OSS & ALSA - A História

Conheça a história por trás desses dois poderosos e descubra porque do Open Sound System não é incluído por padrão nas distribuições Linux.

[ Hits: 20.080 ]

Por: Perfil removido em 18/09/2011


Conclusão



Com isto acredito que agora você já tenha uma noção do que aconteceu, e que perguntas como "Por que o OSS não é incluído por padrão no Linux?" ou "Por que mesmo obsoleto ainda estão trabalhando-o?" já tiveram as suas devidas respostas.

Apesar da API do OSS destacar-se em muitos pontos em comparação com a do ALSA, o OSS não tem o reconhecimento merecido por vários fatores já explanados anteriormente, mas ainda há uma gama enorme de usuários e programadores que apoiam o projeto. Infelizmente o OSS se tornou obsoleto e como consequência foi abandonado pelas distribuições Linux, graças ao "novo imperador".

Eu achei tudo isso realmente fantástico, é uma das histórias que eu ouviria novamente se precisasse e ainda sim acharia o máximo. Espero que você, assim como eu, também tenha curtido essa "aventura".

Há muitas referências ligadas a este artigo, não poderia escrever todas aqui, então colocarei apenas as ligações diretas e mais importantes. Se deseja saber mais sobre o assunto, nas duas páginas que colocarei abaixo, há mais fragmentos dessa história (em inglês):

Links e referências

Como disse, não há muita informação na internet em nosso idioma, os links abaixo estão em inglês:
Página anterior    

Páginas do artigo
   1. Introdução
   2. A nova API
   3. O funeral
   4. Conclusão
Outros artigos deste autor

Instalando o modem Huawey E1556 no GNU/Linux

Conexão wireless ad-hoc no Ubuntu - relato de experiência

IPtables - Trabalhando com Módulos

AFT : Tecnologia para Formatação Avançada - Conceitos básicos

Mandrake 10.1 Official - Análise de instalação e uso

Leitura recomendada

O software livre na administração pública

Porque Linux não emplaca em desktops

Como tornar-se um membro da comunidade Linux

Será que existe mercado para distribuições Linux não comerciais?

Software Livre no Brasil

  
Comentários
[1] Comentário enviado por removido em 18/09/2011 - 11:59h

Na minha concepção de usuário, ambos são melhores que o maldito Pulseaudio, pode ser que no futuro e com novas implementações o Pulseaudio venha a mudar a minha opinião, mas no momento é ALSA ou OSS.

O Pulseaudio vem por padrão no Ubuntu e nas distros nele baseadas, até mesmo o LMDE que é Debian-based o Pulseaudio vinha como padrão, bastou removê-lo para acabar com a mudez no meu sistema.

Um excelente artigo, muito bem documentadoapeasr de não ter corrido os links, decerto eu o farei numa data posterior.

[]'s

[2] Comentário enviado por eldermarco em 18/09/2011 - 12:34h

Interessante! Eu não conhecia essa história! Realmente, uma aventura e tanto. O tal do pulseaudio costuma dar problemas para muitos usuários mesmo, como citou o @edps. Eu mesmo tive medo de que ele desse problemas no ArchLinux, mas parece que se comportou decentemente. =]

[3] Comentário enviado por levi linux em 18/09/2011 - 13:01h

Realmente um história interessante.
Excelente artigo!

[4] Comentário enviado por removido em 18/09/2011 - 13:19h

Só cuidado com uma coisa galera, OSS e Alsa são APIs de som, são elas que fazem a parte "pesada", o pulseaudio é um simples servidor de som.

Creio que esse diagrama vai clarear as coisas: http://goo.gl/UrMJQ
(Dê um zoom)

[5] Comentário enviado por PaeL em 18/09/2011 - 17:59h

'The Open Sound System is an alternative sound architecture for Unix-like and POSIX-compatible systems. OSS version 3 was the original sound system for Linux and is in the kernel but was superceded by ALSA in 2002 when OSS version 4 became proprietary software. OSSv4 became free software again in 2007 when 4Front Technologies released its source code and provided it under the GPL license.'

Pra bom entendedor meia palavra basta xD

[6] Comentário enviado por pinduvoz em 19/09/2011 - 03:21h

O termo usado, obsolidade, é palavra inexistente. Veja uma que existe:

http://www.dicio.com.br/obsolescencia/

No mais, gostei do artigo.

[7] Comentário enviado por removido em 19/09/2011 - 11:06h

@pinduvoz Realmente, ficou bem feio rsrsrs Agradeço a correção.

[8] Comentário enviado por valterrezendeeng em 19/09/2011 - 12:04h

Bom Artigo

Gostei muito da leitura, é sempre muito importante saber-mos como a história é ESCRITA.

Abraço e Parabens!!!!

[9] Comentário enviado por valterrezendeeng em 19/09/2011 - 12:05h

.

[10] Comentário enviado por FernandoBasso em 19/09/2011 - 13:53h

Muito legal saber um pouco sobre essa questão asla vs oss.

Eu uso arch linux com o pulseaudio e alsa-plugins. Não posso afirmar que tenha problemas, exceto pelo fato de que se estou assistindo algo com flash no browser, e eu abro o smplayer por exemplo, este fica sem som. O mesmo se dá caso eu esteja rodando algo em um player (totem, vlc, smplayer, etc) e então tento ver um vídeo no youtube, e o video fica sem som.



Parabéns pelo artigo.

[11] Comentário enviado por erik.costa em 21/09/2011 - 16:27h

Se eu botar pra rodar um filme em FULLHD a imagem fica engasgando .. será placa de vídeo???

Nãoooooo foi só mudar para OSS no player que resolveu :D


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts