Instalando sidux em pendrive para usar como "Canivete Suíço"

Depois de uma situação de aperto por não conseguir acessar wifi mesmo insegura em viagem, decidi instalar o sidux em pendrive.

[ Hits: 23.762 ]

Por: j g meinhardt em 13/07/2009


Comentários iniciais



Para quem depende do acesso a Internet por razões de trabalho para comunicações por escrito, além da necessidade de acesso a dados presentes em NoBo para fundamentar informações ou acessar dados importantes que não poderiam ser salvos em algum servidor público do tipo Webmail, é sem dúvida muito frustrante poder contar com apenas uma alternativa de acesso, além do mais pouco ou nada segura.

Apesar de já estar se tornando mais popular o acesso a Internet via rede Celular - 3G, ainda não está disponível em todo o país. Por esta razão ainda não posso considerar esta como outra alternativa viável para uso em qualquer lugar.

Este é o caso de quem viaja a trabalho hoje em dia, já que a maioria dos hotéis, se não forem todos, não disponibiliza mais acesso a Internet por rede física (cabeada) devido aos seus custos e margens de lucratividade, porém normalmente mais rápida e confiável, oferecendo apenas conexão via wifi, onde o serviço é cobrado com venda de cartões com chave de acesso por hora, dia ou semana.

Até mesmo aqueles antes populares PCs públicos que ficavam a disposição dos hóspedes em um cantinho qualquer apelidado de "Business Center" já são difíceis de encontrar.

Isto tudo ocorre graças a popularização do uso de NoBos (Notebooks - Laptops) e Netbooks, fenômeno provocado pela redução dos impostos e preços para produtos de informática e principalmente pela descoberta das montadoras de que tornando os preços dos NoBos acessíveis fica automaticamente incentivado o uso de um equipamento com alta velocidade de obsolescência e portanto alta velocidade de reposição, já que as possibilidades de upgrade ou atualização são em geral bem restritas. Normalmente é possível apenas aumentar o volume de memória RAM e trocar o HD por modelo com mais capacidade e ou melhor tempo de acesso.

Para quem usa Windows, o acesso e configuração wifi não é absolutamente nenhum problema, já que tanto detecção de sinal, configuração e conexão são extremamente fáceis, porém de carona com a facilidade vem a insegurança em função das vulnerabilidades típicas do sistema, como vírus, exploits e outra infinidade de aplicativos mal intencionados (malware) que dispõem de todas as facilidades para acessar, identificar e invadir o NoBo dos desavisados.

Entre outras tantas razões esta é mais uma para usar o Linux, qualquer que seja a distro escolhida.

A decisão de preparar um "Canivete Suíço" ocorreu porque na última viagem, as distros instaladas depois de algumas atualizações e instalação de aplicativos adicionais, não reconheciam a conexão wifi ou não permitiam a sua configuração, com exceção do sidux. Não fiz apenas uma única tentativa com as distros Linux instaladas, porém fiquei insistindo e buscando caminhos para a configuração e ativação. Só consegui com uma distro.

Como diz o ditado "Quem tem três tem dois, quem tem dois tem um e quem tem um, não tem nenhum!", sou sempre obrigado a manter algum nível de redundância para poder sair dos apertos quando ocorre algum problema com alguma das distros instaladas. Procuro manter pelo menos duas distros devidamente configuradas e prontas para uso, além do XP.

Ao verificar que tinha apenas uma única alternativa além do XP, resolvi partir para outra solução portátil, o meu novo "Canivete Suíço"!

    Próxima página

Páginas do artigo
   1. Comentários iniciais
   2. Por quê usar um pendrive e o sidux
   3. Instalação passo-a-passo
   4. Conclusões e comentários finais
Outros artigos deste autor

Teste a vulnerabilidade de seu PC

Kernel 3.0-0 já disponível no aptosid e operando de forma estável

Porque migrar para o Linux - No meu caso também, preguiça

Librix 4.0 - Uma distro que não é para inglês ver - primeiras impressões

Zorin OS - interessante distro lançada no ano novo - primeiras impressões

Leitura recomendada

Instalando a placa wireless realtek 8187B no Debian e derivados

Chipset Atheros: Reconhecendo e configurando placas wireless na mão

Placa Intel PRO/Wireless 3945ABG no Debian Linux

Como gravar o som da sua Zoom G2.1u

Instalando a placa de rede wireless DWL-G520+ no Fedora Core 3

  
Comentários
[1] Comentário enviado por Lisandro em 13/07/2009 - 21:53h

Artigo nota 10. Parabéns.

[2] Comentário enviado por ricardoperera em 13/07/2009 - 22:50h

Artigo mto bom!! Hein, ms acho q tem como vc deixar esse pendrive bootável em qualquer máquina.. uma vez eu li num tutorial do Morimoto q ele colocava o Kurumin no pendrive e ele deletava um arquivo que era o arquivo que armazenava as informações da máquina... daí toda vez q ele bootava como nao encontrava o arquivo ele acabava fazendo o reconhecimento do hardware e de quebra configurando tudo.... Então acho que existe como deixar esse pendrive armazenando as informações e ainda usável em qualquer micro...

[3] Comentário enviado por mcnd2 em 13/07/2009 - 22:54h

Show de bola.

Tenho instalado no meu Pen o "Slax" em 1.5Gb ext3 e 500MB fat32 para arquivos de trabalho.

Nota 10...

Vlw...

[4] Comentário enviado por meinhardt_jgbr em 13/07/2009 - 23:09h

ciscokid,

Como comentei no artigo, existe outra maneira de "preparar" o pendrive. Uma como uma instalação normal igual a de um HD e portanto "amarrada" a configuração do hardware do PC onde for instalado e outra similar a aquela descrita pelo Morimoto, onde você pode inclusive agregar ou retirar aplicativos e fazer uma montagem do conteúdo da distro que você escolher para usar no pendrive.
Usando o sidux, esta segunda alternativa requer que você copie a imagem ISO da mídia de instalação no pendrive. Por outro lado permite você usar o pendrive para rodar a distro a partir de qualquer PC. Meu objetivo entretanto não era este, porém apenas usar no meu NoBo em caso de necessidade. Por esta razão preferi esta alternativa de instalação. O artigo portanto não trata de instalações em pendrive de forma genérica. O Manual do sidux, tem as duas alternativas bem explicadas.

Grato pelo comentário!!


Contribuir com comentário