Sabayon Linux 5.3, versões futuras e seu potencial + remasterização

O artigo descreve a nova versão 5.3 do Sabayon e seu potencial ilimitado. Pode-se instalar versões com KDE ou GNOME, Core ou Flux,"Daily Builds" atualizadíssimos ou ainda converter antigos Sabayons 4.0r1 ou 5.0, no 5.3 e mantê-los atualizados até versões futuras, além de remasterizar, fazendo sua própria ISO personalizada do Sabayon.

[ Hits: 24.038 ]

Por: Alberto Federman Neto. em 13/07/2010 | Blog: https://ciencialivre.blog/


Obtendo, instalando e atualizando o Sabayon Rolling Release



A partir de sua atual versão 5.3, o Sabayon existe em várias apresentações.

Tem-se os tradicionais Live DVDs em 32 ou 64 Bits, contendo GNOME ou KDE, em ISOs separadas (os Sabayons antigos vinham como um grande DVD de múltiplos ambientes gráficos).

Além desses, existem versões apenas com XOrg e ambiente gráfico simples Fluxbox, chamadas CoreCDX, e versões ainda mais reduzidas (Spinbase-Core), sem XOrg, sem ambiente gráfico, próprias para servidores ou para quem quer fazer uma remasterização (como veremos na página 3), a partir de uma instalação mínima, instalando apenas os pacotes de que necessita.

Todas essas opções podem ser encontradas em versões Bleeding Edge já prontas, atualizadas, na forma de "Daily" ou "Nightly" Builds, existindo ainda Daily Builds em versões com XFCE ou LXDE, ao invés de GNOME ou KDE.

Mas se o Sabayon agora tem muito mais versões, como escolho qual versão baixar? Faça algumas perguntas a si próprio, e poderá escolher!

1) Método Clássico. ISOs grandes completas com GNOME ou KDE.

Como outras distribuições, podemos baixar as ISOs do Sabayon 5.3, do site oficial ou de seus espelhos:
e instalá-las como o faria no caso da versão antiga 5.0, de maneira de todo análoga, exceto que agora, o instalador gráfico é baseado no Anaconda do Fedora 13 e ainda mais aperfeiçoado.

Você quer KDE ou GNOME? 32 ou 64 bits? Há várias opções...

Então se pergunte: eu tenho uma Internet rápida e quero o Sabayon Oficial, para depois atualizá-lo, de maneira normal. Não há problema, aqui estão:

http://na.mirror.garr.it/mirrors/sabayonlinux/iso/Sabayon_Linux_5.3_amd64_G.iso
http://na.mirror.garr.it/mirrors/sabayonlinux/iso/Sabayon_Linux_5.3_amd64_K.iso
http://na.mirror.garr.it/mirrors/sabayonlinux/iso/Sabayon_Linux_5.3_x86_G.iso
http://na.mirror.garr.it/mirrors/sabayonlinux/iso/Sabayon_Linux_5.3_x86_K.iso

2) Versões reduzidas, com Xorg pronto e Fluxbox.

Esses Sabayons acima são muito grandes, eu quero uma versão mais simples, com Fluxbox somente, para eu usar em um pendrive, ou eu quero um pequeno Sabayon porque eu vou usa-lo como "Gabarito" para instalar o Gentoo e queria ao menos ter o Xorg pronto...! Também aqui não há problema!

Nas versões 5.3, o Sabayon tem opções reduzidas, CDX, contendo apenas Xorg e Fluxbox como interfaces gráficas, com instalador gráfico.

http://na.mirror.garr.it/mirrors/sabayonlinux/iso/Sabayon_Linux_CoreCDX_5.3_amd64.iso
http://na.mirror.garr.it/mirrors/sabayonlinux/iso/Sabayon_Linux_CoreCDX_5.3_x86.iso

3) Versões "Core", Núcleo.

Não, ainda não estou satisfeito, eu quero um Sabayon ainda mais simples, sem Xorg e sem interface gráfica, sem nada, similar às instalações "minimal" do Gentoo, pois quero usar em um servidor ou instalar tudo manualmente.

Também aqui, existem opções:

http://na.mirror.garr.it/mirrors/sabayonlinux/iso/Sabayon_Linux_SpinBase_5.3_amd64.iso
http://na.mirror.garr.it/mirrors/sabayonlinux/iso/Sabayon_Linux_SpinBase_5.3_x86.iso

4) Outras versões muito atualizadas, todo dia, "Daily Builds".

Não, nada descrito anteriormente me serve, minha rede não é muito rápida, quero um Sabayon novo, mas não quero atualizar todo dia ou toda semana!

No Sabayon 5.3 ainda existe a opção de usar ISOs lançadas diariamente, desse modo, ao invés de usar as versões Oficiais iniciais (itens 1-3), você também pode optar por usar a mais recente atualização diária, a "Daily Build" ou "Nightly Build". Todo dia um Sabayon novo, sem precisar nem atualizar!

Existem versões "Daily Build" dos Sabayons Oficiais (item 1) dos Sabayons reduzidos com interface gráfica, CDX (item 2) e versões SpinBase, "Core" (item 3).

Além disso tudo, há versões especiais, com LXDE ou com XFCE, se você não quiser KDE e nem GNOME! Vejam em:
No exemplo abaixo, a figura 1 é o vídeo de um dos primeiros (10 de Maio de 2010, 5.2 com Kernel 33) "Daily Builds" do Sabayon. Naturalmente, os novos são ainda mais atualizados, com KDE 4.4.4, GNOME 2.30 e Kernel 34. 5) Espelhos, Torrents e Metalinks.

Além de baixar Sabayons do servidor oficial (na.mirror.garr.it) (itens 1-4), você também pode baixá-los dos espelhos ou como "Torrent" ou "Metalink".

6) Por atualização de um Sabayon Antigo.

Mas supondo, você que já tem um Sabayon instalado, 5.1-5.2 ou 5.3 menos atualizado, ou um mais antigo de série 4.0r1 ou 5.0.

Então, bastará atualizá-lo ao invés de baixar as novas ISOs (como nos itens 1-5). Apenas relembro a vocês que isso pode ser feito graficamente, no Sulfur, ou com os comandos:

a) 5.2 ou posterior, como atualizar: simplesmente, faça os comandos:

sudo equo update
$ sudo equo install entropy
$ sudo equo upgrade


b) 5.1 ou anterior, atualização. Caso o comando acima não funcione, ou seu Sabayon é anterior ao 5.2, troque a versão de repositories.conf e depois atualize, tudo com os comandos abaixo:

cd /
$ cd /etc/entropy
$ sudo cp repositories.conf repositories.conf.old
$ sudo rm -rf repositories. conf


A seguir, copie este arquivo e salve-o como /etc/entropy/repositories.conf. Depois, continue com os comandos:

cd /
$ cd /home/usuário
$ sudo equo update --force
$ sudo equo install --relaxed (ou --nodeps) entropy equo sulfur magneto
$ sudo equo update
$ sudo equo upgrade


Vejam o resultado possível disso na figura 2. Ela mostra as possibilidades grandes de controle da versão, que se pode ter no Sabayon.

Um Sabayon originalmente 4.0r1 (de quase dois anos atrás), foi atualizado ao final do ramo 4 (4.2, como indica o Wallpaper), e com o Entropy (GUI Sulfur), as atualizações estão prontas para serem instaladas graficamente. Se eu rodasse o Sulfur agora, este Sabayon seria todo transformado no 5.3, com Kernel 2.6.34.
7) Instalado e atualizado.

Pelo exposto acima, podemos ver que há Sabayon novos para todos os gostos.

Como o Sabayon é "Rolling Release" e "Bleeding Edge", se depois de instalar, você os atualizar sempre, os transformará facilmente no 5.3 e mesmo nos futuros Sabayon 6.0, 7.0 etc... sem reformatar e nem reinstalar nada!

Portanto agora, você pode ter muitos jeitos diferentes para instalar o Sabayon 5.3 ou posteriores!

Página anterior     Próxima página

Páginas do artigo
   1. Introdução
   2. Obtendo, instalando e atualizando o Sabayon Rolling Release
   3. Fazendo uma ISO instalável e personalizada de Sabayon. Remasterizando
   4. Resultados, testes e conclusões
Outros artigos deste autor

Modificando a remasterização com Molecule - Sabayon completo, com KDE e GNOME

Cansou do Konsole e GNOME-Terminal? Existem outros terminais, escolha o seu!

Fish - Um shell fácil de usar

Sabayon completo, personalizado e portátil, em pendrive de boot

Trabalhando dentro de outro Linux (que não o de Boot) do Disco Rígido - Método para iniciantes

Leitura recomendada

Hbasic, um forte candidato open source para brigar com o Microsoft Visual Basic

Aprendendo o básico do Emacs

PROXMOX Overview - Virtualização Leve e Eficiente

OneOrZero Helpdesk

Atualize rapidamente os PC's da sua LAN com Debian

  
Comentários
[1] Comentário enviado por Nilodanx52 em 13/07/2010 - 10:49h

albfneto vc é o cara!!!

"abandonei" o sabayon 4.1 por ñ lembrar do detalhe do Rolling Release tinha me passado rpz... loucora ñ acha? acho que deveria ter fumado muito e nem lembrei... auhsuahsuhaush zuera!!!

Falando sério, albfneto eu sou um fã seu estou no arch agora como vc deve saber a um tempo e tipo o sabayon é um de meus hobbys aki no mundo GNU/LINUX ele é uma distro muito show, até um amigo meu que estava sem querer colocar ele afirmou que adorou a performance no pc veinhu dele...

eu ja tenho o iso ja do sabayon 5.3 com o GNOME é um DVD LIVE e conserteja eu vou procurar aonde brincar com ela porque estou sendo um cara viciado em compilar as coisas aki no arch imagine ai no sabayon!!!???

Abraços e continue com esse material de exelente qualidade!!!

[2] Comentário enviado por removido em 13/07/2010 - 11:46h

Como sempre, mais um excelente artigo vindo de você!

O Sabayon é realmente uma excelente distro, rápida, moderna e bonita, somando-se a isso o fato de facilitar o aprendizado a um novo usuário que queira aventurar-se nas terras do Gentoo.

[3] Comentário enviado por xerxeslins em 13/07/2010 - 11:52h

parabéns! mais um excelente artigo! Nota 10.

Sabayon é realmente ótimo. Gostei de usá-lo por um tempo.

[4] Comentário enviado por hideoux em 13/07/2010 - 20:48h

é sempre muito bom ler artigos técnicos
e bem completos...
e os não opinativos...

fiquei curioso por usar essa distro...

[5] Comentário enviado por rweu em 13/07/2010 - 21:14h

Ok Alberto,

Grato por nos dar o caminho das pedras. Eu recentemente fiz minha inscrição no forum do Sabayonbrasil.org http://www.sabayonbrasil.org/forum/index.php
(acredito que todos que pensam em conhecer e usar essa distro devam fazer o mesmo) e te confesso que estava um pouco no ar em como e de onde fazer
o download de uma ISO.

Com o teu artigo tudo se clareou e aprendi bastante aê sobre os diversos "sabores" dessas ISOs, neste momento tô baixando uma com o LXDE com meros 664MB
seguindo um dos teus short-cuts.

Grato pelas dicas, nos vemos todos lá no forum, ok??

Boa sorte a todos!!

[6] Comentário enviado por Lisandro em 14/07/2010 - 10:52h

Gostei muito!

[7] Comentário enviado por albfneto em 16/07/2010 - 13:08h

COMPLEMENTOS DO ARTIGO.


1) Edps publicou excelente artigo sôbre o Sabayon Core CDX, recentemente, aqui no VOL:

http://www.vivaolinux.com.br/artigo/Sabayon-CoreCDX-FluxBox-5.3-excelente

2) Lembro a todos que ao baixar a ISO "daily build" já terá o sabayon completo, todo atualizado em GNOME ou KDE. Se preferir não remasterizar, poderá instala-lo normalmente, por exemplo a versão com KDE ou com LXDE, ma snada impede que vc também depois instale GNOME. XFCE etc..., transformando-o no sistema ultra completo, com todas as interfaces gráficas, como era o antigo 4.0r1.

3) Saiu Hoje,sexta, 16 de Julho. Procedimento de Wolfden, desenvolvedor Sabayon.

É possível agora ainda, usar RSYNC para re-atualizar,pr exemplo a Daily Build da semana passada, dentro da propria ISO, sem baixar outra, semelhante ao sistema Delta do Gentoo.

Desta maneira, se vc tem , por exemplo a ISO daily da semana passada,pode transforma-la na iso dialy de hoje.

Mais uma possibilidade de instalar Sabayon, posterior a este artigo.
veja:

http://sabayon-mania.com/?p=76
http://wgo.wolf911.us/?p=396

4) Acabam de ser lançadas hoje (19/07/2010) oficialmente, mais algumas versões de Sabayon, com LXDE, com XFCE e especial para servidores.
Veja:

http://www.sabayon.org/pages/show/id/105

5) Eu baixava o Sabayon dos Espelhos Norte-Americanos, que são geográficamente mais próximos do Brasil que os da Europa, mas para baixar Sabayon em versões mais antigas para testes ou computadores antigos, procurem nos espelhos da Tailândia:

http://www.mirror.in.th/osarchive/sabayonlinux/iso/

Do Japão:

http://riksun.riken.go.jp/pub/pub/Linux/sabayon/

E outros (República Tcheca, Grécia etc...)

http://sabayonlinux.cybermirror.org/
ftp://mirror.dkm.cz/pub/sabayon/iso/
http://ftp.cc.uoc.gr/mirrors/linux/SabayonLinux/iso/
ftp://ftp.fsn.hu/pub/linux/distributions/sabayon/iso/

Agora, Sabayon pode ser baixado de espelhos Brasileiros (Dica submetida aqui)

6) Um post, publicado em Português, Brasileiro, sôbre a remasterização do Sabayon:

http://sabayonbrasil.org/planet/?p=4

7) O Sabayon novo, 5.4+, acaba de ser divulgado no número 141, da prestigiada revista Inglêsa Linux Format:

http://www.linuxformat.com/archives

8) Bom procedimento de Joost Ruis, para recuperação de sistema Entropy quebrado ou defeituoso:

http://joostruis.wordpress.com/2011/01/19/first-aid-i-broke-my-entropy/

9) As ISOs remasterizadas, deste artigo, são obsoletas, pois já tem alguns mêses e Sabayon é Rolling Release, estou preparando novas.


PEQUENA ERRATA:

Onde se vê "5.0 de meses atrás ano atrás", lê-se: "5.0, de meses atrás."

[8] Comentário enviado por albfneto em 16/07/2010 - 14:26h

Comentários sôbre o artigo:

Obrigado a todos pelos comentários e incentivo.

Sim, o Sabayon é uma boa maneira para os iniciantes tomarem contato com um Linux Gentoo, sem precisar ter aquele grande trabalho para instala-lo inteiro, pois o Portage do Sabayon é o do Gentoo (mesmo o do Funtoo, GIT based, pode ser usado), e os comandos são idênticos.

Eu tenho ainda também uma instalação do 4.0r1, antiga e não totalmente atualizada, para usar duas coisas que eu gosto de "brincar" que não existem mais e não são compatívels com as bibliotecas lib novas. Os gerenciadores de janelas 3D Beryl e Metisse. Eles não funcionam mais nos Sabayons novos, mas no 4.0r1, funfa beleza. Somente atualizei o firefox, usando a versão mais nova compilada do Portage do Gentoo, o resto é o antigo 4.0r1, atualizado ao 4.2. O Amarok, principalmente, é melhor que o novo.

Gosto de Arch, também, só não é uma das minhas distros de trabalho, porque sou fã de arquiteturas Gentoo e Red-Hat.



Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts