Gerenciadores de pacotes GNU/Linux

Um gerenciador de pacotes é uma ferramenta utilizada para instalação, remoção e atualização de programas. Normalmente são encontrados em sistemas GNU/Linux, tendo em vista que tais sistemas consistem de milhares de pacotes distintos. Este artigo disserta sobre os principais gerenciadores de pacotes existentes no mundo GNU/Linux.

[ Hits: 34.070 ]

Por: Gilmar Sampaio em 17/09/2015 | Blog: https://br.linkedin.com/in/gilmarsampaio


Repositórios de pacotes



Os repositórios são coleções de pacotes tipicamente armazenados em um servidor remoto, mas que também podem residir localmente em um HD, CD-ROM, DVD e outras mídias de armazenamento. O importante é saber que os repositórios armazenam dados sobre pacotes em um formato específico, dependendo do gerenciador de pacotes.

Gerenciadores de pacotes utilizam os repositórios para instalar softwares no sistema. O gerenciador consulta uma "lista" dos repositórios em um arquivo do sistema. Cada distribuição mantem seus próprios repositórios on-line e seus arquivos estão em diretórios distintos dentro do sistema, tais "listas" podem ser modificadas de acordo com a distribuição que está sendo usando.

O gerenciador de pacotes, o formato dos pacotes e o repositório compõem um sistema de gerenciamento de pacotes.

Encontramos dois tipos de repositórios:
  • Repositórios de pacotes oficiais, que incluem os pacotes testados e suportados pela distribuição, que são mantidos pelos mantenedores da distribuição.
  • Repositórios adicionais (ou não oficiais) de pacotes administrados por terceiro. Os quais fornecem vários pacotes adicionais, alguns dos quais estão mais atualizados, embora tenham sido minimamente testados, ou que não podem ser distribuídos juntamente com a destruição oficial por várias razões dentre elas fundamentação legal.

Entendo o arquivo de repositório

Em um sistema Debian abra o arquivo /etc/apt/sources.list e adicione as seguintes linhas no arquivo:

# Pacotes Gerais
deb http://ftp.br.debian.org/debian/ testing main contrib non-free
# Pacotes com atualizações de segurança
deb http://security.debian.org/ lenny/updates main contrib
#Pacotes Multimídia
deb http://www.debian-multimedia.org testing main

As linhas iniciadas com # são comentários e por isso são ignoradas pelo programa.

Cada linha de configuração corresponde a uma fonte diferente, possuindo quatro partes cada, explicadas abaixo:
  • 1ª parte (deb) - significa que você quer baixar pacotes de programas já compilados. Caso queira baixar os fontes do programa, você deve substituir pela palavra deb-src.
  • 2ª parte (endereço web) - É da onde o usuário irá baixar os programas. A primeira fonte tem o endereço onde ficam os pacotes gerais do Debian, a segunda é onde ficam os pacotes que sofreram pequenas, mas importantes, atualizações de segurança e a terceira fonte contém o endereço de programas específicos de multimídia, como players, codecs etc.
  • 3ª parte (testing) - significa de qual versão do Debian você quer baixar os pacotes. O Debian possui basicamente 4 versões: lenny (stable), squeeze (testing), SID (unstable) e experimental. A versão stable possui uma equipe muito maior de suporte e correções de erros, porém os programas dessa versão são mais antigos. Os programas só entram para o repositório dessa versão depois de terem sido feitos vários testes com ele e com suas dependências. A versão testing possui os programas que futuramente serão da stable, mas o problema é que as vezes demoram anos para que esses programas sejam da stable. Muitas pessoas usam o Debian testing e não têm problemas com ele. A maioria das distribuições baseadas no Debian usam repositórios testing ou unstable, como: Kurumin, ubuntu, kubuntu, etc. A versão unstable possui programas que acabaram de ser lançados, mas devem passar por testes de estabilidade mínimos. Já a versão experimental contém pacotes que estão em fase de desenvolvimento, por exemplo programas em versão beta.
  • 4ª parte (main contrib non-free) - significam de quais repositórios você quer fazer o download. O main significa pacotes totalmente livres, de acordo com a definição Debian de Software Livre. O Contrib são pacotes que dependem de pacotes da seção non-free e o non-free são pacotes que não são livres, como: sun-java, rar, NVIDIA, ATI, etc.

Cada distribuição tem sua lista de repositório em diferentes diretórios.

Página anterior     Próxima página

Páginas do artigo
   1. Introdução
   2. Metadados e dependências do pacote
   3. Repositórios de pacotes
   4. Instalando programas a partir do código fonte
   5. Gerenciadores de pacotes
   6. PKGTool
   7. DPKG
   8. Advanced Packaging Tool (APT)
   9. RPM
   10. Yellow Dog Updater Modified (YUM)
   11. PACMAN
   12. SMART
   13. ALIEN
Outros artigos deste autor
Nenhum artigo encontrado.
Leitura recomendada

Processos no Linux

Desknotes e Walkpcs

Como customizar uma imagem ISO do Ubuntu

Alternativas ao Flash Player no openSUSE

Ubuntu, simplesmente poderoso

  
Comentários
[1] Comentário enviado por fabio em 17/09/2015 - 14:03h

Meus parabéns! Sem dúvida o artigo mais completo sobre o assunto publicado no VOL.

[2] Comentário enviado por removido em 17/09/2015 - 14:49h

Ótimo artigo! Parabéns mesmo!! :D

Posso listar mais um?? Portage!

+-+-+-+-+-+-+
|G|e|n|t|o|o|
+-+-+-+-+-+-+

[3] Comentário enviado por jrltdo em 18/09/2015 - 21:36h


[2] Comentário enviado por luiztux em 17/09/2015 - 14:49h

Ótimo artigo! Parabéns mesmo!! :D

Posso listar mais um?? Portage!

+-+-+-+-+-+-+
|G|e|n|t|o|o|
+-+-+-+-+-+-+


Muito obrigado, esta ainda é minha primeira contribuição aqui, vou pesquisar mais e futuramente expandir o artigo.

[4] Comentário enviado por jrltdo em 18/09/2015 - 21:36h


[1] Comentário enviado por fabio em 17/09/2015 - 14:03h

Meus parabéns! Sem dúvida o artigo mais completo sobre o assunto publicado no VOL.


Muito obrigado.

[5] Comentário enviado por thiagocantero em 18/09/2015 - 22:21h

Grande Gilmar!
Parabéns por seu artigo, concordo com os colegas acima!Um dos mais completos artigos sobre Gerenciamento de Pacotes no VOL!
Meus parabéns amigo!Obrigado pelo conhecimento compartilhado!
Fique com Deus, forte abraço!
Thiago Cantero.

[6] Comentário enviado por doradu em 18/09/2015 - 23:23h


Parabéns!
Bem didático, mas, vc poderia acrescentar q Kurumin, Mandrake, e Conectiva (por exemplo) são distros descontinuadas.

Mas, esse foi apenas seu primeiro artigo, os próximos serão bem mais depurados.

Falo isso com uma ponta de inveja pois ainda não fiz nenhum, rsrsrs

Abraço

Já foi pros favoritos

[7] Comentário enviado por mvforce em 21/09/2015 - 07:22h


Muito bom artigo. Parabéns.

[8] Comentário enviado por albfneto em 21/09/2015 - 16:13h

Favoritado.
De fato Portage e Entropy são de uso mais restrito.
apenas algumas poucas distros os usam.
o artigo é excelente! Parabéns!
¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨
Albfneto,
Ribeirão Preto, S.P., Brasil.
Usuário Linux, Linux Counter: #479903.
Distros Favoritas: [i] Sabayon, Gentoo, OpenSUSE, Mageia e OpenMandriva[/i].

[9] Comentário enviado por sergeimartao em 29/09/2015 - 08:55h

Overview obrigatório para quem quer conhecer sobre gerenciadores de pacotes linux, favoritado!

[10] Comentário enviado por _STONY_ em 02/10/2015 - 15:15h

Excelente artigo.

Da uma boa noção de como é nas outras distribuições.

Parabéns!

[11] Comentário enviado por DanielDutra em 16/07/2016 - 18:05h

Parabéns companheiro jrltdo pelo excelente artigo é um grande material de estudos para um iniciante como eu.

Eu pensava que o RPM era apenas um formato de empacotamento de arquivos assim como o .DEB

Mas vendo este artigo: https://www.vivaolinux.com.br/artigo/Trabalhando-com-RPM ele se comporta também como um gerenciador de pacotes assim como o APT e o Zypper?

[12] Comentário enviado por MarlonX19 em 30/07/2016 - 21:03h

Obrigado pelo artigo, muito bom.

Deu-me uma boa noção sobre os diferentes tipos de pacotes e gerenciadores de pacotes.

[13] Comentário enviado por fredsonchaves07 em 13/04/2017 - 11:59h

Um gerenciador pode gerenciar qualquer pacote seja .Deb .RPM?

[14] Comentário enviado por jrltdo em 13/04/2017 - 14:27h


[13] Comentário enviado por fredsonchaves07 em 13/04/2017 - 11:59h

Um gerenciador pode gerenciar qualquer pacote seja .Deb .RPM?


Isso vai depender do gerenciador, normalmente na documentação ele traz uma relação dos pacotes que tem suporte.


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts