Experimentos com GNOME3 em instalações contendo outros ambientes gráficos

Este artigo descreve meus experimentos com o novo GNOME3 em computadores com outros ambientes gráficos instalados, como XFCE, LXDE e FluxBox. Os excelentes aplicativos e utilitários de GNOME3 podem ser usados inclusive em computadores ou distribuições onde o GNOME3 não abre e/ou não funciona corretamente.

[ Hits: 22.343 ]

Por: Alberto Federman Neto. em 17/09/2011 | Blog: https://ciencialivre.blog/


Em GNOME2, os problemas não ocorrem



Observe que em uma outra instalação de Sabayon com múltiplos ambientes gráficos, onde um desses ambientes é GNOME2 (Como manter GNOME2 em Sabayon Linux) o problema não ocorre.

Nas figuras abaixo, Sabayon com múltiplos ambientes gráficos, abertos em sessões separadas, da esquerda para a direita, de cima para baixo: A) KDE4 e seus Widgets, com KWin 3D e Cairo-Dock; B) Sabayon GNOME2 e seus Gadgets do Screenlets e com Compiz-Fusion; C) Sabayon com XFCE; D) Com FluxBox.
Linux: Experimentos com 
GNOME3 em instalações contendo outros ambientes gráficos   Linux: Experimentos com 
GNOME3 em instalações contendo outros ambientes gráficos
Linux: Experimentos com 
GNOME3 em instalações contendo outros ambientes gráficos.   Linux: Experimentos com 
GNOME3 em instalações contendo outros ambientes gráficos.
Todas são da mesma instalação de Sabayon, mesma partição, mas sessões diferentes.

Veja que os menus de contexto são os normais de cada ambiente gráfico, mostrando que menu do GNOME2 não se sobrepõe aos demais, e nem toma conta de tudo, como o menu do GNOME3.

O que essas duas instalações (esta e a da página 2, que dá os conflitos) de Sabayon tem em comum? Apenas uma coisa, a versão do GNOME!

Página anterior     Próxima página

Páginas do artigo
   1. Introdução
   2. Conflitos entre GNOME3 e outros ambientes gráficos
   3. Em GNOME2, os problemas não ocorrem
   4. Conclusão
Outros artigos deste autor

Sabayon Linux - O Gentoo fácil!

Para iniciantes: Deu tela preta? Não se desespere!

Sabayon completo, personalizado e portátil, em pendrive de boot

Associando teclas a comandos, tarefas ou aplicativos... com toda facilidade

Atualizando Compiz Fusion em Sabayon Linux

Leitura recomendada

Blender - Como fazer um planeta 3D

Usando o filtro Blur do Inkscape

Inkscape descomplicado - Parte II

Convertendo de AVI para AMV nativamente

Conhecendo o Metisse

  
Comentários
[1] Comentário enviado por levi linux em 17/09/2011 - 15:09h

Parabéns pelo excelente artigo.
Realmente o Gnome está um tanto quanto exigente no quesito hardware.
Eu que sou o feliz propietário de uma SIS 671, tive que abandonar o Gnome quando houve a mudança para o 3.
Hoje estou usando o XFCE, pois aqui nem o modo FallBack rodou.

[2] Comentário enviado por removido em 17/09/2011 - 21:31h

Poxa, ai desanima um pouco... estou querendo instalar ele hoje aqui no meu sabayon, já baixei 29% vou deixar na madruga baixando. Espero não ter esses problemas, porque se tiver... Bem, se eu tiver todos esses problemas ou piores, eu tenho o dvd do sabayon aqui...

[3] Comentário enviado por removido em 18/09/2011 - 01:26h

É albfneto. Acabei de instalar o gnome 3 aqui, e ele está ótimo. Confesso que depois de ler a sua história eu desanimei um pouco, mas como sou do tipo curioso, instalei o gnome 3. E aqui estou eu, postando o comentário no gnome3 que está rodando perfeitamente (melhor que no fedora). AH eu devia ter escolhido o Sabayon antes, poder ter várias interfaces gráficas é muiiiiiito bom!!!

[4] Comentário enviado por mcnd2 em 18/09/2011 - 02:04h

Boa Alberto.

Com certeza o problema maior que está acontecendo por ai, é o suporte do gnome-shell que está exigente com o hardware e alguns pacotes de determinadas sessões.

Como não uso além de uma sessão não posso afirma.

Com o teste de hardware, tenho um Athlon 2800+ com 1 GB de memória e com uma NVidia gforce fx5200 e ainda não usufrui do gnome 3 nele pois até então foi a primeira vez o contato do gnome 3 no Sabayon do note.

Vou ver se instalo o Arch no desk mencionado e ver se lá o gnome 3 roda de boa.

Mais tá aí mais um material de esclarecimento para os que ainda não o testaram.

[5] Comentário enviado por albfneto em 18/09/2011 - 18:35h

para lucas: olha, pode ser que seja exigente quanto ao hardware, bem exigente, pois o micro do artigo é um atlhlon X2, 8 giga de RAM, e minha placa gráfica é uma GForce 8600 GT e mesmo assim, há os problemas do artigo.
o GNOME3 frequentemente trava, fecha. congela e as vêzes não abre...,mas não o instalei como ambiente unico em Sabayon.

para McNd2:
no micro da fac, tenho uma NVIDIA GForce 5500, nela, nem em modo fallback, o GNOME3 abre!

Como ambiente único:

Como ambiente único em Sabayon, não o testei, porque em todo caso, como não sou tão fanático por GNOME3, não gostaria de te-lo como unico ambiente gráfico, sem outra opção de sessão.

mas sugiro que alguém que está usando Sabayon com somente GNOME3, faça um artigo para comparar com o meu, ou poste comentários aqui.
Para ter um Sabayon com GNOME puro, sugiro que baixe o Sabayon GNOME 32 ou 64 Bits, Daily Build,pq já vem atualizado e só tem FluxBox e GNOME3.

No Geral, GNOME3 continua complexo, pelo menos em Sabayon, veja como Sabayoneros do Mundo todo, estao trocando GNOME3 pelo XFCE

http://openbytes.wordpress.com/2011/09/25/review-sabayon-6-xfce-and-a-look-at-my-migration-away-from...

[6] Comentário enviado por xerxeslins em 20/09/2011 - 20:09h

Muito bom! parabéns! Atualmente estou usando o OpenBox com alguns aplicativos GTK do gnome 2. Porém eu gostei muito do gnome 3, mas ainda está muito novo. Nota 10 para o artigo, adoro esses artigos seus onde vc faz experiencias.


Contribuir com comentário