Monitoramento de Serviços e Servidores

Quem nunca precisou monitorar um Servidor ou serviço ativo em sua rede ou fora dela? Testar portas, serviços ativos,
quanto tempo um determinado serviço está em funcionamento, etc. Vamos montar um Servidor para executar esta
tarefa e permitir que você tenha acesso aos monitoramentos pelo navegador.

[ Hits: 39.830 ]

Por: Claudio Mercaldo de Almeida em 04/04/2012


Instalação e Pós-Instalação



Instalação

1. Instalação do Apache:

Vamos instalar o Apache 2 com o PHP5. No momento, não vamos utilizar o PHP5, mas deixaremos o Servidor já preparado.

# aptitude install apache2 php5 libapache2-mod-php5 php5-common php5-cgi php5-mysql

* Na execução do Apache 2, pode ocorrer falta da linha ( ServerName ) dentro do "/etc/apache2/apache2.conf".

Inserir a linha, conforme o exemplo:

# vi /etc/apache2/apache2.conf

ServerName <nome do servidor escolhido na instalação do Debian>


Após esta alteração, reinicie o serviço do Apache 2, e verifique se ele esta em funcionamento. Teste em seu navegador.

# /etc/init.d/apache2 restart

2. Instalação dos aplicativos base, para o funcionamento do HOBBIT:

# apt-get install gcc++ gcc nmap vim
# apt-get install fping rrdtool* libpcre3-dev libpng* cppunit*


3. Instalação do Hobbit:

# apt-get install xymon*

Ou:

# apt-get install hobbit hobbit-plugins hobbit-client

Será perguntado: IP do Hobbit Server

4. Após a instalação dos pacotes, vamos verificar se o Hobbit esta funcionando.

# nmap localhost
Starting Nmap 5.00 ( http://nmap.org ) at 2012-03-06 13:39 BRT
Interesting ports on localhost (127.0.0.1):
Not shown: 995 closed ports
PORT         STATE SERVICE
22/tcp       open  ssh
25/tcp       open  smtp
80/tcp       open  http
111/tcp     open   rpcbind
1984/tcp   open   bigbrother

Nmap done: 1 IP address (1 host up) scanned in 0.12 seconds

Se a porta 1984 estiver ativa no NMAP, significa que esta em funcionamento!

5. Caso a porta citada não apareça, execute o procedimento abaixo:

# /etc/init.d/hobbit restart

Não esqueça de verificar novamente, vide procedimento 4.

Pós-instalação

Na Distribuição Debian, os pacotes foram instalados nos diretórios abaixo.

Vamos comentar apenas os diretórios que vamos utilizar:
  • /usr/lib/hobbit (diretório onde ficam os arquivos CGI-BIN e HTML)
  • /usr/share/doc/hobbit
  • /usr/share/hobbit
  • /var/lib/update-rc.d/hobbit
  • /var/lib/hobbit (diretório do arquivos html<www> do hobbit)
  • /var/lib/hobbit/hist/hobbit
  • /var/lib/hobbit/rrd/hobbit
  • /var/lib/hobbit/www/hobbit
  • /var/lib/hobbit/histlogs/hobbit
  • /var/lib/hobbit/hostdata/hobbit
  • /var/log/hobbit
  • /var/run/hobbit
  • /etc/apache2/conf.d/hobbit (diretório para configuração do sistema HOBBIT)
  • /etc/hobbit (diretorio onde ficam os arquivos de configuração dos servidores a serem monitorados)
  • /etc/init.d/hobbit (ativação e desativação do aplicativo)

Adicione um usuário para o Hobbit:

- Usuário: hobbit
- Senha: hobbit (Caso não tenha sido criado na instalação)

# adduser hobbit
# passwd hobbit <hobbit>


Entre no diretório de publicação (/var/www) e crie os links seguindo as linhas abaixo:

# cd /var/www
# ln -s /var/lib/hobbit/www hobbit
# ln -s /usr/lib/hobbit/cgi-bin/ hobbit-cgi
# chown hobbit.www-data /var/lib/hobbit/www/ -R
# chown hobbit.www-data /usr/lib/hobbit/cgi-bin/ -R


Colocar senha para acesso ao ADMIN, para algumas opções do Hobbit:

# htpasswd -c /usr/lib/hobbit/server/etc/hobbitpasswd admin

Editar o arquivo e modificar as linhas com o conteudo abaixo:

# vi /etc/apache2/conf.d/hobbit

-->
Allow from localhost ::1/128
<--


Para:

-->
Allow from all
<--


Bom, vamos abrir um navegador e digitar a URL: http://<ip_do_servidor>/hobbit
Vamos voltar ao arquivo do "apache2.conf" (incluir a linha abaixo), caso não exista. Assim, estaremos forçando ao Apache2 a leitura das configurações do hobbit.

Include /etc/apache2/conf.d/


Verificar no diretório do "conf.d" do Apache2, se existe o arquivo hobbit. Segue o exemplo abaixo:

# ls /etc/apache2/conf.d/
apache2-doc  hobbit                 other-vhosts-access-log  xymon.dpkg-new
charset      localized-error-pages  security

Obs.: As linhas com os sinais " --> e <--" não deve ser colocadas no arquivo. São apenas para simbolizar que existem códigos antes e depois da linha a ser alterada.

Página anterior     Próxima página

Páginas do artigo
   1. Monitoramento e Requisitos
   2. Instalação e Pós-Instalação
   3. Editando Hosts e Serviços
   4. Instalação dos agentes Windows e Linux
Outros artigos deste autor

Compilando o Squid com autenticação PAM

BackRE - Seu script de backup remoto

Postgres e os Sistemas Alterdata

Configurando o Apache para reconhecer arquivos DWG

Coletando informações direto do FIREBIRD via D.O.S. ou SHELL

Leitura recomendada

Instalação e configuração do MySQL 4.0.26, Apache 2.0.54, PHP 5.0.4 e PHP-Nuke 7.8 no Slackware 10.1

AIXGL + Beryl + Slackware + ATI

Asterisk 1.6 com MD3200 em Linux Ubuntu Server 8.10

Criando um álbum de fotos no Linux

SnipeIT - Gerenciamento de Ativos de TI

  
Comentários
[1] Comentário enviado por antonio_edmilson em 05/04/2012 - 10:19h

Parabéns !

[2] Comentário enviado por Marcus.Macedo em 08/04/2012 - 21:08h

Olá,

Não foi possivel seguir o procedimento no momento de instalar os aplicativos base

2. Instalação dos aplicativos base, para o funcionamento do HOBBIT:

# apt-get install gcc++ gcc nmap vim
# apt-get install fping rrdtool* libpcre3-dev libpng* cppunit*

ao executar o apt-get install gcc++ gcc nmap vim, o mesmo exibe a mensagem O pacote vim não tem candidato para instalação.
ao colocar apenas o comando "apt-get install gcc++ gcc" ai sim foi.

agora o apt-get install fping rrdtool* libpcre3-dev libpng* cppunit* deu a seguinte mensagem:

impossivel encontrar o pacote fping
O pacote "libpcre3-dev não tem candidato para instalação
Impossivel encontrar o pacote cppunit*
Não foi possivel encontrar o pacote através da expressão regular "cppunit*


Você imagina oq pode ser ?

Obrigado.

[3] Comentário enviado por cmercaldo em 09/04/2012 - 01:08h

Prezado Marcus.

Preciso de mais informações e uma bem básica é: Você esta usando a "distro" indicada no artigo?

Bom, meu sources.list esta assim:

# cat /etc/apt/sources.list
deb http://ftp.br.debian.org/debian/ squeeze main
deb-src http://ftp.br.debian.org/debian/ squeeze main

deb http://security.debian.org/ squeeze/updates main
deb-src http://security.debian.org/ squeeze/updates main

Ou seja, básico.

Vou procurar o pacote indicado por você LIBPCRE3.

# apt-cache search libpcre3-dev
libpcre3-dev - Perl 5 Compatible Regular Expression Library - development files
[email protected]:~# ^C

Tente instalar um de cada vez e qualquer problema me avise!!

Obrigado!
Att.
ClaudioM


[4] Comentário enviado por carlosands em 09/04/2012 - 11:49h

Mercaldo muito bom o seu artigo
Parabéns !!!

[5] Comentário enviado por carlosands em 09/04/2012 - 15:38h

Se por acaso der erro em alguns pacotes por causa de versão antiga do Debians basta fazer o que o Claudio disse de colocar o sources.list do debian 6.0 depois basta atualizar com # apt-get updates que funciona redondo fiz da versão 5.0 colocando o soucer da versão 6.0 e rodou tudo na boa segue o souces.list.


deb http://ftp.br.debian.org/debian/ squeeze main
deb-src http://ftp.br.debian.org/debian/ squeeze main

deb http://security.debian.org/ squeeze/updates main
deb-src http://security.debian.org/ squeeze/updates main

Um abraço.

[6] Comentário enviado por Marcus.Macedo em 10/04/2012 - 03:21h

Olá Srs,

Muito obrigado pela ajuda !

Realmente era o sources.list que estava faltando o:

deb http://ftp.br.debian.org/debian/ squeeze main
deb-src http://ftp.br.debian.org/debian/ squeeze main

Porém achei estranho pois estou com o Debian 6.0. Mas seguindo o procedimento de vocês deu certo.

Obrigado mesmo pela ajuda e Claudio . . . Parabéns pelo post.

Abraço.

[7] Comentário enviado por msgoulart em 09/05/2012 - 12:32h

Bom dia Amigos,
Primeiramente quero parabelizar pelo artigo, está muito bom.

A respeito da instalação e configuração tmbm, foi tudo tranquilo, pois já tinha meu Big brother rodando a mil, mas quando instalei este xymon, vi que é mais atual e tem umas coisinhas diferentes. Quando segue este tutorial no Debian 6.0 ele baixa e instala a versão "Xymon 4.3.0-0.beta2", já tem a versão 4.3.7, que corrige várias falhas.
Pois bem, baixei a tal versão e estou tentando atualizar o meu xymon.
A pergunta é: é mais tranquilo desinstalar e instalar ou somente atualizar?
Para a instalação do pacote com o ./configure e tal... tem algum macete para a instalação?, já fiz bkp dos conf's desta versão beta pra garantir, mas não consigo instalar, da erro do rrdtool, mas já está instalado e funfando.

[8] Comentário enviado por cmercaldo em 09/05/2012 - 20:52h

Prezado msgoulart.

Já utilizei o BB também e estou gostando muito mais do HOBBIT ou XYMON. Quanto a instalação lembre-se apenas de guardar os seus arquivos de configuração (bb-hosts, bb-services, etc...).

Aconselho você a renomear o diretório atual e instalar a versão que você quer testar. Assim, caso queira voltar a versão antiga, basta renomear novamente o diretório.

CONSELHO: Crie um ambiente teste antes de colocar em produção, seja uma VM ou até mesmo uma máquina física e realize toda instalação novamente.

Antes de publicar este artigo e instalei e reinstalei varias vezes, mas começando do ZERO mesmo. Sem contar que deixei em teste mais de 30 dias para verificar se estava coletando os dados corretos dos servidores. No meu ambiente de trabalho consigo monitorar: Vms (mais de 30), máquinas físicas, sistemas de câmeras, banco de dados, ativos de rede, links de internet (site da empresa) e algumas conexões TS.

Espero que tenha ajudado, mas caso tenha alguma dúvida, basta me enviar um email e terei o imenso prazer em ajuda-lo no que for preciso.

Isto é VOL!!

Obrigado!

Att.
ClaudioM

[9] Comentário enviado por rgdrgues em 30/10/2013 - 09:12h

Prezado msgoulart,

É possível utilizar o Hobbit para monitorar switches, roteadores, enfim qualquer equipamento via SNMP.
Também é possível configurar alertas via SMS?

Obrigado.

[10] Comentário enviado por cmercaldo em 30/10/2013 - 19:48h

Prezado msgoulart.

Você consegue monitorar qualquer equipamento que possua IP/PORTA, sem problema algum. Onde eu trabalho, estou monitorando 10 servidores fisicos, 53 servidores virtuais, todos os ativos de rede, banco de dados, espaço em disco dos servidores.

Quanto ao SMS eu nunca configurei, mas existe esta alternativa sim.

Se precisar de uma ajuda, pode contar comigo, basta me enviar um email!

Um abraço!

Att.
ClaudioM

[11] Comentário enviado por rgdrgues em 31/10/2013 - 16:55h

Obrigado.

[12] Comentário enviado por rgdrgues em 01/11/2013 - 16:47h

Para quem quiser configurar alerta via E-mail, lembrando que esta é uma configuração bem básica, segue abaixo:

1) Instalar o sendmail no servidor hobbit.

2) Editar o arquivo /etc/hobbit/hobbit-alerts.cfg

HOST=BRSPMAS0004 SERVICE=*
MAIL [email protected] REPEAT=60
COLOR=red

onde BRSPMAS0004= é o nome do servidor, SERVICE=* - lista quais serviços serão monitorados, no caso * = todos
[email protected] = e-mail destinatário e REPEAT=60 - repetição de alerta a cada 60 minutos
COLOR=red - essa opção também não é obrigatória, mas pode definir se será alertado apenas alarmes críticos = red.

Att.
Rodrigo Rodrigues.


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts