Blender para todos! - Parte II

Caros, nesta segunda parte vamos derrubar mais algumas barreiras que nos separam da liberdade em três dimensões
mas mais do que isso vamos democratizar o acesso disso a outras fronteiras que já deveriam ter sido superadas com
mais facilidade =]. Boa leitura!

[ Hits: 22.219 ]

Por: Guilherme RazGriz em 09/02/2012 | Blog: http://razgrizbox.tumblr.com


Texturizar é pra já!



Muito bem...

Agora que chegamos até aqui já temos condições de produzir um trabalho de luz ao menos razoável para o nosso projeto, para tal vamos começar adicionando mais luz, para duplicar o ponto existente utilize o nosso já conhecido comando "Shift D" , feito isso posicione-o onde você achar mais apropriado no seu projeto =].
Linux: Blender para todos parte II

Resultado direto da ação anterior =]
Linux: Blender para todos parte II

Feito isso vamos aprender a texturizar objetos! A grande vantagem é poder adicionar grandes efeitos visuais a partir de imagens editadas com o Gimp, Krita e outros softwares sejam eles livres ou não =].

Dito isso vamos selecionar o nosso primeiro objeto a receber a textura, pode ser qualquer um afinal estamos apenas brincando e aprendendo =].

Feito isso na aba denominada "Materials" adicione um novo material caso esse objeto já não possua um e depois vá direto para a aba de texturas, lá iremos adicionar uma nova textura =].
Linux: Blender para todos parte II
Para adicionarmos uma imagem como textura é muito simples, basta selecionar a opção imagem or movie !
Linux: Blender para todos parte II

Agora no item denominado imagem, clique em open para escolher a imagem desejada =]
Linux: Blender para todos parte II

Depois de adicionada teremos
Linux: Blender para todos parte II

E se apertarmos F12 o resultado da renderização será :
Linux: Blender para todos parte II

Para texturizar outros objetos como o Cubo por exemplo o procedimento é o mesmo, mas se quisermos que os lados tenham a mesma aparência devemos pedir isso ao Blender através do campo Mapping =]
Linux: Blender para todos parte II

Para fechar e testar a nossa brincadeira com uma qualidade maior, vamos aprender a exportar nosso projeto para outros locais.

Primeiro acesse a aba responsável pela renderização, lá podemos determinar a resolução da imagem ou vídeo, tamanho da mesma, o nível de macies e anti ruido do trabalho, formato de arquivo que vamos optar e ainda a localização onde o mesmo será salvo =]!
Linux: Blender para todos parte II

Em Output podemos definir aonde o arquivo será gerado!
Linux: Blender para todos parte II

Note que sempre podemos escolher entre renderizar um simples fragmento ou uma animação por inteiro caso uma tenha sido criada.
Linux: Blender para todos parte II

Agora é só aguardar =]
Linux: Blender para todos parte II

Quando estiver tudo pronto teremos :
Na próxima parte veremos:
  • Importando vetores do Inkscape para o Blender!
  • Texto 3D
  • Animando Texto 3d. =]
Para fechar deixo vocês com uma vinheta bem prepotente hehe
Até a próxima parte pessoal!
Página anterior    

Páginas do artigo
   1. A luz!
   2. Câmera, Ação!
   3. Texturizar é pra já!
Outros artigos deste autor

Construindo Somando e Subtraindo

Blender - Como fazer um planeta 3D

O Organo Abstrato e o GIMP

Inkscape descomplicado - Parte III (criando e imprimindo objetos 3D)

Uma pequena jóia sobre ilusionismo visual

Leitura recomendada

"Tatuando" pessoas com o Gimp

Blender - Criando personagem 3D em menos de 10 minutos

ARToolKit: Criando aplicativos de Realidade Aumentada

Raios de luz explodindo atrás do texto

Splashy - Mudando a "cara" do seu boot no Ubuntu

  
Comentários
[1] Comentário enviado por levi linux em 09/02/2012 - 10:58h

Muito bom, favoritado e aguardando a próxima parte.

[2] Comentário enviado por Lil! em 09/02/2012 - 15:02h

Muito bom, porém fiquei com uma dúvida...
Como adicionou o plano? No computador que estou não possui Blender e não tem como eu tentar, fiquei com a pulga atraz da orelha.
Mas obrigada!

[3] Comentário enviado por razgriz em 09/02/2012 - 15:13h

Oi "Li!",

O plano foi adicionado a partir de uma malha padrão do blender empurrando a mesma para baixo =].

[4] Comentário enviado por removido em 10/02/2012 - 02:40h

Isso sim que é nostaugia.... Blender.... acho que nem consigo mais usar, tudo mudou, até a velha ideia de interface minimalista foi substituida por uma cheio de botões, cascatas, configurações e sabe-se lá o que mais rsrsrs A muito tempo que parei de usá-lo, acho que vou dar uma olhada nessa nova versão, só por curiosidade mesmo.

Não sei como pretende desenvolver essa série, e nem até onde, mas se chegar a tanto, me lembro de quando comecei a aprender eu lí sobre como criar uma versão foto realística da terra no blender e após verificar na prática, gostei muito do resultado e vi que era bem menos complexo do que imaginei, a partir daí é que comecei a querer aprender mesmo.

Se me permite dizer, acho que seria interessante para os novatos um 'how to' sobre isso mais pra frente, pois é algo fácil de fazer e tem um resultado espetácular, quem aprender vai gostar da 'obra'.

Bom, é isso ai, ótimo artigo.

[5] Comentário enviado por razgriz em 10/02/2012 - 09:57h

Pois é,

Obrigado pelo elogio no material, o Blender realmente mudou bastante=]. A minha história com essa ferramenta já é antiga mas antes de alguns fatos recentes não me sentia muito a vontade para escrever sobre 3D *(Gosto pessoal talvez) , sua sugestão é muito legal, posso considera-la para o final da serie ou talvez fazer algo semelhante.

Um Abraço!


Contribuir com comentário