Conhecendo o POV-Ray

O POV-Ray é um software desenvolvido para a modelagem de objetos 3D, especialmente no campo da computação gráfica e Arte Digital. Neste artigo estarei fazendo uma breve apresentação do mesmo.

[ Hits: 20.372 ]

Por: paulo santos em 08/01/2007


Conhecendo o POV-Ray



O que é?

O POV-Ray é um programa para modelagem de objetos 3D, onde o que mais se destaca é o trabalho com artes digitais, é um ray tracing disponível para variadas plataformas de computação. Foi originalmente baseado no DKBTrace, escrito por David Kirk Buck e Aaron A. Collins. Existem também influências do Polyray, de contribuição de seu autor, Alexander Enzmann. O POV-Ray é livre, com seu código-fonte disponível.

História

Na década de 1980, David Kirk Buck obteve o código fonte de um raytracer para Unix. Interessado, ele o usou por um tempo, decidindo posteriormente escrever seu próprio raytracer, denominado DKBTrace, por razão das iniciais de seu nome. Em 1987, Aaron Collins obteve o código fonte do DKBTrace e começou a portar tal código para a plataforma X86. Ele e David Buck colaboraram para adicionar várias novas funcionalidades ao aplicativo. Quando o programa provou ser mais popular que o esperado, eles não puderam mais manter o aplicativo para adicionar a grande demanda de funcionalidades sugeridas pelos usuários. Em 1989, David delegou o projeto para um time externo de programadores. Ele então percebeu que era inapropriado usar suas iniciais em um programa que não mantinha mais. Para a mudança foi cogitado o nome STAR, mas POV-Ray se tornou padrão.

A versão oficial atual do POV-Ray é a 3.6. Algumas das funcionalidades adicionadas nesta versão incluem:
  • Mapeamento UV estendido para mais primitivas.
  • Adição de dados de 16 e 32 bits em arquivos de densidade.
  • Várias correções de erros e melhorias no desempenho.
  • Compatibilidade aumentada para plataformas 64 bits.

A versão 3.7 beta está atualmente em testes. O maior incremento em relação a versão 3.6 será o suporte a multi-processamento simétrico para permitir que a produção de cenas obtenha as vantagens de múltiplos processadores.

Funcionalidades

POV-Ray amadureceu desde que foi criado. Versões recentes do aplicativo incluem as seguintes funcionalidades:
  • Uma linguagem de descrição de cenas que suporta macros e enlaces.
  • Biblioteca de cenas, texturas e objetos.
  • Suporte a um número de primitivas geométricas e sólidos construídos.
  • Vários tipos de fontes de iluminação.
  • Efeitos atmosféricos como neblina, fumaça e nuvens.
  • Reflexão, refração.
  • Padrões de superfície.
  • Radiosidade.
  • Suporte a alguns formatos de imagem para texturas e produção de imagem, incluindo TGA, PNG e JPEG, entre outras.
  • Ampla documentação.

Um dos maiores atrativos do POV-Ray é sua ampla coleção de suporte externo. Um grande número de ferramentas, texturas, modelos, cenas, e guias de aprendizado podem ser encontradas na Internet. Ele também é uma referência útil para aqueles que querem aprender como funcionam algoritmos para ray tracing e gráficos de forma geral.

    Próxima página

Páginas do artigo
   1. Conhecendo o POV-Ray
   2. Primitivas do POV-Ray
Outros artigos deste autor

Um tour pelos gerenciadores de downloads/uploads do Linux

Desenvolvimento para deficientes visuais na plataforma Linux

Leitura recomendada

Usando o Kommander para criar GUIs

Backups com TAR e DUMP

Como o Google Earth pode induzir a reinstalação de uma distro Linux

Instalação e Configuração do Puppet

Pebrot: Um cliente MSN (modo texto) muito eficiente

  
Comentários
[1] Comentário enviado por yetlinux em 18/04/2009 - 04:37h

Bom, gostaria de acrescentar que POV quer dizer Persistence Of Vision, persistencia de visão.
Existiu um livro na década de 80 sobre a 'linguagem' do POV-Ray, que vinha com um disquete com os programas e exemplos para DOS.


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts