Exemplos práticos de comandos com Parted

Parted é um utilitário GNU usado para manipular partições. Usando o comando "parted" podemos adicionar, deletar, editar e clonar partições, além de poder manipular os sistemas de arquivos dessas partições.

[ Hits: 136.730 ]

Por: Lisandro Guerra em 03/10/2011


Selecionar disco e mostrar as partições



1) Selecionar o disco a ser particionado

Quando se executa o utilitário parted sem nenhum argumento, ele seleciona por padrão (default) o primeiro disco disponível no sistema.

Vamos a um exemplo:

sudo parted
[sudo] password for lisandro:
GNU Parted 2.3
Usando /dev/sda
Bem vindo ao GNU Parted! Digite 'help' para visualizar uma lista de comandos.
(parted)


Nesse exemplo ele pegou automaticamente /dev/sda, meu primeiro disco no sistema.

Pode observar que no fim da execução fica o cursor aguardando comandos ao parted, bastando escrever diretamente no cursor o comando desejado.

Vamos dar uma olhada no "help":

(parted) help
  align-check TIPO N #verifica a partição N para alinhamento TIPO(min|opt)
  check NUMERO #faz um teste simples no sistema de arquivos
  cp [DO-DISPOSITIVO] DO-NÚMERO PRO-NÚMERO #copia o sistema de arquivos para outra partição
  help [COMANDO] #exibe a ajuda geral, ou a ajuda sobre COMANDO
  mklabel,mktable TIPO-DE-RÓTULO #cria um novo rótulo de disco (tabela de partição)
  mkfs NÚMERO FS-TYPE #cria um sistema de arquivos FS-TYPE na partição NÚMERO
  mkpart TIPO-PART [TIPO-FS] INÍCIO FIM  #cria uma partição
  mkpartfs TIPO-PART TIPO-FS INÍCIO FIM  #cria uma partição com um sistema de arquivos
  move NUMERO INICIO FIM  #move a partição NUMERO
  name NUMERO NOME #renomeia a partição NUMERO para NOME
  print [devices|free|list,all|NÚMERO] #mostra a tabela de partição, dispositivos disponíveis, espaço livre, todas as partições encontradas, ou uma partição em específico (definida por NÚMERO)
  quit #sair do programa
  rescue INICIO FIM #recupera uma partição perdida próxima ao INICIO e FIM
  resize NUMERO INICIO FIM #redimensiona a partição NUMERO e seu sistema de arquivos
  rm NUMERO #apaga a partição NUMERO
  select DEVICE #seleciona o dispositivo a editar
  set NUMERO FLAG ESTADO #altera a FLAG na partição NUMERO
  toggle [NUMBER [FLAG]] #altera o estado da flag na partição NUMBER
  unit UNIDADE  #define a unidade padrão como UNIDADE
  versão #exibe o número da versão e informações sobre copyright do GNU Parted

Para selecionar outro disco usamos o comando "select", como abaixo:

(parted) select /dev/sdb
Erro: Não foi possível receber informações do dispositivo /dev/sdb - Arquivo ou diretório não encontrado.
Repetir/Retry/Cancelar/Cancel?

Opa! Essa mensagem de erro ocorre quando o disco não é localizado ou o nome não é o fornecido. Vou conectar um pendrive e tentar novamente:

(parted) select /dev/sdb
Usando /dev/sdb
(parted)

Agora sim, funcionou perfeitamente.

2) Mostrar todas as partições

Podemos mostrar na tela as partições usando o comando "print", ele ainda mostra outras informações, como as propriedades do disco, modelo, tamanho, tabela de partições e tamanho do setor...

Vejamos um exemplo:

(parted) print
Modelo: SanDisk Cruzer Blade (scsi)
Disco /dev/sdb: 2001MB
Tamanho de setor (lógico / físico): 512B/512B
Tabela de Partição: msdos
Número  Início  Fim     Tamanho  Tipo     Sistema de arquivos  Sinalizador
 1      66,0kB  2000MB  2000MB   primary  fat16                iniciação
(parted)

Vou trocar para o /dev/sda e tentar o "print", veja só:

(parted) select /dev/sda
Usando /dev/sda
(parted) print
Modelo: ATA ST3160812AS (scsi)
Disco /dev/sda: 160GB
Tamanho de setor (lógico / Físico): 512B/512B
Tabela de Partição: msdos
Número  Início  Fim    Tamanho  Tipo      Sistema de arquivos  Sinalizador
 1      1049kB  112GB  112GB    primary   ext4                 iniciação
 2      112GB   160GB  47,8GB   extended
 6      112GB   117GB  4802MB   logical   linux-swap(v1)
 5      117GB   160GB  43,0GB   logical   ext4
(parted)

Bem útil! Não acharam?

Bom, para os próximos exemplos vou voltar ao meu pendrive em /dev/sdb. É só usar o "select" novamente, mas agora você já sabe.

    Próxima página

Páginas do artigo
   1. Selecionar disco e mostrar as partições
   2. Criar partições e sistemas de arquivos
   3. Redimensionar e copiar dados entre partições
Outros artigos deste autor

Linux Mint - Num Lock, Caps Lock e brilho no painel

Instalando o Linux direto do HD

Gerenciando o HD com o fdisk

Servidor LAMP no Linux Mint e Ubuntu

GNOME 3 no Slackware 14 com dropline GNOME

Leitura recomendada

Colorindo o Shell

Como trabalhar com funções em bash

Explorando a entrada de dados com READ em Bash Shell

Shell Script para WEB

Programar em Shell - Script só para os baixinhos

  
Comentários
[1] Comentário enviado por valterrezendeeng em 03/10/2011 - 11:10h

Parabens LisandroGuerra

Gostei Muito do Artigo

Abraço

[2] Comentário enviado por albfneto em 03/10/2011 - 20:21h

util, para aquelas horas sem particionador grafico.
favoritado

[3] Comentário enviado por renanrosa em 16/10/2012 - 11:30h

perfect :)
me ajudou muito

[4] Comentário enviado por LaDiV em 24/03/2013 - 20:09h

Parabéns pelo artigo.
Uma alternativa ao GPARTED (gráfico), FDISK e CFDISK.
Gostaria de saber se o PARTED lida com LVM's?

[5] Comentário enviado por rruella em 14/04/2013 - 17:37h

peço observarem a imagem no que diz respeito a partição de número 11:

http://imageshack.us/photo/my-images/802/gparted.png/

pergunto posso move-la para o fim usando o comando "move 11 FIM"

[6] Comentário enviado por Lisandro em 14/04/2013 - 19:24h


[4] Comentário enviado por LaDiV em 24/03/2013 - 20:09h:

Parabéns pelo artigo.
Uma alternativa ao GPARTED (gráfico), FDISK e CFDISK.
Gostaria de saber se o PARTED lida com LVM's?


Oi Claudio (LaDiV).
Obrigado pela contribuição.
Pelo que pude ver no oráculo o Parted já lida com LVM:
http://www.gnu.org/software/parted/manual/html_chapter/parted_7.html
http://honglus.blogspot.com.br/2012/09/create-gpt-partition-for-lvm-using.html
http://eatingsecurity.blogspot.com.br/2008/03/using-parted-and-lvm2-for-large.html

Vai ai uma dica, para obter resposta mais rapidamente coloque também uma pergunta, pois mais pessoas vão ler e responder.

Abraço
Lisandro

[7] Comentário enviado por Lisandro em 14/04/2013 - 19:34h


[5] Comentário enviado por rruella em 14/04/2013 - 17:37h:

peço observarem a imagem no que diz respeito a partição de número 11:

http://imageshack.us/photo/my-images/802/gparted.png/

pergunto posso move-la para o fim usando o comando "move 11 FIM"


Olá amigo Robson (rruella).
O melhor é que tu coloques tua dúvida como pergunta no site.
É só se logar e ir lá no rodapé da página no link "Perguntas".
Colocando como pergunta mais pessoas irão ver tua dúvida e terás mais chances de obter uma resposta.
Bem, quanto a tua dúvida, vejo que é uma operação de alto risco.
Esteja preparado para a eventualidade de perder informações da raiz do sistema.
Pelo que pude notas é uma máquina de testes pois tens várias distros instaladas, aí vai depender de qual delas está gerenciando o boot e se tem muitas modificações na que queres mover.

Abraço
Lisandro

[8] Comentário enviado por dakius em 05/07/2013 - 02:28h

no comando
"mkpart primary 6 1031"
porque você usou 6 ? eu poderia começar com 1 ou 0 ?

[9] Comentário enviado por Lisandro em 16/07/2013 - 08:03h


[8] Comentário enviado por dakius em 05/07/2013 - 02:28h:

no comando
"mkpart primary 6 1031"
porque você usou 6 ? eu poderia começar com 1 ou 0 ?


Pra preservar o MBR.

[10] Comentário enviado por TecDogged em 03/12/2014 - 11:35h

Muito bom isso.
Eu instalei um Linux Mint Quina 17, mas só que instalei em cima do WXP, então está lento.
Serve pra um conexão ou outra.
Algumas vezes ele desliga, eu entendo que ele superaquece a integrada do sistema, Slots (RAM), ou processador.Talvez...
Particionar para ele ficar leve por este comando?


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor HostGator.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Viva o Android

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts