Que tipo de bruxaria e essa?

1. Que tipo de bruxaria e essa?

Perfil removido
removido

(usa Nenhuma)

Enviado em 02/02/2014 - 20:23h

O MINT vai ficar em primeiro lugar no DistroWatch para sempre?Eu nunca vi ele em queda,a unica distro que sempre esta com status verde.Sera que algum dia alguma distro toma seu lugar?


  


2. Re: Que tipo de bruxaria e essa?

Clodoaldo Santos
clodoaldops

(usa Linux Mint)

Enviado em 02/02/2014 - 22:17h

-o dia que lançarem um mageia-kde com codecs e plugins pre-instalados a briga vai ficar boa
-grande maioria das pessoas não quer ter trabalho e nem dores de cabeça
-querem um sistema pronto para usar
-se for facil, leve, estavel e bonito
-como mageia-kde
-melhor ainda


3. Re: Que tipo de bruxaria e essa?

Luis R. C. Silva
luisrcs

(usa Linux Mint)

Enviado em 02/02/2014 - 22:20h

O Mint não tem nada de especial. Na verdade pega carona no Ubuntu e sua fama se deu pela interface gráfica, devido a rejeição pelos novos Gnome3 e o Unity.

Não vejo graça alguma no Mint, é até pior que o Ubuntu, já que o suporte a drivers deste último é melhor.

Se vai cair? Pode ter certeza. Antes dele o Ubuntu era imbatível até mesmo contra o próprio Mint. O que aconteceu é que o Ubuntu abandonou o Gnome2 e seus fãs procuraram algo mais próximo, o que o encontraram no Mint.

Só concluindo, se o Ubuntu tivesse continuado com o Gnome2 ou criado algo semelhante, o Mint não o teria ultrapassado.


4. Re: Que tipo de bruxaria e essa?

Clodoaldo Santos
clodoaldops

(usa Linux Mint)

Enviado em 02/02/2014 - 22:27h

-mint já estava a frente do ubutnu antes do unity
-depois só piorou
-unity fez ubuntu perder para fedora e até para mageia durante uns meses
-uso mint desde 2009
-comecei com lm7-gloria
-tenho instalado no notebook, netbook e desktop
-pra mim lm é a melhor distro pra quem está iniciando ou quem não uqer perder tempo instalando codecs, plugins etc e tal



5. Re: Que tipo de bruxaria e essa?

LinuxWalker
Delusion

(usa Debian)

Enviado em 02/02/2014 - 22:37h

por mim não vejo problema, pois ele atende um tipo de usuario, isso mostra apenas que o tipo de usuario que ele atende eh maioria, nao que seja melhor ou pior que outras distros. Presumo que quando o Manjaro acertar melhor o reconhecimento de hardware, colocar uma central de programas realmente decente (para quem precisa disso xd), talvez ele ultrapasse o mint, principalmente por ser rolling release.


6. Re: Que tipo de bruxaria e essa?

Perfil removido
removido

(usa Nenhuma)

Enviado em 03/02/2014 - 08:28h

insurgente5 escreveu:

O MINT vai ficar em primeiro lugar no DistroWatch para sempre?Eu nunca vi ele em queda,a unica distro que sempre esta com status verde.Sera que algum dia alguma distro toma seu lugar?


Na verdade, é o Ubuntu que está em primeiro lugar. Não adianta trocar o nome, Mint Linux é apenas uma refisefuqui do Ubuntu. Quer provas? Veja o sources.list, ela aponta para os servidores de pacotes do Ubuntu! É do Ubuntu que vem a maioria dos programas (apenas alguns pacotes adicionais contendo o Cinnamon, Mate e um conjunto de temas estão hospedados nos servidores do Mint Linux), é do Ubuntu que vem as atualizações de segurança, é do Ubuntu que vem toda a infraestrutura. Portanto, O Mint Linux nada mais é que o Ubuntu com outro nome, ou seja: refisefuqui pura.


7. Re: Que tipo de bruxaria e essa?

Perfil removido
removido

(usa Nenhuma)

Enviado em 03/02/2014 - 08:33h

rei_astro escreveu:

O Mint não tem nada de especial. Na verdade pega carona no Ubuntu e sua fama se deu pela interface gráfica, devido a rejeição pelos novos Gnome3 e o Unity.

Não vejo graça alguma no Mint, é até pior que o Ubuntu, já que o suporte a drivers deste último é melhor.

Se vai cair? Pode ter certeza. Antes dele o Ubuntu era imbatível até mesmo contra o próprio Mint. O que aconteceu é que o Ubuntu abandonou o Gnome2 e seus fãs procuraram algo mais próximo, o que o encontraram no Mint.

Só concluindo, se o Ubuntu tivesse continuado com o Gnome2 ou criado algo semelhante, o Mint não o teria ultrapassado.


Tudo por debaixo do capô do Linux Mint é Ubuntu, com exceção daquela versão que é uma refisefuqui do Debian.

Eles conseguem entregar um sistema muito ruim se comparado ao original, considerando que aquele Gerenciador de Programas que fizeram para substituir a Central de Programas do Ubuntu é muito ruim, o atualizador é uma porcaria.

Eles acertaram em criar alguns forks que atraíram um grupo de descontentes com o Gnome Shell e Unity, mas nada mais do que isto. Tudo por debaixo do capô do Linux Mint é Ubuntu, então dá para se dizer "Linux é o kernel, Ubuntu é o sistema operacional, Mint é o papel de parede".


8. Re: Que tipo de bruxaria e essa?

Walker Luiz de Freitas
WalkerPR

(usa KDE Neon)

Enviado em 03/02/2014 - 09:02h

Concordo com a opinião dos amigos acima, onde citam que o "Mint pegou carona com o Ubuntu" e "o descontentamento dos usuários em relação a saída do Gnome 2 do Ubuntu".

O único benefício do Mint, ao meu ponto de vista, podemos ver na reportagem do link abaixo:
http://www.omgubuntu.co.uk/2014/01/mate-desktop-ubuntu-1404


9. Re: Que tipo de bruxaria e essa?

Luis R. C. Silva
luisrcs

(usa Linux Mint)

Enviado em 03/02/2014 - 09:45h

bilufe escreveu:

insurgente5 escreveu:

O MINT vai ficar em primeiro lugar no DistroWatch para sempre?Eu nunca vi ele em queda,a unica distro que sempre esta com status verde.Sera que algum dia alguma distro toma seu lugar?


Na verdade, é o Ubuntu que está em primeiro lugar. Não adianta trocar o nome, Mint Linux é apenas uma refisefuqui do Ubuntu. Quer provas? Veja o sources.list, ela aponta para os servidores de pacotes do Ubuntu! É do Ubuntu que vem a maioria dos programas (apenas alguns pacotes adicionais contendo o Cinnamon, Mate e um conjunto de temas estão hospedados nos servidores do Mint Linux), é do Ubuntu que vem as atualizações de segurança, é do Ubuntu que vem toda a infraestrutura. Portanto, O Mint Linux nada mais é que o Ubuntu com outro nome, ou seja: refisefuqui pura.


Concordo. Mas só lembrando que nem todos os usuários Mint usam o Mint Ubuntu, também tem os que usam Mint Debian, o qual não é especificado no Distrowatch.

Além do mais, têm o Mint Mate, Mint Cinnamon, Mint KDE e Mint Xfce. Ou seja, são cinco em um.

Sendo assim, juntando as variantes oficiais do Ubuntu, teríamos 4566 H.P.D. contra 3623 H.P.D. da soma das variantes Mint.

Variantes oficiais do Ubuntu:

- Ubuntu
- Lubuntu
- Kubuntu
- Xubuntu
- Ubuntu Gnome
- Ubuntu Studio
- Ubuntu Kylin
- Edubuntu

O que de todas as forma faz o Ubuntu oficial ficar em primeiro. Mas se juntar os não oficiais aí seria uma coisa monstruosa. Seria interessante o Distrowatch fazer uma estatística somente das distro-base também, assim teríamos: Debian, Ubuntu, Fedora, Mandriva, etc.


10. Re: Que tipo de bruxaria e essa?

Perfil removido
removido

(usa Nenhuma)

Enviado em 03/02/2014 - 11:16h

rei_astro escreveu:

bilufe escreveu:

insurgente5 escreveu:

O MINT vai ficar em primeiro lugar no DistroWatch para sempre?Eu nunca vi ele em queda,a unica distro que sempre esta com status verde.Sera que algum dia alguma distro toma seu lugar?


Na verdade, é o Ubuntu que está em primeiro lugar. Não adianta trocar o nome, Mint Linux é apenas uma refisefuqui do Ubuntu. Quer provas? Veja o sources.list, ela aponta para os servidores de pacotes do Ubuntu! É do Ubuntu que vem a maioria dos programas (apenas alguns pacotes adicionais contendo o Cinnamon, Mate e um conjunto de temas estão hospedados nos servidores do Mint Linux), é do Ubuntu que vem as atualizações de segurança, é do Ubuntu que vem toda a infraestrutura. Portanto, O Mint Linux nada mais é que o Ubuntu com outro nome, ou seja: refisefuqui pura.


Concordo. Mas só lembrando que nem todos os usuários Mint usam o Mint Ubuntu, também tem os que usam Mint Debian, o qual não é especificado no Distrowatch.

Além do mais, têm o Mint Mate, Mint Cinnamon, Mint KDE e Mint Xfce. Ou seja, são cinco em um.

Sendo assim, juntando as variantes oficiais do Ubuntu, teríamos 4566 H.P.D. contra 3623 H.P.D. da soma das variantes Mint.

Variantes oficiais do Ubuntu:

- Ubuntu
- Lubuntu
- Kubuntu
- Xubuntu
- Ubuntu Gnome
- Ubuntu Studio
- Ubuntu Kylin
- Edubuntu

O que de todas as forma faz o Ubuntu oficial ficar em primeiro. Mas se juntar os não oficiais aí seria uma coisa monstruosa. Seria interessante o Distrowatch fazer uma estatística somente das distro-base também, assim teríamos: Debian, Ubuntu, Fedora, Mandriva, etc.


Some a isto as refisefuquis do Ubuntu, dá muito mais...


11. Re: Que tipo de bruxaria e essa?

Clodoaldo Santos
clodoaldops

(usa Linux Mint)

Enviado em 03/02/2014 - 11:32h

LinuxMint responde:
http://migre.me/hHnNB


12. Re: Que tipo de bruxaria e essa?

Alberto Federman Neto.
albfneto

(usa Sabayon)

Enviado em 03/02/2014 - 12:10h

O Mint parece Ubuntu, mas é atá mais fácil, acho que porisso ele pegou. Está em primeiro a bastante tempo,

mas no Brasil, Mint não é mais usado do que Ubuntu, acho. Na Europa sim.

Não é bem um papel de parede,o Time Mint criou o Cinnamon, um Fork do GNOME-Shell.

se fosse feita uma estatística só das Distros bases, nem o Mint, nem o Ubuntu apareceriam. O ubuntu não é base, é Debian based. entre as Distros base, o Debian domina.






Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts