Acessando mainframes IBM a partir do Ubuntu

Há muitos profissionais de TI (Tecnologia da Informação) que têm necessidade de acessar mainframes de suas empresas a partir de uma localização remota, inclusive de suas casas. O objetivo deste artigo é oferecer um caminho que permita este acesso de forma tranquila e eficaz a partir do Ubuntu.

[ Hits: 24.585 ]

Por: Marcos Alves em 07/12/2011


Obtendo, instalando e acessando



Obtendo o emulador 3270

Para acesso ao mainframe a partir do Ubuntu, é necessário um programa que faça emulação de terminal 3270.

Antigamente, o acesso ao mainframe era feito através de terminais físicos, normalmente conectados a controladoras de terminais que, por sua vez, eram conectadas ao box do mainframe.

Este conjunto de terminais/controladoras era identificado pelo código genérico "3270", e era composto por terminais 3278 (fósforo verde), 3279 (colorido), impressora 3287, etc.

Hoje, os terminais físicos foram substituídos por softwares emuladores em micros onde rodam sistemas, por exemplo, como o Ubuntu.

Existem algumas opções de softwares emuladores para distribuições Linux, particularmente Ubuntu. Neste artigo vamos tratar especificamente do pacote c3270, que se mostra bastante eficaz e de uso prático.

Todas as informações seguintes referem-se à distribuição Ubuntu 11.10, mas podem ser aplicadas também a outras distribuições e versões, com ou sem adaptações.

Instalando o pacote c3270

No modo comando (terminal):

sudo apt-get install c3270

- Será solicitada a senha do usuário.

- Responda 's' à pergunta: "Você quer continuar [S/n]?"

No modo gráfico:
  1. Selecione "Central de Programas do Ubuntu";
  2. No campo de pesquisa, digite: c3270
  3. De um clique no item "Curses program for telnet sessions to IBM mainframes";
  4. De um clique em "instalar".

Na janela "Autenticar" digite a senha do usuário.

Observação: em ambos os casos, será instalado também o pacote '3270-common'.

Preparação para acesso à empresa

Antes de poder fazer qualquer acesso, você necessita obter os seguintes itens junto à sua empresa:
  • Usuário e senha para acesso a algum software do mainframe (TSO, CICS, IMS, etc);
  • Endereço IP e porta de acesso (telnet), exemplo: mvs.suaempresa.com.br 3000 (a porta default é 23);
  • Qualquer software adicional que a Segurança da Informação da empresa exija para acesso remoto, por exemplo: VPN.

Acessando o mainframe

Entre no Terminal:

- O jeito mais rápido, é pressionando simultaneamente as teclas 'Ctrl+Alt+t'.

Maximize a janela:

- Sem este procedimento, neste instante, a linha de status do 3270 poderá não aparecer, impedindo que você veja informações como 'linha/coluna', o endereço 'SNA' do seu terminal, se o sistema está processando (X system/X Wait), se o teclado está travado (X Protected/X Overflow), etc.

- Além disso, você poderá ser limitado no número de linhas possíveis na tela, sendo as possibilidades 24, 32 ou 43 linhas por 80 colunas (depende também do tamanho de seu monitor, tamanho da fonte escolhida e definições da sua empresa).

- Digitar o seguinte comando:

c3270 end_ip_da_sua_empresa porta_telnet

Exemplo:

c3270 mvs.suaempresa.com.br 3000

Se a porta for omitida, será assumido 23 (default para Telnet).

Se não ocorrer nenhum problema, neste instante você estará na tela de 'logon' de sua empresa e deverá proceder conforme as regras.
Página anterior     Próxima página

Páginas do artigo
   1. Introdução
   2. Obtendo, instalando e acessando
   3. Melhorando a aparência e Teclas de função
   4. Problema da tecla F10, Manual e Finalização
Outros artigos deste autor
Nenhum artigo encontrado.
Leitura recomendada

Instalando o Slackware em um P100 com 16 RAM

Slitaz Linux, uma distro pequena mas...

Virtualizando com VirtualBox

Instalação e configuração da zsh no Gentoo GNU/Linux

Como contribuir para projetos abertos no GitHub

  
Comentários
[1] Comentário enviado por removido em 07/12/2011 - 11:56h

Ótima informação. Já utilizei muito o c3270, tenho alguns mainframes em produção e esta ferramenta é uma "mão na roda".

Valeu pela informação.

[2] Comentário enviado por Gui.ThCarlos em 07/12/2011 - 12:11h

Muito bom esse artigo! Uso ambiente de mainframe em ambiente de desenvolvimento (infelizmente não tenho autorização para usar fora da empresa) mas posso usar um ambiente público e isso vai ajudar muito!


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts