então, é quase impossível com os hardwares atuais (digo quase) que se consiga queimar um circuito por conta de uma "programação incorreta, favor consultar o manual" hehehehe

[11] Comentário enviado por nicolo em 02/09/2015 - 14:50h


Bom artigo. Acrescento: Ainda que para o pessoal sazonado o multi boot tenha sido uma grande e emocionante experiência (deu uma baixa dor de cabeça, mas emoções eu vivi), considero que hoje é preferível começar com a máquina virtual. Usuários neófitos mais notebooks UEFI, mais disco particionado com partição oculta (que contém a fonte de instalação do windows), não combinam. Se fosse um desktop poderia recomendar comprar mais um HD, hoje está barato, e instalar separadamente o windows e o Linux. Pode desconectar o cabo sata, operando um disco de cada vez para não ter erro. No caso geral, porém a máquina virtual é bem prática e reduz a chance de desastres.
Eu concordo que deve-se deixar nossas preferências de lado e recomendar aos neófitos uma Distro user-friend como Xubuntu ou Mint, antes que o candidato a Linuxer fique com ódio do GNU-Linux. Eu indico o Xubuntu porque tem uma carinha de Windows, ou quase isso. Seria melhor uma distro em DVD que instala tudo por default. Outro ponto para neófitos é concentrar numa distro até ficar fera, depois pode pular para onde quiser.
Valeu

[12] Comentário enviado por gamelao em 03/09/2015 - 10:59h

Gostei muito do seu artigo porem estou querendo usar o freebsd com ambiente grafico xfce mas ele pede o nome do usuario na rede logo na configuraçao coloco que nome? pois da erro exatamente por este erro...
Estou tentado a sair do Mint e usar ou Fedora ou FreeBSD com ambiente grafico... Sei que o freebsd tem um super manual e acredito que a segurança e estabilidade sejam tao boas ou melhores que o do linux... Grato por este excelente artigo... Como ja disse pretendo usar o freebsd, so nao uso o pc-bsd porque o meu mincro nao e i3 i5 ou i7 quando este note nao servir mais vou comprar um i5 de alguma marca conhecida...

[13] Comentário enviado por removido em 03/09/2015 - 16:15h

"Se você é novo na parada e não quer ter muito trabalho, teste o Ubuntu "

Cara você não sabe de nada, é apenas mais um mero repetidor do que todo mundo/ ou pelo menos seu to cansado de ver na internet.. criaram esta de que tem distro pra noob e distro pra os "phodas" mas é mentira... da pra começar na que quisermos, parem de doutrinar ex usuários Windows/futuros novos usuários Linux a usar Ubuntu pessoal pqp se esta é a melhor dica eu preferiria ficar calado ao invés de escrever uma redação de %$%#@$% dessa... fórum sinistro este ta loco

[14] Comentário enviado por vagnerricardo em 05/09/2015 - 11:47h


[13] Comentário enviado por Evertonlps em 03/09/2015 - 16:15h

"Se você é novo na parada e não quer ter muito trabalho, teste o Ubuntu "

Cara você não sabe de nada, é apenas mais um mero repetidor do que todo mundo/ ou pelo menos seu to cansado de ver na internet.. criaram esta de que tem distro pra noob e distro pra os "phodas" mas é mentira... da pra começar na que quisermos, parem de doutrinar ex usuários Windows/futuros novos usuários Linux a usar Ubuntu pessoal pqp se esta é a melhor dica eu preferiria ficar calado ao invés de escrever uma redação de %$%#@$% dessa... fórum sinistro este ta loco


Honestamente, você só pode ser troll, O amigo tem o trabalho e dedicação de escrever um post para iniciantes e vem você aqui falar asneira? você deve ser aquele usuário nerd que usa alguma distro como suse/slak e acha .deb uma bosta. e esquece que a ideia é difundir o uso das distros e do Linux, pessoas como você, fazem usuários MS ter medo de usar Linux.
O moderador deveria te notificar por esta agressão ao autor do post.
P.S (pela sua forma infantil de escrever, dá pra ver que não terminou o ginásio, tampouco sabe fazer uma critica. vai fazer um supletivo da Dilma, ou um Pronatec.
Até.



[15] Comentário enviado por removido em 05/09/2015 - 15:43h


[14] Comentário enviado por vagnerricardo em 05/09/2015 - 11:47h


[13] Comentário enviado por Evertonlps em 03/09/2015 - 16:15h

"Se você é novo na parada e não quer ter muito trabalho, teste o Ubuntu "

Cara você não sabe de nada, é apenas mais um mero repetidor do que todo mundo/ ou pelo menos seu to cansado de ver na internet.. criaram esta de que tem distro pra noob e distro pra os "phodas" mas é mentira... da pra começar na que quisermos, parem de doutrinar ex usuários Windows/futuros novos usuários Linux a usar Ubuntu pessoal pqp se esta é a melhor dica eu preferiria ficar calado ao invés de escrever uma redação de %$%#@$% dessa... fórum sinistro este ta loco

Honestamente, você só pode ser troll, O amigo tem o trabalho e dedicação de escrever um post para iniciantes e vem você aqui falar asneira? você deve ser aquele usuário nerd que usa alguma distro como suse/slak e acha .deb uma bosta. e esquece que a ideia é difundir o uso das distros e do Linux, pessoas como você, fazem usuários MS ter medo de usar Linux.
O moderador deveria te notificar por esta agressão ao autor do post.
P.S (pela sua forma infantil de escrever, dá pra ver que não terminou o ginásio, tampouco sabe fazer uma critica. vai fazer um supletivo da Dilma, ou um Pronatec.
Até.




Sou formado.
Não existem regras nem vernáculo na internet.
Não existe forma infantil, jovem e adulta de escrita
Você é um bosta, então menos aí "amigo" pois só me expressei como eu quis pelo fato da pessoa ter colocado no título "imparcial" e mencionou nomes "marcas" tipos e até o que ele usa( e da pra falar de linux sem mencionar distros para levar usuários a usar o que eu acho bom ou o que eu gosto e uso)... então o único jeito pra você é ficar na sua mesmo...


[16] Comentário enviado por vagnerricardo em 07/09/2015 - 16:35h


[15] Comentário enviado por removido em 05/09/2015 - 15:43h


[14] Comentário enviado por vagnerricardo em 05/09/2015 - 11:47h


[13] Comentário enviado por Evertonlps em 03/09/2015 - 16:15h

"Se você é novo na parada e não quer ter muito trabalho, teste o Ubuntu "

Cara você não sabe de nada, é apenas mais um mero repetidor do que todo mundo/ ou pelo menos seu to cansado de ver na internet.. criaram esta de que tem distro pra noob e distro pra os "phodas" mas é mentira... da pra começar na que quisermos, parem de doutrinar ex usuários Windows/futuros novos usuários Linux a usar Ubuntu pessoal pqp se esta é a melhor dica eu preferiria ficar calado ao invés de escrever uma redação de %$%#@$% dessa... fórum sinistro este ta loco

Honestamente, você só pode ser troll, O amigo tem o trabalho e dedicação de escrever um post para iniciantes e vem você aqui falar asneira? você deve ser aquele usuário nerd que usa alguma distro como suse/slak e acha .deb uma bosta. e esquece que a ideia é difundir o uso das distros e do Linux, pessoas como você, fazem usuários MS ter medo de usar Linux.
O moderador deveria te notificar por esta agressão ao autor do post.
P.S (pela sua forma infantil de escrever, dá pra ver que não terminou o ginásio, tampouco sabe fazer uma critica. vai fazer um supletivo da Dilma, ou um Pronatec.
Até.




Sou formado.
Não existem regras nem vernáculo na internet.
Não existe forma infantil, jovem e adulta de escrita
Você é um bosta, então menos aí "amigo" pois só me expressei como eu quis pelo fato da pessoa ter colocado no título "imparcial" e mencionou nomes "marcas" tipos e até o que ele usa( e da pra falar de linux sem mencionar distros para levar usuários a usar o que eu acho bom ou o que eu gosto e uso)... então o único jeito pra você é ficar na sua mesmo...



Vou ser breve, porquê você como ser humano é "péssimo" (acredito que seja petista)
Deve ser formado mesmo, formou-se no primário. (já serve como diploma nos dias de hoje...)
mas no quesito de saber conversar e tudo mais você é um novo zumbi, assim como diversos que vem nascendo nesta geração, não deve ter avó pra conversar como eram as coisas no passado e como é bom ter bom relacionamento com as pessoas.
enfim.
vai lá "fodão" do linux. com sua camisa do tux e sua arrogância do tamanho do roubo que o PT deu no Brasil.
se fosse do RJ gostaria de ver você falando estas asneiras pra mim pessoalmente. ia tomar tanta chinelada que jamais ia ser grosso com ninguém , seu menino malvado, jurava que ia ligar pra sua mãe te tirar o playstation e a internet por 1 semana.
Ri alto, Babacão

[17] Comentário enviado por searover em 10/09/2015 - 02:30h

Ótimo artigo. Após finalmente abandonar o Windows e migrar para o Linux (coisa que almejei por anos e que só consegui realizar semana passada), posso afirmar que pelo menos no meu caso, a melhor forma de escolher minha distribuição foi instalando ela no computador. A navegação através do CD ou Pendrive me deu uma ideia bastante rasa do funcionamento das distribuições. E como passei por quatro distribuições diferentes, percebi que as sutilezas e a necessidade de se acostumar para criar gosto são cruciais nesta jornada. Acredito que a mesma superficialidade ocorra numa distribuição instalada através de uma maquina virtual, onde as vezes, os recursos gráficos ficam prejudicados.


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts