Instalando sidux em pendrive para usar como "Canivete Suíço"

Depois de uma situação de aperto por não conseguir acessar wifi mesmo insegura em viagem, decidi instalar o sidux em pendrive.

[ Hits: 23.174 ]

Por: meinhardt, jorge g em 13/07/2009


Conclusões e comentários finais



Além da portabilidade do "Canivete Suíço" em pendrive, encontrei algumas outras vantagens:

1. É possível não só inicializar (bootar) a instalação do sidux existente no pendrive, como também todas as outras distros eventualmente já instaladas no seu HD, ou até mesmo o sistema da MS. Isto porque optei pela instalação na partição raiz do pendrive em vez do MBR do HD.

Esta é a alternativa instalar na partição, na etapa de definição do Grub na instalação.
Linux: Instalando sidux em pendrive para usar como 'Canivete Suiço'
2. Como o tempo de acesso em memória (pendrive) normalmente é mais rápido que o tempo de acesso em HD mecânico (no meu caso um SATA com 5400 rpm), o sistema passa a ter um desempenho superior, já que a troca de informações será entre memórias e não memória e HD mecânico. Não pude notar melhora muito contundente neste NoBo Acer porque tenho 2GB de RAM DDR2-667. Acredito que no caso de memória RAM mais lenta e em menor volume isto possa ser mais facilmente notado.

3. Caso ocorra alguma "zica" no seu HD, você pode usar o pendrive para trabalhar, com acesso a seus dados e independente do funcionamento ou não das outras distros instaladas.

4. Você pode fazer praticamente qualquer tipo de experiência como atualizações (dist-upgrade), sem o risco de danificar ou desconfigurar as distros instaladas no seu HD.

Com o meu novo "Canivete Suíço" não precisarei mais, ainda que conveniente, andar carregando sempre em viagens alguns CDs e DVDs de distros Linux para as eventualidades, basta levar literalmente este canivetinho que é muuuito mais portátil e rápido.

Seu PC deve permitir a alternativa de boot desde pendrive, além das clássicas a partir do HD, CDROM, Net, Floppy. Isto será acessado usando normalmente a tecla DEL, F2 ou F12 ou outras alternativas que ativam o setup da sua MoBo (Motherboard - Placa Mãe).

Dependendo do tipo de uso que você decida fazer do pendrive, este método talvez não seja o mais conveniente, pois o seu pendrive fica "amarrado" ao seu PC, já que durante o processo de instalação ele reconheceu / ativou os itens do hardware e configurou os mesmos.

Se você precisar ou decidir usar o seu pendrive com outro PC, até pode ocorrer que ele venha a funcionar, porém pela lógica isto não seria de se esperar, já que as características físicas (hardware) de outro PC serão diferentes a menos que seja exatamente da mesma marca e modelo.

Para poder usar o pendrive com total liberdade de aplicação, inclusive com possibilidade de uso em outros PCs, outro tipo de instalação será mais conveniente. Esta outra opção está bem descrita no Manual do sidux, portanto deixei de desenvolver mais por não ser este o objetivo da minha instalação. O inconveniente neste caso é o fato de que a cada boot, o pendrive se comporta como uma Mídia-Live, sendo apena um pouco mais rápido que um CD ou DVD-Live.

Levado pelo embalo do entusiasmo dos bons resultados com esta instalação em pendrive, parti recentemente para a atualização completa da distro (Distro Upgrade), incluindo não somente o kernel, como também todos os pacotes atualizados até a versão de kernel 2.6.30.

Ainda na mesma inércia, mesmo sabendo que o primeiro preview do sidux, lançado na semana passada ainda está muito longe daquilo que será a nova versão codinome "Aethir" (2009-02), também já fiz a substituição da que estava instalada no pendrive para esta que estava apenas saindo do forno.

Total sucesso!

Além da praticidade e nível de redundância permitida, o uso de uma distro completamente instalada em pendrive como neste exemplo, permite fazer também grandes e radicais experiências como estas em condições reais, onde todo o seu hardware será detectado, testado e configurado como se fosse instalado no HD, sem riscos para suas instalações que se supõem que estejam funcionando bem.

Página anterior    

Páginas do artigo
   1. Comentários iniciais
   2. Por quê usar um pendrive e o sidux
   3. Instalação passo-a-passo
   4. Conclusões e comentários finais
Outros artigos deste autor

Zorin OS - interessante distro lançada no ano novo - primeiras impressões

Kernel 3.0-0 já disponível no aptosid e operando de forma estável

Sugestões sobre distros Linux e particionamento de HD

Librix 4.0 - Uma distro que não é para inglês ver - primeiras impressões

Experiencias de um viajante - binômio sidux/Ceni novamente destaque

Leitura recomendada

Configuração da função de webcam para a famosa Breeze Cam

Instalação da impressora Canon Image Runner 1023n no Ubuntu

Configurando impressoras no programa do SERPRO / Emulador 3270

Drivers NVIDIA (receita de bolo)

Instalando Token da OAB no Linux Mint 17.3 (Rose)

  
Comentários
[1] Comentário enviado por Lisandro em 13/07/2009 - 21:53h

Artigo nota 10. Parabéns.

[2] Comentário enviado por ricardoperera em 13/07/2009 - 22:50h

Artigo mto bom!! Hein, ms acho q tem como vc deixar esse pendrive bootável em qualquer máquina.. uma vez eu li num tutorial do Morimoto q ele colocava o Kurumin no pendrive e ele deletava um arquivo que era o arquivo que armazenava as informações da máquina... daí toda vez q ele bootava como nao encontrava o arquivo ele acabava fazendo o reconhecimento do hardware e de quebra configurando tudo.... Então acho que existe como deixar esse pendrive armazenando as informações e ainda usável em qualquer micro...

[3] Comentário enviado por mcnd2 em 13/07/2009 - 22:54h

Show de bola.

Tenho instalado no meu Pen o "Slax" em 1.5Gb ext3 e 500MB fat32 para arquivos de trabalho.

Nota 10...

Vlw...

[4] Comentário enviado por meinhardt_jgbr em 13/07/2009 - 23:09h

ciscokid,

Como comentei no artigo, existe outra maneira de "preparar" o pendrive. Uma como uma instalação normal igual a de um HD e portanto "amarrada" a configuração do hardware do PC onde for instalado e outra similar a aquela descrita pelo Morimoto, onde você pode inclusive agregar ou retirar aplicativos e fazer uma montagem do conteúdo da distro que você escolher para usar no pendrive.
Usando o sidux, esta segunda alternativa requer que você copie a imagem ISO da mídia de instalação no pendrive. Por outro lado permite você usar o pendrive para rodar a distro a partir de qualquer PC. Meu objetivo entretanto não era este, porém apenas usar no meu NoBo em caso de necessidade. Por esta razão preferi esta alternativa de instalação. O artigo portanto não trata de instalações em pendrive de forma genérica. O Manual do sidux, tem as duas alternativas bem explicadas.

Grato pelo comentário!!


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts