Regulando o desktop para trabalhar em máxima performance

O artigo descreve procedimentos de regulagem para máximo desempenho e de "overclock", via software. Esses métodos podem ser usados para aumentar a performance do processador e da placa de vídeo, com conseguente aumento de eficiência do computador.

[ Hits: 60.880 ]

Por: Alberto Federman Neto. em 22/12/2009 | Blog: https://ciencialivre.blog/


Regulando a placa de vídeo e obtendo alta performance



Overclock da NVIDIA, via software. Agora vamos aumentar a performance da placa de vídeo.

Abra em modo root o configurador geral da NVIDIA:

gksu (ou kdesu) nvidia-settings

E regule tudo para "alta performance" e não para qualidade de imagem!

Desligue texturas, sincronização vertical, filtro antialiasing, filtro anisotrópico (antes de desligar, sete para "override aplication"), sombras de cursor etc. Não é para ficar bonito, é para ficar rápido (também as imagens não ficarão tão feias, verá!).

Se possível, desligue também o "PowerMizer", o economizador de energia das NVIDIA. Em Windows, é possível sempre fazê-lo, mas em Linux, algumas NVIDIA e versões de driver não desligam o PowerMizer, nem editando o xorg.conf ou usando comandos especiais.

Para detalhes adicionais, veja:
Nesses casos, regule somente o nvidia-settings para máxima performance, pois a documentação salienta que usando Compiz ou 3d, em desktops, o regime da placa vai automaticamente para o máximo da performance.

Feitos os ajustes no nvidia-settings, instale o pacote auxiliar NVclock, o "overclocador" NVIDIA. Aviso porém, que ele não atua em certos modelos e drivers da NVIDIA.

Instalado, faça o comando:

nvclock -s
Card: 		nVidia Geforce 8600GT
Card number: 	1
Memory clock: 	399.600 MHz
GPU clock: 	540.000 MHz

Você tem as frequências médias normais de operação de sua NVIDIA. Observe nesse ponto que o PoweMizer que estava ligado antes setou minha memória de vídeo de 512, para 399,600.

Para overclocar a placa de vídeo, faça o comando:

sudo nvclock_gtk

Isto abrirá a interface gráfica do aplicativo NVclock, onde você poderá, com cuidado, aumentar a memória (até o máximo da placa) e a frequência de clock, bem como outros parâmetros como o tempo de atuação da ventoinha da placa de vídeo etc.

Se não quiser usar a cômoda interface gráfica GTK, também é possível fazê-lo com comandos, por exemplo, em uma GForce 8600GT, com clock de 540 Mhz, levá-lo a 700:

sudo nvclock -n 700

Para obter ajuda sobre todas as opções de nvclock, execute:

nvclock --help

Não se preocupe porque facilmente você anulará essas regulagens se não gostar ou se a placa de vídeo estiver esquentando muito.

Ainda é possível overclocar a placa NVIDIA totalmente com comandos ou editando o xorg.conf:
A figura 1 abaixo mostra a minha CPU funcionando após os ajustes (clock da NVIDIA levado de 400 a 700 Mhz e clock da memória de vídeo de 400 a 450, acima disso, fica instável, porque coloquei o clock muito alto, se você usar clock mais baixo, pode levar a memória de vídeo até uns 480, supondo placa de máximo 512) e fazendo cálculos intensivos de computação distribuída, BOINC e CPUBurn.

Observe também, acima, no painel superior do GNOME, a esquerda, o monitoramento das temperaturas do processador, da placa mãe etc. Observe que não estão muito quentes. Observe a temperatura da placa de vídeo.

Também vejam abaixo, à direita, no painel inferior do GNOME, o uso intensivo dos processadores (em azul) e uso das memórias (em verde claro).
Linux: Regulando o Desktop para trabalhar em máxima performance.
Observe na figura 2 o BOINC fazendo cálculos, Compiz em funcionamento (para usar aceleração 3D), glxgears, e no aplicativo GkrellM, à direita, o uso extensivo dos dois núcleos da CPU.

Assim o screenshot foi feito em condições de uso intensivo, tanto da CPU como da placa de vídeo.
Linux: Regulando o Desktop para trabalhar em máxima performance.
O glxgears não é considerado uma medida rigorosa de Benchmark. Contudo, dá uma ideia aproximada da eficiência da aceleração de vídeo. Embora eu tenha obtido até somente 2011 FPS, está com tudo aberto e rodando, inclusive Compiz.

Somente a placa de vídeo e o overclock, em sessão pequena aberta em Fluxbox, sem Compiz ligado, e sem outros aplicativos, a minha NVIDIA atingiu 14743 FPS!

As NVIDIA modernas possuem um driver interno (antigamente instalado a parte, mas atualmente embutido no driver NVIDIA normal, série 169 ou mais recente) chamado CUDA ("Computer Unified Driver Architeture", arquitetura de driver unificada). Ele permite o uso de parte dos recursos da placa de vídeo nos cálculos em processamento de tarefas, mesmo não de vídeo ((GPU, "Graphics Processing Unit", unidade de processamento gráfico, isto é suportado pelas NVIDIA série 6 ou superior).

Por isso os cálculos com BOINC foram escolhidos, porque BOINC usa GPU.

Isso acelera muito o processamento. Veja, sua placa de vídeo não serve só para jogar!

CUDA e GPU são usados em rigorosos trabalhos científicos, até em física (PhysX) e química quânticas! http://mtzweb.stanford.edu/research/gpu/ Em meus testes, os recursos GPU-CUDA estão divididos entre os cálculos do BOINC e o Compiz (sim, o Compiz usa recursos CUDA, por isso ele tem melhor desempenho nas NVIDIA)!
Obviamente, desligue o Compiz se você desejar o suporte CUDA todo voltado para o jogo ou o cálculo.

Para mais detalhes, consulte:
Página anterior     Próxima página

Páginas do artigo
   1. Introdução
   2. Regulando o processador para máximo desempenho
   3. Regulando a placa de vídeo e obtendo alta performance
   4. Testando e impondo regime de stress
   5. Medidas de eficiência e desempenho - benchmark
Outros artigos deste autor

Como usar o Bugzilla do Sabayon

Sabayon 5.0 - Uma nova distro multimídia (parte 1)

Ajustando a hora do micro com extrema precisão

Sabayon Linux 5.3, versões futuras e seu potencial + remasterização

Agora existem espelhos brasileiros do Sabayon Linux, use-os!

Leitura recomendada

Configurando o Vivozap HUAWEI EC325 no Linux

SANE: Compartilhe seu scanner na rede

Usando o seu módulo IRDA no Linux

Microcode - Como atualizar o firmware do processador

Usando um adaptador USB bluetooth no Slackware 10.2

  
Comentários
[1] Comentário enviado por paulinholinux em 22/12/2009 - 07:50h

E aí Alberto, blzzzz

cara parabéns pelo artigo, ficou bem legal...

só um ponto que eu plotei um erro e que merece uma correção, na parte de "Primeiros ajustes gerais" vc diz assim

"Se estiverem desativadas, ative as acelerações de HDD como S.M.A.R.T. ..."

Na verdade a opção HDD Smart não serve para desempenho do HD, e sim para segurança do hd, pois é um dispositivo que tem como função reportar se o funcionamento do HD está em perfeito estado ou não. Ao ligar seu computador, durante o POST, ele irá ler estas informações e caso encontre algo reportará em tela para o usuário, auxiliando-o assim para a troca do seu dispositivo.

Até mais

PaulinhoLinux

[2] Comentário enviado por nicolo em 22/12/2009 - 11:57h

Precisa configurar a CMOS (SETUP) para o HD, como ativar o DMA, O 32bits transfer, o cache write through e reduzir os tempo de espera e Desativar o SMART. O Disco é o elemento mais lento da máquina.
Desativar o economizador de energia é uma boa e ajuda a poupar o seu HD, é seguro, ainda que aumente um pouco o consumo de energia.
Isso melhora muito o desempenho sem recorrer (com o perdao da palavra) a "artifícios que envolvem maior ou menor grau de risco".

A placa de vídeo outro elemento fundamental, especialmente para multimedia. O Kernel do Linux deve ser rt (real time) com tempo de espera de 1 ms. O default dos kernel das distro é 4 mili segundos. O Ubuntu oferece kernel RT já compilado, nunca investiguei outras distros.

Desative os serviços que você não usa, isso torna o sistema mais leve.

Se for gastar dinheiro comece comprando uma boa memória e não passe de 4Gb pois não será usado.
Hardware de alto desempenho é caríssimo, começando por uma boa placa mãe que custa 4 vezes o preço de uma comum e daí prossegue para discos de alto desepenho, placas de vídeo supra sumo, memórias de alto clock etc.

Recomendo aos garotos moderação nos over clocks e stress, e outros expedientes para acelerar o processador, para não queimar a máquina. O papai vai ficar uma fera.




[3] Comentário enviado por dbahiaz em 24/12/2009 - 15:04h

Bem legal esse artigo!

Eu já fui maluco por benchmark e overclocks, hoje nem tanto, mais gosto de tirar um pouco da maquina, por isso gosto de comprar na medida do possível equipamentos bons, mesmo pagando mais, no futuro, isso é recompensado, tenho um pc comprado em 2006 e ainda me serve muito bem rs, na que época que comprei fiz uns ajustes que rendeu e rende até hoje meu nome na lista do super pi do CdH:

dbahiaz - 34,797s
AMD Athlon64 3000+ <Venice Socket 939> @ 2.520Mhz (280 x 9)
DFI LanParty NF4 Ultra-D || 2x 512Mb Corsair Value Select PC3200 @ DDR-420 (2,5-3-2-6/1T)

Vou ver se faço uns ajuste nele seguindo essas dicas (assim que tiver tempo), tenho o Opensuse instalado nele, vamos ver como fica. :)

[4] Comentário enviado por grandmaster em 05/01/2010 - 12:57h

Bom artigo. Como o dbahiaz falou, também já usei muito de overclock para tentar ter algum ganho principalmente em placas de video etc. Hoje estou mais sossegado e procuro sempre comprar algo que vá me render uso por algum tempo.

---
Renato de Castro Henriques
CobiT Foundation 4.1 Certified ID: 90391725
http://www.renato.henriques.nom.br

[5] Comentário enviado por albfneto em 08/01/2010 - 10:14h

obrigado pelos comentários.... Nicolo, vc sugere reduzir o tempo de acesso e desativar o smart, é isso?
e usar kernel real time, vou experimentar....

[6] Comentário enviado por goodiro em 09/01/2010 - 01:38h

Muito bom artigo, ja estou utilizando algumas dicas aqui! o boinc aqui agora tá a mil por hora, utilizando inclusive o gpu da pv nvidia! parabéns!

[7] Comentário enviado por albfneto em 16/01/2010 - 16:23h

Observação:

Alessandro, Cabelo, acaba de publicar excelente artigo sôbre uso de GPU e CUDA:

http://www.vivaolinux.com.br/artigo/CUDA-Programe-a-sua-NVIDIA

[8] Comentário enviado por albfneto em 08/04/2010 - 19:46h

INCORPORAÇÕES AO ARTIGO.

1) Se o NVClock, não estiver ajustando sua NVIDIA, adicione as linhas,Coolbits na sessão device de seu arquivo /etc/X11/xorg.conf. Exemplo abaixo de como vai ficar:

Section "Device"
Identifier "Device0"
Driver "nvidia"
VendorName "NVIDIA Corporation"
BoardName "GeForce 8600 GT"
Option "Coolbits" "1"

2) Aqui, um interessante Script Canadense para seleção automatizada de Governor e Gerenciamento de Energia:

http://rra.etc.br/MyWorks/2008/02/17/gerenciamento-de-frequencia-no-notebook/#SECTION65


[9] Comentário enviado por iagorafael em 24/04/2013 - 17:31h

Tem como eu testar o link da minha internet, pra ver quantos usuarios ele aguenta conectados usando o streslinux???


Contribuir com comentário