Exemplos práticos de comandos com Parted

Parted é um utilitário GNU usado para manipular partições. Usando o comando "parted" podemos adicionar, deletar, editar e clonar partições, além de poder manipular os sistemas de arquivos dessas partições.

[ Hits: 148.834 ]

Por: Lisandro Guerra em 03/10/2011 | Blog: https://spartanix.com/


Redimensionar e copiar dados entre partições



7) Redimensionando uma partição

Para redimensionar uma partição usamos o comando "resize". Esse comando permite que se diminua ou aumente o tamanho da partição (havendo espaço é lógico).

Podemos usar o comando sem parâmetros ou indicar o número da partição. Seja qual for o método é apresentada uma advertência prevenindo que a funcionalidade não é muito robusta.

Antes de começar o teste criei um sistema de arquivos ext2 na partição lógica 5 que já tínhamos antes:

(parted) mkfs
AVISO: você está tentando usar parted para operar em um sistema de arquivos mkfs. O código de manipulação do sistema de arquivos parted não é tão robusto quanto o que irá encontrar em um pacote dedicado, específico para o sistema de arquivos como o e2fsprogs. Nós recomendamos que você use parted somente para manipular tabelas de partição, quando possível.

O suporte à realização da maioria das operações da maioria dos tipos de sistema de arquivos será removida em um lançamento futuro.

Aviso: O sistema de arquivos será destruído e todos os dados existentes na partição serão perdidos. Deseja continuar? Sim/Yes/Não/No? Sim
Número da partição? 5
Tipo de sistema de arquivos? [ext2]? ext2
(parted)

Agora sim, vamos ao teste mesmo, que será reduzir a partição 6 (fat16) e aumentar a partição 5 (ext2). Mãos a obra:

(parted) resize
AVISO: você está tentando usar parted para operar em um sistema de arquivos resize. O código de manipulação do sistema de arquivos parted não é tão robusto quanto o que irá encontrar em um pacote dedicado, específico para o sistema de arquivos como o e2fsprogs. Nós recomendamos que você use parted somente para manipular tabelas de partição, quando possível.

O suporte à realização da maioria das operações da maioria dos tipos de sistema de arquivos será removida em um lançamento futuro.

Número da partição? 6
Iniciar? [1514MB]? 1600
Fim? [2000MB]? 2000
Informação: Você gostaria de usar FAT32? Se deixar seu sistema de arquivos como FAT16, não haverá problemas. Se você converter para FAT32, e o MS Windows está instalado nesta partição, você deverá reinstalar o gerenciador de boot do MS Windows. Se quiser fazer isso, consulte o manual do Parted (ou o manual de sua distribuição). Também, convertendo para FAT32 fará com que o sistema de arquivos não seja mais reconhecido pelo MS DOS, Windows 95a, e MS Windows NT. Sim/Yes/Não/No/Cancelar/Cancel? Não
(parted)

Ele oferece para mudar para fat32 com toda uma explicação, mas aqui para nosso objetivo isso não é relevante, então simplesmente coloquei "Não" e o processo continuou.

Vejamos se deu certo:

(parted) print
Modelo: SanDisk Cruzer Blade (scsi)
Disco /dev/sdb: 2001MB
Tamanho de setor (lógico / Físico): 512B/512B
Tabela de Partição: msdos
Número  Início  Fim     Tamanho  Tipo      Sistema de arquivos  Sinalizador
 1      6291kB  1031MB  1024MB   primary   fat32                iniciação, lba
 2      1032MB  2000MB  968MB    extended                       lba
 5      1033MB  1513MB  480MB    logical   ext2
 6      1600MB  2000MB  400MB    logical   fat16                lba
(parted)

Ótimo, foi como esperávamos. Agora vamos aumentar a partição 5. Nesse exemplo vou passar para o comando o número da partição:

(parted) resize 5
AVISO: você está tentando usar parted para operar em um sistema de arquivos resize. O código de manipulação do sistema de arquivos parted não é tão robusto quanto o que irá encontrar em um pacote dedicado, específico para o sistema de arquivos como o e2fsprogs. Nós recomendamos que você use parted somente para manipular tabelas de partição, quando possível.

O suporte à realização da maioria das operações da maioria dos tipos de sistema de arquivos será removida em um lançamento futuro.
Iniciar? [1033MB]? 1033
Fim? [1513MB]? 1600
Aviso: Uma operação de redimensionamento sobre este sistema de arquivo usará código EXPERIMENTAL que PODE CORROMPÊ-LO (embora nenhuma ocorrência tenha sido relatada). Você deveria ao menos fazer cópia de segurança de seus dados primeiro, e depois executar "e2fsck -f". OK/Cancelar/Cancel? ok
(parted)

Novamente avisos sobre riscos e uso de código experimental, que demonstra a responsabilidade e o comprometimento dos desenvolvedores. Muito bom...

Vamos ver se deu certo e aproveitar para dar uma dica. Não usaremos o comando "print" mas o comando "p" (pode ser que seja um alias) que nos dá o mesmo resultado:

(parted) p
Modelo: SanDisk Cruzer Blade (scsi)
Disco /dev/sdb: 2001MB
Tamanho de setor (lógico / Físico): 512B/512B
Tabela de Partição: msdos
Número  Início  Fim     Tamanho  Tipo      Sistema de arquivos  Sinalizador
 1      6291kB  1031MB  1024MB   primary   fat32                iniciação, lba
 2      1032MB  2000MB  968MB    extended                       lba
 5      1033MB  1600MB  567MB    logical   ext2
 6      1600MB  2000MB  400MB    logical   fat16                lba
(parted)

Feito. Tudo como esperado.

Agora vamos ver como copiar dados entre as partições.

8) Copiando os dados de uma partição para outra

Todos os dados de uma partição podem ser copiados de uma vez para outra (pode configurar um clonagem) usando o comando "cp" acompanhado de dois parâmetros, primeiro o número da partição origem e em seguida o da de destino. Lembre-se que qualquer conteúdo na partição de destino será apagado definitivamente, tão logo o processo de cópia inicie e de que o tamanho da partição que receberá os dados deve ser suficiente para armazená-los.

Uma peculiaridade é que, se os sistemas de arquivos forem diferentes, a partição de destino recebe também o sistema de arquivos da de origem. Ou seja, se o sistema de arquivos for diferente entre as partições envolvidas, a partição de destino será alterada para o mesmo tipo da partição de origem.

Para exemplificar copiei dois arquivos de texto pequenos para dentro da partição 1 (fat32) e depois usei o comando "cp" para copiar os dados para a partição 6 (fat16):

(parted) cp 1 6
AVISO: você está tentando usar parted para operar em um sistema de arquivos cp. O código de manipulação do sistema de arquivos parted não é tão robusto quanto o que irá encontrar em um pacote dedicado, específico para o sistema de arquivos como o e2fsprogs. Nós recomendamos que você use parted somente para manipular tabelas de partição, quando possível.

O suporte à realização da maioria das operações da maioria dos tipos de sistema de arquivos será removida em um lançamento futuro.
(parted)

Vejamos o resultado:

(parted) p
Modelo: SanDisk Cruzer Blade (scsi)
Disco /dev/sdb: 2001MB
Tamanho de setor (lógico / Físico): 512B/512B
Tabela de Partição: msdos
Número  Início  Fim     Tamanho  Tipo      Sistema de arquivos  Sinalizador
 1      6291kB  1031MB  1024MB   primary   fat32                iniciação, lba
 2      1032MB  2000MB  968MB    extended                       lba
 5      1033MB  1600MB  567MB    logical   ext2
 6      1600MB  2000MB  400MB    logical   fat32                lba

(parted)      
Verifiquei o conteúdo das partições e realmente os aquivos foram copiados. Como podemos ver no resultado do comando "p" o sistema de arquivos da partição 6 (destino) que era fat16 passou a ser fat32.

Agora observe que a partição de destino é menor que a de origem, mas como tamanho dos dados não excedem o da partição a cópia foi feita normalmente.

Bem amigos, ficamos por aqui.

Espero que tenham gostado do utilitário Parted. Eu gostei...

Até uma próxima oportunidade.

Fontes:
Página anterior    

Páginas do artigo
   1. Selecionar disco e mostrar as partições
   2. Criar partições e sistemas de arquivos
   3. Redimensionar e copiar dados entre partições
Outros artigos deste autor

Modificando o TimeZone: 2 métodos

Servidor LAMP no Linux Mint e Ubuntu

Linux Mint 7 Gloria

Gerenciando o HD com o fdisk

Easy Peasy 1.5 Linux para Netbooks

Leitura recomendada

Wordpress em 30 segundos com WP-CLI

Mini-tutorial Shell

Introdução ao uso de Shell Script

Programar em Shell - Script só para os baixinhos

Introduzindo um pouco mais a fundo o shell script (revisado)

  
Comentários
[1] Comentário enviado por valterrezendeeng em 03/10/2011 - 11:10h

Parabens LisandroGuerra

Gostei Muito do Artigo

Abraço

[2] Comentário enviado por albfneto em 03/10/2011 - 20:21h

util, para aquelas horas sem particionador grafico.
favoritado

[3] Comentário enviado por renanrosa em 16/10/2012 - 11:30h

perfect :)
me ajudou muito

[4] Comentário enviado por LaDiV em 24/03/2013 - 20:09h

Parabéns pelo artigo.
Uma alternativa ao GPARTED (gráfico), FDISK e CFDISK.
Gostaria de saber se o PARTED lida com LVM's?

[5] Comentário enviado por rruella em 14/04/2013 - 17:37h

peço observarem a imagem no que diz respeito a partição de número 11:

http://imageshack.us/photo/my-images/802/gparted.png/

pergunto posso move-la para o fim usando o comando "move 11 FIM"

[6] Comentário enviado por Lisandro em 14/04/2013 - 19:24h


[4] Comentário enviado por LaDiV em 24/03/2013 - 20:09h:

Parabéns pelo artigo.
Uma alternativa ao GPARTED (gráfico), FDISK e CFDISK.
Gostaria de saber se o PARTED lida com LVM's?


Oi Claudio (LaDiV).
Obrigado pela contribuição.
Pelo que pude ver no oráculo o Parted já lida com LVM:
http://www.gnu.org/software/parted/manual/html_chapter/parted_7.html
http://honglus.blogspot.com.br/2012/09/create-gpt-partition-for-lvm-using.html
http://eatingsecurity.blogspot.com.br/2008/03/using-parted-and-lvm2-for-large.html

Vai ai uma dica, para obter resposta mais rapidamente coloque também uma pergunta, pois mais pessoas vão ler e responder.

Abraço
Lisandro

[7] Comentário enviado por Lisandro em 14/04/2013 - 19:34h


[5] Comentário enviado por rruella em 14/04/2013 - 17:37h:

peço observarem a imagem no que diz respeito a partição de número 11:

http://imageshack.us/photo/my-images/802/gparted.png/

pergunto posso move-la para o fim usando o comando "move 11 FIM"


Olá amigo Robson (rruella).
O melhor é que tu coloques tua dúvida como pergunta no site.
É só se logar e ir lá no rodapé da página no link "Perguntas".
Colocando como pergunta mais pessoas irão ver tua dúvida e terás mais chances de obter uma resposta.
Bem, quanto a tua dúvida, vejo que é uma operação de alto risco.
Esteja preparado para a eventualidade de perder informações da raiz do sistema.
Pelo que pude notas é uma máquina de testes pois tens várias distros instaladas, aí vai depender de qual delas está gerenciando o boot e se tem muitas modificações na que queres mover.

Abraço
Lisandro

[8] Comentário enviado por dakius em 05/07/2013 - 02:28h

no comando
"mkpart primary 6 1031"
porque você usou 6 ? eu poderia começar com 1 ou 0 ?

[9] Comentário enviado por Lisandro em 16/07/2013 - 08:03h


[8] Comentário enviado por dakius em 05/07/2013 - 02:28h:

no comando
"mkpart primary 6 1031"
porque você usou 6 ? eu poderia começar com 1 ou 0 ?


Pra preservar o MBR.

[10] Comentário enviado por MAPOGOS em 03/12/2014 - 11:35h

Muito bom isso.
Eu instalei um Linux Mint Quina 17, mas só que instalei em cima do WXP, então está lento.
Serve pra um conexão ou outra.
Algumas vezes ele desliga, eu entendo que ele superaquece a integrada do sistema, Slots (RAM), ou processador.Talvez...
Particionar para ele ficar leve por este comando?


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts