DNS - Digital Nervous System

Neste artigo, será abordado um modelo cooperativo e colaborativo de administração do conhecimento
denominado DNS, do inglês, Digital Nervous System.

[ Hits: 6.334 ]

Por: Alessandro Silva em 19/03/2012 | Blog: http://alessandrosilva.info


DNS – Digital Nervous System



O DNS é o serviço responsável por traduzir nomes em endereços IP, e vice-versa, de um determinado domínio.

No Linux, este serviço é implementado pelo nosso querido BIND.

O BIND, que trabalha numa arquitetura cliente-servidor, cujo resolvedor é o cliente que faz perguntas sobre um determinado computador e o servidor de nomes, é implementado pelo Daemon Named, que responde às perguntas.

Entretanto, neste artigo, não será visto como configurar ou administrar um servidor de nomes, nem mesmo um cliente DNS de uma rede. Ao contrário, será abordado um modelo cooperativo e colaborativo de administração do conhecimento, denominado DNS; do inglês: Digital Nervous System.

O DNS (Sistema Nervoso Digital), diferentemente do nosso BIND/DNS (Domain Name System), é uma excelente ferramenta para administração. Ele combina Hardwares e Softwares, proporcionando maior rapidez e riqueza de informação para auxílio à tomada de decisões.

É imprescindível que os colaboradores de uma empresa inteligente, estejam antenados ao novo nível de inteligência eletrônica implantado nas empresas.

Para isso, costuma-se usar uma metáfora que explica que o sistema nervoso biológico aciona os reflexos para lidar com os perigos e necessidades, enquanto o Sistema Nervoso Digital, é equivalente para identificar as tendências, assumir riscos e possibilidades de negócios.

Este sistema, consiste em processos digitais que possibilitem à empresa, compreender e agir dentro de seu meio, identificar desafios e organizar reações.

Exemplos de utilização do DNS, por empresas de grande porte:
  • Destaco a decisão da Netscape, de abrir o código fonte do seu navegador para sobreviver no mercado, e competir com o Internet Explorer na década de 90;
  • A decisão da Apple, em lançar um modelo diferenciado de computador portátil e não optar pelo Flash e sim pelo HTML5;
  • Da Microsoft, em apostar que o futuro do computador estaria nos desktops;
  • E da própria Red Hat, que optou por transformar seu sistema operacional Linux (Red Hat Linux) no produto comercial Red Hat Enterprise Linux, um dos mais utilizados por empresas que precisam rodar aplicações de grande porte e alto desempenho.

Para construir a empresa inteligente, é fundamental contratar os melhores cérebros.

Quanto maior for a 'banda larga' da equipe, ou seja, quanto maior for a capacidade de armazenar e transportar informações, maior será a inteligência coletiva e o potencial da empresa.

Administrar o conhecimento, criar uma cultura de cooperação e colaboração entre a equipe, será um fator crítico de sucesso. Por outro lado, para tirar vantagens do DNS e seus benefícios, é importante explorá-lo com inteligência.

Diferentemente dos outros avanços tecnológicos, o DNS é muito acessível e não requer alto investimento. Ele apresenta quatro utilidades básicas que mantém você atualizado 24 horas por dia:
Linux: DNS 
– Digital Nervous System

Além das quatro utilidades do DNS, recomenda-se:
  • Usar textos digitais em substituição às folhas de papel.
  • Estimular o trabalho em equipe e difundir a informação simultaneamente para todos.
  • Fornecer informações atualizadas sobre a situação de mercado da empresa.
  • Identificar as melhores ideias e exagerá-las por toda a empresa.
  • Estabelecer parcerias importantes e manter um bom relacionamento com colaboradores internos.

Inúmeras empresas estão aderindo e desenvolvendo o DNS para continuar sobrevivendo no mercado que, a cada dia, requer serviços mais rápidos, estáveis e personalizados.

Na verdade, adotar este método de trabalho, não é uma opção, mas passa a ser uma necessidade.

Se você é um Técnico ou Analista Linux que trabalha e gosta de Open Source, e pensa em abrir sua própria empresa, recomendo fortemente a utilização do DNS.

Procure identificar produtos em potencial no mercado, que agreguem valor a seu negócio, especialize-se, crie um ecossistema de serviços em torno deste produto e agregue o DNS, que certamente, você estará no caminho do crescimento e consequentemente, do sucesso.

   

Páginas do artigo
   1. DNS – Digital Nervous System
Outros artigos deste autor

ManageIQ: Gerencie a sua infraestrutura de TI Híbrida através de uma única plataforma

O Movimento Software Livre

Zabbix Network Monitoring

A Revista Espírito Livre

Software Livre: Migração de mentalidade

Leitura recomendada

Windows x Linux: pontos de vista

GreenOS, um elegante sistema operacional para o novo mercado

Se o Linux fosse uma "marca"

O mercado de trabalho do século 21 e seus desafios para os profissionais de TI (ficção)

Por que as pessoas geralmente não usam Linux?

  
Comentários
[1] Comentário enviado por removido em 19/03/2012 - 18:25h

muito bom.
;-))

[2] Comentário enviado por Fernandocrq em 20/03/2012 - 13:19h

Otimo!!! eu estou vendo isso na faculdade!!!!

[3] Comentário enviado por removido em 29/03/2012 - 02:49h

Obrigado.

Pesquisarei por implementações.


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts